Viajar para Itália é o sonho de muitos turistas brasileiros. Se você faz parte desse grupo, então está no lugar certo! Preparamos um guia completo para que você possa planejar a sua viagem e realizar o seu sonho. Ainda, separamos também informações sobre os principais gastos que você pode ter. Vamos conferir!

Pergunta Resposta
Quanto custa viajar para Itália? O investimento depende do seu estilo de viagem. O gasto médio para passar 10 dias na Itália seria de 14 mil reais.
Para viajar para Itália precisa de visto? Não. Brasileiros não precisam de visto para entrar na Itália a turismo. A partir de 2025, será solicitado o ETIAS.
Qual a melhor época para viajar para Itália? Entre os meses de abril e maio (primavera) ou entre os meses de setembro e outubro (outono).

Como viajar para Itália?

A Itália é um dos destinos mais cobiçados por turistas de todo o mundo, incluindo aqueles do Brasil, fato que se explica quando observamos tudo o que o país tem para oferecer: beleza natural, patrimônios culturais, alta gastronomia e muito mais!

Assim, se você quer realizar o seu sonho e viajar para a Itália, o seu primeiro passo deve ser realizar um planejamento detalhado de tudo o que será necessário antes e durante a viagem: documentos, acomodação, alimentação, gastos, restrições e passagens.

Lembre-se de que, ao se preparar de forma adequada, a sua viagem acontecerá de forma muito mais tranquila e sem problemas!

Documentos necessários para viajar para Itália

Alguns documentos são necessários para viajar para Itália e você irá apresentá-los para a polícia de fronteira, ainda no aeroporto. São eles:

  • Passaporte válido, lembre-se de que o seu documento precisa possuir uma validade de, ao menos, 3 meses além do período da sua estadia na Itália;
  • Passagens de ida e de volta, esse critério é válido somente para os brasileiros que não possuem cidadania europeia;
  • Seguro viagem Europa com cobertura mínima de 30 mil euros para despesas médicas e hospitalares;
  • Comprovante de hospedagem no país;
  • Comprovantes financeiros: você deve comprovar que possui meios de se manter no país durante o período da sua estadia.

Quantos euros é preciso para entrar na Itália?

A Itália não exige a comprovação de uma quantidade mínima de euros por parte dos turistas que querem entrar no país.

Porém, é recomendado que você tenha um valor suficiente para cobrir as suas despesas durante a estadia, principalmente porque você pode ser questionado sobre isso na imigração do aeroporto. É fundamental que você seja capaz de mostrar, caso seja necessário, que possui os meios para se sustentar durante a sua viagem.

Comprar euro mais barato?

A melhor forma de garantir a moeda europeia é através de um cartão de débito internacional. Recomendamos o Cartão da Wise, ele é multimoeda, tem o melhor câmbio e você pode utilizá-lo para compras e transferências pelo mundo. Não perca dinheiro com taxas, economize com a Wise.

Cotar Agora →

Seguro viagem para Itália

Não se esqueça de que o seguro viagem para Itália é obrigatório e deve ter uma cobertura mínima de 30 mil euros para despesas médicas e hospitalares.

Além das tradicionais despesas, o seguro viagem poderá ser o seu aliado caso algum imprevisto aconteça durante a sua viagem, como problemas com a bagagem ou, até mesmo, o próprio voo.

Sugerimos que você faça a sua cotação através do Seguros Promo, nosso comparador favorito. Se preferir, pode também cotar na Real Seguro Viagem ou no Compara Online, ambos confiáveis.

Comprovante de hospedagem ou carta convite para Itália

O comprovante de hospedagem nada mais é do que a sua reserva em um algum tipo de hospedagem na Itália, como hotel, pensão ou hostel. Esse documento pode ser pedido durante a imigração em qualquer aeroporto italiano.

Caso você vá ficar hospedado na casa de um amigo ou familiar residente no país, então deverá apresentar uma carta convite para entrar no país.

Quanto custa viajar para Itália?

Para viajar para Itália, é fundamental que você planeje os seus gastos. Porém, saiba que esse planejamento é sempre aproximado, uma vez que os valores podem sofrer variações e que você pode passar por alguns imprevistos.

