Home Espanha Profissionais em falta na Espanha: descubra os principais

Profissionais em falta na Espanha: descubra os principais

0
Profissionais em falta na Espanha: descubra os principais

Você sabia que existe uma série de profissionais em falta na Espanha? A lista oficial é atualizada trimestralmente e são muitas as oportunidades para quem se enquadra nos perfis. Se você está buscando uma oportunidade de trabalho fora do Brasil, confira aqui essas vagas e comece já o seu planejamento.

Quais são os profissionais em falta na Espanha?

O Serviço Público de Empleo Estatal – SEPE, libera regularmente uma lista de quais são as profissões mais demandadas na Espanha. Uma vez dentro do site você poderá buscar pela lista atualizada dos profissionais em falta na Espanha, e algumas das vagas são as seguintes:

  • Atletas profissionais;
  • Treinadores esportivos;
  • Marinheiros;
  • Comandantes de navios mercantes;
  • Mecânico Naval;
  • Cozinheiros de navio.

Este catálogo publicado trimestralmente pelo SEPE tem a intenção de divulgar as ofertas de emprego mais difíceis de serem ocupadas em cada Comunidade Autônoma do país.

Assim, quando há dificuldade em encontrar pessoas que preencham determinadas vagas, entra em ação o SEPE. A divulgação dessa lista pode ser vista como uma tentativa de cobrir as demandas de cada região.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Dessa forma, há uma distribuição de mão de obra para as regiões com mais demanda, repartindo candidatos uniformemente por todo o país.

Estes dados ajudam, inclusive, o empregador a emitir o visto para trabalho na Espanha a um estrangeiro.

Outros postos de trabalhos muito demandados na Espanha

O SEPE não é a única fonte em que você poderá buscar as vagas para profissionais em falta na Espanha.

Existem profissões que não estão listadas como vagas de difícil cobertura no SEPE, mas que são constantemente buscadas por empresas de recursos humanos.

Para exemplificar, a Adecco divulgou recentemente uma listagem de vagas com muita oferta e poucos profissionais capacitados para o cargo, como se enumera a seguir, a título exemplificativo:

  • Profissionais de TI;
  • Profissionais da área da saúde (médicos, enfermeiros, etc);
  • Técnicos de laboratório especializados na área Biomédica;
  • Operadores de Empilhadeiras;
  • Soldadores.

Ademais, são também muito buscados profissionais que falam outros idiomas, além do espanhol, para trabalhar como operadores de telemarketing, auxiliares administrativos e em comércios.

Com efeito, essa questão foi divulgada por um dos meios de comunicação mais importantes da Espanha, o La Vanguardia. Um dos seus artigos menciona os cargos de pleno emprego na Espanha e a dificuldade das empresas em contratar.

por que há profissionais em falta na espanha?

Por que há profissionais em falta na Espanha?

Além das barreiras internas, existem também algumas razões externas para essa questão. Se você está buscando um emprego na Espanha, é importante conhecer o assunto.

Portanto, a seguir listamos alguns dos principais fatores pelos quais existem profissionais em falta na Espanha:

Profissões muito específicas

Conforme você pode ter observado, a maioria das vagas são para ocupações muito específicas, como no caso da lista do SEPE.

Mas, o mesmo ocorre em relação à lista da Adecco. Esta também costuma exigir formação e requisitos mais específicos, o que pode dificultar a contratação em algumas regiões do país e restringir significativamente o número de candidatos.

Profissões que exigem outros idiomas

Para quem deseja trabalhar na Espanha, será muito importante falar o espanhol. No entanto, alguns destes postos de trabalho de difícil cobertura também exigem do profissional o domínio de outras línguas, principalmente do inglês.

Por incrível que pareça, muitos espanhóis não falam outros idiomas, como a inglês. Dessa forma, essas vagas acabam não sendo preenchidas pelos nacionais.

Mas, os candidatos brasileiros precisam considerar que, dependendo da localidade, pode ser exigido falar o idioma regional. Na Catalunha, por exemplo, se fala o catalão, enquanto na Galícia se fala o galego e assim por diante.

