Conseguir uma bolsa de estudo em Portugal pode ser uma grande oportunidade para quem deseja estudar no exterior e vivenciar uma das experiências mais enriquecedoras da vida profissional e pessoal.

Nesse artigo, vou te mostrar quais são as instituições promotoras de bolsas de estudo, quais os tipos de bolsas disponíveis e algumas dicas para conseguir essa oportunidade. Antes, deixa eu responder a três perguntinhas rápidas.

Perguntas Respostas
É possível estudar em Portugal com bolsa? Sim. Existem muitas instituições que oferecem bolsa de estudo, mas como são muito concorridas, você precisa ser um aluno de excelência.
Existe bolsa para estudante brasileiro em Portugal? Sim, mas não costumam ser bolsas específicas para brasileiros, e sim, para alunos internacionais no geral.
Como concorrer a bolsa de estudo em Portugal? Deve conhecer as instituições que oferecem bolsas e ficar de olho nos editais para não perder o prazo de candidatura. As suas notas são importantes para concorrer.

Como conseguir bolsa de estudo em Portugal?

Conseguir uma bolsa para estudar em Portugal não é fácil, pois elas costumam ser bastante concorridas. Porém, não é impossível, principalmente para alunos dedicados e com boas notas. Basicamente os passos para conseguir uma bolsa de estudos em Portugal são:

  • Pesquisa;
  • Leitura atenta dos editais;
  • Reunião dos documentos necessários;
  • Candidatura;
  • Persistência.

Existem várias instituições e universidades que oferecem bolsa de estudo para alunos internacionais e é possível concorrer a várias delas.

A jornalista mineira Ana Luiza Fernandes é a prova de que é possível, ela conseguiu uma bolsa de estudos através de um programa de intercâmbio da Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), em 2013.

Ana Luiza Fernandes no Porto, Portugal
Ana Luiza em um dos seus primeiros dias no Porto. Foto: arquivo pessoal.

Segundo ela, havia duas possibilidades, uma bolsa de estudo nos Estados Unidos e outra para Portugal.

“Confesso que Portugal não era o meu primeiro objetivo, mas foi para esse processo seletivo que passei e no fim foi o melhor para mim. Me apaixonei pelo Porto e vivo na cidade há 10 anos”, comenta.

Portanto, se você quer garantir uma bolsa de estudo em Portugal, comece conferindo a lista que separei para você!

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal legalmente e com segurança?

Recomendamos a assessoria da Madeira da Costa, uma sociedade de advogados experientes para auxiliar na sua solicitação de vistos, autorização de residência e outros trâmites. É da nossa confiança.

Saber Mais →

Bolsas para graduação em Portugal

Se deseja fazer faculdade em Portugal, saiba que bolsa de estudo para graduação não é tão comum quanto para mestrado e doutorado, mas algumas instituições oferecem alguns programas para alunos internacionais.

1. Universidade de Coimbra

A mais antiga e uma das melhores universidades de Portugal, a Universidade de Coimbra foi fundada em 1290, oferece uma ampla variedade de cursos de graduação e aceita o Enem para a candidatura de alunos brasileiros.

As oportunidades de bolsas de estudo para alunos internacionais seguem o Regulamento n.º 34/2021, de 12 de janeiro, publicado no Diário da República. São elas:

Bolsas de Mérito

Pode ser atribuída no momento em que o aluno internacional entra para a universidade através de exames exteriores ao da instituição, como é o caso dos brasileiros, que entram com o Enem.

A bolsa de estudo da Universidade de Coimbra pode variar de 1.000€ a 2.000€, descontado diretamente no valor da propina (como são chamadas as anuidades em Portugal), a depender da nota média obtida pelo aluno. Até 200 bolsas atribuídas por ano.

Os pré-requisitos para a bolsa de mérito da Universidade de Coimbra são divididos entre o primeiro ano de ingresso e anos subsequentes. Sendo:

1º ano

O aluno deve se enquadrar no estatuto de estudante internacional no momento da matrícula do ano corrente da bolsa. Também precisa ter estado matriculado e inscrito na UC no ano letivo anterior, no mesmo ciclo de estudos, ou em outro do mesmo nível.

Além disso, o aluno deve ter obtido o valor (nota) igual ou superior a 16 valores (160 pontos), sem arredondamentos.

2º ano e anos subsequentes

O aluno deve se enquadrar no estatuto de estudante internacional no momento da matrícula do ano letivo corrente da bolsa, bem como no ano de inscrição da bolsa de estudo que irá concorrer.

Além disso, precisa obter a aprovação nas disciplinas obrigatórias do plano de estudos do ano anterior com a nota mínima de 48 ECTS (não inclui as unidades curriculares de caráter optativo), bem como a média do ano letivo anterior igual ou superior a 15 valores (150 pontos), sem arredondamentos.

Bolsa de Apoio Estratégico para Estudos Graduados

A própria Universidade de Coimbra define uma lista de cursos que são considerados importantes para o desenvolvimento do país e atribui bolsas de estudos para estudantes de destaque dos cursos selecionados.

A cada ano, a própria universidade seleciona os cursos e deixa disponível no edital vigente. Por isso, esteja sempre atento aos editais no site da universidade.

