Muitos brasileiros planejam fazer um intercâmbio ou estudar na Europa para vivenciar outra cultura e valorizar o currículo. Porém, nem sempre é fácil conseguir se manter no país estrangeiro e ainda arcar com os custos do curso. Assim estudar em Portugal de graça é a maneira ideal de unir um sistema educacional reconhecido mundialmente, a facilidade da língua portuguesa e a oportunidade de não precisar pagar pela mensalidade.

As bolsas geralmente cobrem a anuidade da instituição, despesas do estudante no país e despesas com a viagem até o país. Elas podem ser concedidas por necessidade, por mérito ou por perfil. Vamos explicar como funciona o que é preciso para conseguir uma bolsa em Portugal.

É possível estudar em Portugal de graça?

Se você pretende estudar em Portugal de graça saiba que, normalmente, uma bolsa de estudo é concedida em uma das três categorias:

  • Necessidade: quando é considerada a renda ou a situação socioeconômica de um candidato;
  • Mérito: quando você prova que tem um nível avançado e diferencial acadêmico, esportivo, artístico ou outro;
  • Perfil: quando, por exemplo, uma universidade quer aumentar o número de mulheres cursando engenharia.

Fatores importantes para conseguir uma bolsa

Não basta ter um dos três, é preciso ainda agregar outros elementos ao currículo acadêmico. Para ter chances de estudar em Portugal de graça, você precisa:

  • Apresentar boas notas no seu histórico escolar, no mínimo, 70% de aproveitamento, mas isso varia conforme a universidade;
  • Apresentar a documentação exigida pela universidade, por exemplo, comprovante de renda da família, de conclusão do ensino médio ou da graduação, entre outros;
  • Dominar outros idiomas, muitas universidades realizam exame de proficiência;
  • Aprimorar as suas competências, faça um resumo das atividades extracurriculares que desenvolveu, comprove pesquisa na área ou experiência profissional;
  • Contar a sua história de maneira convincente apresentando a sua trajetória até o momento e os motivos pelos quais você merece a bolsa de estudo;
  • Pesquisar a universidade que mais lhe interessa e quais são os requisitos para conseguir estudar de graça em Portugal, bem como as datas dos processos seletivos.

Bolsas do Brasil para estudar em Portugal sem pagar

Uma das modalidades mais comuns de bolsas concedidas no Brasil para estudar em Portugal é para a realização de intercâmbio acadêmico. As bolsas de estudo nesses casos são oferecidas pelas universidades brasileiras, especialmente a partir de acordos com as instituições portuguesas.

Cada universidade brasileira possui um regulamento diferente, de acordo com o seu edital. Sejam instituições públicas ou privadas, é cada vez mais comum essa modalidade de intercâmbio. Entretanto, no geral, a bolsa se limita apenas a isenção de pagamento da universidade portuguesa. Ou seja, durante o período de intercâmbio não é preciso pagar propinas (o equivalente à mensalidade), mas você terá que arcar com os custos de viver em Portugal.

Por outro lado, para estudantes de mestrado e doutorado, especialmente de universidades públicas, é bastante comum conseguirem bolsas para a modalidade sanduíche. Nesses casos, é preciso iniciar o curso na instituição brasileira e, posteriormente, é possível participar de processos seletivos para concorrer a bolsas de mestrado-sanduíche e doutorado-sanduíche.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

Como usar o Enem para estudar em Portugal de graça?

Qualquer brasileiro que tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio e que não tenha cidadania europeia pode se candidatar para estudar em Portugal de graça usando Enem.

A exceção é o curso de Medicina, pois as instituições portuguesas não oferecem vagas para alunos estrangeiros na graduação, a não ser que o candidato cumpra o requisito de residir no país por, pelo menos, 2 anos ininterruptos ou aderir ao estatuto de igualdade.

Em Portugal, estudantes com as melhores classificações no processo seletivo têm direito à bolsa de estudo ou a uma ajuda de custo em algumas universidades. Atualmente, 51 universidades portuguesas adotam o processo seletivo facilitado para brasileiros, com o uso do Enem. Assim, caso o aluno brasileiro se posicione nas melhores colocações é possível concorrer as bolsas oferecidas pelas instituições portuguesas.

Bolsas de Portugal para estrangeiros

Do outro lado também é possível conseguir bolsas de estudos, algumas instituições portuguesas oferecem bolsas para alunos portugueses e estrangeiros. Essas bolsas, no geral, são acompanhadas de ajudas de custo, que facilitam o custeio do estudante no exterior.

Fundação para a Ciência e a Tecnologia

A Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) é uma das principais entidades que oferece bolsas de estudo e pesquisa em Portugal. As bolsas de estudo podem ser nacionais – para portugueses, pessoas com cidadania portuguesa, ou brasileiros com Estatuto de Igualdade de Direitos e Deveres -, ou bolsas mistas – para portugueses e também estrangeiros.

Todos os anos são realizados concursos para o envio de projetos para serem selecionados. Os estrangeiros aprovados para as bolsas de Doutorado ou Mestrado, por exemplo, recebem 1.913,65€ mensais (valores de 2021). Para os estrangeiros na graduação (licenciatura), a bolsa tem o valor de 1.597,52€.

Como requisito fundamental para concorrer a uma bolsa de estudo na Fundação, é preciso apresentar currículo acadêmico, experiência profissional, projeto proposto e artigos publicados (a depender da bolsa).

Atenção: a candidatura para bolsas geralmente é aberta no início de cada ano.

Inscrição para estudar em Portugal de graça

Há ainda concurso para Bolsas de Licença Sabática. Elas são destinadas a doutorados em regime de licença sabática, para realizarem atividades de investigação em instituições estrangeiras.

É preciso que os candidatos obtenham previamente autorização para a realização de licença sabática com a instituição a que se encontrem vinculados contratualmente. Quando o edital é aberto (geralmente no início do ano), você encontra no site da instituição toda a documentação necessária para se candidatar.

Ministério da Educação Brasileiro

Você também pode conseguir bolsa de estudo em Portugal por meio do MEC – Ministério da Educação, devido ao Acordo Cultural Luso-Brasileiro realizado através da CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. As candidaturas às bolsas precisam ser apresentadas em formulários de inscrição oferecidos pelo órgão, bem como outros documentos exigidos no edital em vigor.

Há opções de bolsas para Doutorado, Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE), Pesquisa pós-doutoral, Estágio sênior, Mestrado, Mestrado Sanduíche, Apoio a Eventos no Exterior (AEX), Programa de Áreas Estratégicas e Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia.

Os valores das bolsas da CAPES variam conforme o grau acadêmico. Em 2021, os valores mantiveram-se iguais aos do ano anterior, sendo:

  • Doutorado (pleno e sanduíche): 1.300€;
  • Mestrado (pleno e sanduíche): 1.300€;
  • Professor visitante Sênior: 2.300€
  • Professor visitante Júnior Pós-Doutorado: 2.100€.

Toda a documentação deve estar acompanhada de um projeto de trabalho, além de uma carta comprovando que um investigador ou uma instituição portuguesa de ensino/pesquisa tenha aprovado o projeto e aceita orientar, em Portugal, os trabalhos de pesquisa do estudante que está se candidatando a uma bolsa.

A CAPES também tem parceria com a FCT em Portugal para promover projetos de pesquisa em conjunto. O Programa CAPES/FCT abrange as modalidades de Doutorado, Pós-Doutorado, Professor visitante (sênior e júnior).

Universidades portuguesas que oferecem bolsas

Existem, ainda, universidades portuguesas com programas de bolsas internas. Essas bolsas, nem sempre estão ligadas a isenção de pagamento, mas podem envolver alojamento gratuito, subsídio para alimentação e ajuda de custo.

Alguns programas de bolsas são destinados especialmente aos estudantes estrangeiros nas instituições portuguesas. Cada universidade estabelece os próprios critérios e as bolsas são divulgadas e definidas pelo Serviço de Ação Social da instituição. Por isso, antes de escolher estudar entre as melhores universidades de Portugal, busque o órgão e se informe sobre as condições para bolsas dedicadas aos estrangeiros.

Bolsas europeias

Na Europa, um dos programas mais conhecidos para a concessão de bolsas para estudantes é o Erasmus. O programa beneficia milhares de jovens estudantes europeus anualmente, mas também se estende a estudantes de fora da União Europeia. Inclusive, pode ser uma boa maneira para estudar na Europa de graça e não apenas em Portugal.

Bolsas Erasmus

As bolsas Erasmus são concedidas pela União Europeia para estudantes europeus ou não. A bolsa de estudo pode cobrir anuidade, ajuda de custo no país e auxílio para a viagem.

O processo de candidatura varia conforme a universidade para a qual deseja se candidatar. Por isso, é indicado que o estudante acesse o site do Erasmus, encontre o programa que lhe interesse e entre em contato com a instituição que o oferece para saber mais informações.

Por meio da instituição, você pode estudar em diversas universidades do continente europeu, como: Portugal, Espanha, Alemanha, Noruega, entre outras.

