É cada vez maior o número de estudantes brasileiros que desejam fazer a graduação em Portugal, por conta da facilidade da língua e da proximidade entre os dois países. Além disso, utilizar a nota do Enem pode facilitar a entrada em uma universidade portuguesa. Neste artigo apresentamos todas as informações que você precisa saber sobre as universidades de Portugal que aceitam o Enem.

Como estudar em universidades de Portugal que aceitam o Enem?

A nota do Enem pode ser usada na candidatura a um curso de graduação, ou licenciatura como é chamado no país, em todas as universidades que assinaram um convênio com o INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

Estes convênios começaram a ser assinados em 2014, e a primeira instituição que aceitou a nota do exame foi a Universidade de Coimbra.

As universidades portuguesas que aceitam a nota do exame determinam uma nota de corte, que varia de acordo com o curso escolhido. Quase sempre, a nota mínima esperada é 600, mas em alguns casos pode ser exigida uma nota maior.

A Universidade de Coimbra, por exemplo, adotou a nota de corte de 650 para o curso de Engenharia Química. Já na Universidade de Lisboa e na Universidade do Algarve, é possível candidatar- se com, pelo menos, 500 pontos na área de conhecimento mais relevante para o curso.

Como saber se a nota é suficiente?

As universidades disponibilizam nos sites todas as informações sobre nota de corte e conversão de notas (as notas do Brasil devem ser convertidas para o sistema português). Veja alguns exemplos da conversão nos sites da Universidade de Coimbra e Universidade de Aveiro.

Além disso, também é importante que você verifique quais são as disciplinas da área de conhecimento mais importantes para o seu curso. Para Direito, por exemplo, as disciplinas mais relevantes são redação e ciências humanas.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

Nem todos os alunos podem usar a nota do Enem

Há um detalhe muito importante: a nota do Enem só pode ser usada pelos estudantes brasileiros que não tenham cidadania portuguesa ou de algum outro país da União Europeia.

Quem tem cidadania portuguesa e pretende fazer a licenciatura em Portugal precisa realizar o Concurso Nacional de Acesso. É um exame nacional (semelhante ao Enem) que avalia as aptidões do aluno nas disciplinas do Ensino Secundário, equivalente ao Ensino Médio brasileiro.

A inscrição desse exame deve ser feita online no site da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES). As datas podem variar anualmente e devem ser consultadas no site da DGES, mas normalmente o período de inscrições é marcado para o mês de agosto.

Limitações dos cursos da área da saúde

Para quem pretende estudar em cursos nessa área, é importante saber que não é possível usar a nota do Enem para estudar Medicina em Portugal, assim como Medicina Dentária e Medicina Veterinária. Nesses casos, o estudante pode se matricular nestas três situações:

Caso se encaixe em uma dessas possibilidades, o estudante deve prestar o Exame Nacional de Acesso.

Para outros cursos da área, como Enfermagem, Nutrição ou Ciências Farmacêuticas, é possível usar a nota obtida no Enem.

Quais universidades de Portugal aceitam o Enem?

Atualmente existem 51 instituições portuguesas que aceitam a nota do exame na candidatura. O convênio mais recente foi assinado no início de 2021, com a Universidade Nova de Lisboa. As universidades de Portugal  que aceitam o Enem são:

  1. Universidade de Coimbra;
  2. Universidade do Algarve;
  3. Instituto Politécnico de Leiria;
  4. Instituto Politécnico de Beja;
  5. Instituto Politécnico do Porto;
  6. Instituto Politécnico Portalegre;
  7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave;
  8. Instituto Politécnico de Coimbra;
  9. Universidade de Aveiro;
  10. Instituto Politécnico da Guarda;
  11. Universidade de Lisboa;
  12. Universidade do Porto;
  13. Universidade da Madeira;
  14. Instituto Politécnico de Viseu;
  15. Instituto Politécnico de Santarém;
  16. Universidade dos Açores;
  17. Universidade da Beira Interior;
  18. Universidade do Minho;
  19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário;
  20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias;
  21. Instituto Politécnico de Setúbal;
  22. Instituto Politécnico de Bragança;
  23. Instituto Politécnico de Castelo Branco;
  24. Universidade Lusófona do Porto;
  25. Universidade Portucalense;
  26. Instituto Universitário da Maia;
  27. Instituto Politécnico da Maia;
  28. Universidade Católica Portuguesa;
  29. Universidade Fernando Pessoa;
  30. Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida;
  31. Instituto Leonardo da Vinci;
  32. Escola Superior de Saúde do Alcoitão;
  33. Universidade Lusíada – Norte;
  34. Universidade Lusíada;
  35. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra;
  36. Escola Superior Artística do Porto;
  37. Universidade Europeia;
  38. Instituto Universitário de Lisboa;
  39. Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa;
  40. Universidade Autônoma de Lisboa;
  41. Instituto Politécnico da Lusofonia;
  42. Instituto de Estudos Superiores de Fafe;
  43. Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes;
  44. Instituto Superior Dom Dinis;
  45. Instituto Superior de Gestão;
  46. Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém;
  47. Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia;
  48. Instituto Português de Administração de Marketing de Lisboa;
  49. Instituto Politécnico de Viana do Castelo;
  50. Instituto Português de Administração de Marketing do Porto;
  51. Universidade Nova de Lisboa.

Como se candidatar usando a nota do Enem?

O primeiro passo é verificar quais são as regras de candidatura no site da universidade onde você quer estudar. Os procedimentos são parecidos, mas cada instituição pode determinar algumas regras específicas de candidaturas no edital de abertura das inscrições.

Também é indispensável verificar quais são os documentos que a sua futura universidade exige.

