Aluguel de carro em Florença: quanto custa e onde alugar

Florença é sem dúvidas uma das cidades que mais me encantou na Itália. Tem muita história para contar, boa comida, arte, arquitetura, enfim, oferece tudo o que um turista está buscando em terras italianas. O aluguel de carro em Florença é estratégico. Pois você pode fazer a cada dia um roteiro diferente, visitando pelo menos duas cidades que ficam próximas. Neste artigo vamos mostrar quanto custa alugar carro em Florença, se vale a pena e onde alugar.

Vale a pena o aluguel de carro em Florença?

Pode acreditar que sim.  Sai mais em conta, sem falar no conforto, do que tentar fazer pegando trem ou ônibus.

Road Trip na Europa: veja um roteiro para viajar de carro no continente.

Quanto custa o aluguel de carro em Florença?

Vamos informar aqui os valores que encontramos em dezembro de 2018, mas temos que alertar que os valores mudam. Não como no Brasil, porque felizmente na Europa a inflação vai bem mais devagar. Mas, é claro que de um ano para o outro, os valores de aluguel de carro em Florença ou em qualquer outro lugar da Europa podem sofrer alterações.

O aluguel de carro em Florença começa com preços a partir de 10 euros por dia, por um Fiat 500 ou similar, e vai até 114€ por dia por um Audi Q2 ou similar. Para realizar a cotação do quanto vai custar o seu aluguel de carro em Florença sugerimos utilizar o site RentCars, um comparador de locadoras de veículo. Nele, você vai conseguir ver os preços de diversas locadoras e comparar qual delas oferece o melhor custo benefício.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Saiba tudo sobre o aluguel de carro na Europa: custos e como funciona.

É bem verdade que combustível na Itália não é barato, assim como os pedágios que você encontrará no caminho. No caso do aluguel de carro em Florença, sendo os trajetos muito curtos, o custo com pedágio não será caro como em longas viagens nas estradas da Itália.

Clicando neste link você poderá calcular e saber certinho o quanto pagará de pedágio de uma cidade até a outra. Simulamos o preço do pedágio de Florença até Arezzo, por exemplo, e o valor é de 4,30€.

Uma dica para economizar: normalmente, se você optar por ter um GPS, a locadora, em média, te cobrará por dia de aluguel, 10 euros.

Você pode comprar um chip para o seu celular com internet e sairá muito mais em conta. Com 10€ dá para adquirir um chip pré-pago e usar o Google Maps. Se você quiser uma sugestão, o SimPremium é uma boa ideia e dá para comprar ainda no Brasil.

Documentação

Na teoria você irá ouvir dizer que terá que ter a permissão internacional para dirigir, a PID, emitida pelo DETRAN.

Na prática, as locadoras de veículos na Itália e em muitos países da Europa aceitarão sua carteira de motorista brasileira e pedirão o passaporte. Além de claro, o cartão de crédito.

Porém, para evitar qualquer surpresa desagradável, antes de viajar, quando ainda estiver na fase dos preparativos, escolha a locadora, entre em contato e pergunte se será necessária a carteira internacional de motorista.

As locadoras de carro mais populares em Florença

Sempre vale a pena usar o comparador de preços, mas normalmente, algumas locadoras são mais populares que as outras, fazem mais promoções. A Europcar é uma delas.

Neste site, além de comparar os preços, você poderá ler a opinião de pessoas que já usaram o serviço de diferentes locadoras.

Para o aluguel de carro em Florença não é difícil encontrar uma locadora em lugares estratégicos. Começando pelo próprio aeroporto no desembarque, com a vantagem de deixar o veículo no seu destino final, o que vale lembrar, em algumas locadoras significa um acréscimo no preço.

Saiba também como alugar carro em Portugal.

