A cultura e as tradições espanholas representam a riqueza do país ibérico, repleto de festas, celebrações e características peculiares. A herança histórica dos povos que passaram pela região e que formaram o que hoje é a Espanha resultou numa profusão de cores, sabores e na alegria própria do povo espanhol.

Para conhecer mais sobre esse país que também possui ligação com nossa própria cultura, destacamos aqui algumas das principais festas e tradições da Espanha.

Cultura e tradições espanholas: veja os mais famosos

A cultura espanhola é cheia de influências, com origens que romontam aos celtas, celtiberas, latinos, católicos romanos e até com os islâmicos. O país é formado por 17 comunidades autônomas, sendo as mais conhecidas: Catalunha, País Basco, Andaluzia e Galícia. Cada uma delas com uma cultura e uma tradição próprias, mas, claro, dividindo manifestações culturais de todo um povo.

Confira a seguir algumas oito aspectos da cultura e tradições espanholas:

1. Festas tradicionais espanholas

A maioria das cidades da Espanha, independente do tamanho, tem suas próprias festas populares, celebradas uma vez por ano. A duração das chamadas Fiestas Populares varia e em alguns lugares as celebrações podem durar até uma semana inteira.

São muitas as datas marcantes e as ocasiões para dançar e comer comidas típicas na Espanha! Quer ver alguns exemplos? Separamos as principais festividades para você.

Semana Santa de Sevilha

Ainda que não seja uma celebração exclusivamente espanhola, a fama e as tradições dessa época do ano têm destaque na Espanha e, sobretudo, no sul do país. Na cidade de Sevilha, por exemplo, a Semana Santa é um evento único e imperdível.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Entre o Domingo de Ramos e o Domingo da Ressurreição, as ruas são tomadas por grandes passeatas, com direito a uma grande plateia para o espetáculo cultural que pode ser observado com as procissões.

Carros com verdadeiras obras de arte relacionadas ao Nascimento e Ressurreição de Jesus saem de diversas igrejas, carregados por voluntários com seus trajes tradicionais. Os religiosos atravessam a cidade em direção à Catedral de Sevilha, acompanhados pelas bandas que vão tocando as marchas típicas.

O cenário ainda se completa com o famoso aroma de azahar, que exala das laranjeiras por toda a cidade. Além disso, durante esse período, é comum sentir a fragrância dos incensos e defumadores típicos.

Pela importância histórica, a Semana Santa é considerada como uma das principais festas da primavera, junto com a chamada Feria de Abril.

Feria de Abril de Sevilha

É difícil falar de cultura e tradições espanholas sem mencionar a Feria de Abril, que é a festa mais popular da cidade de Sevilha.

A data de início varia todos os anos, já que ocorre sempre uma ou duas semanas depois da Semana Santa. A festa começa oficialmente quando as luzes do portal são acesas. Esse portal é uma espécie de portão que marca a entrada da festa, que chega a ter quase 50 metros de altura e é diferente a cada ano.

No interior do espaço da Feria são construídas as famosas casetas, que são espaços das famílias locais, onde amigos e parentes se reúnem para dançar, comer os pratos típicos e beber vinho. Mas, não é só isso, a festa é muito grande e tem espaço para todo mundo, com área de jogos e brinquedos como montanha-russa, carrinho bate-bate, barco viking, etc.

Nesse evento, as mulheres costumam se vestir com trajes flamencos e os homens com ternos. Você não precisa se vestir dessa forma para participar, mas é interessante estar ali e sentir um pouco da essência sevilhana. Pode-se dizer que esse é como o carnaval da cidade de Sevilha, ou então similar às festas juninas no Brasil.

As Fallas de Valência

Uma das festas mais tradicionais da Espanha são as Fallas de Valência. Celebrada no mês de março de cada ano, essa festa começa no dia 15 e termina no dia 19.