Os alunos dos cursos selecionados precisam cumprir os mesmos pré-requisitos da bolsa de mérito para concorrer.

Bolsa Extraordinária de Mérito Estudos Graduados

Essa bolsa de estudos em Portugal é destinada para os alunos internacionais matriculados em cursos de tempo integral de graduação ou mestrado integrado. O valor da bolsa extraordinária corresponde ao valor total da propina em vigor.

Para concorrer é preciso que o aluno se enquadre no estatuto de estudante internacional no momento da matrícula na universidade, bem como no ano de inscrição da bolsa de estudo que irá concorrer.

Além disso, é necessário obter uma classificação de ingresso igual ou superior a 18 valores (180 pontos), sem arredondamentos e comprovar a necessidade de apoio financeiro.

Para se candidatar às bolsas de estudo em Portugal é recomendável procurar pelo Serviço de Gestão Acadêmica da Universidade de Coimbra para se informar sobre as datas e o edital de candidatura. O regulamento da candidatura é geralmente lançado no início do ano — entre janeiro a março.

Fundo de Ação Social António Luís Gomes

O Fundo de Ação Social António Luís Gomes oferece bolsa de estudo em Portugal para licenciaturas, bem como para mestrados e doutorados, destinada a estudantes nacionais e internacionais que apresentam grave risco de sobrevivência financeira, colocando em risco a continuidade do seu percurso acadêmico.

Professor ministrando uma aula para alunos universitários.
Se atentar aos detalhes dos editais é parte fundamental para quem deseja concorrer a uma bolsa de estudo em Portugal.

Para concorrer é preciso estar matriculado na Universidade do Porto a tempo integral ou parcial e comprovar a vulnerabilidade financeira.

Além disso, o aluno não pode ter obtido um grau acadêmico igual ou superior em outro curso que esteja matriculado, assim como não pode ter outro tipo de apoio social direto obtido por uma entidade pública ou privada. Ademais, deve ter tido aprovação no ano letivo anterior com nota mínima de 18 ECTS.

2. Politécnico de Leiria

O Instituto Politécnico de Leiria é reconhecido pela inovação, qualidade e empregabilidade. Os 46 cursos de graduação oferecidos, atraem estudantes que buscam um ensino superior mais voltado para a prática do que um ensino mais acadêmico teórico.

O Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) disponibiliza três tipos de bolsa de estudos em Portugal para estudantes internacionais:

Prêmios de Mérito

Voltado para os alunos excepcionais, que garantem uma ótima nota ao ingressar no Instituto Politécnico de Leiria. O valor da bolsa de estudo destina-se a pagar a propina (anuidade) igual ou superior a 50% do valor estipulado para alunos internacionais, a depender da nota obtida.

O politécnico disponibiliza todos os anos uma lista com o número de bolsas disponíveis para cada curso, incluindo mestrados.

Os pré-requisitos para concorrer a essa bolsa de estudo em Portugal são: obter uma nota igual ou superior a 16 valores (em uma escala de 0 a 20) ao ingressar no Instituto Politécnico de Leiria; realizar o pagamento da matrícula e o pagamento da primeira propina, caso não o faça, perderá o direito de atribuição à bolsa de estudo.

Além disso, para a bolsa ser renovada para os anos seguintes, o aluno deverá obter sucesso acadêmico, ou seja, apresentar ótimas notas nas disciplinas cursadas.

Incentivo de Cooperação para o Desenvolvimento

Não é uma bolsa de estudo propriamente dita. Como o próprio nome diz, é apenas um incentivo ao aluno internacional, pelo qual é oferecida a isenção do pagamento da taxa de matrícula e o pagamento de uma mensalidade no valor igual ou superior a 50%.

O pré-requisito para receber esse incentivo é ter a língua portuguesa como nativa. Para se candidatar à bolsa de mérito e/ou ao incentivo é preciso preencher o formulário de candidatura a bolsas, disponibilizado no site oficial do Instituto Politécnico de Leiria, até o final da 1ª fase de candidaturas.

Prémios IPLeiria Global Academy

Outra bolsa de estudo em Portugal disponibilizada pelo IPLeiria é a Global Academy, que consiste em 20 incentivos para a redução do valor da propina de 50% fixada aos estudantes internacionais no ciclo de licenciatura.

As condições específicas para concorrer são definidas e divulgadas no edital. Não ha mais informações até o momento da publicação deste artigo, por isso recomendo ficar de olho no site do Instituto Politécnico de Leiria para acompanhar a abertura dos editais.

3. Universidade de Aveiro

A Universidade de Aveiro é conhecida por ser uma das mais dinâmicas, com o ensino inovador e de excelente qualidade. A universidade também oferece bolsa de estudo em Portugal.

Os alunos internacionais podem concorrer a bolsa de mérito que reduz a anuidade para valor de 1.000€, a depender da nota. Isso quer dizer, que se o seu curso tem anuidade de 5.000€, por exemplo, você pagará apenas 1.000€.

Para concorrer, é necessário que o aluno tenha obtido uma nota igual ou superior a 16 valores e estar matriculado em tempo integral. Alunos matriculados em tempo parcial, não podem concorrer.

