Se estudar em Portugal está nos seus planos, saiba que não é difícil conseguir uma vaga em uma boa universidade no país! Mas são muitas as dúvidas, desde a candidatura, até os documentos exigidos e o processo da mudança. Por isso, preparamos um conteúdo especial para solucionar todas essas dúvidas, vamos lá?

Como estudar em Portugal?

Preparamos um passo a passo básico para estudar em Portugal, e durante esse artigo vamos aprofundar da temática, confira abaixo:

1. Procure uma universidade e curso da sua preferência

Primeiro você deve pesquisar as universidades, comece pelas instituições mais conhecidas, leia sobre os cursos e analise a grade de disciplinas para se certificar de que é o que você procura.

2. Analise o custo da propina (anuidade) e o custo de vida da cidade

Os preços variam muito de acordo com a faculdade, mesmo dentro de uma universidade cada curso tem preços diferentes para alunos internacionais. Avalie os custos da universidade pretendida, mas também considere os custos de vida das cidades. Nas cidades maiores, como o Porto e Lisboa, é mais caro viver.

3. Esteja atento aos prazos para fazer a candidatura no site da universidade

Os processos de candidatura começam em janeiro, 9 meses antes do início do ano letivo. Por isso, ainda em dezembro comece a buscar os calendários das universidades pretendidas, anote as datas e coloque lembretes para não perder nenhum prazo.

Lembre-se a época ideal para se candidatar é a primeira fase, ainda em janeiro/fevereiro, até sair o resultado você terá cerca de 6 meses para dar entrada no visto, não deixe para a última hora.

4. Se aprovado, solicite o visto de estudante

O visto de estudante é pré-requisito para quem não tem cidadania europeia. Por isso, assim que receber o aceite da Universidade dê entrada no visto. A lista de documentos é um pouco longa, por isso é bom ir separando com antecedência os documentos necessários. Por exemplo, o PB4 (PTBR-13) pode demorar cerca de 15 dias para ficar pronto, solicite-o o quanto antes.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

5. Deixe tudo preparado para embarcar para Portugal

Carta de aceite e visto de estudo em mãos, é hora de embarcar. Os primeiros meses podem ser corridos, você vai precisar encontrar um lugar para viver, dar entrada na Autorização de residência e providenciar documentos como o NIF e a inscrição no Centro de Saúde. Mas não deixe de vivenciar a cidade e aproveitar o resto do verão, se você chegar em agosto/setembro.
Agora que você já sabe como funciona o processo, vamos aos detalhes.

O que é necessário para estudar em Portugal?

Veja a lista dos documentos essenciais:

  • Passaporte, preferencialmente com validade superior a 2 anos;
  • Visto de estudante, que deve ser solicitado assim que receber o aceite da universidade portuguesa;
  • Planejamento financeiro é essencial para uma mudança para o exterior. Uma mudança para estudo é um projeto de vida, serão pelo menos 2 anos fora, o que requer uma poupança ou alguém que esteja disposto a bancá-lo;
  • Planejamento emocional é um item essencial ao se mudar de país. Você estará longe da família, com alguns pouco amigos para amparar nos momentos difíceis, é preciso considerar a distância e os custos de ir ao Brasil.

Como usar o Enem para estudar em Portugal?

Existem pelo menos 50 universidades portuguesas que aceitam Enem e o processo é bem semelhante para se inscrever.

Escolha a universidade e o curso

O primeiro passo é escolher a universidade que pretende se inscrever. Nesse momento você deve considerar a cidade, custo de vista, seus objetivos a longo prazo, entre outras questões.

Verifique se a nota é compatível com a instituição

Sua nota do Enem deve ser equiparada com o sistema de notas português. A Universidade de Coimbra, por exemplo, disponibilizou uma calculadora automática que permite conferir na hora se sua nota é compatível com o curso que pretende realizar.

Mas considere que enquanto o Enem vai de 0 a 1000, em Portugal as notas vão de 0 a 200.

Estudantes da Praxe em Portugal
Estudantes com o traje da praxe, tradicional em Portugal

Quanto precisa tirar no Enem para estudar em Portugal?

Depende do curso que você quer fazer, a nota mínima nas principais universidades varia de 650 a 700.

Quanto custa estudar em Portugal pelo Enem?

Os valores das propinas (anuidade) não são diferentes para alunos que ingressem pelo Enem. Consulte a Universidade desejada para ver quanto custa o curso pretendido.

