Se você tem cachorro ou gato, já levou ou já deve ter pensado em levar o seu pet para viajar junto com você de avião. Afinal, geralmente para viajar é preciso se preparar previamente e passar por algumas burocracias, ainda mais quando se está levando animais de estimação. E, como são muitas as dúvidas sobre este assunto, neste artigo, vamos falar sobre passagem aérea para pet.

Vamos explicar como comprar passagem aérea para pet, documentos necessários, quanto custa, onde comprar, entre outras informações. Confira!

Como comprar passagem aérea para pet?

Antes de planejar uma viagem com o seu animal de estimação, é preciso ficar atento às regras das companhias aéreas sobre o transporte de cães e gatos. Isso porque não há uma legislação específica para os pets sobre o este tema.

Desta forma, cada empresa determina quais as raças que irá transportar, a idade mínima de seu pet, o tamanho e o peso permitido, assim como o valor da passagem aérea para o pet, entre outros pontos. Então:

  1. Primeiramente, é essencial verificar a política da companhia aérea para comprar passagem aérea para pet. Desta forma, para ter segurança de que está cumprindo todos os requisitos e evitar sustos no dia de sua viagem, pesquise as informações. Uma boa dica é entrar em contato com a companhia escolhida, para saber tudo o que é necessário fazer para levar o seu pet com você na aeronave;
  2. Você deve fazer a reserva da passagem aérea para pet com antecedência. É de suma importância que você já tenha comprado o seu bilhete, pois a compabhia aérea fará a associação do seu cachorro ou gato com os seus dados;
  3. Para isso, entre no site da companhia aérea ou contate a central de atendimento da companhia aérea, informe os seus dados, os dados do voo e faça uma reserva para que o seu cão ou gato viaje com você.

Lembre-se de fazer esse processo com antecedência, pois há limite de pets que podem ser transportados em cada voo. Assim, se você deixar para a última hora, talvez não encontre mais disponibilidade.

Documentos para comprar passagem aérea para pet

É possível viajar com o seu pet de avião. Mas, para isso, é necessário portar alguns documentos.

Voos nacionais e internacionais

Atestado sanitário de seu pet, comprovando que o seu pet está em boas condições para viajar na aeronave.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Voo atrasado ou cancelado?

Tenha o seu caso analisado gratuitamente e receba até R$10.000 de indenização através da AirHelp. Caso você não tenha direito à indenização, não paga nada. O serviço é prático, rápido e seguro. Confira!

CONFERIR →

O documento, que deve ter validade de 10 dias da data de emissão, deve ser preenchido pelo veterinário, conter o nome do proprietário do pet, além de apresentar informações completas do animal de estimação: raça, nome, idade, origem e pedigree, se houver.

O Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos é aceito em alguns países – para saber quais países aceitam o documento, acesse o site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Carteira de vacinação, incluindo a vacina antirrábica. Essa vacina é obrigatória para animais a partir de três meses de idade. O comprovante da antirrábica deve conter o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da partida/ampola utilizada.

Para animais que forem vacinados pela primeira vez, é preciso esperar 21 dias transcorridos da data da aplicação da vacina para o embarque. Animais que já foram vacinados contra a raiva antes não precisam aguardar efeito imunológico da vacina.

Pessoa viajando com seu pet e sua passagem aérea
Você deve apresentar alguns documentos para comprar passagem aérea para pet, seja em voos nacionais ou internacionais.

É válido informar que não é permitido o embarque de animais que estiverem há mais de um ano sem a aplicação da vacina antirrábica.

Voos internacionais

Para voos internacionais, é necessário apresentar também o Certificado Veterinário Internacional (CVI), um certificado emitido para voos internacionais. Para mais informações sobre a emissão do CVI, acesse o site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Será necessário també, apresentar o Certificado Zoosanitário Internacional (CZI), um certificado emitido para voo internacional.

É válido destacarmos que existem protocolos e requisitos diferentes para cada destino. Por isso, você deve confirmar junto à companhia qual é a documentação necessária para o país para onde irá viajar com o seu pet.

