Ensino em Portugal: veja como funciona e a qualidade do ensino no país

Portugal  / 

Hoje vamos te contar um pouco mais sobre como funciona o ensino em Portugal. O sistema de educação público é o mais utilizado em todo país e atua de forma exemplar. A primeira fase é o infantário (a creche no Brasil), onde as crianças podem frequentar dos 3 anos aos 6 anos de idade.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Todos os alunos iniciam no Ensino Básico aos 6 anos de idade e a escolaridade obrigatória termina quando o aluno completa 18 anos (no 12º ano), chamado de Ensino Secundário (Ensino Médio no Brasil). Saiba tudo no artigo abaixo.

Qualidade do ensino em Portugal

Em Portugal, a taxa de alfabetização é de 95%. Atualmente no Ensino Básico as matrículas estão próximas a 100%.

Com um grande volume de brasileiros indo morar no país em cidades como Lisboa, Porto, Braga ou Faro, é preciso entender como funciona o sistema de ensino em Portugal. A qualidade, todavia, não é questionável.

Uma das coisas que mais chama a atenção dos brasileiros é a qualidade do ensino público em Portugal, que é frequentado pela grande maioria. A escola particular em Portugal, em geral, é para “classe A+” e cobram valores impraticáveis para a classe média. Mas isso não é motivo para se preocupar.

Para ter uma noção, o ensino em Portugal é o único da Europa que melhora todos os anos desde 2000, e tem escolas modelos que são estudadas e copiadas por diversos países do mundo.

Um fator que chama muita atenção é a qualidade do ensino em Portugal em línguas, mesmo em escola pública, o aluno se forma falando fluentemente o português, o inglês e mais um idioma a escolha da turma (em geral, alemão ou francês).

O esporte é levado a sério e a maior parte dos alunos elegem o seu preferido e acabam por competir na modalidade, virando depois um hobbie na vida adulta.

Ensino em Portugal: básico e secundário

O sistema de ensino português é dividido em 3 níveis: ensino básico, secundário e superior. Para completá-lo inteiro, são 12 anos de estudo no total.

Porém, caso seja necessário, ainda é possível utilizar o infantário, o equivalente a creche no Brasil. Nesse nível, são aceitas crianças de 3 a 6 anos de idade. Elas são, no entanto, particulares e podem custar uma média de 150 euros por mês. Existem creches públicas, mas são poucas vagas e é difícil conseguir.

Ensino Básico

Matricular as crianças em uma escola não é só necessário, como obrigatório no país. Normalmente, as instituições de ensino em Portugal dispõem de professores habilitados para a inclusão de menores imigrantes.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

O ensino básico é iniciado aos 6 anos de idade. As aulas são divididas em dois ciclos: o primeiro ciclo vai do 1º ao 4º ano. Já o segundo ciclo é o 5º e o 6º ano. Para finalizar o básico, já adolescentes, estuda-se do 7º ao 9º ano. Bem parecido com o sistema brasileiro.

Ensino Secundário

Para continuar o ensino em Portugal, entra-se no secundário, o equivalente ao ensino médio brasileiro. Vai do 10º ao 11º ano. Depois disso, os alunos estão habilitados para ingressarem na graduação.

Ensino em Portugal: ano letivo

Os alunos do 1º ciclo precisam cumprir uma carga horária de 25 horas semanais. Já no 2º e no 3º, as jornadas passam a ser de 30 horas semanais.

As aulas costumam ir das 9h às 15h30. O ano letivo em Portugal é diferente do Brasil. O semestre começa no mês de setembro e vai até janeiro do ano seguinte. Continua de fevereiro a junho. As férias escolares vão de junho a setembro, os meses de verão europeu.

Escolas públicas vs Escolas Privadas

Em Portugal, as escolas públicas são de alta qualidade. No entanto, elas não são totalmente gratuitas. Mesmo não pagando as mensalidades, para matricular os filhos, os pais precisam realizar um pagamento equivalente à alimentação e ao material escolar utilizado.

Quer saber como morar, trabalhar ou estudar tranquilamente em Portugal?

A Atlantic Bridge é o parceiro que nós recomendamos para ajudar a planejar e concretizar o seu sonho de vir para Portugal.