O que visitar de carro: roteiro de 3 dias a partir de Florença

Sem dúvidas, depois de conhecer Florença, o melhor roteiro ou roteiros que você pode fazer se alugar um carro é conhecer a bela Toscana. Veja um pequeno roteiro de sugestão que montei:

Dia 1

O seu primeiro destino de carro desde Florença pode ser Pisa, para ver a famosa torre. A viagem durará em torno de 1 hora.

No mesmo dia, poderá seguir para Lucca, que está a somente a 20 quilômetros de distância de Pisa. O centro histórico é cercado por uma muralha, é como se você estivesse dentro de um set de um filme histórico produzido em estúdios americanos. Ainda no mesmo passeio dá para dirigir mais 30 minutos e chegar em Pistoia, que pode ser o ponto de partida para continuar a aventura na Toscana.

Você tem a opção de voltar para Florença ou seguir viagem. Se voltar para Florença, muitas pessoas gostam de ter uma cidade grande como “base”.

Vale a pena viajar de trem pela Itália? Saiba como funcionam os transportes públicos na Itália.

Dia 2

O segundo dia do roteiro é seguir para San Gimignano, em menos de uma hora e você estará de frente para 14 torres medievais.

Mais 30 minutos de carro e você se encontrará na cidade que já serviu de cenário para filmes: Volterra. Eu amei tanto Volterra que passei o resto do dia lá, mas se você quiser, continue o trajeto e chegue em outra cidade medieval: Monteriggioini.

Você pode voltar para Florença para passar mais uma noite e seguir desbravando a Toscana de carro. De verdade, não existe maneira melhor.

Dia 3

Siga no terceiro dia para Siena, que fica a 75 quilômetros de Florença. E se é amante de vinho, não perca a oportunidade de seguir de Siena para Montalcino e com mais 45 minutos dirigindo, termine o dia em Montepulciano.

Percorrendo 77 quilômetros desde Florença você chegará em Arezzo, em mais um dia de roteiro pela Toscana. Algumas cenas do filme “A Vida é Bela” foram gravadas na cidade. Você reconhecerá logo assim que chegar na Piazza Grande. E para terminar o passeio neste encanto da Itália, vá até Cortono, são 40 minutos de distância desde Arezzo.

Leia também nosso artigo que mostra se vale a pena ou não viajar de ônibus pela Europa.

Boa viagem!

Todo o conteúdo do portal Euro Dicas é escrito por redatores brasileiros que moram ou moraram na Europa e compartilham suas dicas de como escolher o país de destino, qual o custo de vida, cultura, idiomas e dia-a-dia. O objetivo é apoiar quem pretende sair do Brasil para morar na Europa.

Artigos relacionados

Cidadania italiana: quem tem direito, como solicitar e custos

Veja como reconhecer a sua cidadania italiana, desde saber se tem direito, recolher documentos e reconhecer no Brasil ou na Itália (e qual o custo).

Custo de vida na Itália: veja quanto se gasta por mês no país

Saiba qual é o custo de vida na Itália para um casal, incluindo aluguel, despesas fixas, transporte e saúde. Veja quanto é preciso para viver na na Itália.

Sites para alugar apartamento na Itália: conheça os melhores

Confira uma lista com os melhores sites para alugar apartamento na Itália e descubra os principais requisitos e quais são as melhores cidades para morar.

Como morar na Itália: visto, custo de vida e melhores cidades

Se você quer morar na Itália confira tudo o que precisa saber sobre o país: tipos de visto, empregos, como estudar, custo de vida, saúde e muito mais.

Como trabalhar na Itália: salários, visto e como conseguir vaga

Tudo sobre como trabalhar na Itália: se precisa de visto ou cidadania, onde procurar emprego, custo de vida no país e as profissões mais procuradas.

Cidades da Itália: as 14 melhores para morar no país

Veja quais são as melhores cidades da Itália para morar, na opinião dos brasileiros e de acordo com o custo de vida, qualidade de vida, infrastruturas e segurança. Escolher a cidade para morar na Itália é uma decisão importante, pois tem impacto no seu futuro. Confira as dicas, conheça as cidades e escolha a sua.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube