Pós-graduação na Espanha: como funciona e quanto custa

Escolher fazer pós-graduação na Espanha é uma grande oportunidade de receber ensino de qualidade. Somado a isso, a chance de viver em um país rico de história e com uma cultura incrível para explorar. Entre as 17 regiões da Espanha é possível encontrar os mais variados cursos de pós-graduação.

Se este é seu objetivo, entenda como planejar e colocar em prática o objetivo.

Por que fazer pós-graduação na Espanha?

Passar uma temporada de estudos em outro país é sempre uma oportunidade de incrementar o currículo, aprender um novo idioma e vivenciar experiências enriquecedoras, tanto profissional quanto pessoalmente falando. É aquele tipo de vivência que marcará sua vida para sempre – é clichê, mas é a pura verdade. Ninguém volta igual, pode acreditar.

E se você já cursou a graduação e está na fase de escolher um curso de pós, a Espanha é uma ótima opção. O país divide com Portugal o posto de destino mais procurado por brasileiros que estudam na Europa. Isto por uma questão de maior acessibilidade nos quesitos preço e proximidade cultural.  Há uma certa facilidade para obter visto – muito mais do que em outros países da região.

E ainda você ganha o adicional de voltar fluente em outro idioma. Só por isso já valeria a pena. Mas, além disso, a Espanha é um dos países com os melhores cursos da Europa.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Diferenças da pós-graduação no Brasil e na Espanha

A Espanha faz parte do Tratado de Bolonha, que consiste em um acordo entre diversos países europeus para formar um “Espaço Europeu de Ensino Superior”, a fim de facilitar o trânsito dos estudantes entre as diversas instituições europeias, melhorando a qualidade e a competitividade dos profissionais.

São três os ciclos que correspondem aos graus acadêmicos na Espanha e demais países signatários do acordo:

  • 1º ciclo: licenciatura com duração de 6 ou 8 semestres;
  • 2º ciclo: mestrado, com duração entre 18 e 24 meses;
  • 3º ciclo: doutorado.

Já no Brasil, os graus acadêmicos se dividem em duas etapas, com subdivisões:

Graduação

  • Licenciatura: forma profissionais para diversas áreas de atuação;
  • Bacharelado: forma professores para lecionar no ensino fundamental (a partir do 5º ano) e no ensino médio.

Pós-graduação

  • Lato sensu: especializações e MBAs;
  • Stricto sensu: mestrado (forma professores capazes de lecionar nas universidades e faculdades) e doutorado (grau máximo acadêmico).

Especializações na Espanha

Cursos de especialização até existem na Espanha, mas não têm o mesmo peso que no Brasil. A oferta de cursos deste tipo é pouca e eles não estão submetidos a regulamentos do Ministério da Educação. São encarados mais como aperfeiçoamento profissional, muitas vezes sem nem ser citados nos currículos.

Os cursos são modelados pelas próprias universidades, e a duração média de 30 a 60 créditos, o que significa seis meses a um ano de estudos.

O equivalente ao Strictu Sensu na Espanha

Já o mestrado, também diferentemente do Brasil, se tornou obrigatório para grande parte das profissões espanhóis. Por lá, você precisa de quatro anos de graduação mais um ou dois anos de mestrado, para ingressar em diversas carreiras.

O doutorado, por sua vez, é focado menos em aulas e mais em pesquisa científica e a elaboração da tese. É possível também realizar atividades docentes em sala de aula. Não há matrícula em disciplinas, mas somente na orientação da tese. A duração média de um doutorado na Espanha é de 3 a 5 anos.

O pós-doutorado, assim como a especialização, não é muito valorizado na Espanha. É mais um estágio em pesquisa, supervisionado por outro doutor conhecedor do tema a ser estudado. A duração média de um pós-doutorado é de entre 6 meses e 1 ano.

pós-graduação na Espanha Barcelona

O que é fundamental para fazer uma pós-graduação na Espanha?

É fundamental a documentação que permita que a sua matrícula seja aceita na universidade da Espanha, isto é, a validação dos seus estudos no Brasil para Espanha. As três possibilidades são as seguintes:

  • São aceitos estudantes que conseguem a validação parcial, isto é, que chegam a 30 ou mais créditos ECTS;
  • São aceitos, desde que completem na Espanha os estudos que faltam, os estudantes que não superam os 30 ECTS;
  • Os estudantes também podem tentar pedir a admissão diretamente na universidade escolhida, que fará a avaliação do seu histórico escolar brasileira.

Como se candidatar a uma pós-graduação na Espanha?

Se você está pensando em se candidatar à Universidade na Espanha para fazer pós-graduação, comece a pensar e se planejar em janeiro. Pois o ano letivo espanhol tem início entre setembro e outubro, o que depende da instituição de ensino escolhida por você e o calendário também varia de acordo com a região.

O primeiro passo é escolher o curso de pós-graduação da Espanha que mais lhe interessa e em seguida, a universidade onde você gostaria de estudar.

Cada universidade tem suas próprias exigências e você deve consultar diretamente o portal da instituição almejada para saber o que vai precisar.

Em geral, você vai precisar:

  • Fazer a inscrição na instituição de ensino para o processo seletivo;
  • Enviar documentos como diploma de graduação e carta de motivação (suas razões para querer estudar lá);
  • Fazer a validação dos estudos;
  • Pagar a matrícula;
  • Obter o visto de estudante para Espanha – que você conseguirá junto ao Consulado Espanhol da sua cidade (ou cidade mais próxima), assim que tiver o comprovante da matrícula;
  • Obter a certificação de proficiência em espanhol;
  • Solicitar a carta de recomendação da instituição de ensino (se for transferência de faculdade ou universidade brasileira).

Caso você tenha concluído a sua graduação no Brasil, também poderá homologar seu diploma na Espanha para continuar seus estudos no país.

Visto de estudo para a Espanha

Para o visto, você vai precisar de:

  • Formulário de solicitação do visto;
  • Foto 3×4;
  • Carta de aceite da universidade espanhola;
  • Passaporte válido e documentos de identificação;
  • Atestado médico com Apostila da Convenção de Haia;
  • Diploma de graduação com Apostila da Convenção de Haia;
  • Documentos que comprovem meios de subsistência na Espanha;
  • Comprovante de pagamento da taxa para emissão de visto;
  • Certidão de antecedentes criminais;
  • Documentos que comprovem a estadia.

Documentos fundamentais

Para entrar na Espanha como estudante de pós-graduação, além do comprovante de matrícula da instituição de ensino e do visto, como falamos, você vai precisar de:

  • Passaporte em vigor com validade de pelo menos três meses depois da data pretendida de retorno;
  • Provas de meios econômicos e passagem aérea de volta. O estudante deve dispor de, pelo menos, 570 euros para comprovar que tem como se manter. Pode ser cheque de viagem, dinheiro vivo ou cartões de crédito com extratos de conta recentes;
  • Comprovante de local de estadia: seja reserva, endereço ou carta-convite (quando houver);
  • Seguro viagem obrigatório, com cobertura para despesas médicas e hospitalares de pelo menos 30 mil euros, para garantir atendimento médico. Na Espanha, não há saúde gratuita para turistas e, mesmo que você se dirija a um hospital público, terá que pagar pelo atendimento. Portanto, além da exigência pelo Tratado de Schengen, você precisa do seguro viagem por precaução.

Documentos prontos, passagem na mão, quando se está na Espanha deve se dirigir a um posto da polícia nacional para realizar a inscrição no NIE, número de estrangeiro. Também se deve fazer o empadronamiento, isto é, ir a um posto da prefeitura para registrar a data de entrada na cidade e o endereço.

Custos da pós-graduação na Espanha

O valor dos cursos de pós-graduação na Espanha variam muito, vai depender da instituição, tipo de curso, entre outras variáveis.

Um MBA no IESE da Universidade de Navarra, uma das melhores escolas de negócio no mundo, custa cerca de 90 mil euros – valor do curso todo. Já um MBA Executivo na ESADE de Barcelona custa 64 mil euros.

Para cursar mestrado em Direção e Administração de Entidades Esportivas na Universidade de Barcelona, é preciso desembolsar quase 5 mil euros por ano, para alunos de fora da União Europeia. O curso de Gestão cultural na mesma universidade custa cerca de 6 mil euros por ano.

Já os valores para mestrado na Universidad Complutense de Madrid são por crédito, cada um custando uma média de 80 euros. Como o curso tem em médio 60 ECTs, o valor é, em média, de 4.800 euros.

Bolsas de estudo

Mas para quem não tem disponibilidade de recursos, há diversos programas de bolsas de estudo na Espanha para ingressar tanto em universidades públicas quanto privadas do país. Algumas instituições que oferecem bolsas são:

Tem ainda a opção do Erasmus Mundus, um programa de intercâmbio da União Europeia. Você pode se inscrever em sua própria universidade ou faculdade, se estiver matriculado no Brasil. Ou pode se candidatar diretamente na universidade espanhola escolhida e, após a aprovação da vaga, entrar com o pedido de bolsa do Erasmus.

Se quiser uma ajuda para encontrar o melhor curso para você, consulte um desses sites:

Melhores universidades da Espanha

No total, são 83 instituições de ensino na Espanha, sendo 50 delas públicas e 33 particulares. Vale ressaltar que as universidades públicas na Espanha não são como no Brasil, isto é, 100% grátis.

De acordo com o ranking QS World University 2020, as melhores universidades da Espanha são:

Quais são as melhores opções de cursos de pós-graduação na Espanha?

O ensino da Espanha é reconhecido como um dos melhores do mundo. Então, a nossa dica para quem está pensando em fazer uma pós-graduação na Espanha é escolher o que sirva de continuação dos estudos no Brasil, isto é, dentro da mesma área.

Apesar de os dois países possuírem ensino diferente, entrar em uma pós-graduação na Espanha, cujo conteúdo é totalmente novo para você, pode representar uma dificuldade tão grande, que o seu rendimento e o seu aprendizado serão afetados. Fora essa dica, não tem um outro motivo pelo qual você deve escolher um curso e não outro.

Veja alguns dos melhores cursos para fazer na Espanha:

  • Arquitetura;
  • Engenharia civil e eletrônica;
  • Agricultura;
  • Anatomia e fisiologia;
  • Medicina;
  • Odontologia;
  • Enfermaria;
  • Farmácia;
  • Veterinária;
  • Química;
  • Ciências da terra e marinas;
  • Ciências médio ambientais;
  • Economia;
  • Desportes;
  • Astronomia;
  • Matemáticas;
  • Estatística;
  • História;
  • Linguística;
  • Filosofia;
  • Geografia;
  • Finanças;
  • Comunicação;
  • Educação;
  • Direito;
  • Administração.

Como o aluno de pós-graduação é avaliado?

Se usa o que é chamado de padrão único europeu, que são os créditos: ECTS. Cada crédito que você cursa corresponde a 25 horas de estudos, que pode incluir trabalhos, estudo em sala de aula, estágios. Há as matérias obrigatórias, as optativas, o trabalho final, o estágio e também são consideradas as atividades culturais.

Por fim, não esqueça que o ano letivo se inicia entre setembro e outubro, por isso, as férias são de julho até o fim de agosto, com algumas paradas durante o ano letivo, no Natal, uma semana mais ou menos, e o mesmo durante a Semana Santa.

Estudante pós-graduação

Estudar na Espanha ou em Portugal?

É uma dúvida comum para muitos brasileiros que desejam fazer uma pós-graduação no exterior. Dentre os países europeus, Portugal e Espanha encabeçam a lista entre os destinos mais procurados por brasileiros.

Ambos os países possuem uma forte ligação cultural com o Brasil e tem exigências burocráticas menores para o ingresso de brasileiros. Além disso, o custo dos cursos de pós-graduação é mais acessível nestes países europeus.

Na hora de se decidir, leve em conta duas informações. Estudar em Portugal é um pouco mais barato. E o idioma pode pesar na sua decisão. Você prefere ir para Portugal, onde será mais fácil se comunicar (apesar de o português de lá causar um certo estranhamento inicial)? Ou prefere passar por uma dificuldade um tanto maior, mas, com o tempo, pegar fluência em outro idioma?

Saiba mais informações sobre fazer mestrado na Europa e veja opções em outros países.

Vale a pena fazer pós-graduação na Espanha?

Com certeza. A Espanha é um país seguro, repleto de atrações e vida cultural que incrementam os seus estudos. É uma grande oportunidade de melhorar não somente o seu nível de conhecimento na profissão escolhida, como melhorar o idioma espanhol. Você ainda estará a algumas horinhas de voo ou trem de outros países europeus que, certamente, vai querer conhecer.

Além disso, as universidades espanholas são muito qualificadas e o curso certamente pesará em seu currículo. Para o crescimento pessoal, acredite, a experiência vale cada “cêntimo” que possa custar. Faça sua escolha e boa viagem!

Não se esqueça do seguro viagem, seja para solicitar o visto ou conhecer o país a passeio, a proteção é obrigatória. Conheça nosso comparador de seguro viagem e faça uma simulação para descobrir planos e valores.

Cláudia Zucare Boscoli trabalha como jornalista há 20 anos, tendo se formado na Cásper Líbero, com extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), especialização em Marketing Digital pela FGV e pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP. Já trabalhou para IstoÉ Online, O Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo e Editora Abril, entre outros veículos. Adora viajar, conhecer novas culturas e contar o que descobriu.

Artigos relacionados

Morar na Espanha: visto, custo de vida e melhores cidades

Se morar na Espanha é seu sonho, temos uma boa notícia: existem diversas maneiras de morar na Espanha, e com certeza uma é perfeita para você. Saiba como.

Melhores cidades da Espanha para morar: confira o top 5

Conheça as cidades da Espanha com melhor qualidade de vida, para você morar. Uma dessas cidades da Espanha é perfeita para você viver. Veja a lista!

Profissionais em falta na Espanha: lista de profissões e salários médios

Apesar dos vários anos de crise económica na Espanha e o elevado desemprego, existem profissionais em falta na Espanha. Conheça a lista de profissões.

Cidadania Espanhola: como conseguir o passaporte europeu

Existem 3 situações em que brasileiros podem ter direito à cidadania espanhola. Conheça o processo para solicitar e quais os documentos necessários.

Custo de vida na Espanha: saiba quanto custa viver no país

Conheça o custo de vida na Espanha e quanto precisa para viver bem: quanto custa alugar um apartamento, as principais contas do mês, mercado, lazer e mais.

Visto para Espanha: quais são, custos e como conseguir

Conheça quais os tipos de visto para Espanha. Saiba como e onde requerê-los, quanto custa e quais os documentos necessários para dar entrada no processo.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube