Saber quanto custa estudar na Espanha é fundamental no planejamento de quem está se preparando para estudar no país. Separamos as principais informações de custo de escolas, cursos de espanhol, graduação, pós-gradação e mestrado.

Por isso, se você pretende estudar na Espanha, leia este artigo com atenção.

Quanto custa estudar na Espanha?

Seja para fazer um curso de idiomas, matricular as crianças na escola ou ingressar na faculdade, você deve levar em consideração uma série de fatores.

O fato é que escolher uma instituição de ensino requer tempo e dedicação. Assim, saber quanto custa estudar na Espanha e planejar sua mudança pode ser uma tarefa trabalhosa, pois isso depende de cada situação. Vamos tratar de cada tema ao longo do texto.

Quanto custa um curso de espanhol na Espanha?

Se você deseja fazer um curso de espanhol, aqui separamos algumas informações importantes.

Cursos Intensivos x Cursos Extensivos

A maioria das escolas de idiomas oferecem cursos semanais intensivos ou cursos mais longos, os chamados extensivos.

Se você quer aprender de forma rápida, a opção mais indicada é o curso intensivo. Essa modalidade possui uma carga horária semanal muito maior do que o curso extensivo fazendo com que os resultados apareçam mais rapidamente.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Já o curso extensivo possui, normalmente, uma carga horária de 4 horas semanais. Esse modelo oferece um aprendizado muito mais lento, porém mais flexível e adaptável para quem pretende permanecer por mais tempo na Espanha.

Claro que há uma diferença de valores com relação a essas modalidades de aprendizado. Por isso, separamos alguns dos principais cursos de espanhol com seus preços, para você saber quanto custa estudar na Espanha.

Inhispania (Madrid)

Começaremos pela capital espanhola, com a escola de idiomas Inhispania, localizada próximo à Gran Vía, no coração de Madrid. Essa escola oferece um espaço moderno e funcional, com zonas de descanso, computadores e Wi-fi disponível para os alunos.

Através do site você pode conhecer as instalações, verificar o seu nível de espanhol, reservar o seu curso e, claro, consultar os preços. Existem diversos tipos de cursos disponíveis como o intensivo, superintensivo, extensivo, individual, etc.

Por isso, diante de tantas opções, cotamos as mais buscadas, que são as seguintes:

Tipo de Curso Duração Carga Horária Preço
Intensivo 1 semana (mínimo) 20 horas semanais 155 €/semana
Super Intensivo 1 semana (mínimo) 30 horas semanais 210 €/semana
Extensivo 12 semanas 4 horas semanais 480 €/semana

Academia Internacional de Lenguas de Madrid

Com aulas presenciais e virtuais, seguimos na capital com a Ail Madrid, que é uma das maiores escolas de idiomas da Espanha. Esta instituição oferece diversos tipos de cursos, onde você pode combinar aulas de espanhol com dança, arte ou culinária espanhola.

As opções de carga horária atendem a diferentes tipos de pessoas, com atividades pelas manhãs, tardes e noites. A qualidade é excelente. Mas, para saber quanto custa estudar na Espanha, preparamos uma tabela com as principais opções:

Tipo de Curso Duração Carga Horária Preço
Intensivo 1 semana (mínimo) 20 horas semanais 180 €/semana
Super Intensivo 1 semana (mínimo) 30 horas semanais 270 €/semana
Semi Intensivo 1 semana (mínimo) 10 horas semanais 110 €/semana
Extensivo 12 semanas 3 horas semanais 300 €/semana

Linguaschools (Barcelona)

Linguaschools possui unidades em diversas regiões da Espanha, como Madrid, Málaga, Granada, Valência, entre outras cidades. Entretanto, daremos destaque à unidade de Barcelona.
O motivo é simples, estudar em Barcelona por si já é uma experiência única e maravilhosa. Monumentos históricos, praias, paisagens incríveis e uma vida noturna vibrante fazem parte da vida de um estudante na cidade.

Além disso, o pequeno edifício que abriga a escola é tão encantador que te convida a querer viver nesse local. Seus preços são competitivos, então, se você deseja conhecer Barcelona e estudar espanhol, esse é o seu lugar.

