Companhias aéreas low cost na Europa: veja como funcionam

Passagens Aéreas  / 

As companhias aéreas low cost na Europa são muito comuns. Seja em voos domésticos ou internacionais, elas estão por toda a parte do continente, possibilitando viagens de longas distâncias pagando muito pouco.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Tudo sobre as companhias aéreas low cost na Europa

Uma companhia aérea é considerada low cost quando opera o modelo de baixo custo, com tarifas baixas e serviços extras que são cobrados. Assim, entende-se por serviços extras a bagagem despachada, serviço de bordo, marcação de assentos e outros serviços. A maioria das companhias aéreas low cost na Europa vende apenas o direito de viajar. Todo o resto é cobrado separadamente.

As principais companhias aéreas low cost da Europa

Entre as diversas companhias aéreas low cost que operam na Europa, falaremos sobre algumas das mais conhecidas e que oferecem maior número de destinos.

Ryanair

A maior e a mais famosa de todas as low cost é a Ryanair. A companhia foi fundada em 1985 na Irlanda e hoje opera em 36 países da Europa, além de África (Marrocos e Tunísia) e Oriente Médio (Líbano, Israel e Jordânia). Em muitas cidades, a Ryanair opera em aeroportos secundários, o que deixa a passagem mais barata. É muito comum encontrar trechos por menos de 10€ durante o ano inteiro.

É possível encontrar preços muito baixos em suas promoções ou comprando com antecedência. Por exemplo:

  • De Lisboa a Sevilha, Valência, Porto, Luxemburgo ou Pisa por 9€;
  • Do Porto para Madri, Barcelona, Sevilha, Bordeaux ou Toulouse por 13€;
  • De Berlim a Budapeste, Londres, Lisboa, Colônia, Bruxelas, Bucareste, Riga ou Milão por 12€.

Saiba tudo sobre viajar de Ryanair na Europa.

Easyjet

A Easyjet é a segunda maior companhia aérea low cost da Europa, considerada uma das melhores do segmento. A empresa atua em mais de 30 países na Europa e ainda oferece destinos no Egito, Marrocos, Israel e Jordânia.

Uma grande vantagem que a Easyjet tem em relação às outras low cost é que não há limite de peso na mala de bordo, basta que ela respeite o padrão exigido e caiba no compartimento do avião.

A companhia não tem os preços mais competitivos entre as low cost, mas tem um ponto a seu favor: está presente nos principais aeroportos das cidades que opera. Em seu site, a companhia sempre oferece promoções, como, por exemplo:

  • De Lisboa a Madri, Milão, Nantes ou Basiléia por até 19€;
  • De Berlim para Copenhagen ou Estocolmo, por 12€.

Vueling

Pertencente ao grupo IAG (British Airlines e Ibéria), a Vueling se tornou a maior companhia aérea da Espanha e hoje está presente em mais de 27 países da Europa e também opera na Algéria, Tunísia, Marrocos, Líbano e Israel.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Os trechos mais baratos da companhia geralmente são encontrados em torno de 25€ a 30€, mas é possível encontrar boas ofertas como:

  • De Lisboa a Paris ou Barcelona, por 18€;
  • Do Porto para Barcelona ou Paris, por 12€.

Norwegian

Eleita por diversas vezes a melhor companhia aérea low cost da Europa, a Norwegian Air Shuttle tem sede na Noruega e foi fundada em 1993. A companhia é famosa por oferecer wi-fi gratuito em seus voos e por ter um pouco mais de conforto em suas aeronaves.

Além de voar para mais de 25 países na Europa, a Norwegian também está presente em voos de longa distância para o Brasil, Argentina, Estado Unidos, África, Ásia e Oriente Médio. Os trechos mais baratos na Norwegian giram entre 30€ e 50€, como no exemplo a seguir:

  • De Copenhagen a Paris, Londres ou Barcelona, por 30€;
  • De Londres para Barcelona, Madrid ou Alicante, por 35€.

Transavia

A Transavia é uma companhia aérea low cost holandesa, pertencente ao grupo Air France – KLM. Fundada em 1966, a companhia teve sua expansão nos anos 1990 e se popularizou nos anos 2010, estando presente em mais de 28 países da Europa e também no Oriente Médio (Israel, Emirados Árabes, Líbano e Jordânia) e norte da África (Marrocos, Argélia e Tunísia).