Separe os documentos e faça a candidatura

Os documentos necessários para se candidatar pelo Enem podem variar um pouco de acordo com a universidade, mas geralmente é o documento de identificação, diploma do ensino médio, nota do Enem (geralmente é aceito o print da tela), carta de motivação e declaração de que cumpre os requisitos.

A candidatura acontece em 3 fases, ou seja, são 3 oportunidades para se candidatar. A primeira é em janeiro e fevereiro, a segunda em março e abril, e a terceira de maio a junho. Lembre-se que quanto antes se candidatar mais tempo terá para solicitar o visto e preparar a mudança.

Como se inscrever na faculdade em Portugal sem Enem

Existem duas maneiras que dependem se você tem ou não cidadania europeia.

Para quem tem cidadania europeia/portuguesa

Para estudar no país com cidadania portuguesa, não é possível se inscrever na faculdade em Portugal com o Enem.

Nesses casos, é preciso realizar o Concurso Nacional de Acesso, uma prova unificada, semelhante ao Enem. A prova é realizada anualmente e será usada como classificação para entrada na Universidade.

Também será considerada a nota no ensino médio, cursado no Brasil. Para isso, é preciso se dirigir a uma escola secundária em Portugal, com o  histórico escolar para realizar a equivalência das notas. Essas notas também são usadas no processo seletivo da universidade.

Ponderadas as duas notas, você deve se candidatar a universidade desejada e vai concorrer normalmente com os alunos portugueses.

Se você tem outra cidadania europeia que não a portuguesa (como a italiana, espanhola, etc), pode se candidatar normalmente sem ter que fazer o Concurso Nacional de Acesso, e irá pagar as mesmas tarifas que um estudante nacional.

Para quem não tem cidadania europeia

Existem três maneiras de entrar na universidade em Portugal sem o Enem e sem a cidadania europeia. A primeira é realizando o Ano Zero, disponibilizado pela Universidade Nova de Lisboa, por exemplo. Ele consiste em um período preparatório para ingresso na universidade.

Outra maneira é realizado as provas específicas da universidade. Não são todas as instituições que realizam provas diretas, por isso, você deve pesquisar se a universidade do seu interesse tem esse sistema. Muitas vezes basta fazer a candidatura, ter uma análise curricular e entrevista para concorrer. Dessa forma você irá pagar as anuidades como um aluno CPLP ou internacional (vamos explicar abaixo).

A terceira possibilidade é vivendo em Portugal legalmente por 2 anos ou ter Estatuto de Igualdade, antes de se inscrever e realizar o Concurso Nacional normalmente e concorrer com os alunos portugueses.

O mais importante é visitar o site da Universidade pretendida para conferir as condições de ingresso, pois não é um processo unificado.

Quanto custa para estudar em Portugal?

Ente 1.500 e 10 mil euros por ano letivo.

O custo de estudar em Portugal vai depender especialmente da instituição de ensino escolhida. A Universidade do Porto, por exemplo, costuma ser mais barata que a maioria das instituições portuguesas.

Isso acontece porque a instituição de ensino aplica desconto para estudantes CPLP – Comunidade de Países de Língua Portuguesa, que torna as propinas até 45% mais baratas em relação ao valor para estudantes internacionais.

Para que você tenha uma ideia dos valores, apontamos abaixo alguns dos mais procurados cursos para estudar em Portugal. Os valores indicados são os aplicados aos estudantes brasileiros, já com os respectivos descontos.

Licenciatura

Instituição Curso Propina (anual)
Universidade de Lisboa Licenciatura em Arquitetura 7 mil €
Universidade do Porto Licenciatura em Direito 1.925€
Universidade Católica (particular) Licenciatura em Economia 5.790€

Mestrado

Instituição  Curso  Propina (anual)
Universidade do Porto Mestrado em Ciências da Comunicação 2.200€
Universidade da Beira Interior Mestrado em bioquímica 1.200€
Universidade Lusófona (particular) Mestrado em engenharia civil 3.124,80€

Doutorado

Instituição  Curso  Propina (anual)
Universidade de Lisboa Doutoramento em Belas Artes 2.750€
Universidade de Coimbra Doutoramento em Direito 2.750€
Universidade Nova de Lisboa (particular) Doutorado em Educação 2.750€

Custo de vida para estudantes em Portugal

O custo de vida em Portugal varia um pouco de uma cidade para outra. Um dos itens que mais pesa nos custos é a moradia, seja no aluguel de quartos ou de apartamentos, ela pode consumir parte significativa do orçamento dos estudantes brasileiros.