Para conseguir essa bolsa de estudo é preciso:

  • Dominar o inglês (em praticamente todos os cursos exigem o exame de proficiência);
  • Ter terminado a última formação há menos de 5 anos;
  • Possuir graduação completa;
  • Não morar na Europa há mais de 15 meses até iniciar curso.

Bolsa de instituições para estudar em Portugal de graça

Para além das instituições governamentais e universidades que oferecem a oportunidade de estudar em Portugal de graça, existem instituições privadas e não governamentais que disponibilizam bolsas no exterior.

Santander Universidades

Um dos mais conhecidos programas de bolsas no exterior, com o Santander Universidades é possível estudar em Portugal de graça. O Santander foi reconhecido pelo ranking Global Fortune 500 como a empresa que mais investe em educação no mundo! No Brasil, mais de 300 instituições de ensino possuem convênio com o programa.

Um percentual das bolsas do Santander para estudar em Portugal é destinado a candidatos da América Latina. As bolsas podem ser para formação, empreendedorismo e pesquisas científicas. Para participar, o estudante deve verificar se a universidade brasileira que está cursando faz parte do programa e preencher o formulário. Também pode fazer a sua inscrição pelo aplicativo Santander Universitário.

Alunos na biblioteca da universidade portuguesa

São vários programas, que podem conceder bolsas de até 3 mil euros, cujo auxílio é creditado na conta do estudante, ou seja,  cabe a ele gerenciar o valor durante o período, custeando as despesas de viagem, moradia e alimentação. Em contrapartida, o estudante precisa apresentar aproveitamento nas disciplinas cursadas.

Programa Líderes

Iniciativa da Fundação Estudar, o Programa Líderes existe desde 2001 e já formou mais 725 líderes no Brasil. O programa vai além de oferecer bolsas para estudar de graça no exterior, ele envolve mentorias, cursos e diversas atividades focadas no desenvolvimento pessoal e profissional. Para participar é preciso ter até 34 anos e apresentar excelência acadêmica. Além disso, é preciso estar cursando ou em processo de aceitação para:

  • Intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma no exterior;
  • Graduação completa no exterior;
  • Pós-graduação no exterior.

A bolsa de estudos é concedida para cobrir o pagamento do curso e/ou as despesas de manutenção, como moradia, transporte, alimentação e livros. Para solicitar a bolsa é preciso indicar o valor necessário para realizar o curso, assim como para o período no exterior. Assim, ao final do processo é indicado o valor concedido, que pode variar de 5 a 95% do solicitado.

Outros institutos e fundações

Existem ainda outras instituições, na maioria portugueses que oferecem bolsas para estudar em Portugal de graça:

Quais as vantagens de estudar em Portugal?

As vantagens de estudar em Portugal de graça – ou pagando – são muitas, por isso indicamos algumas para te ajudar nessa decisão:

  1. Amadurecimento: seja por seis meses, um ou dois anos, sua cabeça mudará. Você irá crescer e amadurecer muito rápido, não importa quantos anos você tenha, você mudará a sua visão de mundo;
  2. Contato com pessoas de vários países: você aprenderá a conviver com culturas diferentes e irá conhecer gente de todo o mundo. Você passará a comer todo o tipo de comida e ficará mais sociável;
  3. Currículo mais competitivo: quando voltar para o Brasil, terá aprendido muita coisa e seu currículo terá um diferencial competitivo;
  4. Experiência de vida: você terá histórias para contar, aprenderá coisas novas, terá acesso a professores com visões de mundo diferentes, a livros que nunca leu, conhecerá museus e lugares que pareciam impossíveis e que agora estão ao seu alcance.

Agora que você já sabe como estudar em Portugal de graça, é hora de começar o planejamento. É difícil se planejar para colocar uma mudança em prática imediatamente, o que recomendamos é que você fique de olho nas instituições que oferecem bolsas de estudo, bem como o processo seletivo. Veja os editais dos anos anteriores para começar a entender quais os documentos exigidos e se prepare para fazer as solicitações no ano seguinte.

Vale a pena analisar os programas apresentados, um deles certamente vai se enquadrar ao seu perfil. Fique atento aos prazos e se programe com antecedência para participar dos processos e conseguir estudar no país de graça.

Para ajudar no planejamento,  preparamos um e-book completo com todas as informações que você precisa para se mudar para o país como estudante. Com o nosso guia Estudar em Portugal, você vai obter informações sobre como escolher a universidade e candidatar, planejar a mudança, e toda a parte burocrática de vistos e documentos que precisam ser providenciados para a mudança. Também encontra informações importantes para se instalar no país.