Qualidade de vida na Espanha: saiba como é a satisfação dos espanhóis

Espanha  / 

Se você perguntar para um espanhol sobre a qualidade de vida no país dele, é possível que ele julgue “ser uma pergunta complicada”. Até porque o tema economia é sempre o primeiro que vem na cabeça quando falamos de qualidade de vida. Porém, apesar da sua importância, outros fatores como saúde, educação e segurança fazem parte do pacote qualidade de vida na Espanha ou em qualquer outro lugar.

Qualidade de vida na Espanha

Segundo a OECD, a qualidade de vida na Espanha está acima da média em itens como moradia, condições de saúde, segurança pessoal e vida social, no entanto, itens como emprego, renda e riqueza e engajamento cívico ainda deixam a desejar.

Com dados da pesquisa realizada pela Eurostat, agência de estatísticas da União Europeia, a qualidade de vida na Espanha foi avaliada da seguinte maneira:

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Saúde

A saúde é considerado um dos indicadores mais importantes para avaliar a qualidade de vida de um país. A boa notícia para Espanha é que entre os demais países da União Europeia, a Espanha é a que tem a esperança de vida mais elevada, 83,4 anos.

Quando a esperança de vida é alta significa que o clima, alimentação, a qualidade do sistema sanitário e outros fatores, contribuíram para tal.

O sistema de saúde pública é utilizado por cerca de 90% da população e para ter esse direito é preciso estar inscrito na segurança social do país. Referência no mundo todo, a Espanha é exportadora de tecnologias na área da saúde e conhecida pela alta qualificação dos seus profissionais.

O sistema de saúde privado é a única opção daqueles que estão no país a passeio ou ainda não receberam o visto de residente. Como no Brasil, o serviço deste sistema vai sempre depender da empresa contratada, apesar das instalações médicas e da qualidade dos profissionais não costumarem ser alvo de reclamações.

Quer saber mais? Veja nosso artigo completo sobre saúde na Espanha.

Saiba também que para entrar na Espanha, seja a turismo ou para morar, você precisará de um seguro viagem. Utilize nossa calculadora de seguros para contratar o seu, garantimos o menor preço aos nossos leitores.

Segurança

Segundo a OECD, a Espanha pode ser considerado um país muito seguro, e está colocado no ranking abaixo apenas de países como a Noruega, Islândia, Suíça e Eslovênia. O sistema de segurança funciona e os policiais costumam ser organizados e presentes no patrulhamento das cidades.

No entanto, se a qualidade de vida da Espanha pode ser medida pela satisfação dos seus habitantes, é importante notar que os espanhóis se consideram menos satisfeitos com o país hoje.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Com certeza, cidades como Madrid, Sevilha e Barcelona ainda são muito mais seguras do que inúmeras cidades brasileiras, contudo manter a cautela é essencial. Não é por acaso que os relatos de furto e roubos a imigrantes e turistas em determinadas zonas é altíssimo.

Comparação com o Brasil

Verdade seja dita, para quem sai do Brasil e vem para a Europa, a sensação imediata é de segurança. Infelizmente, a sensação de falta dela no Brasil, em determinadas cidades, ficou tão evidente no nosso país, que o resto do mundo parece tranquilo, mesmo quando não é bem assim.

Apesar do índice de satisfação ter diminuído com a crise, os espanhóis ainda consideram suas cidades seguras para circular durante a noite. Em pesquisa, 32,4% dizem ser muito segura, 45,9% bastante segura e 21,7% pouco segura.

Para falar de experiência própria, desde que cheguei em Madrid, não me preocupei um só minuto de voltar até 3:00 da manhã para casa sozinha ou caminhar por ruas vazias.

sensacao de seguranca espanha

Veja também nosso artigo que mostra o que é preciso para morar na Espanha.

Moradia

Os espanhóis, segundo a pesquisa, não estão muito satisfeitos com suas moradias e a dificuldade de comprar ou alugar casa. Porém, apesar disso, o Eurostat constatou que os espanhóis com famílias de 4 pessoas ou com filhos menores vivem em casas com critérios para atender todos. Isto é, espaço suficiente.

Conheça mais sobre o custo de vida na Espanha, seja para alugar uma casa ou para compras no mercado.

Acesso à Educação

Para entender o acesso à educação e a relação com a qualidade de vida na Espanha, a pesquisa mediu a porcentagem da população entre 16 e 64 anos e seu nível de estudo.

A Espanha entre os países membros da União Europeia fica acima da média no que diz pessoas que completaram o ensino superior, no grupo dos mais jovens. Quando falamos dos espanhóis que estão para se aposentar, na casa dos 60 anos, a Espanha fica com a menor nota entre os países mais ricos da União Europeia.

Ser qualificado e ter uma boa formação são pré-requisitos importantes para ter um bom salário e conseguir um emprego. Apesar disto, apenas 58% dos adultos entre os 25 e 64 anos concluíram o ensino médio.

A média mais alta alcançada pela Espanha em nível educacional está no grupo de pessoas entre 25 e 34 anos. O que acende um sinal de alerta da falta de técnicos no país, um assunto que já foi falado quando se fala da falta de emprego e de oportunidades na Espanha.