Universidades de Portugal que aceitam o Enem estudantes

Processo de candidatura

A inscrição deve ser feita online, diretamente no site da universidade. É preciso preencher um cadastro com informações básicas e anexar toda a documentação, conforme a exigência do edital.

As candidaturas podem acontecer em até três fases e as datas exatas são decididas por cada universidade. Lembre-se de que o ano letivo em Portugal começa em setembro. Em geral, as inscrições acontecem nas seguintes épocas:

1ª fase Janeiro e fevereiro
2ª fase Março, abril e maio
3ª fase Junho e julho

Depois disso, é preciso pagar a taxa de candidatura. Os valores mudam de uma universidade para outra, e é possível encontrar taxas que variam entre 50€ e 169€. Nas universidades públicas, as taxas são as mais baixas, ficando entre 50€ e 65€ na maior parte das instituições.

Como apresentar a nota do Enem?

As notas devem ser apresentadas juntamente com o restante da documentação. Você vai precisar fazer uma declaração em que constem as suas notas – algumas universidades fornecem um modelo de declaração, como este da Universidade Católica Portuguesa.

Também é preciso apresentar o boletim de desempenho do Enem, que pode ser obtido na Página do Participante do exame.

Documentos necessários para a candidatura

Não esqueça que a lista de documentação pode ser diferente de uma instituição para a outra, por isso, o melhor é checar o que é pedido diretamente no edital de candidatura da universidade escolhida.

Mas, para que você já possa se organizar, listamos aqui os documentos normalmente exigidos pelas universidades para a candidatura com a nota do Enem:

  • Cópia do passaporte ou do documento de identidade;
  • Declaração do aluno (sob compromisso de honra) explicitando que reúne todas as condições de acesso ao curso;
  • Certificado de conclusão do Ensino Médio ou outro documento equivalente que comprove que já concluiu a habilitação necessária para ingressar na universidade, é preciso fazer Apostila de Haia;
  • Declaração e boletim de notas do Enem, com Apostila de Haia;
  • Histórico escolar ou documento que contenha as notas do Ensino Médio, com Apostila de Haia;
  • Carta de motivação, costuma ser opcional, mas é válido enviar explicando por quais motivos você quer estudar na universidade.

Quanto custa estudar nas universidades de Portugal que aceitam o Enem?

O custo de estudar em Portugal é um dos fatores importantes na hora de decidir em qual universidade você vai estudar. Para que tenha uma ideia dos custos envolvidos, preparamos uma lista com alguns valores em áreas e universidades variadas.

Instituição Valor da propina anual
Universidade de Coimbra (todos os cursos) 7 mil euros (estudante internacional)
Universidade Portucalense (todos os cursos) 3.900,60€ (todos os estudantes)
Universidade da Beira Interior (todos os cursos) 3 mil euros (estudante CPLP)
Universidade do Minho (Enfermagem/Psicologia/Design) 6.500€ (estudante internacional)
Universidade do Minho (Filosofia/Música/Teatro) 2 mil euros (estudante internacional)
Instituto Politécnico de Viseu (todos os cursos) 1.500€ (estudante internacional)
Universidade Nova de Lisboa (todos os cursos) 2.500€ (estudante internacional)
Universidade de Lisboa (Design) 7 mil euros (estudante internacional)
Universidade de Lisboa (Nutrição) 10 mil euros (estudante internacional)
Universidade de Lisboa (Direito) 3 mil euros (estudante internacional)
Instituto Politécnico do Porto (Música) 5 mil euros (estudante internacional)
Universidade do Porto (Sociologia) 1.925€ (estudante CPLP)

Estes são alguns dos valores atuais para o ano letivo 2021/2022 (que inicia em setembro de 2021). Tenha atenção que algumas universidades oferecem valores padronizados para os cursos de licenciatura e outras têm preços diferentes para cada curso.

Os custos podem ser parcelados e a maior parte das instituições divide o valor de 7 a 10 prestações. Os valores apresentados correspondem ao curso em tempo integral, ou seja, que cumpre os 60 créditos anuais. Os preços são menores quando o estudante opta por se matricular a tempo parcial, ou seja, quando não cursa todas as disciplinas do semestre.

Custo na universidade pública e na universidade privada

Um detalhe importante, e que talvez você ainda não saiba, é que em Portugal as universidades públicas também são pagas. O valor anual cobrado (que é chamado de propina) pode variar bastante e é mais em conta nas universidades públicas.

Estudantes CPLP podem pagar menos na propina

Também é importante saber que algumas instituições oferecem valores mais baixos para os estudantes brasileiros e de outras nacionalidades, os estudantes da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

O valor é um pouco mais caro do que é cobrado para estudantes portugueses, mas é mais barato do que é pago por estudantes internacionais vindos de outros países.

Nem todas as universidades oferecem essa anuidade especial, mas vale a pena buscar a informação junto da universidade.

Vale a pena estudar em Portugal usando a nota do Enem?

Eu diria que sim. Se você está se planejando estudar em Portugal para cursar uma licenciatura e tem uma boa nota no Enem, com certeza vale a pena. O mais importante é pesquisar os cursos preferidos e confirmar se você tem a nota de corte (ou mais), para avaliar bem como vai fazer a inscrição.

Pense que, se você conseguir usar a nota do Enem, a entrada em uma universidade portuguesa vai ser mais fácil, já que a outra opção é fazer o Exame Nacional de Acesso. E, para isso, você precisará fazer uma preparação prévia.

Mas não se esqueça que esse objetivo precisa ser bem planejado, afinal, envolve uma mudança de país que muitas vezes acontece sozinha, sem o restante da família. Assim, indicamos o Ebook Estudar em Portugal, ele é um guia completo e atualizado com todas as informações necessárias para ajudar você a fazer as melhores escolhas e organizar toda sua mudança.