Morar em Sevilha em 2018, veja um guia detalhado para se mudar

Morar em Sevilha

Espanha  / 

Quando o assunto é trocar a vida no Brasil por um recomeço na Espanha, boa parte dos brasileiros optam por grandes cidades, como Madri e Barcelona. Mas isso nem sempre é a melhor decisão, certo? O que muita gente não sabe, é que existem outras regiões da Espanha que também são ótimas opções para os recém-chegados no país, como morar em Sevilha.

Como é morar em Sevilha

A cidade de Sevilha é considerada uma das mais bonitas da Espanha e visitada todos os anos por milhares de turistas estrangeiros. Berço de uma cultura inigualável, segura e com um custo de vida acessível, a capital da região de Andaluzia já é o novo lar para mais de mil e trezentos brasileiros.

Surpreso? Você consegue imaginar os motivos que levaram tantos brasileiros a escolher essa cidade “desconhecida“? Pois bem eles surgem logo a seguir, continue a ler.

Uma cidade hospitaleira

Sevilha é uma cidade acolhedora e hospitaleira, para cada canto que você olha, você vê uma beleza diferente, ou seja, é um encanto a cada dia. Além disso, tem 300 dias de sol por ano. Com uma excelente oferta de cultura, esportes, lazer e história, é impossível ficar entediado nessa cidade.

Custo de vida em Sevilha

Morar em Sevilha tem várias vantagens, entre elas é o custo de vida ser relativamente acessível, principalmente por não ser uma região tão massificada. As contas referentes a moradia (luz, água, internet, telefone, etc) vão depender do hábito de cada pessoa, mas normalmente, giram em torno de 150€ a 250€ por mês.

Valor mensal das compras

As compras mensais, para um casal, também não devem ultrapassar os 200 euros por mês. Confira um guia detalhado sobre o custo de vida na Espanha.

Como é o clima em Sevilha

Sevilha pode ser considerada uma das cidades mais quentes da Europa. Veja a tabela com as médias de temperaturas mensais (em °C):

Temperaturas em Sevilha
Mês Temperatura mínima média Temperatura máxima média
Janeiro 16º
Fevereiro 18º
Março 21º
Abril 11º 23º
Maio 14º 27º
Junho 18º 32º
Julho 20º 36º
Agosto 20º 35º
Setembro 18º 31º
Outubro 14º 26º
Novembro 10º 20º
Dezembro 16º

Como funciona o transporte Público em Sevilha?

Assim como em outras cidades da Espanha, o transporte público funciona bem e possui “passes” que ajudam a economizar quem necessita se deslocar com mais frequência.

Para quem passa na cidade a Turismo, existem dois tipos de bilhetes específicos, para um dia na cidade você pode pagar cinco euros e para três dias dez euros, já para quem vai morar em Sevilha, vale a pena olhar o preço dos bilhetes mensais, por exemplo o de ônibus custa 30 euros. Mas existem outros preços para estudantes, por isso pesquise no site da Tussam para ônibus e o do metro Sevilha para metrô.

Ande de bicicleta

Em Sevilha muitas pessoas utilizam a bicicleta como meio de transporte (a cidade tem 170km de ciclovia) e, mesmo se você não tiver a sua bicicleta, você pode alugar uma em um dos 250 pontos de aluguel espalhados pela cidade, que funciona 24 horas por dia!!!

Morar em Sevilha, como é a moradia

Moradia em Sevilha
Quando nos mudamos para uma nova cidade é muito difícil encontrar uma casa nova. Para quem vai morar em Sevilha, o ideal é começar a procurar casas a partir do Brasil, em sites online como por exemplo idealista ou enalquiler.

Não feche contrato pela internet

Isso é muito importante. Separe os apartamentos que você gostou, entre em contato com o proprietário e marque uma visita para quando você já estiver na cidade. Muito anúncios podem enganar pelas fotos e você acaba alugando “gato por lebre”.

Melhores bairros para morar em Sevilha

O preço do aluguel vai ser uma “barreira” para você morar em Sevilha, pois ele tem subido bastante nos últimos anos e tudo indica que seja por conta da recuperação econômica da Espanha e do turismo local. O custo um apartamento estará diretamente ligado a localização do imóvel.

San Lorenzo e El Arenal

Para quem curte viver em um lugar mais agitado, em que não falte bares, restaurantes, cafeterias e afins, San Lorenzo e El Arenal é o local ideal. Entretanto, uma coisa é certa: prepare o bolso! Um apartamento de 1 quarto custa a partir de 970 euros.

