Você planeja viver fora do Brasil e quer saber como é a qualidade de vida na Espanha? Quer saber se vale a pena morar na Espanha? Se você tem interesse pela Península Ibérica e pelo quarto idioma mais falado do mundo, a resposta é ¡Si, por supuesto!

A Espanha tem uma combinação positiva de indicadores do bem-estar dos habitantes. Por isso, atualmente tem o 25º melhor IDH do mundo e é a campeã do sul da Europa.

As necessidades fundamentais dos espanhóis são cobertas em todas as Comunidades Autônomas. Os pontos fortes são saúde, segurança, educação, alimentação e meios de transporte. Também são favoráveis o clima, as questões ambientais, a estrutura para prática de esportes, as conexões para viajar, as possibilidades de lazer, a vida social e a facilidade de comunicação com os outros.

Já os pontos mais fracos são a renda abaixo da média analisada pela OCDE e o alto desemprego para um país da União Europeia. 12.7% dos espanhóis estavam sem trabalho em janeiro de 2022, enquanto em geral o índice foi de 6.2% no período, segundo a Eurostat.

Em relação ao Brasil, há muitas informações e detalhes sobre a qualidade de vida na Espanha que encantam os brasileiros. Mas é difícil comparar, pois são realidades muito diferentes. Há muitos pesos que precisam ser colocados em cada lado da balança e nem sempre é possível equiparar as unidades de medida.

Ranking da Qualidade de Vida da Espanha

A Espanha é o 19º país no Ranking de Qualidade de Vida Us News. O país se destacou na categorias Herança Cultural, em primeiro lugar, e Aventura, em terceiro.

A qualidade de vida na Espanha é reconhecida por atributos que somaram muitos pontos para a classificação:

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Procura assessoria para morar na Espanha?

Para solicitar a sua cidadania espanhola, visto, documentos, validação de diploma ou acompanhamento jurídico recomendamos o Escritório Madeira da Costa. Agende a sua consultoria e mude para a Espanha com segurança e tranquilidade.

SABER MAIS →

#1 Herança Cultural

  • Culturalmente acessível – 100;
  • Tem uma rica história – 96;
  • Tem ótima comida – 97.3;
  • Muitas atrações culturais – 97.5;
  • Muitas atrações geográficas – 92.1.

#3 Aventura

  • Amigáveis – 100;
  • Diversão – 92.9;
  • Bom para turismo – 99;
  • Clima agradável – 99.8;
  • Cênico – 90.2;
  • Sensual – 42.5.

Índice de Desenvolvimento Humano da Espanha

Quem decide morar na Espanha desfruta do 25º melhor índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo. Também é o melhor IDH do sul da Europa, de acordo com o relatório mais atual publicado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Fim de tarde em praça
Reuniões ao ar livre fazem parte dos costumes do país, contribuindo para a qualidade de vida

O IDH da Espanha também se destaca dos outros países do sul da Europa. Nesta região a Espanha lidera os números, à frente da França, Itália, Portugal, Malta, Andorra, entre outros.

A nota dos espanhóis para sua satisfação geral com a vida é 6,3, bem próxima à média da OCDE: 6,5. Um lado ruim é que existe desigualdade social na Espanha. Os 20% mais ricos ganham cerca de sete vezes mais que os 20% mais pobres.

Para completar, o clima é agradável a maior parte do ano, com invernos amenos, especialmente se comparados com todos os países europeus de IDH superior, o que eleva a qualidade de vida na Espanha. Sem dúvida, é uma excelente escolha para quem deseja se mudar para o Velho Continente. São muitas as opções para viver bem, que agradam pessoas de diferentes perfis e idades.

Você quer estudar na Espanha, planeja trabalhar ou morar como aposentado? Seja qual for o seu estilo de vida favorito, há excelentes locais para se viver bem na praia, na cidade ou no campo.

A melhor qualidade de vida na Espanha, entre as 15 maiores cidades

A última pesquisa da Organização de Consumidores e Usuários (OCU)  apresenta um ranking de qualidade de vida na Espanha, considerando as maiores cidades do país:

  1. Vigo;
  2. Zaragoza;
  3. Bilbao;
  4. Valladolid;
  5. Córdoba;
  6. Málaga;
  7. Valencia;
  8. Gijon;
  9. Alicante;
  10. Sevilla;
  11. Las Palmas de Gran Canaria;
  12. Murcia;
  13. Palma;
  14. Barcelona;
  15. Madrid.

A Espanha é um país vibrante, conquistando muitos brasileiros que encontram seu lugar ao sol em alguma parte deste rico território. Por sua variedade geográfica e cultural, há detalhes que marcam cada região. Além das grandes cidades, também existem povoados e cidades de tamanho médio para explorar. Escolher bem seu destino faz muita diferença nos gastos, na renda, nas oportunidades de trabalho e estudo, entre outros fatores.