Aproximadamente 700 monumentos e esculturas construídos com papel machê ou madeira são distribuídos por toda a cidade para serem queimados no último dia de festa.

las Fallas de Valencia

Enquanto a Feria de Abril pode ser considerada como o carnaval de Sevilha, as Fallas também podem ser consideradas como o carnaval de Valência. As ruas estão sempre cheias e a diversão toma conta da cidade, sendo esse um evento único e realmente imperdível.

Guerra do Tomate ou Tomatina

Falando em cultura e tradições espanholas, não podemos deixar de mencionar a Tomatina, uma festa realizada na cidade de Buñol, em Valência. Como o nome já diz, essa festa é a famosa guerra de tomates, onde as pessoas saem às ruas para arremessar tomates uns aos outros.

Entretanto, existem algumas regras de conhecimento geral e que devem ser respeitadas. Podemos citar, por exemplo, que só é permitido lançar tomates e que eles devem ser esmagados antes para não machucar ninguém.

A intenção é a diversão, então leve roupas velhas e sapatos que você não use mais. Provavelmente, você terá que jogar fora depois da festa.

Essa celebração é realizada desde 1945. Mas, atualmente, tem sido alvo de críticas pelo desperdício de alimento. Entretanto, a organização do evento garante que todos os tomates usados não são aptos ao consumo humano.

San Isidro Labrador

Não poderia faltar a comemoração típica que ocorre na capital da Espanha, no mês de maio: a festa de San Isidro, patrono da cidade de Madrid.

Alguns milagres são atribuídos a este Santo, dentre eles o dom de encontrar ou fazer brotar água.

Assim, os fiéis seguem em romaria à Pradera de San Isidro. Vestidos com roupas típicas dos chamados chulapos, vão beber a água do santo, que brota numa nascente que se encontra na Ermida de San Isidro.

Faz parte das festividades dançar pelas ruas, com os trajes típicos, tomar a tradicional limonada que também leva vinho e frutas, e comer as rosquinhas com ovo, cobertas de açúcar, com merengue ou amêndoas.

Festas dos Pueblos

Além das grandes festas citadas anteriormente, a maioria dos pequenos povoados também possui suas próprias celebrações típicas. A cultura e tradições espanholas aparecem nesse tipo de celebração, em que as pessoas organizam feiras, passeatas, exposições, etc.

Nessas festividades, você pode ver e viver um pouco da essência espanhola. Todos saem às ruas para conversar, dançar, comer as comidas típicas e passar um tempo agradável na companhia dos amigos e familiares.

Na província de Málaga, por exemplo, se celebra todo ano a festa da cenoura roxa (Fiesta de la Zanahoria Morá) no povoado de Cuevas Bajas. Esse é apenas um exemplo, já que existem muitas fiestas de pueblos pelo país, sendo eventos muito valorizados na Espanha.

2. Gastronomia espanhola

A gastronomia marca uma grande diferença regional entre cultura e tradições espanholas. Seja pelas bebidas, comidas ou doces típicos, existe uma imensa variedade espalhada pelo país. Por isso, vamos citar alguns dos principais exemplos.

Comidas típicas espanholas

Um dos pratos mais importantes da culinária espanhola é a Paella Valenciana. Apesar de ser preparada de diferentes formas por toda a Espanha, a receita original é feita à base de frango, coelho, verduras, azeite de oliva e, claro, o arroz.

Entretanto, existem diversos outros pratos típicos que devem ser provados, mas isso vai depender de onde você estará.

Se você for visitar o sul da Espanha, a região da Andaluzia, você não pode deixar de provar o chamado Gazpacho. Como é uma região muito quente no verão, os andaluzes fazem suas típicas sopas frias, que levam tomate, pimentão, pepino e azeite, basicamente. Por ser uma tradição familiar, as receitas vão sendo passadas de geração para geração e cada família possui a sua. Portanto, não há uma única maneira de se preparar esse prato típico.

Já em Madrid, como é uma região mais fria, um dos pratos principais é o cozido madrilenho. Legumes, grão de bico, carnes e embutidos são cozidos em molho durante bastante tempo e o resultado é delicioso. Mas, se trata de uma refeição que deve ser consumida respeitando uma ordem. Primeiro você deverá tomar a sopa. Depois, deverá comer o grão de bico com verduras e, no final, as carnes, que normalmente são embutidos.

