A Irlanda publica lista de 15 países liberados de quarentena para entrar no país. Portugal, Espanha, França e Reino Unido ficaram de fora, assim como o Brasil. Saiba quais são os países da chamada lista verde.

Irlanda publica lista de 15 países liberados de quarentena para entrar no país: entenda

Na terça-feira (21 de julho), o governo da Irlanda um protocolo para viagens internacionais. Nele consta uma lista de 15 países que ficam liberados de cumprir quarentena ao entrar no país.
A medida vale para viajantes que venham destes países para a Irlanda e vale também para irlandeses que retornam de viagem a estes destinos.
A decisão, explica o governo, visa conter a propagação do coronavírus.
De fora da lista ficaram Portugal, Espanha, França e Reino Unido, para citar apenas os europeus com maior número de brasileiros. Brasil e demais países das Américas também – o continente é, hoje, o epicentro da doença.

Quem está na lista verde?

Integram a lista verde os seguintes países, liberados da quarentena ao chegar na Irlanda:

  • Malta;
  • Finlândia;
  • Noruega;
  • Itália;
  • Hungria;
  • Estônia;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Chipre;
  • Eslováquia;
  • Grécia;
  • Gibraltar;
  • Groenlândia;
  • Mônaco;
  • São Marinho.

Em comum, o fato de que todos são países europeus que possuem um número de casos de coronavírus por 100 mil habitantes igual ou menor do que a Irlanda.

Lista será revistada a cada duas semanas

A lista verde irlandesa será revisada a cada duas semanas, conforme o panorama do coronavírus tanto na Irlanda quanto nos demais países. A seleção levará sempre em conta a liberação da quarentena para aqueles com situação análoga ou melhor do que a Irlanda no combate ao coronavírus.

Polêmica interna

A definição quanto à lista, no entanto, causou uma discussão acalorada entre os políticos do país. Isto porque uma parcela deles acredita que a Irlanda não deve emitir comunicados que possam confundir os cidadãos e que qualquer viagem ao exterior deve ser desmotivada no momento.
O governo irlandês, contudo, mantém a forte recomendação de que só sejam realizadas viagens essenciais.
“A pandemia não acabou e o mais seguro é não viajar”, prega o comunicado emitido pelo governo.
Leia também: saúde na Irlanda, como funciona o sistema de atendimento?

Como é feita a quarentena na Irlanda atualmente?

Atualmente, os viajantes que chegam à República da Irlanda de qualquer lugar que não seja a Irlanda do Norte precisam se auto-isolar e restringir seus movimentos por 14 dias.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

“O Governo desaconselha todas as viagens não essenciais ao exterior para e da Irlanda devido à atual crise Covid-19. Espera-se que os passageiros que chegam da Irlanda do exterior restrinjam seus movimentos por 14 dias. Isso inclui residentes irlandeses”, afirma o comunicado do governo.

Os passageiros que chegarem à Irlanda também terão que preencher um Formulário de localização de passageiro Covid-19, mostrando o endereço em que estarão hospedados enquanto em quarentena.
Este formulário deve ser preenchido na íntegra e entregue a equipe de gerenciamento de fronteiras na chegada à Irlanda.
Existem isenções para provedores de serviços essenciais, como transportadores, pilotos e equipe marítima. Para as pessoas que moram na Irlanda, o conselho é evitar todas as viagens não essenciais ao exterior até novo aviso.
“Família e amigos que chegam de um país da lista verde devem ser tratados como visitantes. Isso significa que você deve seguir o distanciamento social e outras diretrizes de saúde pública. Você não deve interagir com eles da mesma maneira que as pessoas em sua casa com as quais você vive todos os dias”, afirma o governo.

Reino Unido impôs medida semelhante para conter Covid

Em medida semelhante, mas que já foi descartada, o Reino Unido exigiu, de 8 de junho até 10 de julho, que todo viajante, britânico ou não, que chegasse ao país, cumprisse quarentena de 14 dias.
No entanto, a medida era obrigatória apenas para a Inglaterra. Escócia, País de Gales e Irlanda têm autonomia para decidir suas próprias medidas. A opção da Irlanda foi manter a quarentena, mesmo com o afrouxamento na Inglaterra.
Na Inglaterra, a pessoa deixava seus contatos na chegada ao aeroporto e ficava submetida à fiscalização do cumprimento da medida, sob pena de multa de mil libras – o equivalente a mais de mil dólares e mais de 6 mil reais.
Mas, a partir do dia 10 de julho, passou a valer uma lista de países que ficam de fora da obrigatoriedade de quarentena. Eles são 59, listagem bem mais ampla do que a agora imposta pela Irlanda.

Panorama da Covid na Irlanda

Os números oficiais mostram que não se registaram óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas na Irlanda – informação do dia 22 de julho de 2020. Mas há 36 novos casos confirmados.
O número de mortos pela doença na República da Irlanda é 1.753. O número total de casos de Covid-19 no país é de 25.802.
Confira como está hoje o panorama da Covid-19 em Portugal, Espanha, França e Itália.