Bagagem de mão low cost

É possível encontrar bons preços na Transavia, mas não tão baratos como de outras companhias aéreas low cost na Europa. Os valores promocionais começam a partir de 19€, mas o mais comum é estarem na faixa dos 35€ a 50€. Abaixo alguns trechos promocionais encontrados:

  • De Eindhoven para Praga, Copenhagen ou Cracóvia, por 25€;
  • De Amsterdam para Reykjavik, Barcelona, Porto ou Lisboa, por 44€.

Wizzair

A Wizzair é uma low cost húngara, fundada em 2003. A companhia é muito presente em países do Leste Europeu, atuando também em 44 países na Europa, Oriente Médio e África. A Wizzair, assim como a Ryanair, atua em aeroportos secundários e mais distante dos centros das cidades, mas não é uma regra.

Os preços da Wizzair são competitivos, mas ela cobra por muitos serviços extras, como uma taxa administrativa de 8€ em seu site, o que acaba encarecendo o bilhete. Veja alguns valores de trechos operados pela low cost da Hungria:

  • De Viena para Roma, Valência ou Eindhoven, por 19€;
  • De Budapeste para Atenas, Frankfurt, Bordeaux ou Milão, por 29€.

Confira os requisitos necessários para ser comissário de bordo.

Outras companhias aéreas low cost na Europa

Nesse artigo apresentamos as principais low cost da Europa: Ryanair, Easyjet, Norwegian, Transavia, Vueling e Wizzair, mas há outras low cost que seguem o mesmo modelo operacional atuando na Europa. Abaixo você encontra mais opções de companhias aéreas low cost na Europa:

  • Air Baltic;
  • Air Italy;
  • AnadoluJet;
  • Blu express;
  • Blue Air;
  • Corendon;
  • Eurowings;
  • Flybe;
  • French Bee;
  • Helvetic;
  • Iberia Express;
  • Jet2.com;
  • LEVEL;
  • Laudamotion;
  • Onur Air;
  • Pegasus Airlines;
  • Pobeda;
  • SmartWings;
  • SunExpress;
  • Volotea.

Vantagens das companhias aéreas low cost na Europa

Sim, há vantagens e desvantagens em voar em uma companhia low cost. Basicamente as vantagens são os preços baixos e as desvantagens são os serviços que as companhias não tem, ou cobram por eles.

Sem dúvida o preço é a grande vantagem em voar de low cost, fora isso há mais desvantagens do que vantagens. Mas isso não é o fim do mundo e nem significa que é ruim voar de low cost. Se você for desprendido de conforto e prioriza economizar, as companhias low cost são ótimas opções para viajar sem gastar muito.

Você paga o que vai usar

Sim, verdade seja dita, você paga o que vai usar. Para que pagar mais caro em uma companhia aérea se não é interessante para você ter mala despachada ou serviço de bordo? Viajar de low cost permite “personalizar” o seu voo e, com isso, ter um valor mais em conta do que as tradicionais companhias aéreas.

Segurança

Segundo a IATA (Associação Internacional de Transportes Aéreo), as low cost são seguras e suas aeronaves passam por programas de manutenção constantemente, estando sujeitas ao controle da Agência Europeia para Segurança da Aviação, assim como todas as companhias que atuam no continente. A baixo custo das passagens não influencia na segurança dos voos.

Programa de milhas e de passageiro frequente

Das principais companhias low cost da Europa, somente a Transavia e Vueling pontuam milhas. A Vueling, como faz parte do IAG Group (Ibéria e British), pontua no Avios. Já a Transavia, pertencente a Air France-KLM, pontua no Flying Blue.

Aeronaves low cost

A Norwegian, Easyjet, Wizzair, Ryanair possuem programa de fidelidade ou descontos, que é interessante para passageiros frequentes das respectivas companhias.

Desvantagens de voar nas companhias aéreas low cost na Europa

Existem algumas desvantagens em voar em uma low cost, do conforto das aeronaves aos serviços pagos, mas isso não quer dizer que é ruim viajar com elas, basta estar preparado para evitar surpresas. O importante é saber o que as companhias cobram. Confira mais detalhes abaixo.