Alugar quarto no Porto, por exemplo, pode custar entre 250€ e 400€, dependendo da localização e das facilidades da casa. A alimentação, por outro lado, é um dos itens que menos pesa, é possível com 100€ a 120€ por mês manter uma boa alimentação.

No que se refere ao transporte, na maioria das cidades os estudantes (normalmente até os 23 anos) tem descontos, no Porto, por exemplo, o passe mensal cai para 22,50€ para o passe municipal e 30€ para o passe metropolitano.

faculdade de direito em Portugal
Faculdade de direito em Portugal é uma das mais buscadas por alunos brasileiros

Existem ainda outros custos que precisam ser contabilizados na vida do estudante, como lazer. Mas os custos de lazer, no geral, são baixos, sendo possível com 50€ sair algumas vezes por mês. Claro que vai depender de onde você vai e dos gastos embutidos, como um Uber para voltar para casa.

Em média, um estudante gasta cerca de 600€ em Lisboa a 400€ em Coimbra, por exemplo. Sem contar os custos de faculdade.

Como estudar de graça em Portugal?

É possível estudar de graça em Portugal através de bolsas de estudo do Brasil, de Portugal ou da Europa.

Bolsas de estudo em Portugal oferecidas pelo Brasil

Pelo Brasil, geralmente as bolsas são para períodos de intercâmbio, uma das mais conhecidas é a do Santander Universidades. A bolsa consiste em uma ajuda financeira para custear passagens e moradia no período de 6 meses. Para se candidatar é preciso que sua universidade no Brasil tem parceria com o banco.

Bolsas de estudo em Portugal de instituições portuguesas

Existem algumas opções de bolsas disponibilizadas por instituições portuguesas. Na Universidade de Coimbra, pro exemplo, os alunos internacionais podem concorrer a bolsas, basta ter nota acima de 160 (na escala portuguesa) para ser elegível. Assim como a universidade, existem várias outras que oferecem programas de bolsas semelhantes. Basta procurar no site da própria Universidade pretendida as oportunidades oferecidas.

Bolsas europeias para estudar em Portugal

A União Europeia também disponibiliza bolsas para estudantes estrangeiros. Geralmente as bolsas são destinadas a períodos de mobilidade, mas podem ser uma alternativa até mesmo para quem já estuda em Portugal, com uma oportunidade de realizar períodos fora do país, pagos com bolsa pelo programa Erasmus.

Tem como transferir a faculdade para Portugal?

Sim. Tem como transferir a faculdade para Portugal.

Para realizar o processo você deve buscar as informações e as exigências da faculdade na qual pretende se matricular.

As instituições destinam vagas para a transferência ou, se preferir, pode tentar uma candidatura normal. As notas de cada disciplina já cursada no Brasil são consideradas assim como as ementas das matérias para analisar o que pode ser eliminado. A universidade de origem também é avaliada no processo.

Antes de realizar a transferência é bom avaliar bem a situação, isso porque é exigido que você realize pelo menos 50% do curso em Portugal. Ou seja, se já tiver passado da metade no Brasil pode não ser uma boa opção, uma vez que o curso pode se prolongar mais do que o esperado.

Melhores universidades de Portugal

As melhores universidades de Portugal em 2022, segundo o QS World University Rankings, são:

  • Universidade do Porto – 295º posição;
  • Universidade de Lisboa – 356º posição;
  • Universidade Nova de Lisboa – 431º posição;
  • Universidade de Coimbra – 455º posição;
  • Universidade do Minho, em Braga e Guimarães – 571-580;
  • Universidade de Aveiro – 601-650;
  • Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa – 801-1.000.

Precisa de visto para estudar em Portugal?

Sim. Se você não tem cidadania europeia, o visto de estudo é essencial para se mudar. A solicitação deve ser realizada assim que receber o aceite da instituição portuguesa, por isso, quanto antes separe os documentos necessários.

Assim que tiver a carta de aceite  você pode dar entrada na solicitação, que deve ser feita com a VFS Global, empresa terceirizada pelo Consulado de Portugal. Você deve enviar os documentos solicitados pelos Correiros e seguir o processo de acordo com o número de protocolo gerado pela empresa.

Os vistos para Portugal estão suspensos?

Não. Nesse momento a solicitação e tramitação de visto para Portugal está condicionada, mas não está suspensa.

Os escritórios da VFS estão recebendo a documentação dos solicitantes através da via postal, apenas a unidade de Brasília tem agendamentos, mas com vagas reduzidas.