É importante pesquisar antes de decidir! Você vai aproveitar muito a qualidade de vida na Espanha, com excelente custo-benefício, seguindo as orientações do Ebook do Euro Dicas. Ele traz cerca de 300 páginas de conteúdo prático. É um guia completo com dicas exclusivas de como morar na Espanha, leis atuais, custo de vida atualizado, além de um passo a passo para você criar e executar seu plano.

Saúde na Espanha

De acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE), a expectativa de vida dos espanhóis é de 82,33 anos, fator que contribui bastante para a qualidade de vida na Espanha. É uma das melhores situações na União Europeia neste aspecto, apesar da queda dos números desde 2020, quando o país ocupava o primeiro lugar.

A eficiência do sistema de saúde pública espanhol é um dos pilares da vida longa e atende bem os cidadãos em todas as etapas da vida: tanto em emergências, como nos tratamentos contínuos ou mais complexos.

Praça em Barcelona
A expectativa de vida na Espanha é de 82 anos. Sistema de saúde eficiente e vida social contribuem com a longevidade dos espanhóis

O acesso universal a serviços de saúde é garantido na Espanha para qualquer pessoa. Mas os cidadãos que vivem de forma irregular recebem apenas atendimento emergencial ou para doenças graves. Em todos os casos, mulheres grávidas têm assistência para o parto e o pós-parto .

Os turistas são atendidos se sofrerem acidentes ou tiverem problemas sérios de saúde durante a viagem, mas recebem a fatura depois. Além de ser obrigatório para viajantes com destino à Europa, o seguro viagem garante a tranquilidade diante de imprevistos. A cobertura mínima deve ser de 30 mil euros para gastos médicos e hospitalares.

Quem tem o passaporte europeu e está empadronado, desfruta dos mesmos direitos de qualquer cidadão espanhol. Estão incluídas consultas, cirurgias, a distribuição gratuita de remédios através das redes de farmácia e até inseminação artificial para casais ou solteiras com dificuldade para ter filhos.

Mas nem tudo são flores. Existem burocracias para alguns agendamentos e meses de espera, dependendo do caso. As questões dermatológicas como alergias e infecções muitas vezes são tratadas como estéticas e os remédios para o tratamento não são fornecidos. Também há relatos de atendimentos de emergência muito rápidos e com orientações genéricas.

Menos restrições contra a pandemia em 2022 ampliam oportunidades

Dados do PNUD mostram que a pandemia causou uma marcante diminuição nos valores do Índice de Desenvolvimento Humano em todo o mundo, em contramão com a tendência de subida gradual anterior.

Queda no IDH
Fonte: Escritório de Relatório de Desenvolvimento Humano

Infelizmente, muitas portas se fecharam devido à Covid-19, o que afetou bastante a qualidade de vida na Espanha. Os brasileiros que moram lá tiveram problemas como desemprego, dificuldades para pagar os gastos básicos e obstáculos para receber a vacina (entre os que estão em situação ilegal). Alguns ficaram sem opções e voltaram para o Brasil. Outros, que estavam preparados para ir, tiveram que aguardar.

Mas aos poucos a vida vai voltando ao normal. Os shows e eventos, por exemplo, já estão permitidos, criando mais opções de lazer e oportunidades de trabalho na Espanha. Afinal, a festa está na alma dos espanhóis e, além de alegrar, movimenta uma parte relevante da economia do país.

A mais recente flexibilização é sobre a necessidade de circulação com máscaras em locais ao ar livre. O uso deixou de ser obrigatório na Espanha a partir de fevereiro de 2022. Por enquanto, a máscara ainda é necessária em espaços fechados e no transporte coletivo. A regra é válida para maiores de 6 anos.

Segurança na Espanha

Ter o direito de ir e vir garantido, sem ser alvo da criminalidade, é básico para a qualidade de vida na Espanha e em qualquer outro país do mundo. Em relação à segurança, os dados espanhóis são positivos.

A taxa de homicídios é de 0,7 assassinatos por 100.000 habitantes, menor que a média da OCDE, que é de 2,6. Outra comparação com uma média da OCDE é o percentual de pessoas que se sentem seguras andando sozinha durante a noite: 80% dos espanhóis x 74% da média geral.

A Espanha também está em 31º lugar no Global Peace Index 2021.

Os assaltos são frequentes? Quais riscos os espanhóis enfrentam?

Os principais riscos para a segurança dos espanhóis são os furtos, assaltos e golpes de estelionatários. Os dois primeiros são comuns nas zonas turísticas e os últimos têm sido aplicados via internet e com uso fraudulento de cartões bancários. Além disso, a violência doméstica preocupa e é regularmente mostrada nas notícias.