Viajar para Itália e conhecer Veneza
Veneza, a “cidade do amor”, é destino frequente para casais e quem quer conhecer as maravilhas da cultura italiana.

Separamos alguns valores para dar uma margem de quanto custa viajar para Itália. Lembre-se de que os seus gastos podem ser maiores ou menores conforme o seu estilo de viagem.

Passagem aérea

Para que você possa começar a programar a sua viagem para Itália, é fundamental que você saiba quais serão os seus gastos com passagens aéreas.

Existem diversas companhias aéreas que voam para o país além da ITA Airways, maior responsável por realizar o trajeto direto entre Brasil e Itália.

Realizamos uma pesquisa no Vai de Promo para uma viagem ida e volta no mês de novembro de 2024 (baixa temporada) com chegada em Roma. A pesquisa foi feita em abril de 2024, considerando a classe econômica. Confira!

Local de Partida Companhia Aérea Escala Preço
São Paulo Iberia 1 escala na ida e 1 na volta R$ 4.621
Curitiba LATAM 2 escalas na ida e 1 na volta R$ 4.907
Rio de Janeiro TAP 1 escala na ida e 1 na volta R$ 4.526
Recife TAP 1 escala na ida e na volta R$ 4.782
Belo Horizonte LATAM 2 escalas na ida e 1 na volta R$ 4.911

Como podemos observar, os preços das passagens variam entre R$ 4 mil e R$ 5 mil.

Devemos ressaltar, porém, que os valores variam muito conforme a época do ano em que você vai viajar para Itália: as viagens durante a alta temporada (especialmente durante o verão europeu, ou seja, de junho a agosto) são mais caras.

Confira alguns dos valores encontrados no Vai de Promo para uma viagem ida e volta no mês de julho de 2024 (alta temporada) com chegada no aeroporto de Roma (Fiumicino) e na classe econômica.

Local de Partida Companhia Aérea Escala Preço
São Paulo ITA Airways direto R$ 10.528
Curitiba Latam 2 escalas na ida e 2 na volta R$ 8.067
Rio de Janeiro Latam 2 escala na ida e 1 na volta R$ 8.527
Recife Air Europa 2 escalas na ida e 2 na volta R$ 7.326
Belo Horizonte Latam 2 escalas na ida e 2 na volta R$ 8.649

Podemos ver que os valores aumentaram muito devido ao período do ano da viagem — entre R$ 7 mil e R$ 11 mil. Além disso, é preciso considerar que os hotéis e restaurantes também estarão mais caros na alta temporada.

Hospedagem

A partir do momento que você compra uma passagem para viajar para Itália, você precisa também de um lugar para ficar durante a sua estadia.

Existem diversas opções de hospedagem na Itália: você pode ficar em um hotel, em um hostel ou em um alojamento local. Para que você se prepare melhor para arcar com esses custos, realizamos algumas cotações no Booking para uma pessoa no mês de novembro de 2024 nas três principais cidades da Itália:

Roma

Confira algumas opções de hospedagem na capital:

Local Preço diária
Hotel Mosaic quarto compartilhado com quatro pessoas R$ 177 a noite
Free Hostels Roma quarto compartilhado com quatro pessoas R$ 305 a noite
Hotel Sant’Angelo quarto privado R$ 277 a noite

Florença

Veja opções de hospedagem na cidade:

Local Preço diária
Hotel Giappone quarto privado com banheiro externo R$ 563 a noite
Hotel Martelli quarto privado R$ 610 a noite
Hostel Plus Florence quarto compartilhado com oito pessoas R$ 128 a noite

Milão

Confira alguns valores e opções em Milão:

Local Preço diária
Hotel Vecchia Milano quarto privado R$ 524 a noite
Hotel Gran Duca Di York quarto privado R$ 1.262 a noite
Hi! Ostello Milano quarto duplo R$ 513 a noite

Custos com alimentação ao viajar para Itália

Além dos gastos com passagens e hospedagem, você também terá que gastar com outras coisas para viajar para Itália. Dentre esses, podemos citar os gastos com alimentação.