Para se candidatar, deve-se entrar em contato com o Gabinete de Relações Internacionais da Universidade de Aveiro para obter melhores informações do edital e datas de candidatura. Também é possível ler todo o regulamento da bolsa no site da Universidade de Aveiro.

4. Universidade Lusófona

A bolsa de estudo em Portugal também pode ser oferecida por universidades particulares, como na Universidade Lusófona, que tem uma ótima qualidade de ensino, ocupando a 18ª posição do mais recente ranking da Scimago Institutions (2023).

A Universidade Lusófona oferece bolsas de mérito e de excelência para a graduação. Além disso, conta com uma bolsa de estudo exclusiva para alunos CPLP’s – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Ambas são destinadas a pagar o valor da anuidade dos alunos que obtiveram boas notas nas unidades curriculares.

Para concorrer a bolsa de estudo da Lusófona é preciso ficar de olho no Serviço de Ação Social Escolar da universidade para verificar a abertura de editais e datas de candidaturas.

5. Universidade do Algarve

O Algarve está na região sul de Portugal e é conhecido como a lugar de férias dos portugueses e turistas internacionais. Morar nesse lugar pode ser o sonho realizado de muita gente, já que a região tem praias lindas e dias ensolarados mais do que em qualquer outro distrito (estado) do país.

Portanto, conseguir uma bolsa de estudos é uma ótima opção para quem deseja morar e estudar no Algarve.

Mulher estudando em uma biblioteca para conseguir bolsa de estudo em Portugal.
As bolsas de mérito são bem comuns em Portugal. Para poder concorrer a uma delas, dedique-se aos estudos!

Assim como em outras universidades em Portugal, a Bolsa de Mérito da Universidade do Algarve é uma das principais bolsas de estudos para estudantes internacionais. O critério principal para conseguir a bolsa é ter um aproveitamento escolar de, no mínimo, 16 valores no período escolar.

Há também a Bolsa de Excelência, que paga integralmente a propina do primeiro ano de licenciatura ou de mestrado integrado. Para concorrer é preciso ingressar na universidade com nota igual ou superior a 17 valores.

Bolsas para intercâmbio em Portugal

Uma boa oportunidade para quem deseja ter uma experiência rápida de estudar na Europa, é participar de programas de intercâmbio. Sabia que também existe bolsa de estudo em Portugal para essa modalidade? Eu te mostro as principais.

1. Santander

O Banco Santander conta com o Santander Open Academy, que oferece uma enorme variedade de bolsas para intercâmbio na Europa, incluindo intercâmbio para Portugal. Como são diversos programas disponibilizados, é recomendável ler cada edital para saber os pré-requisitos necessários e informações sobre as datas de candidatura.

Existem quatro categorias de bolsas de estudo:

  1. Apoio financeiro;
  2. Mobilidade acadêmica;
  3. Investigação;
  4. Estágio.

As bolsas geralmente cobrem todo o período de intercâmbio e estudos no prazo de 3 a 6 meses no exterior, oferecendo um valor de até 1.000€ creditados na conta do estudante para sua manutenção durante o período de intercâmbio.

No site oficial do Santander Open Academy, você pode verificar todos os editais abertos, filtrar por modalidade, por país, por status da chamada (edital aberto, em breve, encerrado ou em avaliação) e por atributos (women, mobilidade, diversidade e inclusão, prêmios, contratos e treinamentos).

2. Erasmus+

O Erasmus+ é um programa da União Europeia que permite que estudantes europeus e internacionais possam fazer um intercâmbio de estudos em universidades de outros países, sendo Portugal um deles.

As bolsas Erasmus+ abrangem a graduação, estágio, mestrado e doutorado, e oferecem cobertura para a anuidade da universidade, bem como ajuda com os custos das viagem e manutenção do aluno, como alojamento, transporte e alimentação.

Os pré-requisitos podem variar conforme o edital lançado por cada uma das universidades que participam do programa. De maneira geral, dois requisitos são comuns a todos os editais:

  • Obter uma boa nota no exame de proficiência em inglês (independente do país a que vai se candidatar);
  • Estar cursando a graduação ou já ter formação completa para seguir um mestrado ou doutorado.

Para se candidatar a bolsa Erasmus+ é preciso verificar as oportunidades abertas no site oficial do Erasmus e ler todos os editais com atenção para verificar os requisitos e prazos de candidatura.

O site é padronizado em inglês, mas no canto superior direito é possível mudar o idioma para o português, facilitando a sua leitura.

3. Convênios com universidades brasileiras

Muitas universidades brasileiras, públicas e privadas, possuem convênios com universidades portuguesas e europeias. Esses convênios permitem o intercâmbio dos alunos que desejam cursar um período fora do país. Geralmente, as bolsas consistem em arcar com todas as despesas (ou parte delas) de viagem, residência universitária e alimentação.

O pré-requisito é estar matriculado em uma universidade brasileira que tenha convênio com outras instituições. Procure o Serviço de Gestão Acadêmica ou Assuntos Internacionais da sua universidade para verificar se ela conta com algum programa de intercâmbio.

