Matricular filhos na escola em Portugal, veja como funciona.

Como matricular filhos na escola em Portugal

Portugal  / 

Se você vai mudar para o país europeu, tire suas dúvidas sobre a educação e de como matricular filhos na escola em Portugal.

Ainda está em dúvida em que cidade morar em Portugal? Saiba também quais são as melhores cidades de Portugal para morar.

Matricular filhos na escola em Portugal

Quando chega a hora de mudar de país com filhos, um dos grandes dilemas dos pais é como será a transferência e a adaptação das crianças no novo país.

Na mudança com filhos para Portugal, a questão da língua pode ajudar para quem está nas séries iniciais, já para os alunos a partir de 5ª série, a adaptação ao novo idioma – sim, o português de Portugal é muito diferente – pode ser mais demorada.

Mesmo sendo uma adaptação que pode levar meses, a maioria das escolas portuguesas possuem profissionais responsáveis por integrar as crianças, além disso, dois amiguinhos ficam responsáveis por ajudar o novo aluno, mostrar a cantina e ensinar como as coisas funcionam.

Documentos necessários para matricular filhos

Para matricular filhos na escola em Portugal serão necessários os seguintes documentos do seu filho:

  • Passaporte do filho;
  • Preencher a ficha da matrícula com uma foto (fornecida pela própria escola);
  • Histórico escolar (reconhecidas e apostiladas de acordo com a Convenção de Haia);
  • Carteirinha de vacinação – e atestado médico em algumas escolas;
  • Comprovante de residência da família.

Saiba quais os documentos necessários para morar em Portugal.

Quando posso matricular filhos na escola em Portugal?

O ano letivo em Portugal, assim como em toda a Europa, começa em setembro. As férias escolares acontecem entre o final de junho e o meio de setembro, durante o verão.

Na questão em relação a idade da criança, a data limite para a inclusão de um aluno é o nascimento até 31 de dezembro, diferente do Brasil.

Período para matricular

As matrículas acontecem entre os meses de abril e maio de cada ano. Nas se você chegar em Portugal em outro mês, é possível ir a um agrupamento escolar para saber quais as possibilidades de inserção do novo aluno.

Para saber qual agrupamento escolar você deve ir, precisa ir até a Junta de Freguesia do seu bairro. Para a matrícula no agrupamento escolar, serão levados em consideração o endereço da família, o local de trabalho dos pais, entre outros critérios.

Quanto custa estudar em Portugal

O Infantário para crianças até 3 anos é pago, e tem o valor médio de €150,00 (normalmente em creches particulares).

Já no Ensino Básico, nas escolas públicas não há mensalidades, os pais pagam apenas a alimentação dos filhos, o almoço inclui peixes, saladas, frutas, sopas, e que varia de acordo com o salário dos pais (cerca de €50 por mês).

Os livros escolares são pagos e variam de preço de acordo com faixa salarial do pais (de acordo com cada Escalão). Já nas escolas particulares, as mensalidades podem variar entre €80,00 e €400,00.

Também já falamos do custo de vida em Portugal.

Como é a educação em Portugal?

O Ensino Básico em Portugal começa aos 6 anos de idade e vai até Ensino Secundário, quando aluno completa 18 anos. O Ensino Básico é divido em 3 ciclos: (do 1º ao 4º ano), 2º ciclo (do 5º ao 6º ano) e o 3º ciclo (do 7º ao 9º ano). Veja como funciona o ensino em Portugal .

O Ensino Secundário em Portugal é o nosso Ensino Médio no Brasil, mas os anos são chamados de 10º, 11º e 12º, uma continuação do Ensino Básico. A qualidade do ensino em Portugal é elevada, muito ranqueada nas estatísticas de Educação e melhora todos os anos desde o ano de 2000.

Horários da aulas em Portugal

Os horários das aulas em Portugal variam de acordo com cada escola. O 1º ciclo tem 25 horas semanais, o 2º e 3º ciclo tem cerca de 30 horas semanais.

Diversas escolas têm o início das aulas às 9h e terminam às 15h30. Também existe a opção de pagar uma taxa para ter horários estendidos, onde a criança pode fazer atividades extracurriculares e sair às 17h30 ou então às 19h30.

COMPARTILHE

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.