Doces típicos espanhóis

Entre os diversos tipos de doces no país, temos que destacar o chocolate com churros, muito famoso na Espanha. Os churros não são recheados, são mais finos do que conhecemos e são servidos com um bom e espesso chocolate quente.

Uma das Chocolaterías mais tradicionais do país é a famosa San Ginés, localizada no coração da cidade de Madrid. O local funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana e é uma referência desde a sua fundação, em 1894.

doces típicos da cultura espanhola

Além disso, existe uma grande variedade de biscoitos amanteigados, doces de ovos e outras sobremesas típicas.

Bebidas típicas espanholas

Sobre as bebidas, o destaque vai para os vinhos espanhóis, principalmente da região de La Rioja, de Castilla y Léon e de Navarra, por exemplo.

Merecem destaque, igualmente, os famosos vinhos de Jerez, que são muito parecidos com os vinhos do Porto. E, a região da Catalunha é conhecida pelos excelentes espumantes.

Entretanto, se você for visitar o norte do país, a região de Astúrias, não deixe de provar a sidra local.

Claro que em toda a Espanha você também poderá saborear a famosa sangría, que nada mais é que o vinho com algum refrigerante de limão, ou água e açúcar e pedaços de frutas.

Na Espanha, também é comum tomar cerveja com suco de limão ou o chamado tinto de verano, que é o vinho diluído com refrigerante ou suco e açúcar.

3. Horários das refeições

Outra curiosidade que faz parte da cultura e tradições espanholas é o horário das refeições. Não pense que você vai chegar em um restaurante para almoçar ao meio dia. O almoço, nos restaurantes mais tradicionais, claro, é servido a partir das 14h.

Mas, não é só isso, o jantar possui seu horário peculiar também. Você pode fazer uma reserva para jantar em um restaurante às 23h, sem nenhum problema. Os espanhóis sabem que as pessoas em outros países costumam jantar entre 19h e 21h, mas dificilmente você encontrará um local que sirva jantar antes das 20h.

No entanto, não pense que os espanhóis fiquem em jejum por muito tempo. Isso só é possível porque eles costumam comer seus bocadillos ao meio-dia e suas tapas às 18h, normalmente após o trabalho.

Um fato curioso é que, na Espanha, a hora do almoço pode ser chamada de hora de la comida. O termo almuerzo, que seria a tradução literal para almoço, é utilizado majoritariamente na América Latina.

4. Siesta

Você sabe o que é uma siesta e de onde surgiu esse costume na Espanha? Para quem não sabe, sua origem remonta ao período do Império Romano.

A palavra Siesta vem do latim, significando “sexta”. O dia era dividido em 12 partes e, na sexta hora do dia, após a refeição, os romanos descansavam.

Assim, a famosa siesta espanhola é quando todos vão para as suas casas, após o almoço, tirar um cochilo. O comércio costuma fechar entre as 14h e as 17h, principalmente no verão, devido ao calor extremo.

Claro que o costume é seguido mais à risca nas cidades menores. Mas, ainda assim, a siesta é algo muito importante para os espanhóis, tanto que recentemente, foi até criada uma plataforma de stream muito similar à Netflix, chamada Napflix. Essa plataforma é conhecida como o Netflix de las siestas.

Mas, por que é a netflix da siesta? Porque você pode assistir a uma longa partida de xadrez, ver uma missa em latim ou simplesmente assistir, durante 3 horas, as ondas de uma praia paradisíaca. E aí, por quanto tempo você ficaria acordado assistindo Napflix?

5. A cultura das tapas

As tapas são uma pequena quantidade de comida servida como aperitivo, normalmente para acompanhar uma taça de vinho ou um copo de cerveja.