Cobrança de serviços básicos

Quase tudo é cobrado, de taxas de pagamento via cartão de crédito no site à água servida a bordo.

Enquanto em uma companhia aérea tradicional os custos dos serviços são embutidos no valor final da tarifa, nas low cost os custos são a parte.

Check-in pago no aeroporto

Entre as principais low cost da Europa, a Ryanair e a Wizzair cobram pelo check-in realizado no aeroporto, o que força o passageiro a fazer o check-in online, imprimir o bilhete ou utilizar o código QR na tela do celular para embarcar.

Taxas de check in no aeroporto cobradas pelas principais low cost da Europa

Empresa aérea Preço por check in
Ryanair 55€ para check in / 20€ para impressão do bilhete
Wizzair 10€
Easyjet, Norwegian, Transavia e Vueling Gratuito

Tarifas mais baratas não incluem mala despachada nas companhias low cost

As tarifas mais baratas nas companhias aéreas low cost não incluem mala despachada. Mas esse não é uma desvantagem só das low cost, a maioria das companhia aéreas estão cobrando o despacho de mala, na Europa e no mundo todo.

Veja quanto cada uma das principais low cost da Europa cobram pela mala despachada (por peso):

Empresa aérea Preço por bagagem despachada
Ryanair 10kg – 10€

20kg – 25€

Easyjet 15kg – 25€

23kg – 28€

26kg – 43€

Vueling 15kg – 17€

20kg – 19€

25kg – 27€

Norwegian 20kg – 17€ (máximo duas por passageiro)
Transavia 15kg – 18€

20kg – 23€

25kg – 28€

30kg – 33€

Wizzair 10kg – 23€

20kg – 33€

32kg – 49€

Cobrança da mala de bordo pelas low cost

A mala de bordo gratuita começou a desaparecer em algumas low cost, que cobram pela mala de bordo nas tarifas mais baratas. É o caso da Ryanair e Wizzair, com um controle rigoroso no embarque, verificando o tamanho e o peso das malas.

Veja as regras de bagagem de bordo das principais low cost da Europa:

Empresa aérea Regras por bagagem
Ryanair 1 bolsa pequena que caiba abaixo do assento, medida permitida (40 cm x 30 cm x 20 cm)
Wizzair 1 bolsa pequena que caiba abaixo do assento, medida permitida (40 cm x 30 cm x 20 cm)
Easyjet 1 volume com com as dimensões de 56 x 45 x25 cm, sem limite de peso
Transavia 1 volume com com as dimensões de 55 x 40 x25 cm, de até 10kg
Norwegian 2 peças sendo: 1 mala de bordo (55 x 40 x 23 cm) de 10kg e um objeto pessoal de 25 x 33 x 20 cm
Vueling 2 peças sendo: 1 mala de bordo (55 x 40 x 20 cm) de 10kg e um objeto pessoal de 35 x 20 x 20 cm

Na Ryanair e Wizzair, os valores para levar 2 volumes a bordo, sendo uma peça de 10kg e uma bolsa pequena, são: 12€ e 23€, respectivamente.

Saiba como escolher sua mala de viagem ideal.

Horário dos voos

Os horários de muitos voos podem ser ingratos, com partidas programadas nas primeiras horas da manhã ou no fim da noite, o que pode gerar um custo maior na viagem se as cidades de embarque ou desembarque não tiverem transporte público operando nos horários.

Aeroportos distantes

A grande pegadinha de algumas companhias aéreas low cost na Europa, mas não todas.

A Ryanair vende muitos destinos que não são propriamente na cidade, é o caso de Paris Beauvais ou Paris Vatry, ambos muito distantes de Paris. Voar para um aeroporto distante encarece a viagem e, muitas vezes, o transporte entre o aeroporto e o centro da cidade custa muito mais que a passagem de avião.

Verifique sempre qual é o aeroporto operado pela companhia e se ele é central. Levante os custos de transporte para o aeroporto secundário, dependendo dos valores pode não valer a pena.