Tipo de Curso Duração Carga Horária Preço
Intensivo 20 1 semana (mínimo) 20 horas semanais 185 €/semana
Intensivo 30 1 semana (mínimo) 30 horas semanais 280 €/semana
Semi Intensivo 1 semana (mínimo) 10 horas semanais 135 €/semana
Extensivo 4 12 semanas 4 horas semanais 295 €/semana

Spanish Courses Unamuno (Salamanca)

A cidade da Universidade mais antiga da Espanha, conhecida pela sua tradição no ensino, não poderia ficar de fora dessa lista.
Spanish Courses Unamuno, em Salamanca, é outro dos melhores centros de ensino de espanhol do país. Com preços atrativos, a escola possui uma excelente reputação pela qualidade de suas aulas.

Seu diferencial são as ofertas de cursos com temáticas específicas, como, por exemplo: curso de espanhol jurídico, para negócios ou para a área médica.

Tipo de Curso Duração Carga Horária Preço
Intensivo 1 semana (mínimo) 20 horas semanais 150 €/semana
Temáticas específicas Flexível Flexível 20 €/hora

Qual o valor de um intercâmbio para Espanha?

Uma outra alternativa para quem quer saber quanto custa estudar na Espanha é buscar os valores de um pacote de intercâmbio em alguma agência especializada.
Por isso, preparamos também algumas cotações de intercâmbio na Espanha.

EF Education First

A maior empresa privada de ensino de idiomas no mundo, Education First (EF), está presente na Espanha, nas cidades de Barcelona e Málaga. Você poderá escolher entre 2 e 52 semanas de curso com opções de carga horária de 20 a 32 horas por semana.

Além das aulas, o pacote inclui alojamento, refeições e algumas atividades extras, como tour pela cidade, incluindo o certificado do curso ao final. No caso do alojamento, você poderá escolher entre a residência EF ou a casa de famílias espanholas. Tudo isso é gerido pela escola de idiomas.

Tipo de Curso Duração Carga Horária Preço
Espanhol Intensivo EF 4 semanas 32 horas semanais 2780 USD (total)

Vale ressaltar que este valor faz referência somente ao curso. Para adicionar acomodação na casa de uma família nativa deve-se somar 100 dólares para o período mínimo de duas semanas.

Por outro lado, para acomodação na residência EF, somam-se 480 dólares pelo mesmo período.

S7 Espanha Brasil

A agência de intercâmbio Espanha Brasil é outra opção que você pode escolher para realizar um intercâmbio na Espanha. Esta instituição oferece pacotes nas cidades de Madrid, Barcelona, Valência, Sevilha Málaga, Cádis, Tenerife e Salamanca.

Assim, são diversas as opções de programas entre cursos universitários, cursos de idiomas com a opção de escolher entre estudo e trabalho. Os preços variam dependendo do programa escolhido. Então, para efeito de comparação, faremos a cotação para 4 semanas, para um curso de espanhol.

Tipo de Curso Duração Carga Horária Preço
Espanhol Intensivo 20 4 semanas 20 horas semanais R$ 9.816,00 (total)

Este preço já inclui hospedagem em uma residência estudantil compartilhada. No entanto, não inclui refeições.

Quanto custam as escolas na Espanha?

Para falar sobre o custo das escolas na Espanha, precisamos esclarecer que existem três tipos de instituições diferentes. Os tipos são: os colégios públicos, os colégios concertados e os colégios particulares.

Decidir entre essas três categorias pode representar gastos significativos para as famílias, alterando o resultado de quanto custa estudar na Espanha, dependendo da escolha.
Por isso, para explicar como funciona, vamos falar de cada uma dessas opções separadamente.

Colégios Públicos

Os Colégios Públicos são 100% financiadas pelo Governo, fazendo com que os gastos com infraestrutura e com os professores não sejam repassados para os pais e responsáveis dos alunos.

Entretanto, o fato de serem gratuitos não significa que não haja nenhum gasto, já que a alimentação e materiais devem ser pagos pelos pais. Claro que o valor varia dependendo da região e do ano escolar, estando em uma média de 1.071€/ano, segundo a Organização de Consumidores e Usuários (OCU).