Dependendo da região do país, essas pequenas porções de comida são oferecidas gratuitamente quando se pede uma bebida. Assim, se você vai para um bar e pede um vinho, por exemplo, é normal oferecerem uma tapa de batatas, queijos, azeitonas, etc.

tapas espanholas

Existem muitas teorias para explicar a origem das tapas, sendo a maioria envolvendo a família real espanhola. Mas, ainda que os anos tenham passado, essa tradição segue viva e muito forte. Sair para tapear é algo muito comum na Espanha.

Assim, quando um espanhol lhe convidar para “ir de tapas”, isso significa que você vai de bar em bar bebendo vinho ou cerveja e comendo pequenas porções de comida.

6. A dança flamenca

Declarado como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO, o flamenco é a dança que representa a variedade de culturas que habitaram na Espanha.

A região sul é onde se encontra sua origem, sendo o resultado da fusão da cultura cigana e mourisca, com influências árabes e judaicas. Se você ouvir uma música flamenca e assistir a uma apresentação de dança desse estilo musical, perceberá claramente essa mescla cultural.

7. Aliança na mão direita

Ainda que seja perfeitamente aceitável usar a aliança de casamento no lado que seja mais confortável, existe um protocolo.

Na Espanha, a tradição manda usar o anel de noivado na mão direita até o dia do casamento, quando esse passa para a mão esquerda, dando lugar à aliança de casamento na mão direita.

Essa tradição é comum em toda a Espanha, com exceção da Catalunha e da Comunidade Valenciana, onde é justamente ao contrário.

8. Idiomas falados na Espanha

Outro ponto importante de destaque na cultura e tradição espanhola são os idiomas falados na Espanha.

É difícil dizer quantos idiomas existem ou existiram na região. Mas, o fato é que, atualmente, existem 4 idiomas cooficiais na Espanha. São eles: Galego, Basco (Euskera), Catalão e Aranês.

Para entender melhor, o Galego é falado na região da Galícia, Euskera no País Basco, enquanto o Catalão e o Aranês são línguas cooficiais da Catalunha.

Existem diferenças regionais na cultura e tradições espanholas?

Como já vimos, existem muitas diferenças regionais na Espanha. O país é composto por Comunidades Autônomas, que possuem certa autonomia e, inclusive, línguas e dialetos próprios.

De fato, esse país ibérico é uma união de distintos reinos e povos. As diferentes regiões espanholas possuem características próprias tanto em relação aos povos que habitaram e deixaram sua marca, como com relação ao clima e demais características de cada localidade.

No entanto, com todas as diferenças regionais existentes, a verdade é que comparando a cultura e tradições espanholas, as regiões também se parecem e há certas características que são comuns. Mas, vamos observar algumas diferenças principais.

Diferenças gastronômicas

Para começar a entender as diferenças na cultura e tradições espanholas, devemos entender as diferenças na gastronomia. E para isso, vamos começar a falar do clima na Espanha.

A região Sul é uma das zonas mais quentes do planeta, no verão, e muito raramente se vê neve no inverno (só em altas altitudes, como nas montanhas de Granada). Já a região Norte, não possui um verão tão rigoroso e a neve sempre se faz presente nos meses mais frios. Mas, o que isso tem a ver com a gastronomia espanhola? Tudo!

diferenças nos hábitos alimentares na Espanha

A maioria dos pratos típicos de cada região foram criados, principalmente, para amenizar a sensação de frio e calor, em determinadas regiões.

No Norte, você encontrará as melhores opções de sopas quentes para poder se esquentar no inverno, bem como comidas mais pesadas. Já no Sul, com a presença do calor intenso quase todo o ano, um dos pratos mais requisitados é o gazpacho, que é uma sopa fria de tradição familiar.

Diferenças no comportamento

Aproveitando a questão climática, os próprios espanhóis admitem que esse fator influencia na maneira de ser dos povos de cada região espanhola.

No Norte, o povo é mais fechado, principalmente com pessoas que não são conhecidas. Já no Sul, o povo é mais alegre e falante. Demostra-se mais calor humano e mais simpatia com qualquer pessoa na rua.

Isso não é uma regra absoluta, mas a verdade é que quanto mais ao sul, o comportamento torna-se mais latino. São mais alegres, fazem mais barulho e estão sempre buscando um motivo para festejar.