Triana

Melhores bairros de Sevilha
É um bairro bem próximo do centro da cidade, com muita vida e bem conectado com toda a cidade pois possui muitas linhas de transportes. Um apartamento de 1 quarto custa a partir de 1.200 euros.

La Macarena ou no Reina Mercedes

É perfeito para aqueles que chegam em Sevilha para estudar. O que não vai faltar são opções de quartos e apartamentos com preços razoáveis e próximos à Universidade. Um apartamento de 1 quarto custa a partir de 660 euros.

Vale lembrar que na área metropolitana é possível encontrar bons apartamentos para morar em Sevilha e com preços mais baixos. Você não necessita obrigatoriamente ficar alojado no centro da cidade, até porque Sevilha é uma cidade “pequena” comparada com grandes metrópoles, como São Paulo.

Estudar em Sevilha

Sevilha tem duas universidades muito prestigiadas e completamente preparadas para receber alunos estrangeiros.

Universidad de Sevilla

A universidad de Sevilha tem mais de 500 anos de história e mais de 70 mil estudantes. Possui uma lista imensa de cursos, entre eles Engenharia, Arquitetura, Administração, Medicina e Direito.

Universidad Pablo de Olavide

Essa é uma universidade pública que aposta em um ensino de qualidade. Possui somente um campus, composto por todas as tecnologias necessárias para os alunos, pesquisadores e professores trabalharem. Com menos oferta que a Universidad de Sevilha, esta universidade apresenta 39 cursos, dentre eles Administração de Empresas, Comunicação Digital, Criminologia, Direito e Ciências Ambientais.

Como estudar nessas universidades

Para estudar nessa universidade, consulte todos os procedimentos necessários na parte de alunos estrangeiros nos sites Universidad de Sevilla e Universidad Pablo de Olavide.

Estudar espanhol em Sevilha

Embora grande parte dos brasileiros que chegam a Sevilha para estudar na Universidade, a cidade também tem um leque de opções para quem desejar aprender espanhol, apresentando diversas opções de cursos de longa e curta duração:

  • Giralda Center: 20 horas de curso por semana, durante 4 semanas, o curso sai por 580 euros (sem acomodação);
  • Habla World: 20 horas de curso por semana, durante 4 semanas, o curso sai por 569 euros (sem acomodação);
  • IELE: 20 horas de curso por semana, durante 4 semanas, o curso sai por 530 euros (sem acomodação);
  • Mosaico: 20 horas de curso por semana, durante 4 semanas, o curso sai por 640 euros (sem acomodação);
  • Sevilla Habla: 20 horas de curso por semana, durante 4 semanas, o curso sai por 340 euros (sem acomodação).

Não deixe de ler nossas dicas de como aprender espanhol.

Trabalhar em Sevilha

Para você poder trabalhar na Espanha, se você não tiver nacionalidade europeia, você vai precisar de um visto de trabalho. Sem esse visto será praticamente impossível uma empresa te contratar. Além disso, não se esqueça que os seus diplomas do Brasil têm que ser homologados, para que possam ser aceitos para uma vaga de trabalho. E, é claro, você tem que falar espanhol.

Prepare o seu currículo no formato europass, que é aceito em todos os lugares. A preparação para o mercado de trabalho na Espanha, é um passo muito importante, se você pretende morar em Sevilha, pois lá não há tanto estrangeiro como em Barcelona ou Madrid e a cultura não está preparada para isso.

Entretanto, você também pode conferir as dicas que compartilhamos para trabalhar na Espanha.

Dica importante, não fique ilegal no país

Além de não ser uma boa ideia e poder trazer vários problemas para você, se você estiver ilegal você não vai poder recorrer a algumas “regalias” que o governo oferece, como cursos de formação para novos empregos e outras coisas.

Veja como obter um visto para Espanha.

Não espere encontrar de cara o trabalho dos sonhos

Comece por baixo e agradeça por ter um emprego. Assim que encontrar um emprego, aceite e fique muito feliz, pois existem muitas pessoas desempregadas na Espanha. Além disso, isso irá contar como experiência no país, para futuras entrevistas. Não desista!

Lembre que o salário mínimo na Espanha é 700 euros, mas dependendo da área de atuação, o salário poderá ser maior. Veja também o que escrevemos sobre os salários na Espanha.

Vagas de trabalho em Sevilha

Fazendo uma pesquisa rápida na internet, eu percebi que as áreas que mais têm vagas são as de vendedores, limpeza e hotelaria/turismo. Mas você pode fazer a sua própria busca, para ver se encontra alguma coisa na sua área.

