Intercâmbio em Portugal: uma oportunidade para morar fora do Brasil

Portugal  / 

Portugal tem se firmado como destino de muitos estudantes brasileiros. Além da facilidade da língua, o país é dos mais baratos da Europa. Quer saber como fazer um intercâmbio em Portugal? Vamos te contar como.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Intercâmbio em Portugal: estudantes do mundo todo

Fazer um intercâmbio em Portugal tem inúmeras vantagens e é por isso que o país se tornou destino de muitos estudantes do mundo todo.

Os estrangeiros já representam 12% dos estudantes em Portugal. Apenas entre 2009 e 2016, cresceu em 95% o número de estudantes estrangeiros no país.

Em algumas universidades, como as de Coimbra e do Algarve, os brasileiros já chegam a 4% do total de alunos matriculados.

Vantagens do intercâmbio em Portugal

A mais óbvia vantagem de fazer intercâmbio em Portugal é a facilidade da língua para os brasileiros. Se estar em um país desconhecido assusta, saber que as pessoas falam o seu idioma dá um certo alívio, principalmente para as situações mais estressantes. Você pode conferir algumas diferenças entre o português de Portugal e do Brasil.

Mas há ainda as vantagens de: conhecer uma nova cultura, fazer novos amigos e ter toda a Europa bem ali, a apenas algumas horinhas de trem ou avião.

Custo de vida entre os menores da Europa

Outro ganho considerável em optar por este e não outro país europeu é que o custo de vida em Portugal é menor.

Portugal é um dos países que tem o custo de vida mais baixo, mas também é um dos que tem o salário mínimo mais baixo. Em 2019, o salário mínimo em Portugal é 600 euros.

Nas cidades grandes, como Porto e Lisboa, este valor é insuficiente para arcar com aluguel e demais contas básicas. Por isso, muitos estudantes optam por dividir apartamento. Ou, então, buscam estabelecer residência em cidades menores, mais afastadas dos grandes centros, onde conseguem pagar o aluguel.

Confira também quais as dez cidades mais baratas para se viver em Portugal.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Desvantagem: não se pratica um novo idioma

A principal desvantagem para quem faz intercâmbio em Portugal é que não há ganhos com outro idioma, apesar de que, estando em Portugal, é mais fácil viajar para países de língua inglesa ou espanhola.

Mas fique atento: há algumas opções de mestrados e doutorados em Portugal que são ministrados em língua inglesa. Se esta questão for fundamental para você, vale pesquisar a respeito.

Acesso fácil para brasileiros

Estudar em Portugal ficou mais fácil para os brasileiros que querem fazer graduação, pois muitas instituições portuguesas firmaram parceria com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e passaram a aceitar o resultado do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) como requisito único para a candidatura. Veja quais são as universidades de Portugal que aceitam o ENEM aqui.

Como fazer um intercâmbio em Portugal?

Uma das formas de fazer intercâmbio em Portugal é pelo Programa Erasmus. O programa é europeu e existe há 30 anos. É possível solicitar vagas para estudo ou estágio com duração de 2 a 12 meses em cada ciclo de estudo (graduação, especialização, mestrado e doutorado).

No Brasil, centenas de instituições de ensino possuem parcerias com universidades e institutos politécnicos de Portugal. Essas parcerias possuem acordos para que os alunos brasileiros possam estudar por um ou dois semestres em Portugal.

Quer saber como morar, trabalhar ou estudar tranquilamente em Portugal?

A Atlantic Bridge é o parceiro que nós recomendamos para ajudar a planejar e concretizar o seu sonho de vir para Portugal.

SABER MAIS »

Além de ter uma experiência de estudo no exterior, o aluno aprovado para o Programa Erasmus não precisa pagar as mensalidades em Portugal, nem no Brasil, durante o período do intercâmbio. Desta forma, os valores das mensalidades podem ser usados para manter-se na Europa durante esse período, para pagar gastos com moradia, alimentação e transporte.

Bolsas de Estudo

Ao fazer um intercâmbio em Portugal, você pode ter a sorte de conquistar uma bolsa de estudos. Existem diversos tipos de bolsa.

  • As que levam em consideração o seu desempenho escolar e acadêmico (bolsas por mérito);
  • As que levam em conta a sua condição social e financeira e as bolsas universitárias voltadas para alunos estrangeiros.

Estas, geralmente, incluem o valor das mensalidades e alguma ajuda de custo, mas também podem variar de acordo com o desempenho na prova e no processo de seleção quando se faz o requerimento. Leia esse artigo saiba como obter bolsa de estudo em Portugal.

Intercâmbio em Portugal por conta própria

Você pode também fazer um intercâmbio em Portugal por conta própria. Basta que você tenha em mente o curso que pretende fazer, pode ser de verão ou de curta duração, e pedir informações para as universidades que você tem interesse.

Acordos entre as universidades brasileiras e portuguesas

Para saber se a sua instituição de ensino no Brasil possui acordo com alguma universidade em Portugal, entre em contato com a secretaria acadêmica da sua faculdade.

Depois escolha a Universidade em Portugal que deseja fazer o seu período de intercâmbio e entre em contato com a secretaria de intercâmbio dela.

Cursos disponíveis em Portugal

Portugal possui 114 instituições de ensino superior e são mais 350 mil estudantes.

O Ensino Superior em Portugal divide-se em:

  • Curso técnico superior profissional, com duração de quatro semestres;
  • Licenciatura, com seis a oito semestres de duração;
  • Mestrado, com três a quatro semestres (em casos excepcionais, dois semestres);
  • Mestrado integrado, com duração de 10 a 12 semestres, para formações que permitam o acesso ao exercício de uma determinada atividade profissional, como medicina, arquitetura, engenharia e psicologia;
  • Doutoramento (doutorado), de seis a oito semestres.

