A Espanha é famosa por produzir grandes pérolas do cinema mundial. Se você quer fugir dos blockbusters americanos e assistir a longa-metragens com roteiros surpreendentes, comandados por diretores consagrados, você deve ficar de olho nos filmes espanhóis que foram consagrados pelo público e crítica.
Para ajudar a sua busca, fizemos uma lista com os 10 melhores títulos para você começar a sua maratona. Confira!

10 filmes espanhóis que você precisa assistir

Veja abaixo e anote em sua listinha de filmes a ver:

O Que os Homens Falam (2013)

Título original: Una pistola en cada mano
O filme dirigido por Cesc Gay é uma excelente amostra de comédia dramática espanhola. A longa reúne os consagrados atores Ricardo Darín, Eduardo Noriega e Eduard Fernández para narrar a crise masculina na meia-idade.
Essa reunião de oito homens passando por momentos de crise cria situações engraçadas e até deprimentes. É um filme despretensioso, muito bem realizado. Uma ótima opção de diversão e reflexão, com elenco de primeira!


Veja também nossa lista com os melhores filmes italianos e filmes portugueses de todos os tempos.

Branca de Neve (2012)

Título original: Blancanieves
Quando não se esperava mais nenhuma novidade em cima desse clássico das histórias infantis, vem a Espanha com uma releitura em versão muda e preto e branco da película que se popularizou como desenho animado da Disney.
Pois o resultado foi tão positivo que o filme, dirigido por Pablo Berger, levou muitos prêmios, como do Festival Internacional de Cinema de Palm Springs e Associação de Críticos de Espectáculos de Nova Iorque e representou o país na disputa pelo Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.

[REC] (2007)

Título original: [REC]
Um clássico do terror espanhol, dirigido por Jaume Balagueró e Paco Plaza. A história fez tanto sucesso que rendeu três continuações, REC 2 , REC 3 e REC 4. Além disso, a longa-metragem inspirou um jogo de videogame lançado em 2012.
Na história, uma repórter grava um programa dentro de um prédio repleto de zumbis. O desafio, repleto de cenas de medo e terror, é sair vivo dali com todos os registros videográficos. A história foi sucesso de público e de crítica.
Entenda mais sobre a cultura e tradições espanholas neste artigo.

Mar Adentro (2004)

Título original: Mar Adentro
Um drama espanhol dirigido pelo chileno Alejandro Amenábar em co-produção com França e Itália. Na trama, o personagem de Javier Bardem é tetraplégico e decide lutar na justiça pelo direito à eutanásia.
A longa, além de levantar uma discussão mundial sobre o tema, teve uma carreira de sucesso no seu ano de lançamento e levou o Oscar e o Globo de Ouro em 2005, ambos os prêmios na categoria Melhor Filme Estrangeiro.

Fale com Ela (2002)

Título original: Hable con ella
Não dá para falar de filmes espanhóis sem falar dos clássicos de Pedro Almodóvar, um dos maiores gênios do cinema do país. O filme mostra a história de amizade entre dois homens que cuidam de suas amadas em um leito de hospital. Sucesso de direção, trilha sonora e fotografia impecáveis, o longa levou o Oscar de melhor roteiro.
Os grandes destaques são um divertidíssimo curta-metragem mudo inserido na trama, inspirado no cinema do início do século XX, e a luxuosa participação especial de Caetano Veloso, cantando ao vivo em uma cena do filme.
Quer saber mais sobre a Espanha? Veja esse artigo com 10 curiosidades da Espanha.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Procura assessoria para morar na Espanha?

Para solicitar a sua cidadania espanhola, visto, documentos, validação de diploma ou acompanhamento jurídico recomendamos o Escritório Madeira da Costa. Agende a sua consultoria e mude para a Espanha com segurança e tranquilidade.

SABER MAIS →

Tudo Sobre Minha Mãe (1998)

Título original: Todo sobre mi madre
Mais uma pérola de Pedro Almodóvar!  A longa marca uma guinada na carreira do diretor, quando ele abandona as comédias extravagantes e investe em histórias com dramas mais complexos.
Na trama, uma jovem (Penélope Cruz) de 17 anos, vive uma saga para conhecer o paradeiros de seu pai. A obra é um dos filmes espanhóis de maior sucesso da década de 90, e ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro no ano 2000.

Amor e Presunto (1992)

Título original: Jámon, Jámon
Essa comédia romântica foi dirigida por Bigas Luna e trouxe Penélope Cruz e Javier Bardem no elenco. Na trama, um rapaz rico se apaixona pela filha de uma prostituta e decide casar com ela. Porém, sua mãe arma um plano para afastá-lo da jovem e contrata um jovem para seduzi-la.
O filme caiu no gosto popular e o sucesso foi além da Espanha. A película saiu como vencedora do Leão de Prata no Festival de Veneza de 1992. Mais um para a sua lista de filmes espanhóis imperdíveis!
Conheça o melhor da culinária espanhola por regiões e também as bebidas espanholas mais famosas.

Cría Cuervos (1976)

Título original: Cría Cuervos
Um dos mais consagrados filmes espanhóis, dirigido pelo mestre Carlos Saura, conta a história de uma menina que acredita ter em suas mãos o poder de vida e morte sobre aqueles que a rodeiam. Porém, ela é obrigada a lidar com a trágica morte do próprio pai.
A história foi aclamada pela crítica do mundo inteiro e levou o Prêmio do Juri no Festival de Cannes, em 1976, além de ter sido indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro neste mesmo ano.
Tem vontade de morar na Espanha? Saiba tudo neste artigo e leia também sobre a comunidade de brasileiros na Espanha.

Ana e os Lobos (1973)

Título original: Ana y los lobos
Mais uma pérola de Carlos Saura que traz no elenco a atriz americana Geraldine Chaplin, filha de Charles Chaplin. Na trama, a jovem Ana é contratada para trabalhar como governanta em uma mansão no campo da Espanha. Mas sua beleza gera uma disputa entre três irmãos que vivem na casa.
O drama é cheio de simbolismo e alusões políticas, provocativo no ponto certo para fugir à censura. É visto como uma grande crítica à burguesia espanhola do regime de Franco. A escritora Elena Soriano afirmou que o filme foi uma adaptação gratuita de seu romance Caza Menor, publicado em 1951.

Viridiana (1961)

Título original: Viridiana
Luis Buñuel, um dos grandes mestres do cinema espanhol, é conhecido pelos seus longa-metragens de temas delicados, geralmente misturando sexo à religião. Na trama, Viridiana é uma noviça que tem a sua vida transformada após ser seduzida pelo tio.
A trama dividiu a Palma de Ourodo Festival de Cannes de 1961 com o filme italiano Une Aussi Longue Absence e foi considerado pelo jornal americano The New York Times como um dos 1000 melhores filmes do mundo.
E aí, pensando em viver no país e conhecer mais afundo a cultura espanhola? Nós podemos te ajudar recomendando o nosso ebook Como Morar na Espanha. Um guia completo para te ajudar em toda a jornada de planejamento de mudança e adaptação no país.