A Ana Luiza seguiu exatamente por esse caminho em 2013 e, segundo ela, o processo de candidatura foi tranquilo — basicamente uma análise curricular, uma redação e uma carta de recomendação de um professor, que não era obrigatória, mas ela preferiu mandar assim mesmo e acredita ter ajudado a garantir a vaga.

Menina se dedicando aos estudos.
Organização é a palavra-chave para quem deseja conquistar uma bolsa de estudo em Portugal.

A bolsa garantida consistia no pagamento da mensalidade da Universidade do Porto e alguns gastos do custo de vida. O valor da bolsa em si na altura da candidatura era variável conforme a comprovação de renda do estudante.

Para conseguir a bolsa de apoio financeiro, precisei apresentar muitos documentos para comprovar minha incapacidade financeira de custear esse período de estudos, imposto de renda dos meus pais, tudo com muito detalhe para garantir a necessidade da bolsa. Na época, o valor da minha bolsa era suficiente para que eu vivesse de forma econômica, mas ainda consegui aproveitar o país e fazer viagens pelo continente”, lembra.

Para obter auxílio no processo de candidatura a bolsa de estudo em Portugal através desse convênio entre as universidades, a Ana Luiza não perdeu tempo e buscou o Gabinete de Relações Internacionais da sua universidade, que prontamente a ajudou em todos os detalhes.

“Costumávamos dizer que a UFSJ foi uma mãe para nós, todas as intercambistas que vieram através desse processo na mesma época que eu. Tivemos todo o apoio, durante a candidatura e depois que já estávamos no país através do Gabinete de Relações Internacionais, isso foi muito importante para nossa segurança de realizar esse processo”, comenta.

No caso de bolsa de estudo em Portugal na modalidade de intercâmbio acadêmico, vale ressaltar que apesar de cursar as disciplinas no país luso, algumas universidades brasileiras podem contabilizar as horas e as notas obtidas como uma atividade extracurricular. Portanto, durante o processo, verifique essa informação com o Gabinete de Relações Internacionais da sua universidade.

No caso da Ana Luiza, por exemplo, ela atrasou a sua formação em 6 meses — período em que esteve estudando na Universidade do Porto. Além disso, como ela já havia cumprido a carga horária obrigatória do curso de jornalismo da UFSJ, o período em Portugal foi somado nas atividades extracurriculares.

Bolsas para mestrado e doutorado

Existem muitas bolsas de estudo para mestrado em Portugal e, principalmente, para doutorado. Então, se você já se encontra nesses níveis acadêmicos, vale a pena conhecer as oportunidades.

1. Educations

A Educations.com é uma plataforma que ajuda a encontrar oportunidades para estudar no exterior, seja em Portugal ou em vários outros países espalhados pelo mundo. Segundo eles, os alunos que vivenciam essa experiência desenvolvem importantes qualidades para tornarem-se líderes globais.

O Programa Study a Master’s in Europe, que disponibiliza bolsas para mestrado, está com inscrições abertas até 15 de maio de 2024 (até as 12 horas no fuso horário europeu – CEST). O valor da bolsa de estudo refere-se ao pagamento da anuidade da universidade, podendo chegar até 5.000€, sendo creditado diretamente na conta da instituição de ensino.

Os alunos precisam cumprir alguns pré-requisitos para concorrer, tais como:

  • Já ter realizado a candidatura em alguma universidade europeia ou estar em fase de candidatar-se para o grau de mestre ou pós-graduação a partir do outono de 2024;
  • Ser elegível para solicitar o visto de estudante;
  • Ter proficiência em inglês (caso seja solicitado pela universidade);
  • Ter diploma de graduação válido.

Para concorrer a bolsa de estudo da Educations.com é preciso preencher o formulário e responder à pergunta (entre 400 a 500 palavras): “Por que você escolheu o país para estudar no exterior e como isso o ajudará a crescer como um líder com mentalidade global?”.

Atenção: você deve preencher o formulário e responder à pergunta em inglês até às 12 horas (fuso europeu – CEST) do dia 15 de maio de 2024. Outros idiomas não serão considerados válidos.

2. Fundação para Ciência e Tecnologia

A Fundação para Ciência e Tecnologia (FCT) é uma das principais instituições promotoras de bolsa de estudo, sobretudo para o nível de doutorado em Portugal. Todo início de ano, a FCT disponibiliza editais para o recebimento e análise de projetos científicos nas mais variadas áreas.

As bolsas da Fundação para Ciência e Tecnologia são realmente boas. Os alunos selecionados recebem o valor mensal em conta-corrente para o pagamento da mensalidade, alojamento, viagem e seguro viagem (quando necessários). As bolsas disponíveis são:

  • Bolsa de Cientista Convidado (BCC);
  • Bolsa de Pós-Doutoramento (BPD);
  • Bolsas de Doutoramento em Empresas (BDE);
  • Bolsas de Investigação (BI);
  • Bolsas de Iniciação Científica (BIC);
  • Bolsas de Estágio em Organizações Científicas e Tecnológicas Internacionais (BEST);
  • Bolsas de Licença Sabática (BSAB);
  • Bolsas de Mobilidade entre Instituições de I&D e Empresas ou outras Entidades (BMOB);
  • Bolsas de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT);
  • Bolsas de Técnico de Investigação (BTI).