Já o policiamento é frequente e o modelo de segurança da Espanha têm níveis de ação nacionais, regionais e locais. Fora a atividade nas ruas, a Polícia Nacional Espanhola também está presente nas redes sociais. Com objetivo de informar, se aproximar da população e prevenir crimes, as publicações divulgam campanhas e pedem ajuda para solucionar alguns casos. O perfil no Twitter faz sucesso e tem 3,5 milhões de seguidores.

A guerra na Ucrânia afeta a segurança da Espanha?

Apesar da instabilidade na Europa, os países ao sul estão distantes da Ucrânia e não são atingidos diretamente em seus territórios.

Educação na Espanha

A Espanha tem ensino fundamental e médio gratuitos. Mesmo assim, somente 59% dos adultos entre 25 e 64 anos concluíram o ensino médio. Embora a adesão tenha grande margem para melhorar, a qualidade indica bons rumos. No Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA), a pontuação do aluno espanhol foi de 491 no domínio de leitura, em matemática e em inglês. O número ultrapassa a média da OCDE, com 486 pontos.

O que mudou após a pandemia?

A pandemia ampliou e consolidou o ensino à distância no país. Mesmo com a volta das aulas presenciais, muitas instituições mantiveram opções de estudos on-line ou adotaram o modelo híbrido, principalmente para cursos livres e pós-graduação. Ficou mais prático conciliar trabalho, estudo e vida pessoal, favorecendo a qualidade de vida na Espanha.

No Ranking FSO 16 das 25 melhores instituições de ensino são da Espanha. Trata-se de uma comparação entre mestrados à distância, em língua espanhola, focados em administração e gestão de negócios.

Qualidade de vida no trabalho na Espanha

Uma boa notícia sobre a qualidade de vida na Espanha em relação ao trabalho é a tendência de queda da taxa de desemprego em 2022, segundo dados da Eurostat.

Porém, se ficarem sem trabalho, os espanhóis podem perder 15,8% de sua renda. Tal queda é uma das mais altas entre os países da OCDE. A média de redução é de 5,1%.

Em compensação, há um benefício que ajuda a movimentar a economia espanhola: o 14º salário. Ele está presente em muitos contratos de trabalho. O pagamento do 13º é feito no meio do ano e o 14º chega no final.

Outra conquista de homens e mulheres é o direito ao mesmo tempo fora do trabalho após o nascimento de um filho. A partir de 2021 a licença maternidade ou a licença paternidade tem duração de 16 semanas. A medida está alinhada com os países pioneiros em igualdade de gênero.

O mercado laboral da Espanha também conta com incentivos de diversas instituições que visam atualização, ampliação e inovações diante dos constantes desafios globais, como a Red Emprendeverde que une empresários, investidores e a sociedade civil para apoiar iniciativas ecológicas.

Salário mínimo x Custo de vida em 2022 na Espanha

A renda e o poder de compra são critérios importantes na avaliação da qualidade de vida na Espanha. Por isso, algumas perguntas são fundamentais:

Quanto ganha um brasileiro na Espanha?

Depende muito da atividade profissional. O salário mínimo na Espanha em 2022 é de 1000 euros brutos, geralmente distribuídos em 14 pagamentos. A renda média é de 2.030 euros (Fonte: INE).

A vida na Espanha é cara?

O custo de vida na Espanha é o segundo mais baixo da Europa. Mesmo assim, alguns gastos pesam bastante. Na Espanha o custo da moradia é 20% acima da média da OCDE, ocupando 22% da renda bruta familiar.

Qual é a tendência de preços na Espanha para 2022?

Por conta da guerra na Ucrânia, o mundo vive novamente um período de incertezas. É importante estar preparado para variações que interferem nos gastos do dia a dia. Acompanhando este cenário, a tendência na Espanha é de alta de preços em 2022. Leia nosso editorial sobre os impactos da guerra na Ucrânia para entender melhor.

Equilíbrio Vida pessoal x Profissional

É possível encontrar harmonia entre atividades profissionais e pessoais e viver com qualidade de vida na Espanha!
Com uma boa rede de transporte público, a locomoção entre a casa e o trabalho é geralmente confortável e prática. Além disso, apenas 3% dos empregados têm um trabalho remunerado com jornada muito extensa, sendo que a média da OCDE é de 10%. Ou seja, sobra tempo e energia para aproveitar a vida e conviver com os amigos.

A integração no país, as oportunidades de trabalho e a vida social são proporcionais ao seu conhecimento do idioma. Conhecidos por uma personalidade forte e sua comunicação mais direta, os espanhóis estão abertos a fazer amizades. Eles são sociáveis, festeiros e solidários. Quanto melhor você falar o espanhol, maior será sua rede de contatos.