Sistema público e privado de educação da Espanha

O sistema de ensino se divide entre os centros públicos de ensino, os particulares e os particulares com ajuda do governo que são mantidos normalmente pelas igrejas. São as instituições públicas, particulares e mistas.

Uma curiosidade sobre o ensino superior público é que ele é parcialmente pago pelo aluno, isto faz com que estudar nas universidades públicas espanholas seja mais barato do que estudar numa universidade particular brasileira. Existem também as universidades particulares, mas essas são consideravelmente mais caras. Os valores variam de cidade para cidade e são reajustados anualmente, lembrando que o ano letivo no hemisfério norte começa em setembro.

Saiba mais sobre as escolas na Espanha neste artigo.

Meio Ambiente

Um outro ponto importante para medir a qualidade de vida na Espanha e em qualquer outro país. A média da Espanha em relação ao meio ambiente fica acima da média dos outros países da União Europeia, em termos de satisfação dos espanhóis.

Em resumo

Em resumo, de acordo com essa pesquisa, a qualidade de vida na Espanha é boa. Numa pontuação cujo o máximo é 10, o país alcança 6,9. E se você quer saber quem está no topo da lista, são três países:

  1. Finlândia;
  2. Suécia;
  3. Dinamarca.

Confira a lista completa dos países com melhor qualidade de vida na Europa.

Os salários são bons na Espanha? O que é um bom salário na Espanha?

O valor médio de salários na Espanha é considerado abaixo dos demais países da União Europeia.

É bem verdade que não precisa ser um esperto de economia para perceber que quase tudo é bem mais barato nas cidades da Espanha do que em outras cidades de outros países da Europa.

Quase tudo porque não podemos esquecer dos altos preços dos aluguéis em cidades como Barcelona e Madrid. Ganha-se 1.000 euros e paga-se 500 euros de aluguel em 25 metros quadrados.

Uma pessoa que consiga receber líquido 1.500 euros na Espanha, certamente não viverá mal, mas não terá luxos. Poderá alugar um imóvel, desde que não tenha pretensões muito altas. Um bom salário seria a partir de 2 mil euros.

Como se compara a qualidade de vida na Espanha com a de outros países da Europa?

Apesar de ser um considerado um país com boa distribuição de renda, um estudo recente de Eurostat informou que a desigualdade social vem crescendo na Espanha, com uma maior concentração de renda entre poucos indivíduos. Reflexo de uma crise recente que passou o país e que ainda não conseguiu se livrar por completo dela.

Em 2018, entre todas as categorias analisadas pela União Europeia, o país não conseguiu ficar entre os melhores de nenhuma delas, com exceção, a taxa de crianças menores que iam à creche.

Como se compara a qualidade de vida na Espanha com a do o Brasil?

Não seria nem justo comparar os dois países. Para começar, pelo tamanho do Brasil e suas diferenças de acordo com cada Estado. Em segundo lugar, estamos falando de um país desenvolvido e outro em vias de desenvolvimento. Com tamanho de população bem diferente, incomparável.

O que fica visível para qualquer brasileiro é que sim, a Espanha tem uma estrutura de serviços, principalmente, os públicos, que estamos longe de alcançar. Oferece excelentes oportunidades para quem quer estudar, suas cidades oferecem segurança, o transporte público funciona.

Tem os seus problemas?

É claro que tem. Porém, o lugar perfeito ainda não existe ou se existe, estão escondendo o endereço.

Quem quer morar fora, vai encontrar qualidade de vida na Espanha?

Vou para Espanha e vou encontrar qualidade de vida? Se você está disposto a buscar o seu espaço, a resposta é sim, encontrará. Porém, sair do Brasil imaginando que encontrará tudo muito fácil será o seu primeiro passo para não conseguir nada. Venha para Espanha ou vá para qualquer outro país ciente de que terá que vencer obstáculos.

Brasileiros na Espanha

Apesar das notícias que volta e meia assombram as manchetes dos jornais com a detenção de brasileiros nos aeroportos espanhóis, a comunidade brasileira no país é enorme. Os números do censo da imigração brasileira não são um consenso, os dados do IBGE e do Ministério das Relações Exteriores são muito diferentes e não bastam para uma afirmação segura.

Há quem diga que isto basta para falar sobre a qualidade de vida na Espanha, mas a verdade é que dentro desta comunidade existe todo tipo de pessoa, inclusive aqueles que não gostam do país.

De fato, a xenofobia e o racismo são uma realidade para os imigrantes e é preciso lembrar que esta realidade existe, apesar de não ser a única existente. Muitos brasileiros optam por conviver apenas com espanhóis e outros imigrantes, outros preferem conviver apenas com outros brasileiros e aproveitar a aproximação cultural.

Saiba também como trabalhar na Espanha.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Tatiana é brasileira e vive em Portugal desde 2013. Mestre em Estudos Culturais e Interartes pela Universidade do Porto, atualmente cursa o mestrado em Estudos Editoriais na Universidade de Aveiro. Copywriter e revisora, brinca que a sua principal especialidade é atender as dúvidas e ajudar aqueles que desejam conhecer Portugal e a Europa.