Estudante Escola Espanha

Colégios Concertados

Os chamados colégios concertados podem ser considerados como uma mescla entre a educação pública e privada. Possuem uma administração própria. Mas, grande parte do seu financiamento sai dos cofres públicos.

Dessa forma, parte dos custos do colégio está coberto pelo Governo, reduzindo de forma considerável o valor que deve ser pago pelos responsáveis. Assim, o valor pago em média, entre mensalidades e materiais escolares, é de aproximadamente 2.622€/ano, segundo a OCU.

Colégios Particulares

Já os Colégios Particulares são empresas e instituições de ensino ligadas à área da educação que possuem financiamento próprio, ou seja, sem auxílios do Governo. Por isso, o gasto é muito maior nessas instituições.

O custo para os responsáveis dos alunos, neste caso, sobe para uma média de 6.123€/ano, segundo dados da mesma fonte.

Quanto custa faculdade na Espanha?

Diferentemente do Brasil, você deverá pagar para estudar em uma Universidade na Espanha, mesmo nas públicas. O pagamento é realizado no ato da matrícula com base na quantidade de créditos a serem cursados e, em alguns casos, pode ser parcelado.

Vale destacar que a quantidade mínima de créditos em um ano letivo é de 60. Dessa forma, para que você saiba quanto custa estudar na Espanha na faculdade, basta multiplicar o número de créditos pelo seu valor na Universidade em questão.

Por exemplo, na Universidade de Sevilha, o valor do crédito para o curso de Arquitetura é de 12,62€. Então, para saber quanto pagaremos anualmente, basta multiplicar 12,62€ x 60 créditos, que dará um valor final de 757,20€.

Custo médio de matrícula em Universidades públicas espanholas

Segundo o Ministerio de Educación, Cultura y Deporte (MECD), o custo médio de matrícula em uma Universidade Pública no país varia entre 821€ e 1.302€/ano.
Cada Comunidade Autônoma possui preços estipulados por créditos e assim, algumas regiões podem cobrar muito mais do que outras.
Portanto, se o preço é um fator decisivo, fique atento na hora da escolha da cidade e da região onde pretende morar na Espanha.

Quanto custa estudar nas Universidades Públicas da Espanha?

Para responder a essa pergunta, preparamos uma tabela com os preços de algumas das principais Universidades espanholas para os cursos de Administração de empresas, Direito e Economia.

Universidade/Curso de Graduação Administração Direito Economia
Universidade Autônoma de Madrid 1.283,40 €/ano 1.283,40 €/ano 1.283,40 €/ano
Universidade Complutense de Madrid 1.283,40 €/ano 1.283,40 €/ano 1.283,40 €/ano
Universidade de Barcelona 1.061,40 €/ano 1.061,40 €/ano 1.061,40 €/ano
Universidade Pompeu Fabra 1.202,32 €/ano 1.202,32 €/ano 1.202,32 €/ano
Universidade de Valência 897,60 €/ano 831,60 €/ano 897,60 €/ano
Universidade de Sevilha 757,20 €/ano 757,20 €/ano 757,20 €/ano

Essa informação é parte importante do seu planejamento. Mas, atenção, porque esses preços costumam ser aplicados para pessoas com nacionalidade europeia ou para estrangeiros com residência legal na Espanha.

Sendo assim, se você não se enquadra neste grupo, o preço de algumas universidades pode sofrer alterações, como, por exemplo:

Universidade/Curso de Graduação Administração Direito Economia
Universidade Autônoma de Madrid 6.822,60 €/ano 6.822,60 €/ano 6.822,60 €/ano
Universidade Complutense de Madrid 6.822,60 €/ano 6.822,60 €/ano 6.822,60 €/ano
Universidade de Barcelona 5.400,00 €/ano 5.400,00 €/ano 5.400,00 €/ano
Universidade Pompeu Fabra 6.800,32 €/ano 6.800,32 €/ano 6.800,32 €/ano

Nem todas as Universidades fazem distinção entre europeus/residentes e estrangeiros. Portanto, se você quer saber quanto custa estudar na Espanha e está buscando uma universidade, fique atento a essa questão.