Por isso, se você vai fazer o seu processo de solicitação de visto sem a ajuda de um especialista, confira muito bem os documentos antes de colocar nos correios para evitar atrasos ou indeferimento.

Advogado especializado para solicitar visto de estudante para Portugal

Se você quiser realizar a solicitação de seu visto com o acompanhamento de profissionais experientes que irão garantir agilidade e segurança no processo, nós indicamos buscar por um advogado especializado.

Universidade de Coimbra em Portugal
Imagem da famosa Universidade de Coimbra, fundada em 1290

Quanto custa o visto de estudo?

O visto a ser solicitado é o de residência para estudo, que custa R$777,82, o valor é composto de taxa Consular R$596,78, taxa de transferência R$15,27, taxa de processamento R$165,77 e, ainda pode ser cobrada a taxa de serviços utilizados pela VFS. Fique atento ao valor, ele é atualizado regularmente no site, o valor indicado se refere a cotação do dia 3 de novembro de 2020 e até agora (maio de 2021) continua o mesmo.

Quanto tempo demora para ficar pronto?

O prazo médio é de 60 dias após a inserção dos dados no sistema de vistos, gerido pelo SEF. Porém, tenha sempre um prazo de cerca de 3 meses de antecedência em relação à data pretendida da mudança. Um detalhe importante, no momento da solicitação, você pode indicar a data que pretende se mudar, que é quando o visto começará a valer.

Perguntas frequentes sobre estudar em Portugal

A seguir respondemos alguns dúvidas recorrentes sobre estudar em Portugal, confira:

Como um brasileiro pode fazer faculdade em Portugal?

Se tiver cidadania portuguesa, precisa fazer o Concurso Nacional de Acesso.

Se não tiver, basta fazer a candidatura no site da Universidade pretendida, que normalmente é uma análise curricular seguida de entrevista.

É possível trabalhar com visto de estudo?

Sim, é possível trabalhar com o visto de estudo, mas não conte com isso como elemento essencial para viver no país. Isso porque, até receber a primeira autorização de residência é preciso esperar para poder trabalhar, assim, pelo menos 3 meses se passam desde a chegada no país.

Outro aspecto é que as aulas acontecem em vários horários do dia e conciliar estudo e trabalho é mais difícil em Portugal do que no Brasil. Muitas vezes você não terá suporte familiar e pode acabar sobrecarregado com os estudos e trabalho.

Quanto custa estudar direito em Portugal?

Entre 1.500€ e 7 mil euros por ano, sendo o primeiro o valor da Universidade do Porto e o segundo o valor da Universidade de Coimbra. Na Universidade de Lisboa o valor é 3 mil euros.

O custo para estudar direito em Portugal vai depender da faculdade na qual pretende estudar. Os valores apresentados são para estudantes internacionais com descontos para brasileiros quando aplicável.

Como é o ano letivo em Portugal?

O ano letivo em Portugal vai de setembro a junho. As aulas tem início em meados de setembro em todos os ciclos de estudo. Em dezembro ocorre a primeira pausa, uma mini-férias, de duas semanas no período de Natal e Ano Novo. Os exames (provas) do primeiro semestre acontecem em janeiro, período no qual não há aulas, apenas exames, entregas e apresentação de trabalho.

As aulas retornam em fevereiro, já para o segundo semestre letivo. Na Páscoa há mais um período de recesso, de cerca de uma semana. Em junho acontecem os exames do segundo semestre, novamente não há aulas, apenas provas e entregas/apresentação de trabalho.

Assim como no primeiro semestre cerca de 10 dias do período de exames são dedicados aos recursos, quando é possível realizar novos exames para quem não passou ou melhorar a nota, caso o aluno queira.

Quando custa para estudar na Universidade de Lisboa?

Os valores pagos dependem de uma série de fatores, como: se você tem ou não cidadania europeia e o grau de especialização que vai fazer (graduação, mestrado, doutorado, etc).

Os valores  anuais ficam entre 871,52€ (graduação para estudante com nacionalidade portuguesa) e 7 mil € (mestrado em Bioquímica para aluno internacional). Confira diretamente no site da Universidade.

Quais os tipos de estudo disponíveis em Portugal?

Em Portugal existem os Politécnicos, Licenciatura (Graduação) e Pós-graduação.

Os Politécnicos são instituições de ensino superior focadas na formação prática. Com cursos mais curtos, o objetivo é formar profissionais prontos a entrar no mercado de trabalho em áreas mais práticas.