Sites para procurar emprego

Cadastre-se em alguns sites para ver as ofertas de emprego:

História de Sevilha

História de Sevilha
A cidade de Sevilha tem uma história muito interessante, mas muito grande, por isso vou fazer um pequeno resumo para vocês entenderem um pouquinho o que se passou.
A história de Sevilha está ligada ao rio Guadalquivir, que deixava as terras férteis e ricas. Por isso, muitos povos se instalaram nessas regiões, potencializando o comércio e, consequentemente iniciando lutas e disputas de território.

Quando os Romanos estavam no território que hoje chamamos de Sevilha, eles construíram muros e a maioria dos monumentos, e nessa época (2 séculos antes de Cristo), Sevilha se tornou uma das cidades mais importantes da Europa.

Veja as curiosidades da Espanha que vão surpreender você.

Romanos perdem o território

Depois, os Romanos perderam o território para os Visigodos e Vândalos, que destruíram quase tudo que os Romanos construíram, até que, cerca de 2 séculos depois, os Muçulmanos conseguiram conquistar Sevilha.

Com a conquista dos Muçulmanos (ano de 702), Sevilha começou a ser reconstruída, e edifícios imponentes começaram a ser feitos, e alguns atualmente ainda fazem parte da arquitetura da cidade.
Porém, no século XIII, Sevilha começou a ser reconquistada pelas forças cristãs e em 1248 foi passada para as mãos do Reino de Castela.

Saiba quais são as melhores regiões da Espanha para morar e visitar.

Sevilha é governada por reis Cristãos

Sevilha começou a ser uma cidade muito importante, e seu porto fazia inclusive comércio com as Américas. Com isso, a cidade começou a crescer cada vez mais. Porém, no início do século XIX eles sofreram com algumas invasões francesas, mas não duraram muito.

Sevilha no século XX

Nesse século, Sevilha tornou-se a cidade mais importante de Andaluzia, e foi também nessa época que a Plaza de España foi construída, e de um modo geral, toda a infraestrutura da cidade foi melhorada.

Exposição Universal de Sevilha

Feira universal de Sevilha
Também conhecida como a Expo Sevilha, aconteceu em 1992 e foi o evento chave para o turismo de Sevilha. A partir desse evento todos ficaram conhecendo esse evento a nível mundial, e ainda nesse ano foi inaugurado um dos mais importantes parques temáticos do mundo, o Isla Magica.

Se você gosta de história, procure saber mais sobre a história de Sevilha, pois MUITOS detalhes importantes e interessantes ficaram de fora desse pequeno resumo e valem a pena serem lidos.

Agora que você já sabe um pouco da história dessa cidade, que tal conhecer as comidas típicas de Sevilha?

Comidas típicas de Sevilha

Muito típicas de toda a Espanha, as tapas são o melhor jeito de poder desfrutar de toda a gastronomia de qualquer cidade espanhola que você visitar.

Tapas

Tapas são pequenas porções servidas, e assim você vai poder comer mais de um tipo de prato na mesma refeição.

Gaspacho

Gaspacho
É um tipo de sopa fria feita com pimentões, alho, azeite, vinagre, legumes e tomate, tudo batido, para virar um creme. É acompanhado de um pedaço de pão.

Caracóis

Os melhores são servidos com um molho especial que só se encontra em Sevilha.

Está ficando com água na boca? Você pode conferir também uma lista com as comidas típicas da Espanha.

Soldaditos de Pavia

Tiras de bacalhau passadas na farinha, no açafrão, no fermento e na água salgada quente e fritar com azeite ficarem crocantes.

Huevas Aliñas

São ovos de merluza fervidos com vinagre e sal, por cerca de 20 minutos. Quando resfriados, cortam em fatias e juntam com cebola, pimenta e tomate. Temperam com azeite, vinagre e sal, e servidos gelados.

Existem muitas outras comidas típicas de Sevilha, é só andar pela cidade e parar para provar as tapas nos inúmeros bares existentes.

Brasileiros em Sevilha

Quase todos os brasileiros que passaram por Sevilha pretendem retornar à cidade ou recomendam a outros viajantes uma parada obrigatória na cidade, para conhecer a mais autêntica região da Espanha. Segundo o último senso divulgado pelo INE (Instituto Nacional de Estatística), em Sevilha vivem legalmente mais de 1.300 brasileiros.

A comunidade ainda é pequena

A comunidade brasileira em Sevilha ainda é pequena quando comparada a cidades como Madri, Barcelona e Valência, porém, muitos conterrâneos fizeram dessa terra sua nova morada. E, quando bater a saudade do Brasil, uma das dicas é correr para um restaurante brasileiro em Sevilha ou abrir o coração e se deixar levar pelas autênticas “tapas espanholas”.