Mas não se assuste, apesar de haver certa diferença no comportamento, um Catalão é capaz de entende-se melhor com um Andaluz que com um francês, por exemplo.

Isso ocorre em relação aos brasileiros também. Por vezes, é possível notar uma afinidade muito maior do espanhol conosco, seja ele do norte ou do sul, do que com o restante da Europa.

Descubra o que os espanhóis adoram nos brasileiros e os que eles não curtem tanto.

Diferenças linguísticas

Já falamos sobre os idiomas que são considerados cooficiais na Espanha e mencionamos que existem muitos outros, certo? Nesse contexto, a Catalunha e o País Basco, principalmente, se diferenciam do restante do país.

Nessas regiões, preza-se pelo uso do idioma local em razão das questões históricas e dos movimentos separatistas.

Entretanto, muitas outras diferenças e rivalidades existem em contextos regionais, não só em relação a essas duas Comunidades Autônomas. Em Valência, se fala o Valenciano. Mas, esse idioma não é considerado como um dos cooficiais na Espanha.

Alguns pesquisadores defendem que o Valenciano pode ser considerado como um dialeto do Catalão e, dessa forma, se alimenta uma disputa regional na Espanha.

Em uma proporção muito menor, o mesmo ocorre em outras regiões, em relação ao Asturiano, o Galego, o Leonês, etc.

Preciso conhecer a cultura e tradições espanholas para viver no país?

Como mencionado, apesar das diferenças, o povo é bastante homogêneo e isso facilita o entendimento e a adaptação nas distintas regiões do país.

Entretanto, conhecer um pouco das tradições de cada local pode sim facilitar, mas não é fundamental. O que é fundamental é estar atento ao idioma da região onde você pretende morar. Se você vai para Madrid, não vai enfrentar esse tipo de problema, já que lá 100% da população fala o Castelhano.

Entretanto, se você vai morar em Barcelona e, principalmente, se você vai buscar um emprego, é importante ter conhecimento do catalão.

Apesar de 100% da população catalã falar também o Castelhano como língua materna, algumas pessoas preferem se comunicar apenas na língua local. Inclusive, muitas ofertas de trabalho pedem o catalão como língua principal.

Contexto histórico sobre a cultura e tradições espanholas

Em resumo, é verdade que há uma mescla de culturas e essa afirmação se sustenta em decorrência da própria história, com os diferentes povos que habitaram a Península Ibérica.

Muitos dizem que a Espanha é um país de 4 nações e essa afirmação não está totalmente equivocada. Ali viveram Visigodos, Judeus, Cristãos e Muçulmanos, nem sempre em harmonia. Mas, não podemos esquecer dos Celtas, Fenícios, Romanos e muitos outros povos que por ali passaram e deixaram também sua marca.

No final das contas, quem ganhou foi a Espanha, que hoje é um local bastante atrativo e potente principalmente para o turismo.

diferenças culturais na Espanha

A identidade espanhola está presente e bastante uniforme em muitos aspectos. As festas tradicionais, a cultura da tapa, a siesta e muitas outras questões sustentam uma mesma identidade nacional.

E aí, você já conhecia alguma dessas características próprias da cultura e tradições espanholas? Algumas são bem peculiares, outras são parecidas com hábitos nossos também. Não podemos nos esquecer que muitos espanhóis emigraram para o Brasil e que, pela própria formação do nosso país, temos ligação histórica com esse país ibérico também. Tudo isso faz com que o choque cultural para quem deseja morar na Espanha seja menor, facilitando muito a nossa adaptação.

Mas, mesmo assim, o recomendável é sempre realizar um bom planejamento migratório para não ter surpresas. Portanto, se esse é o seu objetivo, recomendamos o nosso Ebook Como Morar na Espanha.

Sem dúvida sua mudança e adaptação será mais fácil com todas as dicas contidas nesse material. Assim, tenho certeza que você ficará muito à vontade na Espanha, se deliciará com as comidas e bebidas típicas e se encantará com as cores e a alegria do povo espanhol!