Atualmente, o valor estipulado para as bolsas de investigação (BI) via FCT são:

  • 1.741€ mensais para nível de doutorado;
  • 1.199,64€ para o nível de mestrado;
  • 930,98€ para graduação e mestrado integrado.

São duas categorias de bolsas de estudo disponíveis: uma é exclusiva para alunos nacionais e outra que abrange alunos nacionais e internacionais.

Porém, em Portugal existe o Estatuto de Igualdade de Direito e Deveres que pode ser solicitado por brasileiros. Dessa forma, os estudantes brasileiros em Portugal podem usufruir dos mesmos direitos de um cidadão português, inclusive, concorrer à bolsa da FCT exclusiva para nacionais.

Requisitos para se candidatar

Os pré-requisitos para concorrer a bolsa da Fundação são:

  • Apresentar um projeto de pesquisa muito bem estruturado e de preferência com a assinatura do seu futuro orientador;
  • Currículo acadêmico e profissional.

Para candidatar-se à bolsa de estudo em Portugal é preciso acessar o Portal de Financiamento da FCT, realizar o cadastro e preencher todos os formulários e anexos. As inscrições geralmente acontecem entre janeiro e março.

Não vou mentir, a bolsa da FCT é uma das mais concorridas de Portugal. Muitos professores orientadores recomendam iniciar o curso sem bolsa (geralmente em setembro) e solicitar após o projeto de mestrado ou doutorado estar em andamento. Segundo eles, dessa forma é “mais fácil” de conseguir a aprovação da bolsa de estudo em Portugal pela FCT. Ouvi isso de vários professores durante o mestrado.

3. Fundação Estudar

A Fundação Estudar é uma entidade sem fins lucrativos cujo intuito é criar uma rede de apoio e desenvolvimento para jovens estudantes que desejam encontrar uma oportunidade no exterior.

A Fundação Estudar possui três programas de incentivo:

  • Líderes Estudar: o objetivo é selecionar e apoiar o desenvolvimento de jovens de alto potencial, oferecendo bolsas de estudos. Dentro desse programa, existem três categorias de bolsas de estudo para o exterior — graduação completa no exterior, intercâmbio de um semestre e pós-graduação completa no exterior;
  • Estudar na Prática: com o objetivo é desenvolver o perfil profissional de jovens através de conteúdos bem elaborados, cursos online, conferências e promoção de programas de estágio e trainee;
  • Estudar Fora: o objetivo não é oferecer bolsas de estudos e sim, fazer uma curadoria das melhores bolsas de estudo espalhadas pelo mundo, incluindo Portugal.

A bolsa de estudo do programa Líderes Estudar cobre o pagamento das anuidades do curso e/ou despesas de manutenção do estudante, como alojamento, transporte, alimentação e livros. O valor definido pela bolsa varia conforme o perfil acadêmico, duração, local do curso e condição financeira do aluno — variando de 5% a 95% dos custos.

Requisitos para se candidatar

Os pré-requisitos para concorrer as bolsas de estudo do Líderes Estudar são:

  • Ser brasileiro, residente em qualquer parte do Brasil ou no exterior;
  • Ter até 34 anos;
  • Estar em processo de aceitação, matriculado ou cursando (do primeiro ao último ano) o ensino superior em uma das seguintes categorias: graduação completa no Brasil; intercâmbio acadêmico de graduação no exterior ou duplo diploma no exterior; graduação completa no exterior ou pós-graduação no exterior;
  • Pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 75,00 para os programas de graduação e R$ 150,00 para os programas de pós-graduação.

Para se candidatar é preciso estar atento ao site oficial da Fundação Estudar para verificar se há algum edital aberto. Geralmente, o processo seletivo acontece no início do ano. As inscrições para a seleção de 2024 estão abertas até dia 7 de abril.

4. Universidade Lusófona

A Universidade Lusófona também oferece bolsas de estudo em Portugal ao nível de doutorado. A bolsa consiste na isenção da anuidade pelo período de três anos e da taxa de entrega da tese. Não estão incluídas as seguintes taxas:

  • Candidatura;
  • Matrícula no primeiro ano;
  • Seguro escolar anual;
  • Certidões, declarações e cartas doutorais.

Os pré-requisitos para se candidatar a bolsa de estudo para o doutorado na Universidade Lusófona são:

  • Apresentar carta de motivação;
  • Proposta de projeto de tese de investigação, incluindo objetivos e resultados que deseja alcançar;
  • Outros documentos que achar necessário enviar como, por exemplo, carta de recomendação, currículo acadêmico e profissional;
  • Outros elementos, que sejam considerados pelo candidato contributos para a decisão sobre a atribuição, bem como cartas de recomendação;
  • Curriculum Vitae e outros documentos que permitem análise no processo

Para participar do processo de seleção é preciso preencher o formulário de candidatura do curso e assinalar a opção que deseja concorrer a bolsa de estudo em Portugal oferecida pela Universidade Lusófona.

5. Programa de Bolsas AUIP – Instituto Politécnico de Leiria

O Programa de Bolsas da AUIP (Asociación Universitaria Iberoamericana de Postgrado) é destinado aos alunos provenientes de instituições associadas, como o IPLeiria.