A Graduação em Portugal pode ser realizada de duas maneiras, Licenciatura e Mestrado Integrado, sendo o primeiro com duração média de 3 anos. O Mestrado Integrado, por sua vez, é uma modalidade com duração média de 4 a 5 anos, que concede o título de mestre, é um 2 em 1.

Já a pós-graduação em Portugal pode ser tanto o Mestrado ou Doutoramento, enquanto a pós mais voltada para o mercado de trabalho. Existem também muitos MBAs, ideais para quem busca uma formação para a área de negócios.

Quanto custa faculdade de enfermagem em Portugal?

Os valores variam de acordo com a universidade. De 3.500€ na Escola Superior de Enfermagem do Porto até 5.500€ na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, ambos os valores são anuais.

Assim, o ideal é definir as escolas que mais despertam interesse pesquisar os valores de cada uma delas. Os preços apresentados são para alunos internacionais, nos quais os brasileiros se enquadram.

Como conseguir moradia para estudar em Portugal?

O mais comum é alugar quarto em casa com pratilhada. Nas principais cidades do país existem residências destinadas especialmente a jovens que saem de casa para estudar. As residências são particulares, sem nenhuma relação com as universidades, mas se localizam em regiões próximas as principais faculdades.

Você pode buscar em sites como a Uniplaces, BQuartos e, ainda, grupos no Facebook específicos para esse fim.

Brasileiro pode fazer medicina em Portugal?

Depende, mas no geral, não. Existem três maneiras de estudar medicina em Portugal:

  • Ter cidadania portuguesa;
  • Ter o Estatuto de Igualdade; ou
  • Viver no país legalmente há pelo menos 2 anos.

Em todos os casos é preciso fazer o Concurso Nacional de Acesso e concorrer diretamente com os portugueses pela vaga. Não é possível usar o Enem para se candidatar a uma vaga de medicina. Veja um guia completo para estudar medicina em Portugal.

Como fazer mestrado em Portugal?

Para fazer mestrado em Portugal basta escolher uma universidade e um curso e seguir as orientações para candidaturas. Geralmente, os interessados precisam apresentar o diploma, histórico e média de notas da graduação. Também é avaliado o currículo profissional e acadêmico do aluno.

O processo de seriação em nada se difere do que é aplicado aos portugueses. Bastando ter boas notas e um bom currículo para conseguir uma boa colocação. O processo seletivo ocorre em três fases, sendo cada uma independente e classificando apenas os alunos melhor posicionados nos critérios estabelecidos.

Live Estudar em Portugal: perguntas e respostas

No dia 29 de outubro de 2020, o Euro Dicas realizou uma Live com a presença da Lívia Tostes e Ana Luiza Fernandes, brasileiras que estudaram em Portugal para conversar com a nossa comunidade e tirar dúvidas sobre o processo de estudo no país.

Quer saber tudo? Acompanhe abaixo!

Por que escolher Portugal para estudar? Veja o depoimento de estudante brasileiro.

Vale a pena estudar em Portugal?

Sim. De modo geral vale a pena estudar em Portugal. O primeiro motivo é pela qualidade de ensino, as instituições portuguesas são bem avaliadas nos rankings internacionais, o que pode ser um grande diferencial no mercado de trabalho.

Outro aspecto é o financeiro, uma vez que algumas faculdades são bem mais baratas em Portugal, especialmente para quem tem cidadania portuguesa. Claro que é preciso considerar a cotação, mas os valores praticados muitas vezes não se comparam a universidades privadas renomadas no Brasil.

As universidades tem pessoas de vários países, maioritariamente europeus, mas também existem africanos, asiáticos, etc. Conviver com pessoas de vários países é uma boa oportunidade para ampliar horizontes e vivenciar um mundo novo.

Um currículo valorizado também entra nessa conta. Ter uma graduação ou um mestrado no exterior pode valorizar muito o currículo e abrir portas em grandes empresas que buscam profissionais com vivência no exterior.

Eu fiz um mestrado em Portugal e garanto que valeu muito a pena, é uma experiência que recomendo e indico a todos que desejem perseguir esse sonho!

Como faço para estudar em Portugal? Se ainda tem dúvidas práticas sobre como se estabelecer no país, recomendamos a leitura do nosso e-book, que é um guia completo de Como Estudar em Portugal, desde a escolha da universidade, candidatura, documentação até a adaptação ao país. Vale a pena!