Preços em algumas Universidades particulares

Você também poderá optar por estudar em universidades particulares. Todavia, o valor de quanto custa estudar na Espanha, nesse caso, pode subir bastante.
Para exemplificar, no quadro a seguir você poderá comparar os preços de algumas das principais universidades particulares para os cursos de Administração e Direito.

Universidade/Curso de Graduação Administração Direito
Universidade Europea de Madrid 7.680,00 €/ano 7.680,00 €/ano
Universidade Internacional da Catalunha 10.800,00 €/ano 10.020,00 €/ano
Universidade Católica de Valência 4.990,00 €/ano 4.990,00 €/ano

Quanto custa estudar Medicina na Espanha?

Saindo de um cenário amplo e focando em uma das áreas com maior índice de empregabilidade no país, vamos falar sobre quanto custa estudar Medicina na Espanha.

Há alguns anos, antes mesmo do início da pandemia, já havia sido constatada a necessidade em contratar profissionais para atuar nos hospitais espanhóis. E isso faz com que praticamente 100% dos recém-formados em Medicina na Espanha consigam trabalho com facilidade após o término do curso.

Pensando nisso, listamos os preços para algumas das universidades mais respeitadas do país para o curso de Medicina, começando pelas públicas.

Universidade/ Curso de Graduação Medicina
Universidade Pompeu Fabra 1.690,44 €/ano
Universidade Autônoma de Madrid 1.568,40 €/ano
Universidade Complutense de Madrid 1.568,40 €/ano
Universidade Autônoma de Barcelona 1.660,20 €/ano
Universidade de Barcelona 1.660,20 €/ano
Universidade de Valência 1.200,00 €/ano
Universidade de Sevilha 757,20 €/ano

Lembre-se que os candidatos que não são europeus e nem estrangeiros residentes na Espanha podem ter de pagar um valor diferente em algumas Universidades.
Nesse caso, podemos citar as seguintes:

Universidade/ Curso de Graduação Medicina
Universidade Pompeu Fabra 8.914,44 €/ano
Universidade Autônoma de Madrid 8.186,40 €/ano
Universidade Complutense de Madrid 8.186,40 €/ano
Universidade de Barcelona 5.400,00 €/ano

Observamos, anteriormente, a diferença de preços entre instituições públicas e privadas. Assim, você deve ficar atento também a essa diferença para o curso de Medicina.
Dessa forma, listamos algumas das principais instituições particulares.

Aqui vale um destaque para a Universidade de Navarra, que possui um dos cursos de Medicina mais concorridos e respeitados do país.

Universidade/ Curso de Graduação Medicina
Universidade de Navarra 16.320,00 €/ano
Universidade Europea de Madrid 18.780,00 €/ano
Universidade Internacional da Catalunha 14.700,00 €/ano
Universidade Católica de Valência 13.450,00 €/ano

Como mencionado, a área médica na Espanha é uma das formações com maior índice de inserção profissional. Assim, médicos recém-formados, são os que menos demoram em encontrar trabalho na Espanha. Esse é, sem dúvida, um dado bastante relevante e animador para quem deseja estudar Medicina no país.

Estudantes faculdade Espanha

Quanto custa mestrado e pós-graduação na Espanha?

Como citamos, os preços das Universidades são baseados em créditos cursados. Isso vale tanto para os cursos de graduação como para os de pós-graduação e mestrado na Espanha.
No caso dos dois últimos, normalmente, são de curta duração variando entre 60 e 120 créditos, o que representa 1 ou 2 anos de curso, respectivamente.