Qualidade dos cursos de intercâmbio em Portugal

Portugal passou por muitas reformulações de ensino, a fim de se alinhar às exigências do Tratado de Bolonha. Com isto, os estudantes formados em Portugal se tornaram muito mais competitivos para postos de trabalho em toda a Europa. E este ganho também se estende aos intercambistas.

O país também respeita os padrões europeus e internacionais de qualidade no ensino superior. Existe uma agência independente que avalia e acredita todos os cursos, que é a Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

A A3ES é membro da Associação Europeia para a Garantia da Qualidade no Ensino Superior (European Association for Quality Assurance in Higher Education – ENQA); do Registo Europeu de Garantia da Qualidade para o Ensino Superior (European Quality Assurance Register for Higher Education – EQAR); do Grupo Internacional da Qualidade do CHEA (Council for Higher Education Accreditation); e do Consórcio Europeu para Acreditação (European Consortium for Accreditation – ECA).

Saiba aqui quais são os melhores cursos em Portugal.

Quanto custa o intercâmbio em Portugal

As instituições de ensino superior podem ser públicas ou privadas e o valor da “propina” (mensalidade ou anuiade) varia de acordo com a região e com a instituição. Especialmente se a instituição é privada ou pública, já que em Portugal mesmo as Universidades públicas são pagas, porém as propinas são bem mais baratas. Para o ano letivo de 2017-2018, o valor máximo de uma mensalidade para curso superior privado foi de 1.068 euros, segundo o portal EduPortugal.  Geralmente, o valor cobrado de portugueses e membros da União Europeia é metade do valor cobrado de um estudante brasileiro. Ou seja, no mesmo período, um brasileiro teria pago cerca de 2.200 euros pela mensalidade mais alta.

Já em universidades públicas, as mensalidades custam em torno de 150€ mensais ou 1.500€ anuais. Nossa sugestão é que você visite o site da instituição desejada e veja o valor das propinas de cada curso.

Confira quais as melhores universidades de Portugal, como se candidatar e quanto custa um curso em cada uma delas.

intercâmbio em Portugal garota

Visto é obrigatório para intercâmbio em Portugal

É preciso um visto de estudante para estudar em Portugal, trata-se do visto de estada temporária. Ele dura um ano e esse é, geralmente, o período que duram os cursos de intercâmbio.

Para conseguir o visto, você deve:

1. Fazer o pedido junto ao Consulado de Portugal, levando toda a documentação necessária:

  • Carta de Aceitação na Universidade e/ou Comprovante de matrícula;
  • Pedido de visto de estudo impresso e assinado;
  • Duas fotos 3×4 recentes iguais, com fundo branco;
  • Passaporte válido com validade superior a 6 meses;
  • Certificado de antecedentes criminais atualizado;
  • Requerimento para consulta do registro criminal português;
  • Comprovação dos meios de subsistência em Portugal;
  • Seguro viagem para todo o período que irá estudar;
  • Pagamento da taxa do Consulado de Portugal no Brasil;
  • Comprovante de hospedagem/alojamento em Portugal;

2. Comparecer ao consulado, quando requisitado, para entrevista pessoal e para pegar seu visto temporário, que tem duração de quatro meses.

3. Já estando em Portugal, é preciso ir atrás do pedido de autorização de residência, esta sim com duração de um ano prorrogável. Para tanto, você deve dar entrada no pedido junto ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. O deferimento pode levar alguns meses, mas, ao final, você terá seu “título de residência”, que equivale a um RG em Portugal.

Confira mais detalhes sobre como conseguir o visto de estudante para Portugal.

Seguro viagem é obrigatório

Por conta do Tratado de Schengen, todo mundo que embarca para Portugal precisa de seguro viagem. É necessário que o seguro de viagem cubra desde o dia do embarque até o dia do desembarque no Brasil.

Para quem viaja para países que fazem parte do Tratado de Schengen, é obrigatório que o plano tenha uma cobertura médica hospitalar de no mínimo 30 mil euros. Se você quiser viajar ainda mais tranquilo, nós recomendamos uma cobertura de 60 mil euros.

Quanto custa e como comprar o seguro viagem?

Há planos específicos para intercâmbio e você pode cotar, comparar as ofertas de diferentes seguradoras e contratar o que melhor se encaixa ao seu roteiro pelo nosso comparador de seguro viagem, que é uma parceria com o portal Seguros Promo.

Os planos custam a partir de R$ 6 ao dia. E você ainda consegue 10% de desconto se comprar pelo nosso comparador e utilizar o cupom EURODICAS5 (que te dá 5% de desconto) e pagar via boleto bancário (que te dá mais 5% de desconto)

Não perca a oportunidade

Se você tem a oportunidade de fazer um intercâmbio em Portugal, faça. Faça porque você vai crescer, vai fazer amigos e vai aprender muitas coisas novas. Não tenha medo, o  que pode acontecer é você se tornar uma pessoa melhor. Corra atrás e boa viagem! Para ajudar você a se organizar, sugerimos a leitura do nosso Ebook Como Morar em Portugal. Trata-se de um guia completo com todos os passos que você tem que seguir para morar legalmente no país, vale a pena!

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Cláudia Zucare Boscoli trabalha como jornalista há 20 anos, tendo se formado na Cásper
Líbero, com extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha),
especialização em Marketing Digital pela FGV e pós-graduação em Jornalismo Econômico
pela PUC-SP. Já trabalhou para IstoÉ Online, O Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo e
Editora Abril, entre outros veículos. Adora viajar, conhecer novas culturas e contar o que
descobriu.

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.