Há muitas vagas em Barcelona, por isso aconselhamos a sempre conferir se é exigido conhecimento do idioma local. Se a vaga for no País Vasco, isso pode se tornar um problema maior, pela dificuldade da língua.

Profissionais não capacitados para os cargos

Além de serem profissões muito específicas e exigirem outros idiomas, existem muitos profissionais não capacitados para estes cargos na Espanha.

Seja por falta de experiência ou mesmo por falta de uma formação adequada, o fato é que, assim, as portas se abrem para estrangeiros.

Melhores oportunidades em outros países

Somando este item aos anteriores, algo que dificulta o preenchimento de algumas vagas de trabalho na Espanha são as oportunidades oferecidas para espanhóis em outros países.

De fato, muitos jovens espanhóis emigram para países europeus mais ricos, o que aumenta ainda mais as chances de um estrangeiro conseguir seu emprego na Espanha.

Salários dos profissionais em falta na Espanha

Os salários na Espanha podem variar bastante já que são muitas áreas envolvidas e com diferentes níveis de formação.

Por isso, para exemplificar, vamos falar um pouco de alguns dos profissionais em falta na Espanha para servir como referência.

Programador WEB

Os profissionais que trabalham com Tecnologia da Informação estão ganhando cada vez mais espaço na Espanha. São poucos no mercado e nem todos são realmente capacitados para ocupar os postos oferecidos pelas empresas espanholas.

O salário de um Programador Web na Espanha pode variar entre 13 mil e 31 mil euros anuais dependendo do nível de experiência e da região.

Por falar em região, os lugares que mais demandam por estes profissionais são a Catalunha, Madrid e País Vasco.

Especialista em Cibersegurança

Os profissionais que trabalhem com a privacidade e proteção de dados de uma empresa contra ciberataques são também muito requisitados no país ibérico.

Mais uma vez a falta de profissionais capacitados e as oportunidades fora da Espanha para os próprios espanhóis acabam por abrir caminho para que estrangeiros consigam ocupar estes cargos.

O salário médio é de aproximadamente 29 mil euros anuais, podendo chegar aos 48 mil euros. Claro que dependerá da experiência do candidato, bem como do tipo e tamanho da empresa.

As principais regiões que demandam este serviço são Catalunha, Madrid e País Vasco, mais uma vez.

TI profissão em falta na Espanha

Enfermeiros

Não é novidade que a Espanha precisa de profissionais para trabalhar na área da saúde. Esse fato foi constatado muito antes do início da pandemia.

De fato, a última década foi marcada pela redução no número de enfermeiros, seja por aposentadorias ou por profissionais que vão trabalhar em outros países.

O salário para enfermeiros na Espanha não costuma passar dos 50 mil euros anuais em instituições públicas. Entretanto, em instituições privadas, esse número pode ser bem maior.

É interessante mencionar que o sistema de saúde da Espanha é considerada excelente por muitos europeus, sobretudo os aposentados, costumam realizar uma espécie de turismo médico.

Médicos

Segundo o meio de comunicação Redacción Médica, no ano de 2019 mais de 4.100 médicos deixaram o país. Estes foram os dados passados pelo CGCOM (Consejo General de Colegios Oficiales de Médicos).

Certamente, esse fato abre portas para estrangeiros que queiram exercer sua profissão no país e o salário é bastante atraente.

Um médico na Espanha recebe em média 53 mil euros anuais, podendo chegar aos 100 mil euros dependendo do caso.

Auxiliar Administrativo que fale outras línguas

Para fechar nossa lista dos salários dos profissionais em falta na Espanha, vamos falar sobre os Auxiliares Administrativos.

Sua função é a de organizar e gerir as demandas administrativas de uma empresa, sendo indispensável falar outros idiomas.

O salário para este profissional na Espanha é o mais baixo desta lista. Ainda assim, o valor pode chamar bastante a atenção, estando em torno de 18 mil euros anuais.

Saiba qual o salário mínimo na Espanha e compare com as profissões em falta no país.

Quero ocupar uma vaga na Espanha, como fazer?