Essa bolsa de estudo em Portugal consiste no pagamento da propina em um valor igual a 50% do valor fixado para a anuidade para alunos internacionais de mestrado e na isenção da taxa de matrícula, mantendo o incentivo durante todos os anos do ciclo de estudo.

Para concorrer, é preciso ficar de olho nos editais do site da AUIP.

6. Fundação “laCaixa”

A Fundação “laCaixa” é uma organização sem fins lucrativos cujo objetivo é combater as desigualdades sociais e promover o bem-estar da sociedade. Sua sede fica na Espanha, mas desde 2018 passou a atuar em Portugal apoiando projetos de investigação e promovendo a ciência, a tecnologia e a cultura no país.

A organização possui cinco programas de bolsas de estudo para o nível de pós-graduação, doutorado e pós-doutorado, que podem ser atribuídas para Portugal ou Espanha. São elas:

  • Bolsas de pós-graduação no estrangeiro: 100 bolsas em universidades ou centros de investigação do Espaço Europeu de Educação Superior (EEES), América do Norte ou Ásia-Pacífico;
  • Bolsa de doutoramento INPhINIT: 60 bolsas destinadas à investigação;
  • Bolsa de pós-doutoramento Júnior Leader: 40 bolsas destinadas a investigadores de excelência.

Os valores das bolsas variam de acordo com cada programa e edital do ano corrente, bem como os pré-requisitos que os alunos devem cumprir. Porém, de maneira geral, todos solicitam:

  • Experiência de investigação e não ter obtido anteriormente o grau para o qual planeja concorrer a bolsa de estudo;
  • Habilitações acadêmicas: diploma e currículo acadêmico adaptados ao Espaço Europeu de Ensino Superior;
  • Ter concluído um grau acadêmico em uma universidade não aderente ao Espaço Europeu de Ensino Superior;
  • Preencher todos os campos do formulário. Qualquer campo deixado em branco ou documento não anexado a inscrição é invalidada.

As inscrições para as bolsas de estudo da Fundação “la Caixa” geralmente acontecem no início do ano (janeiro a fevereiro). É recomendável ficar de olho no site oficial da Fundação La Caixa para não perder as oportunidades de candidatar-se.

7. CAPES

A CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior), vinculada ao Governo Federal, sempre foi uma grande incentivadora de pesquisas e promotora de bolsas de estudo para mestrado e doutorado dentro e fora do país.

Nos últimos anos, os cortes de investimentos promovidos pelo Governo Federal relacionados às pesquisas acadêmicas fizeram com que os números de editais abertos e bolsas disponíveis despencassem. No entanto, os incentivos estão retornando, e é possível encontrar boas oportunidades pela instituição.

Um dos últimos editais divulgados pela CAPES (dezembro de 2023) é o Doutorado-sanduíche no Exterior (PDSE), que tem como principal objetivo apoiar a formação do aluno ao nível de doutorado, oferecendo uma bolsa de estudo de 6 a 10 meses no exterior. Vale a pena conferir o edital para entender os requisitos e o processo de candidatura.

Segundo a última atualização, a bolsa de estudo para a Europa é de 1.300€* para mestrado e doutorado, e destinada a pagar a mensalidade da universidade onde fará o intercâmbio acadêmico, o seguro saúde e um auxílio de instalação (alojamento e alimentação).

A pesquisa é necessária para encontrar bolsa de estudo em Portugal.
Crie uma planilha com as informações dos editais de interesse e prazos vai te ajudar com as candidaturas.

Os pré-requisitos que os alunos devem cumprir para concorrer a bolsa de estudo da CAPES, variam conforme o edital. No geral, o candidato deve apresentar uma proposta de pesquisa muito bem estruturada e uma justificativa da importância para realizar parte da pesquisa fora do país. Além, claro, do currículo atualizado na plataforma Lattes.

Para candidatar-se às bolsas de estudos é preciso estar atento ao site oficial da Capes para verificar editais abertos e prazos de candidatura.

*Caso estude na Suécia, Dinamarca, Noruega ou Suíça, os valores são convertidos para as moedas locais.

8. CNPq

O CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), ligado ao Governo Federal brasileiro, é o mesmo caso da CAPES. Os incentivos a promoção de pesquisa também sofreram com os cortes de verbas nos últimos anos, mas gradualmente as oportunidades de bolsas de estudo em Portugal ou no exterior estão retornando.

É preciso ficar de olho no site oficial do CNPq para verificar os editais abertos. Cada edital tem o seu pré-requisito, mas de modo geral, seguem os mesmos da CAPES: projeto estruturado, justificativa e currículo Lattes são documentos mais importantes.

Outros programas de bolsas de estudo em Portugal

Outras instituições que oferecem bolsas de estudo em Portugal e sempre estão lançando editais de candidatura para alunos internacionais e CPLP’s são:

No site da Organização CPLP também é possível encontrar uma curadoria de bolsas de estudo em Portugal para brasileiros e outros países cuja língua nativa é o português. Vale ficar de olho!

Como funciona a bolsa de estudo em Portugal?

