Vistos para trabalhar na Alemanha: quais são e como tirar

Alemanha  / 

Residir e atuar profissionalmente na Alemanha é o sonho de muitos jovens brasileiros. Mas, antes de planejar a mudança, é importante conhecer quais os tipos de vistos para trabalhar na Alemanha. Aproveite e saiba quanto custa o processo e onde tirar o seu visto. Se você pretende saber sobre os tipos de vistos para trabalhar na Alemanha, saiba que está no lugar certo.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Tudo sobre os vistos para trabalhar na Alemanha

Há vários tipos diferentes de vistos e permissões de residência que podem ser liberados pela Alemanha para os estrangeiros que queiram passar uma temporada curta, longa ou até morar permanentemente no país.  Nesse texto estão listados os tipos de vistos e permissões de residência para a Alemanha para finalidade de trabalho.

Diferença entre visto e permissão de residência na Alemanha

Mas primeiramente é necessário fazer uma breve explicação sobre qual é a diferença entre visto e permissão de residência:

  • Visto (Visum) é tirado no país de origem e é colado no passaporte antes do requerente viajar para a Alemanha;
  • Permissão de residência (Aufenthaltstitel/Aufenthaltserlaubnis) é tirado no Departamento de Imigração (Ausländerbehörde) na Alemanha.

O visto normalmente tem validade de apenas 3 meses e, por isso, quando a pessoa chega na Alemanha tem que se registrar no Departamento dos Cidadãos (Bürgeramt/Bürgerbüro) da cidade onde ela está morando na Alemanha. Depois, é preciso se registrar no Departamento de Imigração (Ausländeramt/Ausländerbehörde/Ausländerbüro) e mostrar o seu visto e a partir do visto tirar uma permissão de residência (Aufenthaltstitel) para o tempo em que pretende ficar na Alemanha.

Controle de imigração na Alemanha

Conheça os tipos de vistos para estudar na Alemanha.

 Tipos de vistos para trabalhar na Alemanha

Confira a seguir os vistos para trabalhar na legalmente na Alemanha:

  • Visto para procurar vaga de emprego;
  • Trabalho altamente qualificado;
  • Trabalho voluntário;
  • Au-pair;
  • Visto para estágio;
  • Visto de férias-trabalho;
  • Visto para investidor.

 Vistos para trabalhar na Alemanha: procurar vaga de emprego

Essa opção é ideal para quem possui um diploma de Ensino Superior passe até seis meses no país buscando uma colocação em sua área de formação. No entanto, esse tipo de visto para procurar emprego na Alemanha não permite que sejam desempenhadas atividades com salário. Assim, ao conseguir uma vaga, o profissional precisa ir até o Departamento de Estrangeiros mais próximo e solicitar a autorização de residência. Então, é possível dar entrada em um dos vistos para trabalhar na Alemanha.

De acordo com a embaixada alemã, a taxa cobrada chega a 75 euros e deve ser quitada no ato do requerimento. O tempo médio do pedido gira em torno de uma semana. Para dar entrada no visto, é necessário ter os seguintes documentos, sempre original com duas cópias:

  • Passaporte brasileiro;
  • 2 fotos biométricas atuais (3,5 x 4,5 cm com fundo claro);
  • Formulário de “Requerimento de concessão de uma autorização de residência;
  • Currículo profissional;
  • Diploma de conclusão do Ensino Superior ou de outro país reconhecido e comparável ao curso na Alemanha;
  • Carta de motivação em alemão com os dados do planejamento da busca de emprego (ramo, região, local de residência/ alojamento);
  • Comprovante que possui meios financeiros suficientes (mínimo 853€ por mês) para o período pretendido da estadia;
  • Comprovante de seguro-saúde.

Se morar na Alemanha está nos seus planos, saiba que o seguro saúde ou seguro viagem é obrigatório. Recomendamos que você utilize nosso comparador de seguro viagem para garantir o seu. Em parceria com o portal Seguros Promo, garantimos os menores preços aos nossos leitores em planos completos das principais seguradoras do mercado.