As cidades espanholas oferecem boa estrutura de lazer e prática de esportes para quem quer aproveitar o tempo livre. Há museus, teatros, parques, praças, academias, balneários, bares e restaurantes para todos os gostos. A Espanha também tem atrações turísticas em todas as regiões e uma localização estratégica para deslocamentos dentro da Europa. É possível conhecer muitos lugares nos momentos de folga ou durante as férias.

Alimentação na Espanha

Paella, tortilla, azeite de oliva e pão fresco. Você já provou algum destes pratos e ingredientes da famosa gastronomia espanhola?
A dieta mediterrânea é considerada uma das mais saudáveis do mundo por ser rica em gorduras boas, legumes, peixes e outras carnes magras.

A comida geralmente acompanha uma taça de vinho tinto, combinação que reduz os riscos de doenças cardiovasculares. Além disso, um estudo da EAE Business School comprovou que os espanhóis consomem menos fast food do que todos os seus vizinhos europeus.

A alimentação na Espanha pesa também menos no bolso que no Brasil. Na Espanha, por exemplo, o quilo do arroz custa em média 1 euro, consumindo 1% do salário mínimo. Os valores mais baixos favorecem uma dieta rica, equilibrada e com bons alimentos.

As opções saudáveis e acessíveis de alimentação ajudam muita a manter a qualidade de vida na Espanha!

Meio ambiente e qualidade de vida na Espanha

O meio ambiente equilibrado é considerado um direito humano. Cuidar do patrimônio natural e das regiões habitadas é também cuidar da dignidade e do bem-estar.

Os espanhóis contam com diversas áreas de proteção e soluções para minimizar o impacto das ações humanas. Por isso, a qualidade de vida na Espanha está associada aos cuidados neste sentido e ao contato com a natureza.

A mobilidade sustentável também se destaca, com uma ampla rede de transporte público. Vai de faixas exclusivas para bicicletas à grande extensão de linhas de trens, ônibus e metrôs. Desde 2012 também existe um Programa de Incentivo a Veículos Eficientes, visando modernizar a frota e reduzir emissões de Co2.

Um índice monitorado pela OCDE são os níveis de PM2,5 por metro cúbico, um minúsculo material particulado que traz riscos para a saúde. Na Espanha os números são menores do que a média: 10 microgramas por metro cúbico, exatamente o limite anual definido pela Organização Mundial da Saúde. A média da OCDE é de 14 microgramas por metro cúbico.

Mas o trabalho deve ser contínuo. A satisfação com a qualidade da água é um exemplo. Mesmo que 76% dos espanhóis estejam contentes, a média da OCDE é de 84%, o que mostra que há margem para melhorias.

Sem dúvidas, o contato com a natureza enriquece a qualidade de vida na Espanha! O país é cheio de tesouros em forma de ecossistemas marinhos e terrestres, valorizados e preservados para as futuras gerações. Um terço do solo e 12% das águas são protegidas no país. Entre estas áreas, estão 54 Reservas da Biosfera da Unesco e 15 Geoparques.

A Espanha também tem 4 parques que são Patrimônio Mundial para você colocar na sua lista de lugares a conhecer:

  • Doñana;
  • Teide;
  • Garajonay;
  • Monte Perdido.

Comparação da qualidade de vida da Espanha x do Brasil?

Apesar das características de cada país serem bem diferentes, é possível afirmar que a qualidade de vida na Espanha é melhor que no Brasil.

Para começar, embora a Espanha tenha seus pequenos problemas, o Brasil deixa muito a desejar na segurança. Sequestro-relâmpago, assalto com uso de armas de fogo, arrastão, bala perdida e crime organizado, termos tão comuns para os brasileiros, são inexistentes na vida de um espanhol.

No Brasil as pessoas temem crimes que colocam sua vida em risco, na Espanha se preocupam com possíveis danos materiais. Viver sem medo contribui muito para o bem-estar e este é um fator crucial para quem decide cruzar o Atlântico.

A saúde funciona melhor e a qualidade da educação é superior na Espanha. A diferença do custo da alimentação também chama a atenção. Um quilo de arroz custa por volta de R$5,70, o que equivale a 4,8% do salário mínimo. A proporção do salário que o brasileiro precisa para comprar 1 quilo de arroz é quase 5 vezes maior que a do espanhol!

O resumo da comparação está na lista do IDH mundial da OCDE: enquanto o maior país da península ibérica ocupa a 25ª posição, o gigante da América do Sul está em 84º lugar, entre os 189 países analisados. Razões, históricos e esperanças à parte, esta é a realidade atual da qualidade de vida na Espanha x no Brasil.

Quer saber mais sobre como é morar na Espanha? Assista nossa live, conheça a experiência de brasileiros que vivem essa realidade e facilite sua jornada.

Boa sorte na sua mudança para a Espanha!