As bolsas para estudar em Portugal podem variar, tanto para os pré-requisitos solicitados para os estudantes, quanto para os benefícios oferecidos. Se você quer realizar uma graduação, por exemplo, têm bolsas específicas para o seu nível de escolaridade e curso escolhido.

Para quem quer se candidatar para bolsas de mestrado ou doutorado, também pode usufruir de outros tipos de bolsas, dependendo do curso, e com outros pré-requisitos, como a apresentação da tese.

No geral, um dos requisitos principais para conseguir uma bolsa de estudo em Portugal, é comprovar o seu aproveitamento com notas altas, ou ter uma tese bem elaborada, no caso de estudantes de doutorado e mestrado.

Benefício financeiro

Em relação ao benefício financeiro, existem bolsas de incentivo que dão desconto apenas na matrícula, e em outras o estudante pode ter 50% ou até 100% do valor da mensalidade pago.

Já outras bolsas podem cobrir, além da sua mensalidade, custos como: viagem, alimentação, alojamento e até material escolar.

Esteja atento aos editais e aos prazos

O que indicamos é que você esteja atento aos editais das universidades onde pretende se candidatar, ou nas plataformas do governo que incentivam o intercâmbio.

Nos sites oficiais, as instituições de ensino explicam os valores das bolsas, o que ela cobre, além de explicar requisitos para você concorrer.

Uma dica: separe uma lista com as universidades e bolsas que você tem interesse em se candidatar. Anote os prazos de inscrição e leia os editais com calma, anotando os pontos mais importantes (valores, benefícios, pré-requisitos…). No momento de decidir, isso pode te ajudar muito a escolher a bolsa de estudo que faz mais sentido para o seu objetivo.

Dicas para conseguir uma bolsa de estudo em Portugal

Segundo a Ana Luiza, a principal dica é ter muita paciência e uma boa dedicação à vida acadêmica.

“É preciso ir atrás das bolsas, fazer boas candidaturas com documentação bem certinha, ter um bom currículo e também ajuda bastante ter proximidade com professores que podem fazer uma boa carta de recomendação, isso faz toda a diferença!”

Não existe exatamente uma receita de como conseguir uma bolsa de estudo em Portugal, porém, existem alguns passos que você deve seguir para alcançá-la. São eles:

  • Seja um excelente aluno: estude e dedique-se ao máximo no ensino médio ou graduação para obter ótimas notas. Elas serão consideradas pelos avaliadores na hora da seleção. Afinal, ninguém oferecerá uma bolsa de estudo para alunos ruins e medianos;
  • Pesquise: não adianta apenas querer uma bolsa de estudo em Portugal porque isso não cairá do céu. É preciso correr atrás de informações, pesquisar por instituições promotoras de bolsa, ficar de olho no site dessas instituições para verificar se estão com editais abertos e ler com muita atenção esses editais para saber os pré-requisitos e benefícios da bolsa de estudo em questão;
  • Candidate-se: ao encontrar uma bolsa de estudos em que você cumpre todos os pré-requisitos necessários, você precisa reunir todos os documentos descritos no edital para se candidatar;
  • Não desista: resultados negativos vão aparecer e você não pode se abalar. Se não conseguiu dessa vez, tenta novamente no próximo ano. Procure outra bolsa de estudo em Portugal para se candidatar.

Confira também a dica do canal Partiu Intercâmbio, que explica tudo sobre uma bolsa de estudo na Universidade de Aveiro e dá dicas importantes para ingressar nas universidades portuguesas com o ENEM.

Para Ana Luiza, viver essa experiência de mobilidade acadêmica com bolsa de estudo em Portugal valeu muito a pena. Ela comenta que foram muitos aprendizados. Dá só uma olhada no que ela conclui:

Na vida acadêmica

Ela conta o quanto foi enriquecedor estudar em outro país:

“[…] Outra didática, outras trocas com colegas, outros desafios na aprendizagem, bibliografias que talvez nunca teria pegado para ler se só tivesse estudado no Brasil. E não é só com as coisas boas que se aprende: tem várias coisas que passei a valorizar ainda mais no Ensino Superior Público do Brasil após estudar em Portugal: a nossa independência e proatividade enquanto universitários, nossa forma de partir para a prática e não ficar só na teoria”.

Ana Luiza também destacou que no Brasil o relacionamento dos alunos com os professores é mais próximo, em comparação com Portugal.

Na vida profissional

“[…] ter uma experiência internacional enriquece seu currículo e isso é valorizado pelas empresas. Hoje trabalho em uma empresa luso-brasileira e o período em Portugal foi essencial para que essa vaga na empresa fosse minha”.

Na vida pessoal

Nossa entrevistada contou que, de todos os aprendizados que viveu enquanto estudou em Portugal, os pessoais foram os maiores e até mais difíceis de listar:

“[…] abrir a cabeça para o mundo, entender que a vida não está limitada a um território, ter trocas com pessoas do mundo todo (e do Brasil todo!), perder velhos preconceitos e estereótipos, enfim, a vida de imigrante te ensina todo dia (tem dia que dói, mas vale muito a pena!)”.