Vistos para trabalhar na Alemanha: trabalho altamente qualificado

Ao cumprir determinadas condições, estrangeiros podem receber o visto para trabalhar na Alemanha em áreas em que se exige alta qualificação, como em Tecnologia da Informação. Para isso, é necessária a autorização e aprovação de entidade do país. Sem contar que o tempo de espera para conseguir o visto, a partir da entrega de todos os documentos, pode exigir até um mês e meio.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Confira a documentação necessária para conseguir o visto:

  • Passaporte;
  • Formulário preenchido com “Requerimento de concessão de uma autorização de residência;
  • Declaração de ciência nos termos do n.° 2, ponto 8, do artigo 54.° em acordo com o artigo 53.° da Lei alemã de Permanência (Aufenthaltsgesetz);
  • 2 fotos atuais (3,5 x 4,5 cm com fundo claro);
  • Contrato de trabalho ou carta do empregador confirmando a contratação com descrição da vaga de emprego e valor do salário mensal;
  • Em caso de intercâmbio de funcionários: carta do empregador confirmando o envio do funcionário para a Alemanha;
  • Currículo profissional em alemão;
  • Comprovantes da sua qualificação profissional. Em caso de qualificação profissional não alemã: certificado de equivalência;
  • Se houver: aprovação da Agência Federal do Trabalho;
  • Comprovante de seguro-saúde (seguro saúde de viagem com cobertura mínima de 30 mil euros ou USD 50 mil).

Visto para trabalho como estagiário

Para estadia inferior a três meses, brasileiros não precisam de visto quando conseguem o certificado do ZAV. Ou seja, se o estágio tiver sido aprovado pelo ZAV (Serviço de Colocação Internacional na Alemanha) ou quando recebem uma bolsa de estudos de instituição alemão ou da União Europeia.

Segundo a Embaixada Alemã, se o estágio for vinculado à área superior, estrangeiros podem requerer um visto de estágio se preencherem os seguintes requisitos:

  • Estudante matriculado em universidade brasileira (caso se trate de um curso superior em período parcial ou à distância). Deve-se apresentar atestado de matrícula, formulário preenchido pela universidade nacional e encaminhar uma cópia do passaporte ao empregador na Alemanha;
  • Se já cursou ao menos quatro semestres do seu curso superior;
  • O estágio desejado está relacionado à área de conhecimento do seu curso;
  • O tempo de estágio está limitado a uma duração de, no máximo, 12 meses;
  • A remuneração do estágio é de 720 euros brutos por mês para uma jornada de até 40 horas de trabalho por semana.

Caso não exista remuneração ou esteja abaixo deste patamar, é preciso obter um termo de compromisso financeiro ou comprovante de meios para se sustentar durante a estadia na Alemanha.

Tudo o que você precisa saber para estudar na Alemanha.

Visto de férias-trabalho

O Working Holiday na Alemanha foi aprovado no Brasil em junho de 2019 e, com isso, estudantes brasileiros e alemães têm permissão para tirar o visto de férias-trabalho nos dois países. Ou seja, jovens entre 18 e 30 anos de idade podem viajar como turistas e trabalhar de forma legal durante a validade do visto de um ano. Apenas o Programa Youth Mobility tem extensão de idade até os 35 anos.

Para conseguir o visto, é necessário procurar a Embaixada ou Consulado da Alemanha no Brasil com antecedência e com todos os documentos exigidos. Entre eles, destacamos:

  • Plano de saúde e seguro viagem;
  • Passagem de volta para o Brasil;
  • Comprovante de reserva financeira de 2 mil euros.

Pode ser que o Consulado da Alemanha no Brasil exija mais algum documento, por isso vale a pena entrar no site oficial para saber mais. As vagas oferecidas para esse tipo de trabalho normalmente estão ligadas ao turismo, negócios online, call centers ou agricultura.

