Transportes públicos na Espanha: como se locomover no país

Espanha  / 

Seja para uma visita rápida, uma visita longa ou uma mudança definitiva, entender como funcionam os transportes públicos na Espanha pode ser a melhor maneira de conhecer a cidade, programar uma visita e até melhorar a sua qualidade de vida. Saiba tudo sobre os transportes públicos nas grandes cidades espanholas e como se deslocar pelo país.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Transportes públicos na Espanha: veja como funcionam

Como quase todos os países da atual União Europeia, a Espanha possui uma extensa e funcional rede de transportes públicos. Claro que nesse quesito, as maiores cidades, bem como a capital, estão mais bem servidas, por assim dizer. Com certeza é bem fácil encontrar informações sobre os trens e o metrô em Madrid, Barcelona e Sevilha, por exemplo, do que em cidades menores como Cuenca e Lugo.

No entanto, é perfeitamente possível atravessar o país ou programar as idas para o trabalho contando apenas com o transporte público na Espanha e economizar assim, tempo e dinheiro. E isto porque os serviços possuem, para além de um bom funcionamento, preços que valem o bilhete.

Preço justo e eficiência

O transporte público na Espanha é referência para vários outros países do mundo: com preços justos, vasta oferta e ampla cobertura do território nacional, os serviços costumam ser bem avaliados pela população de um modo geral.

É claro que, como qualquer serviço público, o transporte público na Espanha também sofre os seus revezes: paralisações e greves podem acontecer e, apesar de alterarem a rotina, não costumam causar grandes prejuízos à sociedade.

Os serviços de transporte público na Espanha se justificam não só por todas as vantagens citadas, mas também porque a opção de ter um carro nas grandes cidades pode sair bem mais caro do que o previsto. A falta de estacionamentos nas ruas implica na utilização dos estacionamentos rotativos, o fluxo do trânsito nas horas mais críticas pode consumir muito mais tempo e combustível do que se pode arcar e, como é de se esperar, os custos de manutenção do veículo podem não ser tão agradáveis.

Ter acesso a internet e um smartphone ajuda e muito. Aplicativos como o Moovit fornecem o mapa das redes de trem, metrô e ônibus, assim como horários e possíveis problemas nas linhas. É só fazer o download, selecionar a cidade e aproveitar.

Transportes públicos na Espanha: Madrid

Como capital do país, Madrid é uma cidade com muitas opções de transporte público na Espanha. A cidade é dividida por zonas, que valem para todas as modalidades de transporte. As zonas são: A, B1, B2, B3, C1, C2, E1, E2 – estas últimas são importantes para quem vai sair ou entrar em Madrid, mas não fazem parte efetivamente do transporte da comunidade da cidade.

A demarcação de zonas ajuda também a delimitar os valores das passagens, quanto mais longe do centro, mais caras elas ficam.

A zona A é basicamente a zona principal no que diz respeito a cidade de Madrid e é a provavelmente a única zona que será utilizada por quem estiver na cidade a passeio ou por períodos mais curtos de tempo.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Além dos bilhetes individuais, os moradores têm acesso ao cartão mensal, onde se paga um valor fixo por mês e as viagens são ilimitadas e válidas para todos os tipos de transporte dentro das zonas previamente selecionadas na aquisição do cartão. Esse cartão é pessoal e intransferível, associado ao cidadão. Por isso, não está disponível para turistas.

É muito importante lembrar que na Espanha, os bilhetes são recarregáveis, no entanto, estes cartões não servem para o transporte público até o aeroporto. Se precisar de se locomover desde o aeroporto é possível comprar nas máquinas de venda um bilhete específico para isto.

Metrô

O metrô de Madrid é o meio mais utilizado rotineiramente, alcança toda a cidade e algumas áreas das zonas B1, B2 e B3. Os valores variam de acordo com a necessidade, mas custam em torno de 1,50€. Veja no site oficial do metrô os valores.

Ônibus

Os ônibus são o tipo de transporte público na Espanha mais suscetíveis aos atrasos, devido ao trânsito que pode ser caótico em alguns momentos do dia. Uma viagem normal, sem transbordo, fica em torno de 1,50€.

Cercanías

Apesar do nome diferente, cercanías são os trens. O serviço liga a cidade de Madrid a toda a sua zona metropolitana e aos principais povoados da comunidade. Operado pela empresa Renfe, é a escolha ideal para viagens mais longas e o preço das passagens varia de acordo com a distância que será percorrida. Por exemplo, uma viagem que compreenda até quatro zonas pode custar em torno de 3€. Existem os descontos para jovens até 26 anos, idosos, grupos e crianças.

trem na espanha

Metro Ligero

Um meio-termo entre o metrô e o trem, o ligero é o metrô de superfície. Responsável pela locomoção nas partes mais afastadas da comunidade, os seus valores são próximos aos valores praticados pelo metrô.