Perguntas frequentes

Selecionamos algumas perguntas frequentes dos nossos leitores para respondê-las neste artigo. Vamos lá!

1. Como conseguir bolsa de estudo em Portugal através do esporte?

Essa modalidade de bolsa de estudo é muito comum nos Estados Unidos, que tem uma grande tradição esportiva entre escolas e universidades. Já em Portugal não é muito comum.

Porém, o Santander Open Academy, que comentei ao longo deste artigo, tem uma parceria com a Universidade de Coimbra para a Bolsa Estudante Atleta e abre editais de tempos em tempos. São vários os requisitos, sendo os principais deles:

  • Estar matriculado na universidade;
  • Possuir o Estatuto de Atleta da Universidade de Coimbra;
  • Ter aproveitamento escolar de no mínimo 50% das disciplinas cursadas e cumprir níveis esportivos: participado de olimpíadas e campeonatos universitários.

A Universidade do Algarve também conta com a Bolsa de Mérito Desportivo. Se o aluno obtiver o aproveitamento exigido pelo regulamento, recebe um apoio financeiro, sendo uma porcentagem da mensalidade, pelo período de 2 semestres letivos consecutivos.

Outra opção é a Next Level Sports, que também é um exemplo de instituição que tem bolsas de estudo para esporte, mas elas não são para Portugal. Segundo a informação no site, o papel deles é selecionar alunos das escolas portuguesas para enviarem para os EUA.

2. Como conseguir bolsa de estudo em Portugal com dupla cidadania?

Tendo dupla cidadania europeia, você vai ingressar na universidade portuguesa como estudante nacional e não internacional.

Sendo assim, terá que concorrer às bolsas dedicadas para alunos nacionais. Deverá estar atento aos editais de bolsas das universidades e instituições, para saber quais os documentos serão necessários apresentar, bem como os prazos de candidatura.

Só para constar, alunos nacionais ou com dupla cidadania europeia pagam um valor bem mais baixo nas anuidades se comparados aos alunos CPLP e internacionais.

3. Como conseguir bolsa de estudo para crianças em Portugal?

O ensino em Portugal é considerado bom, seja na escola pública ou privada. Inclusive, a maioria da população portuguesa está matriculada na pública. E nesse caso, não há nenhum custo com mensalidade e nem com livros, você só precisa pagar pela alimentação, que costuma ser de 1€ por dia (em média) e, obviamente, pelos materiais escolares: caderno, lápis, borracha, tesoura, etc.

A Segurança Social de Portugal também conta com uma bolsa de estudo para crianças, para diminuir a taxa de abandono escolar. Elas são destinadas às crianças e jovens. Todas as informações sobre requisitos, valores e como concorrer, pode ser acessadas no site oficial da Segurança Social.

4. Como conseguir uma bolsa de estudo em Portugal pelo Enem?

Não existe uma bolsa de estudo em Portugal específica para o Enem. Na verdade, dependendo da nota obtida no Exame, é possível concorrer a uma bolsa de mérito ou de excelência.

Conforme explicamos ao longo do artigo, todas ou a maioria das universidades portuguesas, oferecem essa modalidade e os pré-requisitos variam entre elas. Escolha a universidade do seu interesse, fique de olho nos editais. Você também pode entrar em contato com o Departamento de Serviços Sociais para obter informações detalhadas e esclarecer dúvidas.

5. Existe bolsa de estudo integral em Portugal?

Sim, existe — como a FCT que falamos ao longo do artigo.

É uma das bolsas mais difíceis de conseguir, devido aos pré-requisitos e a quantidade menor de bolsas disponível, mas não é impossível. No geral, os pré-requisitos estipulados pelas universidades e programas governamentais para conseguir uma bolsa desse tipo em Portugal, são:

  • Ter um alto rendimento escolar. No caso dos candidatos a doutorados e mestrados, o projeto de tese é um dos pontos mais importantes;
  • Comprovar que não possui meios financeiros para pagar o período de estudo.

Além disso, alguns cursos também podem ter um programa específico para bolsas integrais. Esses cursos podem ser escolhidos pelas universidades, como aqueles que são um incentivo para melhoria da sociedade nacional e mundial.

Nos sites das universidades portuguesas ou dos programas governamentais do Brasil e do exterior, você tem acesso aos pré-requisitos para conseguir uma bolsa integral em Portugal. É importante analisar os editais e conhecer o regulamento da bolsa antes de aplicar a sua inscrição.

6. Existe bolsa de estudos para ensino médio em Portugal?

Existe, apesar de não serem tão comuns, visto que o ensino médio no país é oferecido gratuitamente e com bastante excelência. No entanto, as escolas privadas e escolas internacionais em Portugal costumam abrir editais para bolsa de estudo que pode ser para alunos excepcionais ou para requisitos específicos.

No caso da Lycée Français International do Porto, por exemplo, o pré-requisito é ter cidadania francesa.

Agora que você já conhece quais são as instituições que oferecem bolsa de estudo em Portugal, é hora de se planejar. Para isso, indico o ebook Estudar em Portugal, nele você encontrar todas as informações necessárias para alcançar o seu objetivo, das informações sobre universidades até o visto, passando por todo o planejamento necessário.