Conforto nas aeronaves de uma low cost

O conforto na aeronave é bastante reduzido, com poltronas que não reclinam e assentos mais apertados, sem kit de amenidades, como travesseiro ou mantas. Geralmente só há uma classe nos aviões e os assentos com mais espaço e conforto são cobrados.

Para voos longos, os serviços também são cobrados. A Norwegian, que está voando de Londres para o Rio de Janeiro, cobra fone de ouvido, travesseiros e manta à parte, assim como refeições a bordo.

Voos low cost

Serviço de bordo nas companhias aéreas low cost na Europa

O serviço de bordo em uma low cost é cobrado. Espere encontrar diante do seu assento o menu com os valores de refeições, snacks e bebidas. Até a água é cobrada.

Nos sites das companhias é possível ter acesso aos menus e saber os valores cobrados por produtos e refeições.

Entretenimento a bordo

O entretenimento a bordo das low cost é quase inexistente. A Norwegian é a única que oferece wi-fi gratuito, enquanto outras nem wi-fi cobrado a parte oferecem. Também não há telas com canais ou entretenimento a bordo.

Em algumas companhias, pode existir uma revista de bordo, o que é o mais comum, ou uma revista catálogo do duty free, pois vendas de itens tax-free acontecem na maioria dos voos. Na dúvida, leve seu celular ou tablet com vídeos e músicas e não se esqueça do seu fone de ouvido.

Como comprar passagem aérea nas companhias aéreas low cost na Europa

Há diversas opções de pesquisar e comprar as passagens aéreas. Você pode ir direto no site das companhias, no Google Flights ou utilizar buscadores especializados como o Kayak que ajudam a comparar os preços e benefícios dos voos e fazer as melhores escolhas.

A Ryanair, Easyjet, Vueling, Wizzair, Transavia e Norwegian possuem sites em português, o que facilita bastante a compra da passagem.

Atrasos e cancelamentos

Nunca sabemos se um voo pode atrasar, independente de ser uma low cost ou companhia aérea tradicional. Mas é bom estar sempre atento, chegar antecipadamente no aeroporto e fazer o check-in online.

Quanto aos cancelamentos e atrasos superiores a 3h, é possível pedir uma indenização por atraso, mas a companhia deve dar suporte imediato aos passageiros, o que nem sempre é a realidade.

Outro item muito importante e que vale a pena ressaltar: o seguro viagem. Além de ser obrigatório, o seguro viagem pode te ajudar em outras circunstâncias, como extravio de bagagens.

Não deixe de conferir este artigo exclusivo sobre o que fazer em caso de voo cancelado ou atrasado na Europa.

Vale a pena voar nas companhias aéreas low cost na Europa?

Se a intenção é economizar, vale a pena sim. Mas há ocasiões que não vale tanto a pena. Analise sempre se o aeroporto operado é central e se os demais custos (bagagem despachada, refeições, marcação de assentos) oneram ou não o seu orçamento e se são essenciais para o seu voo.

Das principais companhias aéreas low cost na Europa, Ryanair e Wizzair são as que precisam de mais atenção ao pesquisar uma passagem, pois não incluem mala de bordo, voam para aeroportos distantes e a Wizzair ainda inclui uma taxa administrativa de 8€.

Mesmo com taxas e serviços pagos é possível encontrar bons preços, em um bom horário para ótimos destinos voando em uma low cost. Sabendo o que a companhia oferece, as regras de bagagem e encontrando um bom preço, vale muito a pena viajar nas companhias aéreas low cost na Europa (e em outros continentes também).

Se você está planejando viajar pela Europa, saiba que o seguro viagem é obrigatório. Nós recomendamos que você utilize nosso comparador de seguro viagem. Com ele, você confere os planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas. Faça sua cotação e confira os preços dos planos.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Willian é cidadão polaco-brasileiro, mas considera-se cidadão do mundo. Desde cedo desenvolveu uma paixão pelo universo do turismo, tendo se especializado em consultoria hoteleira depois de formado em administração. Já visitou mais de 35 países, passou longas temporadas em Nova York, Europa e no sudeste asiático e após muitas experiências criou o site Caderno de Viagem, onde reúne dicas práticas e econômicas para viajantes.