Vale a pena morar em Sevilha?

Sempre que vamos falar se vale ou não a pena mudar de cidade e morar em outro lugar, estamos dando a nossa opinião pessoal, baseada na nossa realidade e no que vivíamos no Brasil.

Para mim, vale sempre a pena encarar novos desafios e tentar uma vida nova, para ter melhor qualidade de vida, mas eu busco sempre mudar para melhor e não mudar só porque sim. Morar em Sevilha é uma opção muito interessante, apesar de no verão fazer um calor bem insuportável, mas pessoalmente acho incrível poder acordar e ver todos aqueles monumentos todos os dias.

Ok, você já conhece um pouco sobre a cidade de Sevilha, mas será que você sabe o que fazer na cidade assim que lá chegar? Nós reunimos uma lista de atrações que vão ajudar você a planejar a sua visita a Sevilha.

O que fazer na cidade na cidade de Sevilha

Sevilha tem muitos monumentos para visitar, por isso é preciso de tempo para conseguir ver tudo. Vamos citar os principais, mas não se esqueça que, caminhar pela cidade é sempre uma boa surpresa por acabamos nos surpreendendo com construções que nem estão no mapa dos “pontos turísticos”

Visitar a Catedral de Sevilha

Catedral de Sevilha
Essa Catedral é a terceira maior do mundo e, é claro, não foi feita de uma hora para outra. Ela demorou mais de 100 anos para ser terminada! Está localizada bem no meio do centro histórico e é impossível não atrair os olhares de todos que passam por ali.

Dizem que nela estão guardados os restos mortais de Cristóvão Colombo. Por sua beleza e história, ela está na lista de Patrimônios Culturais e Históricos da Humanidade da Unesco. Para visitar a Catedral, o ingresso custa 8 euros.

La Giralda

A Giralda é a torre da Catedral de Sevilha, e já foi a torre mais alta do mundo (tem 97,5 metros de altura) e é um dos pontos turísticos mais famosos de Sevilha. Um fato interessante é que a torre não tem escadas, ela tem rampas largas, que foram feitas para que o Sultão pudesse subir a cavalo. Para visitar esse monumento, o ingresso custa 8 euros.

Plaza de España

A Plaza de España é exatamente aquele momento em que você chega em um lugar e não tem palavras para descrever. A grandiosidade da construção e a perfeição dos detalhes são impressionantes. Faça a visita com tempo, para olhar cada detalhe nos bancos e nas paredes e aproveitar cada momento.

Palácio de Alcazar

Esse é mais um ponto turístico imperdível em Sevilha, principalmente para quem gosta de arquitetura. Na sua originalidade, ele foi construído pelos Mouros em no século VIII, mas sofreu modificações ao longo do tempo, não deixando de perder a sua beleza. É possível passear pelos seus jardins e pelo interior de suas muralhas, mas para visitar o seu interior, deve pagar 5 euros.

Bairro de Santa Cruz

Uma parte desse bairro está localizada exatamente no interior das muralhas do Palácio de Alcazar. Possui ruas muitas estreitas e coloridas, devido às flores que as pessoas colocas nas sacadas e janelas. Passear por esse bairro e “se perder” por ele é uma ótima ideia, pois acabará encontrando praças encantadoras, bons restaurantes e pessoas muito simpáticas.

Show de Flamenco

Esse não pode faltar na visita a Sevilha. E para juntar o útil ao agradável, sugerimos a visita ao museu do flamenco, que tem exposições, conta a história do flamenco e no final, para terminar em grande estilo, tem um super show de flamenco para vocês apreciarem. Somente o museu custa 10 euros e o museu mais o show custa 24 euros, e os ingressos podem ser comprados online.

Muito mais para fazer

Sevilha tem uma agenda cultural muito boa, além de ter muitos mais monumentos além dos que citamos.

Ande sem destino

Passeie pela cidade sem destino, descubra lugares por conta própria e conheça a cidade à sua maneira, afinal, já que você vai morar em Sevilha, essa é a sua cidade agora, então você deve explorá-la ao máximo para poder aproveitar tudo de bom que ela pode te oferecer.

E aí, você acha que Sevilha é a sua cara? Compartilhe sua opinião sobre a cidade espanhola nos comentários.

COMPARTILHE

Julia é brasileira, formada em Turismo e mora em Portugal há 6 anos. Tirou o mestrado em Empreendedorismo na Universidade da Beira Interior e atualmente está terminando o doutorado em Gestão. Apaixonada por viagens, baladas e por fazer novas amizades, gosta de usar o tempo livre para conhecer novos países e culturas.