É provável que você vá, durante os seus passeios, comer em um restaurante ou bar. Uma pessoa sozinha gasta, em média, cerca de 50€ por dia de alimentação enquanto turista. Confira os valores os preços médios de Florença de acordo com o Numbeo em maio de 2024.

Item Preço
Refeição em restaurante barato 15€
Refeição para duas pessoas em restaurante médio 80€
Cerveja nacional 5,50€
Refrigerante 2,85€
Água (garrafa de 500 ml) 1,47€
Cappuccino 1,57€
Menu do McDonald’s 10€

Lembre-se de que os preços dos restaurantes podem variar muito conforme o tipo de restaurante e também a cidade em que ele fica.

Outra possibilidade é utilizar os supermercados na Itália para economizar na alimentação. Nesse caso, uma pessoa sozinha gasta, em média, cerca de 50€ e por semana. Confira os valores de produtos de supermercado na cidade de Florença conforme o Numbeo em maio de 2024.

Item Preço
Pão (500g) 1,96€
Ovos (12 unidades) 3,78€
Leite (1 litro) 1,46€
Água (garrafa de 1 litro e meio) 0,57€
Maçã (1 kg) 2,81€
Banana (1 kg) 1,78€
Carne vermelha (1 kg) 18€

Transporte

Não se esqueça de que durante a sua viagem para Itália, você precisará gastar com transportes, seja dentro da cidade na qual você está se hospedando ou para outros locais do país.

Para tentar economizar, procure sempre optar por transporte público na Itália durante a sua estadia, como ônibus, metrôs e trens. Você pode comprar passagens e passes de transporte com antecedência para pagar menos e aproveitar eventuais ofertas, principalmente em relação aos trens.

Aqui, compilamos os valores de passes diários e bilhetes nas três principais cidades da Itália:

Cidade Valor Validade
Roma 7€ Uso ilimitado de metrô e ônibus por 24h
Milão 7,60€ Uso ilimitado das linhas M1, M2 e M3 do metrô por 24h
Florença 14€ 10 bilhetes, válidos para ônibus e tram

Fique de olho: não existem bilhetes de uso diário para a cidade de Florença, mas você pode optar pela compra de bilhetes em maior quantidade, como indicamos, ou pode optar pelo bilhete mensal, no valor de 35€.

Já para o transporte entre cidades na Itália, viajar de trem é a melhor opção pois oferece mais comodidade, rapidez e, claro, belíssimas rotas para apreciar as paisagens italianas. Abaixo, cotamos os valores de passagens entre as principais cidades italianas em maio de 2024 usando o site da Omio:

Rota Valor
Roma a Milão 52€
Milão a Florença 26€
Florença a Roma 24€

Uma outra possibilidade é pensar em ônibus turísticos, que facilitem o transporte dentro da cidade entre os pontos mais visitados e queridos pelos turistas. Na cidade de Roma, por exemplo, é possível garantir o ônibus turístico por um dia com guia em português a partir de 26€ na GetYourGuide.

Passeios turísticos

Não se esqueça de que você também deve considerar os gastos com passeios durante a sua viagem.

A média de gastos com passeios é de cerca de R$ 2 mil por semana (cerca de 360€ na cotação de maio de 2024) para uma pessoa. Porém, esse valor pode variar para mais ou para menos dependendo do seu estilo de viagem e da quantidade de locais/pontos turísticos que você deseja visitar.

Turistas na Galleria Vittorio Emanuele II, em Milão
A Galleria Vittorio Emanuele II, em Milão, reúne lojas das maiores grifes europeias de moda.

Abaixo, cotamos no site GetYourGuide alguns passeios com foco em certas atrações turísticas e um passeio por outros pontos da cidade durante um dia inteiro. Os valores são referentes para o mês de maio de 2024.

Cidade Atrações turísticas principais Preço
Roma Coliseu, Fórum Romano e Monte Palatino 73€
Milão Excursão e visita ao quadro “A Última Ceia” 84,15€
Florença Galeria Uffizi e Accademia 61,75€

Existem centenas de opções de passeios disponíveis para caber no bolso e no seu tempo disponível para explorar as cidades. Para economizar e garantir que não vai deixar nenhuma das suas atrações preferidas de fora, pesquise bem e com antecedência!

Resumo dos custos de uma viagem para a Itália

O valor dos gastos para viajar para a Itália é relativo, já que ele depende de uma série de fatores. Porém, para que você possa se planejar e viajar para Itália com mais tranquilidade, confira uma tabela com o resumo dos custos para uma viagem de 10 dias com destino a Roma durante a baixa temporada.

Despesas por pessoa Custos
Passagem aérea São Paulo — Roma 1.000€
Hospedagem em Hotel 550€
Supermercado 110€
Alimentação 420€
Transporte 145€
Passeios 290€
Seguro viagem 80€
Total 2.595€

Convertendo os valores, podemos considerar que uma pessoa gasta, em média, R$ 14.467,17 para passar 10 dias em Roma. Consideramos a cotação do euro em 1º de maio de 2024: R$ 5,58.

Precisa saber inglês para viajar para Itália?

Se você não souber o italiano, é importante falar pelo menos o básico do inglês para ter uma viagem internacional tranquila.

É verdade que os italianos não são fluentes em inglês também, mas nos meios turísticos (hotéis, restaurantes, aeroportos, etc) o inglês é a língua universal.

A não ser que você vá com um guia turístico ou acompanhado de alguém fluente em inglês, indicamos que faça pelo menos um curso de inglês para viagem. Esses cursos duram menos de um mês e te ensinam de forma virtual tudo o que você precisa para fazer uma viagem muito mais tranquila.

Nós recomendamos o curso Plano 196, da Fluencypass.

O curso é online, e com apenas 30 minutos por dia, durante 20 dias, você fica prontinho para viajar para qualquer país com o básico do inglês na ponta da língua. Entre no site da Fluencypass e veja se o plano é o ideal para você.

Qual a melhor época para ir para Itália?

A melhor época para viajar para Itália é durante os meses de abril e maio, na primavera, e durante os meses de setembro e outubro, no outono.

Essas duas épocas do ano são caracterizadas por temperaturas moderadas e por menos turistas. Assim, é provável que, se você viajar durante esses dois períodos, enfrente preços mais baixos e menores quantidades de turistas em filas.

Qual a época barata para viajar para Itália?

A época mais barata para viajar para Itália é o inverno europeu, de dezembro a março (com exceção do período de festas — Natal e Réveillon). Entretanto, o clima fica frio e os dias mais curtos.

Assim, podemos dizer que você terá menos custos se viajar entre os meses de abril e maio ou entre os meses de setembro e outubro, fora da temporada de verão e do frio do inverno e também das festas de fim de ano.

Cidades imperdíveis para visitar em viagem para Itália

O país da bota possui uma infinidade de cidades maravilhosas e de atrações turísticas. Porém, para que você possa se programar melhor, separamos quatro cidades imperdíveis para visitar durante a sua viagem para a Itália.

Confira!

1. Florença

Florença é considerada uma das cidades mais bonitas de todo o mundo. Firenze, como é o seu nome em italiano, é o berço do Renascimento, o que explica o porquê de algumas das suas principais atrações serem do período.

Praça de Florença com a Catedral ao fundo
A Catedral de Santa Maria del Fiore tem quase 600 anos e faz parte da história da cidade da arte. Foto: Giovanna Mauro.

Separe alguns dias para visitar a cidade, pois existem inúmeras atrações que você precisa conhecer. Algumas das principais são:

2. Roma

Roma é a capital da Itália desde o ano de 1871. A cidade oferece, além de diversas atrações turísticas, uma beleza natural indescritível.

Não deixe de incluir Roma no seu roteiro de viagem para Itália, é parada obrigatória para os apaixonados por história. Confira alguns dos pontos que você pode conhecer na cidade:

3. Milão

Milão é considerada uma das cidades mais caras da Itália. Porém, ainda assim, a capital da região da Lombardia conta com atrações imperdíveis e, dessa forma, não deve ficar de fora do seu roteiro.

Em Milão, você não pode deixar de visitar os seguintes pontos turísticos:

4. Veneza

Veneza é a capital da região de Vêneto, no norte da Itália. A bela cidade é composta por mais de 100 pequenas ilhas em uma lagoa no Mar Adriático e não possui estradas em sua parte central, somente canais (como o Grande Canal), cheios de palácios góticos e renascentistas.

Em Veneza, você não pode deixar de fora do seu roteiro os seguintes pontos turísticos:

Viajar pelo interior da Itália

Viajar pelo interior da Itália pode ser uma experiência tão interessante quanto visitar as cidades tradicionalmente mais turísticas, centrais e maiores.

As cidades pequenas da Itália oferecem atrações imperdíveis: você poderá conhecer vinícolas, castelos medievais, vilas históricas e lindas paisagens.

Além disso, uma grande vantagem de viajar pelo interior é que os seus gastos em cidades pequenas e mais afastadas dos grandes centros serão certamente muito mais contidos, principalmente em relação à alimentação e hospedagem. O único ponto negativo, porém, é que o transporte público pode ser limitado no interior e, com isso, você poderá precisar alugar um carro na Itália.

Se quiser alugar um carro para viajar pelo país, indicamos que pesquise os melhores preços e opções no comparador da Discovercars.

Existem diversas regiões que certamente merecem atenção no interior italiano. Porém, podemos destacar o interior da região da Toscana e da Umbria.

Companhias aéreas para viajar do Brasil para Itália

Diversas são as companhias aéreas que realizam viagens do Brasil para a Itália.

A companhia de bandeira da Itália é a ITA Airways, que opera no lugar da Alitalia desde 2020, quando a companhia decretou falência. A ITA está funcionando muito bem e oferece voos diários e diretos do Brasil para a Itália.

Foto da paisagem da cidade de Ivrea na Itália
A cidade de Ivrea é conhecida pelo Carnaval com uma grande guerra de laranjas. Foto: Raissa Ximenes

Ainda no que se refere aos voos diretos, a LATAM também disponibiliza uma ligação entre os países, com opções de voo direto São Paulo — Roma.

Todavia, você pode também viajar com outras companhias e realizar escalas em países dentro e fora do continente europeu. Dentre todas as companhias aéreas que realizam o trajeto Brasil — Itália, podemos destacar: British Airways, Air Europa, KLM, TAP e Air France.

Dicas para viajar para Itália

Agora que você já sabe tudo sobre viajar para Itália, confira algumas dicas que poderão te ajudar ainda mais:

  • Planeje-se com antecedência. Não se esqueça que um bom planejamento é essencial para que tudo ocorra bem durante a viagem;
  • Opte por acomodações que permitem cancelamento gratuito, assim, se alguma coisa acontecer e você não puder mais viajar ou precisar trocar datas, poderá cancelar a sua hospedagem sem prejuízos;
  • Aprenda algumas palavras básicas em italiano: os italianos apreciam quando os turistas tentam se comunicar na língua local;
  • Faça um roteiro, é muito difícil visitar a Itália sem um roteiro previamente definido. Isso porque, o país oferece uma grande quantidade de pontos turísticos e de atrações. Dessa maneira, se você se planejar bem, conseguirá viajar para os seus lugares preferidos e não perder nada do que deseja ver.

Gostou das dicas? Confira um vídeo da Priscilla Guerra, do canal Coisas que eu sei, com uma dica incrível de roteiro de 12 dias de viagem no país da bota!

Não esqueça do seguro viagem

O seguro viagem para Itália é obrigatório para todos os turistas. Assim, você irá precisar contratar um seguro se quiser viajar para o país da bota. Porém, os preços do seguro viagem são muito variados. Para que você tenha uma estimativa de gastos, fizemos uma cotação utilizando o Seguros Promo em maio de 2024.

O seguro para uma pessoa que viajará para Itália em novembro de 2024 custa a partir de R$ 11,86 por dia de viagem. Como o valor é calculado por dia, quanto mais tempo de viagem, mais caro o seguro.

Perguntas frequentes sobre viajar para Itália

Algumas dúvidas são muito comuns entre os turistas brasileiros que pretendem visitar a Itália. Vamos conferir as respostas para algumas delas a seguir?

Quais as cidades mais baratas da Itália para viajar?

Para viajar barato na Itália, você deve evitar as cidades tipicamente turísticas (Roma, Milão, Florença, Veneza, etc.) e procurar cidades menores. Alguns exemplos são:

Bari

Bari é uma das cidades mais importantes do sul da Itália. A cidade possui praias belíssimas e pode ser alcançada de forma simples por meio das ferrovias a partir de Roma ou Nápoles. Os seus custos com hospedagem e alimentação na cidade serão certamente contidos!

Lecce

Lecce é uma cidade na região da Puglia conhecida por ser muito econômica. O centro histórico da cidade é único em toda a Itália e deixa qualquer um de boca aberta.

Vicenza

Vicenza está localizada na região do Veneto, pertinho de Veneza. Uma das principais vantagens de visitar a cidade é poder alcançar outros pontos do norte da Itália facilmente e gastando muito menos com hospedagem e alimentação.

Palermo

Palermo é uma cidade grande localizada na Sicília. Apesar de atrair muitos turistas todos os anos, Palermo oferece oportunidades de turismo muito interessantes e, sobretudo, econômicas.

Percebeu que a maioria das cidades mais baratas estão localizadas no sul da Itália, não é mesmo? Pois é, a diferença em relação aos custos para visitar o norte e o sul do país é uma característica marcante.

Viajar para Itália precisa de visto?

Não, não é necessário.

Os turistas brasileiros não precisam de visto e podem permanecer no país (ou no Espaço Schengen) por um período máximo de 90 dias. Contudo, a partir de 2025, o ETIAS Itália será cobrado. Ele é uma autorização de viagem que será implementada nos 27 países do Espaço Schengen.

Como viajar para a Itália com animais de estimação?

Viajar com animal para Itália é possível, mas é um processo burocrático e cheio de regras que devem ser seguidas. Todo o processo demora, em média, 5 meses.

Para começar, o seu animal deverá ser identificado com um microchip, que deve ser colocado por um profissional. Além disso, ele deverá ter também um passaporte e um certificado de saúde emitido por um veterinário autorizado. O animal precisa ser vacinado contra a raiva para ingressar na Itália e deve passar por coleta de sangue e sorologia.

Esses são somente alguns dos passos envolvidos no transporte de um animal para o país da bota. Não se esqueça também de que cada uma das companhias aéreas que realizam o trajeto Brasil-Itália possuem regras específicas quanto ao transporte de animais de estimação. Assim, é fundamental que você busque informações sobre as regras relacionadas aos pets antes de comprar a sua passagem para Itália.

Por fim, você também precisará fazer um planejamento financeiro, uma vez que diversas taxas serão cobradas, tanto por parte do governo italiano quanto também por parte das companhias aéreas.

São muitas exigências e detalhes. Dessa maneira, é fundamental que você faça uma pesquisa detalhada antes de começar o processo para levar o seu bichinho para a Itália.

Viajar para Itália para morar no país

É claro que viajar para a Itália para morar no país é muito diferente do que viajar para visitar e depois voltar o Brasil.

Se você quer morar na Itália definitivamente, então é preciso que você saia do Brasil com todos os documentos necessários em mãos, incluindo o visto para Itália. Existem diferentes tipos de vistos que variam conforme os seus objetivos no país: visto de estudante, de trabalho, para aposentados, etc. Porém, todos os vistos são obrigatórios para aqueles que pretendem passar mais de 90 dias no país.

O visto deve ser solicitado com antecedência e enquanto você estiver no Brasil, por meio do Consulado italiano. Ah, e é claro que se você tiver europeia você não precisa solicitar o visto.

Preparado para viajar para Itália? Se o objetivo for conhecer primeiro para depois morar no país, conheça a história de outros brasileiros que decidiram realizar O Sonho de Viver na Europa no nosso ebook.