Universidade/ Curso Direito Economia
Universidade Autônoma de Madrid 2.509,20 € (total) 2.701,20 € (total)
Universidade de Barcelona 2.593,80 € (total) 5.533,20 € (total)
Universidade de Valência 1.346,40 € (total) 2.356,20 € (total)
Universidade de Sevilha 1.231,20 € (total) 820,80 € (total)

Vale lembrar que, da mesma forma como ocorre com os cursos de graduação, os preços de pós-graduação e mestrado podem sofrer alterações em algumas Universidades.
No caso da tabela acima, as únicas instituições que alteram seus valores para não residentes e pessoas que não possuam nacionalidade europeia, em relação aos cursos mencionados, são:

Universidade/ Curso Direito Economia
Universidade Autônoma de Madrid 13.041,00 € (total) 5.044,20 € (total)
Universidade de Barcelona 6.390,00 € (total) 7.904,40 € (total)

Melhores cidades para estudar na Espanha

Saber quanto custa estudar na Espanha é uma parte importante da pesquisa que você deve fazer, mas não é tudo.
Existem fatores importantes como oportunidades de trabalho, infraestruturas ou até mesmo a qualidade de vida, que também devem ser levados em consideração.
Assim, antes de escolher onde morar na Espanha, você deve saber um pouco mais sobre as cidades.

Madrid

Capital e centro econômico do país, Madrid oferece muitas oportunidades de trabalho e opções de Universidades e escolas para os estudantes. Por isso, é o destino preferido de quem vai estudar na Espanha.

Entretanto, um ponto negativo é o custo de vida em Madrid, que é um dos mais altos do país.

Barcelona

Em segundo lugar na preferência dos estudantes está Barcelona.

Assim como Madrid, a cidade oferece muitas opções de escolas e universidades com boa reputação acadêmica. Além disso, existem excelentes oportunidades de trabalho.
Outro fator que pode ser considerado como um atrativo é que estamos falando de uma das cidades mais bonitas da Espanha.

Morar em Barcelona é, sem dúvida, o sonho de muita gente no mundo inteiro. Entretanto, assim como em Madrid, o custo de vida é bastante elevado. Além disso, lembre-se que na cidade e na região se fala o catalão.

Valência

A terceira cidade mais populosa da Espanha é também um dos destinos preferidos dos estudantes.

Com excelentes centros de ensino, Valência possui a vantagem de não ser uma cidade tão cara como Madrid e Barcelona. Isso faz com que o valor de quanto custa estudar na Espanha caia bastante. Mas, em compensação, as oportunidades de trabalho podem ser mais escassas.

Sevilha

A capital Andaluza não poderia ficar fora da lista, já que possui uma das principais universidades da Espanha. Além disso, existem outras 4 universidades, muitos centros de idiomas e boas opções de escolas para as crianças.

Os encantos da cidade e o estilo de vida andaluz também são atrativos importantes e fazem com que a cidade esteja repleta de estudantes. O custo de vida é mais baixo. No entanto, também pode ser mais difícil encontrar emprego na região.

Melhores Universidades da Espanha

Sabendo um pouco sobre as melhores cidades da Espanha para morar, falta você conhecer as melhores universidades da Espanha. Por isso, preparamos uma lista com as Universidades mais buscadas e com melhor reputação do país.

Universidade de Barcelona

Segundo a classificação mundial de Universidades, a Universidade de Barcelona se destaca na Espanha como a melhor do país.
O destaque está nos cursos de Medicina, Biologia, Enfermagem, Psicologia, Química e Belas Artes.

Universidade Autónoma de Madrid

Segundo o ranking citado anteriormente, a Universidade Autônoma de Madrid se classifica como a segunda melhor Universidade da Espanha.
Liderando a maioria dos rankings individuais na Espanha, a reputação dessa universidade é indiscutível.
O destaque está nas faculdades de Direito, Economia, Enfermagem, Física, História e Medicina.

Universidade Complutense de Madrid

Ainda mencionando o ranking anterior, em terceiro lugar no país está a Universidade Complutense de Madrid.
Trata-se de uma das instituições com mais história do país, destacando-se nas áreas de ciências médicas e naturais.

Universidade Autónoma de Barcelona

Não muito distante das três anteriores no ranking, está a Universidade Autônoma de Barcelona.
O destaque vai para os cursos de: Ciências Ambientais, Comunicação Audiovisual, Ciências Políticas e Administração.

Universidade de Sevilla

Com mais de 500 anos de história, a Universidade de Sevilha é uma das mais importantes e prestigiadas da Espanha.
Destaca-se, principalmente, no curso de Arquitetura, que é um dos mais antigos e tradicionais do país.