Estágios na esfera governamental

Estágios de profissionais especializados e executivos que receberem bolsas com recursos públicos alemães ou integram programas oficiais da União Europeia. Assim, não há necessidade de aprovação do ZAV. O interessado pode requerer o visto diretamente na representação alemã de sua região.

Estágios intermediados pela Agência Federal de Empregos

Neste caso, a duração máxima é de até 9 meses. Essa categoria abrange ainda estagiários intermediados pelo ZAV, que receberam uma confirmação de alocação.

Estágio de aperfeiçoamento profissional

Quem já terminou o ensino superior ainda pode efetuar um estágio para aperfeiçoamento profissional. Neste caso, não há obrigação de conseguir a aprovação do estágio no ZAV. Só que durante o processo de concessão do visto, a respectiva Agência de Trabalho onde está situado o empregador analisa a possibilidade de conceder a autorização de trabalho.

Os documentos, enviados em duas vias originais e cópias simples, são os seguintes:

  • Requerimento de concessão de uma autorização de residência;
  • Declaração nos termos da Lei Alemã de Residência (Aufenthaltsgesetz);
  • 2 fotos atuais (3,5 x 4,5 cm com fundo claro);
  • Passaporte com validade de três meses de validade além da data de saída da Alemanha;
  • Contrato de estágio com valor da remuneração mensal;
  • Certificado de aprovação do ZAV (quando necessário).

A cobrança corresponde a 30 euros para menores de idade e 75 euros para maiores de idade. Estagiários que recebem bolsa de estudos com recursos públicos da Alemanha não precisam arcar com essa taxa.

Conheça também a cultura da Alemanha.

Trabalho como au-pair

Para quem tiver a vontade de atuar na Alemanha na modalidade de Au-Pair, é indispensável cumprir alguns critérios de faixa etária, fluência no idioma, família anfitrião, intuito da experiência e tempo. Normalmente, esse processo conta com suporte de algumas agências e tende a ser simplificado.

De modo geral, o interessado deve ter até 27 anos, ter conhecimento básico do idioma alemão (Nível A1), contar com uma casa para sua estadia e uma família com um jovem menor de 18 anos. Ainda, é preciso ter a intenção de permanecer na Alemanha entre um semestre até um ano inteiro.

Para garantir esse tipo de visto para trabalhar na Alemanha, é necessário contar com a seguinte documentação extra:

  • Carta de Motivação;
  • Certificado Start Deutsch 1 (curso de alemão, se houver);
  • Contrato da atividade de Au-Pair entre o solicitante e a família anfitriã;
  • Formulário Au-Pair preenchido por parte da família anfitriã.

Saiba mais informações sobre como é ser Au Pair na Europa aqui.

Vistos para trabalhar na Alemanha: trabalho voluntário

O visto para voluntariado na Alemanha é valido por até um ano. Se houver a necessidade de ampliar a sua estadia, é possível ganhar um visto com validade para mais três meses. Durante esse tempo, dá para entrar no território alemão e se apresentar ao Departamento de Estrangeiros para oficializar o início de suas atividades.

Cidadãos estrangeiros podem prestar serviço voluntário na Alemanha se preencherem algumas condições:

  • Faixa etária: ano Voluntário Social (FSJ) e Ano Voluntário Ecológico (FÖJ) até completar 27 anos; Serviço Voluntário Federal (BFD) sem limite de idade;
  • Idioma: conhecimentos básicos em alemão (A1);
  • Intuito da viagem: adquirir competências, engajamentos, receptividade cultural;
  • Tempo da viagem: 6 até 24 meses, via de regra um ano;
  • Situação financeira: comprovação de acordo com definição de quantia de auxílio financeira, hospedagem, alimentação e previdência social.

Aproveite e saiba como é a vida na Alemanha.

 Vistos para trabalhar na Alemanha: empreendedor

Segundo o Consulado do Brasil na Alemanha, órgão ligado ao Ministério das Relações Exteriores, a lei alemã foi mudada em 2012 visando otimizar a permanência de investidores. Assim, o empreendedor estrangeiro precisa efetuar um investimento inicial de cerca de 12.500 mil euros para que a sua estadia seja aprovada. Ainda, é necessário preencher outros requisitos exigidos pelo governo alemão.