Transportes públicos na Espanha: Barcelona

Uma das cidades mais visitadas do país, Barcelona fica situada na região da Catalunha e conta com uns dos sistemas bem integrados de transporte público na Espanha.

A comunidade da Catalunha é composta por quatro províncias, e a província de Barcelona é dividida em seis zonas, sendo a primeira zona a própria cidade de Barcelona. Veja abaixo como funcionam os transportes públicos em Barcelona:

Metrô

As linhas de metrô principais que cortam toda a cidade são divididas em cinco: L1, L2, L3, L4, L5. Porém, no total, existem onze linhas que atravessam toda a comunidade e no geral, o metrô é o meio mais barato e rápido para circular pela cidade.

Vale a pena lembrar que também é o mais perigoso devido ao alto índice de furtos. A todo momento as autoridades relembram aos viajantes para tomarem um cuidado excessivo com os seus pertences.

Um bilhete simples, para apenas uma zona, custa 2,15€.

Ônibus

As linhas de ônibus de Barcelona são uma mais-valia para o transporte público na Espanha e isto porque elas funcionam em horários especiais e existem os diurnos e os noturnos, chamados de Nitbus.

As passagens únicas, chamadas de bilhetes sencillos, custam 2, 20€ e podem ser validadas mais de uma vez por até 1h15.

Tram

A linha de bonde de algumas décadas atrás se transformou nessa linha de metrô na superfície conhecida como Tram. Os bilhetes individuais, sem transbordo com ônibus, por exemplo, custam 2,20€. As linhas abrangem curtas distâncias, mas proporcionam belos passeios para quem está com pouco tempo.

tram barcelona

Trem

São dois os tipos de trens que fazem a ligação da cidade de Barcelona à sua zona metropolitana, uma grande vantagem para o transporte público na Espanha.

Os Rodalies, possuem serviço integrado junto a todos os outros meios de transportes públicos e com eles é possível comprar bilhetes integrados para vários passeios turísticos. Os valores dependem, é claro, da distância e da combinação das passagens.

Os Ferrocarrils também são um sistema de trens que levam a outros pontos da comunidade de Barcelona e zona metropolitana, além de possuirem um serviço integrado com funiculares. O bilhete sencillo para uma zona custa 2,20€. Se quiser comprar para dois tipos diferentes de transporte, o bilhete 2 em 1, o valor sobe para 4,40€.

Confira várias dicas que já compartilhamos para encontrar passagens aéreas promocionais para a Espanha.

Transportes públicos na Espanha: bicicleta

Ir ao trabalho de bicicleta, a escola, a um curso ou simplesmente passear pela cidade é possível em quase todas as cidades espanholas através do sistema de “aluguel” das bicicletas públicas. É muito comum e os espanhóis utilizam bastante!

bicicleta espanha

Você pode conferir também quais são as 7 melhores cidades da Espanha para morar.

Transportes públicos na Espanha: ônibus

Quem já teve a oportunidade de viajar pelas estradas espanholas conhece de perto a qualidade das vias rodoviárias do país, e segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a Espanha está entre os dez países que possuem as melhores estradas do mundo.

Existem basicamente duas modalidades de ônibus:

Enquanto a primeira trafega pelas autoestradas e conecta cidades de forma mais rápida, a segunda passa por estradas e ruas secundárias, parando assim, em praticamente todos os pontos. Entretanto, cabe ressaltar que ambas as modalidades possuem veículos modernos, inclusivos e, principalmente, com passagens mais baratas do que o trem.

Além disso, os ônibus na Espanha costumam ter conexão WiFi, ar-condicionado, tomadas e em alguns casos, serviço de bordo (lanches, etc). Já quanto às estações rodoviárias, elas são grandes e com uma boa estrutura na maioria das cidades. Partindo da capital Madrid, por exemplo, é possível ir de ônibus para Salamanca, Málaga, Barcelona, Bilbao, Santiago de Compostela, entre outras cidades. As companhias mais conhecidas são: Alsa, Avanza e Hife.

Os espanhóis preferem usar o trem

Em contrapartida, viajar em ônibus não é a primeira opção entre os espanhóis e isso deve-se pela malha ferroviária que oferece destinos dentro e fora do país. Aliás, essa é uma ótima escolha para quem deseja conhecer a Espanha de uma forma diferente.

Também pode ser útil ver o que escrevemos sobre as melhores regiões na Espanha para se visitar.