Universidade de Salamanca

Apesar de não estar na lista das melhores cidades da Espanha para morar, a Universidade de Salamanca é a mais antiga da Espanha e possui uma reputação invejável no âmbito acadêmico.
Seu destaque está, principalmente, para a área de Ciências da Linguagem.

Universidade de Navarra

Apesar de ser privada e possuir um valor mais elevado que as públicas, a Universidade de Navarra se destaca pela qualidade e respeito no cenário acadêmico.
Vale ressaltar que diversos rankings apontam esta universidade como uma das melhores da Espanha, principalmente na Área Médica.

O que é necessário para estudar na Espanha?

Se você vai realizar um curso com duração superior a três meses na Espanha, o visto de estudante deve ser solicitado.

Visto para estudar na Espanha

A solicitação do seu visto de estudante deve ser feita perante o Consulado Geral da Espanha correspondente à sua residência.
Portanto, se você já decidiu onde vai estudar e já iniciou os trâmites com o centro de ensino na Espanha, será necessário reunir os seguintes documentos:

  • Carta de aceitação do centro de ensino espanhol;
  • Formulário de solicitação de visto;
  • Passaporte válido;
  • 1 foto 3×4 recente, colorida e com fundo branco;
  • Comprovante de residência e título de eleitor;
  • Diploma e histórico acadêmico apostilados;
  • Comprovantes financeiros para atestar a disponibilidade de meios suficientes para a sua
  • estadia na Espanha;
  • Seguro médico de viagem;
  • Pagamento das taxas específicas;
  • Atestado médico;
  • Certidão de Antecedentes Criminais.

Lembre-se que, a depender do caso, podem ser solicitados mais documentos.

Bolsas para estudar na Espanha

Ficou interessado em estudar na Espanha, mas se assustou um pouco com os preços de alguns cursos? Calma, existem diversas bolsas de estudos no país que podem ajudar no cálculo sobre quanto custa estudar na Espanha.

Bolsas de Estudo do Ministério de Educação

As ofertas mais buscadas por estudantes de graduação são as oferecidas pelo Ministério de Educación y Formación Profesional. Como o ano acadêmico na Espanha começa em setembro, os prazos para inscrição nessas ofertas de bolsa costumam abrir no mês de agosto.

Você deve ficar atento aos requisitos. Mas, saiba que não são somente os espanhóis que possuem direito. Os estrangeiros que residam legalmente na Espanha também podem concorrer a várias opções, bem como estrangeiros não residentes.

Bolsas de estudo da Fundação Carolina

Por outro lado, se você está no Brasil e não pode concorrer às bolsas anteriormente citadas por não ser residente legal na Espanha, não se preocupe.

Anualmente centenas de vagas são anunciadas pela Fundação Carolina e um dos principais requisitos é que o candidato viva em um país ibero-americano. Como é um processo mais demorado e com uma avaliação mais criteriosa, as inscrições, geralmente, começam em janeiro.

Bolsas da Associação Universitária Ibero-Americana de Pós-Graduação (AUIP)

Existem ofertas periódicas desta Associação que visa impulsionar a mobilidade acadêmica no espaço ibero-americano.
As bolsas são pensadas para estudantes já graduados, que estejam realizando formação de mestrado, doutorado, etc.

Becas Santander

Uma das principais fontes para buscar bolsas de estudos na Espanha é através do site do Santander Becas.
Lá você poderá ver uma listagem com todas as bolsas disponíveis no momento e com todos os requisitos descritos nas vagas.
As oportunidades são diversas e não apenas para cursos de pós-graduação.

Agora que você já sabe quanto custa estudar na Espanha, está pronto para avançar com o seu planejamento? Sugiro que você conheça o nosso Ebook Como Morar na Espanha.

Ele será o seu guia mais completo e aliado na hora de preparar a sua mudança: desde a tomada de decisão, como avisar os familiares, documentos a tratar no Brasil, visto ou cidadania, custo de vida, escolha da cidade, a chegada na Espanha e até a adaptação ao país! Vale a pena garantir essa tranquilidade para realizar o seu sonho da melhor maneira. E boa sorte!