Em determinadas situações, não existe obrigatoriedade de o investidor morar na Alemanha para começar suas atividades. Assim, ele deve ter um sócio, colaborador ou representante legal. Todavia, a ação pode ser realizada por autônomo e/ou microempresário que administram seus próprios negócios e não possuem empregados.

Passaporte alemão

Desta maneira, é imprescindível contar com um visto de trabalho (Arbeitserlaubnis). Além disso, os autônomos também precisa de uma permissão específica, chamada Gewerbeschein. O ideal é se apresentar até a representação diplomática de sua região. Na tramitação da solicitação, as autoridades podem solicitar diversos documentos do empreendedor, como plano de negócio, projeção de receita, contratação de mão de obra e comprovação de capital.

Onde tirar os vistos para trabalhar na Alemanha

De acordo com a Embaixada da Alemanha no Brasil, para entrar no país o profissional estrangeiro pode ganhar o visto nacional com duração de 90 dias. Dentro do espaço de tempo indicado no passaporte, o interessado pode entrar na Alemanha e até passar em trânsito pelos países do Tratado de Schengen.

Ao chegar na Alemanha, no entanto, ele deve se apresentar e cadastrar no Departamento de Estrangeiros referente ao seu novo lugar de moradia. Essa ação deve ser tomada logo após chegar ao país para garantir a sua autorização de moradia. A taxa cobrada para um visto nacional é de aproximadamente 75 euros. Vale salientar que os vistos para trabalhar na Alemanha dependem da aprovação de órgãos públicos e podem precisar de até seis semanas para tramitação.

Além disso, a recomendação é entregar a documentação completa, traduzida e juramentada. Desta forma você evita os riscos de não conseguir aprovação para a solicitação de visto. Agora que você já sabe quais são os vistos para trabalhar na Alemanha, aproveite e conheça os brasileiros que vivem no país.

Minha experiência para conseguir visto e trabalhar na Alemanha

Estagiei por 3 meses pelo programa IAESTE em um laboratório da Universidade e não precisei de visto, pois foram apenas 3 meses (mais de 3 meses tem que tirar visto no Brasil), mas quando cheguei na Alemanha tive que mostrar os documentos e sim tirar uma permissão de residência de estagiária (Aufenthaltstitel für ein Fachpraktikum) no Departamento de Imigração (Ausländerbehörde).

Permissão de residência de estudante universitária

Tive permissão de residência de estudante universitária de graduação (Studentenvisum) (intercâmbio CsF) feito na Alemanha em 2012.

Visto de estagiária

Tive visto de estagiária (Visum für ein Fachpraktikum) tirado no Brasil em 2013 (mais de 3 meses de estágio).

Visto de Procura de Emprego

Tive visto de procura de emprego (Visum zur Arbeitsplatzsuche) tirado no Brasil em janeiro de 2014.

Permissão de residência por casamento

Recebi permissão de residência por casamento (Aufenthaltstitel zur familienzusammenführung) feito na Alemanha em setembro de 2014. Sobre todos esses vistos (Visum) e permissões de residência (Aufenthaltstitel) eu já escrevi no meu blog em outros posts. Exceto o visto de estágio, porque nem pensei em fazer vídeo ou texto sobre isso, mas todos os pré-requisitos e documentos necessários para o visto estão listados no site do Consulado Alemão.

A autora desse post não trabalha no consulado alemão e não representa nenhum órgão oficial alemão. Para informações oficiais e pré-requisitos explicados detalhadamente visite o site da Embaixada da Alemanha no Brasil ou os sites dos Consulados da Alemanha no Brasil.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Raquel é mineira, farmacêutica, blogueira e vlogueira e trabalha na Alemanha. Escreve no seu site Canal Backpackingalone desde 2010 sobre temas relacionados a intercâmbios, desafios, estudo, trabalho e, principalmente, burocracias na Alemanha.

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.