Conseguir um emprego é um passo essencial para consolidar o desejo de morar na Espanha. A seguir apresentamos alguns pontos a se considerar antes de começar a busca, assim como indicamos onde encontrar boas vagas e, por fim, se vale a pena trabalhar no país.

O que fazer antes de começar a busca?

Para ocupar vaga na Espanha é importante ter em mente algumas exigências básicas que costumam ser feitas de forma geral, como possuir um bom nível de espanhol e um currículo atualizado.

Além disso, seja para profissionais em falta na Espanha ou não, é fundamental estar atento às oportunidades do mercado.

Mas, há outras burocracias que devem ser levadas em consideração. Portanto, enumeramos alguns trâmites que podem ser imprescindíveis:

1. Validação de diploma na Espanha

A homologação ou convalidação do seu diploma pode ser fundamental, como é para os profissionais da área da saúde, por exemplo.

Por isso, é muito importante ter atenção às exigências do cargo e do própria exercício da profissão na Espanha. Algumas profissões são reguladas de forma específica.

O trâmite de validação do diploma pode demorar mais de um ano, por isso é essencial se preparar com planejamento e antecedência. Isso garantirá o reconhecimento dos seus estudos no país.

Além dos diplomas de nível superior, podem ser igualmente validados diplomas de nível médio.

2. Inscrição no respectivo conselho profissional

Da mesma forma, para algumas profissionais será imprescindível se registrar perante o respectivo conselho profissional.

Isso ocorre com médicos, advogados e arquitetos, por exemplo. Portanto, é sempre fundamental conferir todas as regras específicas que regulam sua profissão na Espanha.

Com efeito, a validação do diploma e até a própria inscrição no conselho profissional são trâmites que podem ser feitos antes mesmo de se chegar no país. Estes são alguns passos prévios que você já pode ir dando, como parte do seu planejamento.

3. Cursos habilitantes e complementos formativos necessários

Vale a pena lembrar que para algumas profissões também pode ser necessário realizar algum curso habilitante.

Em alguns casos de validação de diploma, existe a necessidade de cursar complementos formativos na Espanha.

Muitas vezes, não há a equivalência de carga horária ou de determinadas disciplinas, comparando a grade de uma faculdade brasileira com a determinação do Ministério de Educação espanhol.

Então, nestes casos, haverá a exigência de cursar determinada matéria, para completar a formação e, assim, receber a validação do diploma na Espanha.

Além disso, para os advogados pode ser exigida a realização de um Mestrado na Espanha específico de acesso à advocacia, por exemplo. Esse seria um curso habilitante para a profissão.

4. Solicitar o respectivo visto com antecedência

Em todo o caso, a questão migratória será fundamental. O brasileiro que não possua também uma nacionalidade europeia, só pode permanecer na Espanha por três meses sem visto.

E, para trabalhar no país, precisará de um visto de residência específico, de acordo com o caso. Muitos pensam que podem resolver toda a papelada já na Espanha, mas não é assim que funciona. Uma etapa muito importante será solicitar o necessário visto com antecedência, ainda no Brasil.

quero ocupar uma vaga na Espanha

Sites de emprego na Espanha

Estando no Brasil, na Espanha ou em qualquer lugar do mundo, é possível acompanhar as ofertas de empregos da região onde você pretende trabalhar.

Para isso, basta se cadastrar em um dos muitos sites de emprego na Espanha. A maioria deles possui uma plataforma gratuita e fácil de usar.

Assim, para facilitar a sua busca, selecionamos os principais portais que operam no país ibérico:

  • Infojobs: tanto seu site como o aplicativo do Infojobs são bem fáceis de usar. É possível realizar busca de emprego por profissão, nível de experiência ou por localização geográfica. Além disso, dá para criar e editar o currículo, fazendo com que o processo seja mais simples na hora da candidatura;
  • Infoempleo: com funcionamento muito similar ao Infojobs, o Infoempleo permite que o candidato se cadastrar e inserir seus dados para concorrer às vagas. O site também presta assessoramento para candidatos e empresas, com diversos relatórios sobre a situação do mercado;
  • Indeed: é muito provável que você já tenha ouvido falar do Indeed, seu funcionamento é bem simples e intuitivo. Você deve inserir a palavra-chave da pesquisa, ou seja, a sua profissão e/ou o cargo buscado. Logo, deve indicar a cidade onde deseja trabalhar e clicar em buscar;
  • LinkedIn: por último, não deixe de buscar por vagas no LinkedIn, que é muito mais que um simples buscador de emprego.

É fácil conseguir emprego na Espanha?

A resposta para esta pergunta vai depender do caso concreto. Um profissional qualificado e que atenda a todas as demandas de uma vaga não deve enfrentar problemas.

Portanto, conseguir um emprego na Espanha é plenamente possível, desde que seja feito um planejamento e que todos os passos sejam seguidos da forma correta.

Claro que se você se enquadra em uma das vagas para profissionais em falta na Espanha, seu processo poderá ser muito mais rápido e fácil. Mas, ainda assim, se sua profissão não aparece listada neste artigo, não se preocupe.

Conseguir um emprego na Espanha pode ser possível em qualquer área, ainda que seja um pouco mais burocrático.

A seguir listamos alguns aspectos que podem facilitar conseguir um emprego entre os profissionais em falta na Espanha, confira:

Vagas de difícil cobertura

Para que uma empresa espanhola contrate um funcionário estrangeiro, é preciso justificar o porquê de não estar a vaga sendo preenchida por um cidadão espanhol ou europeu. Isso faz parte da lógica protecionista que ainda vigora na União Europeia em geral.

No entanto, no caso de vagas anunciadas como de difícil cobertura, é mais fácil contratar um estrangeiro, justamente por serem postos dificilmente ocupados por espanhóis e cujos profissionais estão em falta na Espanha.

Netos de espanhóis

Poucos sabem que netos de espanhóis podem usufruir de uma significativa vantagem para serem contratados na Espanha.

Neste caso, mesmo que não fosse uma vaga de difícil cobertura, o empregador não precisaria justificar a preferência por um estrangeiro. Isso quer dizer que o requisito relacionado à situação nacional de emprego não se aplica aos netos de espanhóis.

Essa é uma significativa vantagem, porque muitas vezes o fato de existir uma preferência obrigatória para espanhóis ou europeus dificulta a contratação de brasileiros.

Profissionais altamente qualificados

Existe uma grande facilidade na contratação de profissionais altamente qualificados, os quais possuam estudos de nível superior, bem como a necessária experiência profissional.

Estes profissionais costumam ser contratados para altos cargos, como de gerência ou de direção. A própria questão imigratória é mais célere, nestes casos. O visto de residência pode ser emitido com mais rapidez e há certas prerrogativas para este tipo de profissionais.

Profissionais que realizem movimentos intraempresariais

Da mesma forma, os profissionais que já trabalhem em alguma empresa que possua representação em território espanhol, poderão ser transferidos para a Espanha.

Portanto, estariam realizando um movimento dentro da mesma empresa ou do mesmo grupo empresarial. Assim, o processo de transferência e de imigração também será facilitado.

Vale a pena trabalhar na Espanha?

Como vimos, são muitas as razões pelas quais existem profissionais em falta na Espanha. Entretanto, isso pode ser visto como um ponto positivo, já que essa questão abre portas para estrangeiros que queiram viver no país.

O fato dos salários na Espanha serem mais baixos que de países como França, Alemanha ou Inglaterra não deve ser visto como um ponto negativo. Isso ocorre porque o custo de vida também é mais baixo, incluindo até cidades como Barcelona e Madrid.

Você poderá receber um bom salário, viver bem e desfrutar de uma vida em um país com excelente qualidade de vida e segurança.

As vagas para profissionais em falta na Espanha se enquadram no seu perfil? Então é hora de começar a planejar a mudança, para ajudar você nesse processo lançamos o ebook Como Morar na Espanha. O conteúdo é um guia completo que auxilia desde o momento da decisão até a instalação no país.

1