Existem trens de alta velocidade

O país conta com trens de alta velocidade (AVE) que podem alcançar facilmente os 300km/h, encurtando o tempo de viagens entre grandes, médias e pequenas cidades. Para percorrer os cerca de 530km de distância entre Madrid e Sevilha, por exemplo, o AVE leva apenas 2h30. Caso a mesma viagem fosse feita de carro, ônibus ou trem normal, ela duraria cerca de 5 horas.

Uma das empresas mais conhecidas é a Renfe, que permite a compra online da passagem. Apesar dos valores dos tickets serem mais altos, você ganha em economia de tempo. Além disso, se você comprar a passagem com antecedência, sua viagem pode sair mais barata.

A rota mais famosa é entre Madrid e Barcelona. A passagem custa entre 30€ e 250€, de acordo com o seu local de desembarque. Ainda, partindo de Madrid, há rotas para Córdoba, Zaragoza, Alicante, Málaga, entre outras regiões da Espanha.

Para quem deseja viajar com luxo, uma das opções é o “El Transcantábrico”, com destino à Santiago de Compostela.

Apesar de ter inúmeros trens que compõe as linhas de alta velocidade, ainda existem trens conhecidos como “média distância”, que interligam grandes e médias cidades, porém em mais tempo.

Tanto trens quanto ônibus oferecem vários destinos, inclusive para outras cidades da Europa, e muitas vezes com preços bem econômicos. No geral, os transportes públicos na Espanha funcionam bem.

Viajar de carro pela Espanha

Pegar a estrada na Espanha é correr o risco de se apaixonar pelas paisagens no decorrer do caminho e que podem ser bem variadas: montanha, praia, campos, etc.

Existem as rodovias do Estado, ou seja, que são públicas e também as que possuem pedágio, que nem sempre será barato. Por isso, se você opta por esse caminho não esqueça de levar dinheiro e somar no orçamento.

Também já escrevemos um guia detalhado sobre o custo de vida na Espanha.

Alugar carro ou compartilhar a viagem

Alugar um carro é normalmente barato, mas para quem não quer dirigir pode também optar por compartilhar a viagem com outras pessoas através do sistema “Bla Bla Car”.

Viajar de avião na Espanha

Assim como a Europa em geral, viajar de avião é quase sempre econômico, principalmente para destinos fora da Espanha. Por incrível que pareça, as vezes é mais caro sair de uma cidade espanhola para outra do que aterrissar em outro país.

Quem busca economia, o que não falta são companhias aéreas low cost como a Ryanair e Volotea, que sempre lançam promoções com voos por preços muito baixos. Quer procurar os melhores preços em passagens aéreas para Espanha? Sugerimos fazer a cotação no Portal Kayak, que compara os preços das passagens das principais companhias aéreas para que você encontre o valor ideal para o seu bolso, vale a pena!

Abonos nas passagens dos transportes públicos na Espanha

As grandes cidades turísticas da Espanha oferecem algumas opções de abonos no seu transporte público. Ou seja, são tipos de passes em que você economiza para usar por um determinado tempo ou número de vezes.

Em Madrid, há o “Metrobús”, ideal para turistas. Ele tem um custo de 12,20€ e é válido até 10 viagens de ônibus e metrô. O desconto para estudantes até 26 anos e crianças é válido apenas para residentes no país.

Em Barcelona, esse tipo de bilhete permite comprar 10 passagens para a zona 1 por 10,20€, válido por 1h15. Assim, você ainda pode fazer a baldeação. Aqui a economia é de quase 10€. Ainda é possível comprar o “abono diário”, que custa 8,60€ para a Zona 1.

Transporte público em Barcelona: descubra como funciona.

Dicas finais para os transportes públicos na Espanha

Embora a Europa seja um continente desenvolvido, os trens de alta velocidade não existem em todos os países. E na maioria daqueles onde o transporte existe, ele é utilizado apenas em viagens para destinos internacionais.

Uma dica interessante é alugar uma das bicicletas disponíveis pelas cidades para dar uma volta. Afinal, tanto os pedestres quanto os motoristas estão acostumados a conviver com esse tipo de transporte nas ruas.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Tatiana é brasileira e vive em Portugal desde 2013. Mestre em Estudos Culturais e Interartes pela Universidade do Porto, atualmente cursa o mestrado em Estudos Editoriais na Universidade de Aveiro. Copywriter e revisora, brinca que a sua principal especialidade é atender as dúvidas e ajudar aqueles que desejam conhecer Portugal e a Europa.

Taiana é brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilha no seu blog Partiu Espanha roteiros, dicas e as impressões de viver no exterior.

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.