SABER MAIS »

O valor muda conforme o imposto de renda de cada cidadão. Ou seja: aqueles que ganham mais, pagam mais. A matrícula pode, e deve, ser feita em uma escola com endereço próximo à casa da família. E, em alguns casos, é preciso entrar em uma lista de espera, caso a escola seja muito conceituada e buscada no país.

No caso das escolas particulares, também de alta qualidade, o valor das mensalidades podem ir de 80 a 400 euros. Veja quais são as principais escolas internacionais em Portugal.

ensino em Portugal universidade coimbra

Ensino em Portugal: graduação

Portugal tem um dos melhores ensinos de graduação, reconhecidos mundialmente. Um exemplo é a faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, por exemplo.

Estudando lá desde os ensinos básico e secundário, ou entrando direto na graduação, é importante saber que o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) brasileiro também pode ser utilizado nas universidades portuguesas.

Desde 2014, um acordo firmado entre as instituições de ensino brasileiras e portuguesas possibilita essa forma de entrada aos estudantes. Atualmente, são 37 as universidades que aceitam o ENEM como forma de ingresso em alguns cursos de graduação.

O período de inscrição pode variar entre os meses de janeiro a junho, dependendo da universidade e da quantidade de vagas. Por isso, para se inscrever, confira o período diretamente com a instituição que você deseja ingressar. O semestre letivo começa em setembro, da mesma forma que no ensino básico e secundário.

Quanto custa uma graduação em Portugal?

Mesmo as universidades públicas portuguesas são pagas. O custo para este tipo de ensino em Portugal pode variar entre 3 mil a 8 mil euros por ano. Depende do curso e da instituição escolhidos.

O valor de fazer uma faculdade em Portugal ainda pode ser parcelado mensalmente, como uma mensalidade, ou pago em uma única parcela. Todavia, se no seu caso, você possuir algum tipo de cidadania europeia, este valor pode cair até para mil euros anuais.

Caso queira tentar uma bolsa de estudos, algumas instituições oferecem. Você pode conferir todas as opções no nosso artigo sobre bolsas de estudo para Portugal e ver qual melhor se encaixa para você.

Duração da graduação – Tratado de Bolonha

No ano de 2006 as universidades de Portugal aderiram à Declaração de Bolonha (ou Tratado de Bolonha), onde fazem parte 29 países da Europa. O Tratado determinou que os cursos do Ensino Superior tem a duração de três anos (seis semestres).

Após a licenciatura concluída é possível entrar no mestrado em Portugal que tem duração entre um ano e meio a dois anos. Depois do Mestrado, o Doutorado (ou Doutoramento em Português de Portugal) tem duração de 3 anos a 4 anos.

Uma curiosidade em relação a nossa realidade de ensino superior, é que em Portugal muitas vezes é inviável trabalhar enquanto faz faculdade, ou alguma extensão. Isso porque em alguns cursos as aulas ocupam muitas vezes horários “espalhados” durante o dia, entre manhã, tarde e noite. Isso permite também o aluno se focar por completo no estudo, mas dá a desvantagem de entrar tarde no mercado de trabalho se comparar com o que temos no Brasil.

Mas já há também cursos noturnos, especialmente de mestrado e doutorado, para que os estudantes possam estudar e trabalhar.

Seguro para entrar em Portugal

É obrigatório ter um seguro viagem para entrar nos países parte do Tratado de Schengen. Mesmo que sua intenção seja utilizar o ensino em Portugal e estudar no país utilizando o PB4, sugerimos que faça um plano, pelo menos pelo período inicial, até se estabilizar no novo local.

Confira o nosso comparador de seguro viagem. Em parceria com o portal Seguros Promo, garantimos os menores preços aos nossos leitores em planos completos das principais seguradoras do mercado.

Leitores Euro Dicas ainda recebem um cupom de 5% de desconto na compra de qualquer seguro viagem no nosso comparador ou diretamente no site Seguros Promo! Depois de escolher o plano desejado, basta inserir o código EURODICAS5 no campo de desconto e pronto. Bons estudos!

Links úteis sobre o ensino em Portugal

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.

Erick é luso-brasileiro, aos 21 anos mudou para a Europa e dedica parte do seu tempo para ajudar outros brasileiros realizarem o sonho de viver na Europa. Mora atualmente em Portugal, trabalha com tecnologia e é fundador da Euro Dicas.