Quanto custa passagem aérea para pet?

De acordo com as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), as companhias aéreas cobram um valor à parte para transportar animais domésticos.

Os valores de passagem aérea para pet variam de acordo com a companhia aérea, se eles vão na cabine ou no porão, destino, entre outros fatores. E, para você ter uma ideia dos custos para levar o seu cão ou o seu gato na sua viagem, fizemos uma simulação nos sites de algumas companhias aéreas europeias para voo na Europa.

Confira na tabela adiante.

Cabine  Porão
TAP 70€
  • 120€ (até 32kg)
  • 230€ (de 32kg a 45kg)
Azul 150€ De acordo com a revista digital da Azul, não é permitido que pets viajem no porão na Azul
Air France 125€ 200€
Air Europa 50€ 150€

Observação: a simulação foi feita em agosto de 2023.

Onde comprar passagem aérea para pet?

A passagem aérea para pet pode ser comprada diretamente no site da companhia aérea, por meio de contato com a central de atendimento da empresa de transporte aéreo ou com agências de viagens que prestam esse tipo de assessoria.

Caso precise de ajuda para comprar a passagem aérea para o seu animal de estimação, o Euro Dicas indica a Cestarolli Travel.

A Cestarolli é uma agência de viagens, que possui uma equipe de consultores experientes na indústria aérea e no turismo. A empresa trabalha com todas as companhias aéreas, além de produtos e serviços relacionados a passagens e turismo e pode auxiliar você em todo o processo de compra da passagem do seu pet e preparo da documentação.

Caso seja a primeira vez que você vai fazer esse processo ou não tenha familiaridade com o assunto, recomendamos fortemente que você faça isso acompanhado de especialistas para não dar nada errado com o embarque do seu melhor amigo.

Como é feito o transporte do pet no avião?

Seu gato ou cachorro de estimação pode ser transportado na cabine, junto com você, ou no porão, no compartimento de cargas. Isso depende do tamanho do animal de estimação e da raça.

Além disso, conforme esclarece a ANAC:

“O transporte de bagagens especiais e de animais deve observar regime de contratação e procedimento de despacho próprios e as regras são definidas pelas empresas aéreas”.

Desta forma, é primordial se atentar às informações da companhia aérea e também à caixa de transporte, um item fundamental para viajar com o seu pet. Veja abaixo as regras.

Regras para viajar com o pet

Viajar com animais para a Europa ou para qualquer outro destino de avião requer muita atenção às regras, para tudo sair como planejado no dia do embarque.

Por isso, a regra geral, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) é que animais domésticos sejam acomodados limpos e sem odor desagradável em uma caixa de transporte, o kennel, que pode ser comprada em pet-shops.

Essa caixa deve possuir aberturas, de modo a garantir a circulação de ar e espaço suficiente para que o animal consiga se mover e girar dentro dela e ser de acordo com as regras da companhia aérea que vocês irão viajar.

Regras devem ser cumpridas para comprar passagem aérea para pet.
É necessário se atentar às regras para comprar passagem aérea para pet e viajar com o seu animal de estimação.

Ao serem transportados no bagageiro do avião, os pets são colocados em uma área destinada à retirada de bagagens diferenciadas após o desembarque, e não na esteira.

Além disso, outras regras devem ser consideradas, como:

  • Para que o seu pet vá com você na cabine do avião, é necessário que ele tenha menos do que o peso máximo permitido para ir a bordo. Caso tenha mais, ele deverá ir no porão do avião;
  • A caixa de transporte deve possuir uma trava, de modo a garantir que o seu animal de estimação não saia durante o voo;
  • A caixa de transporte de seu pet deve ter uma base impermeável e absorvente, com ventilação adequada;
  • As dimensões da caixa de transporte devem ser respeitadas;
  • A caixa de transporte não pode possuir rodas e deve caber sob o assento dianteiro, para ir a bordo;
  • Seu pet deve ter espaço suficiente para ficar em pé, se mover e girar dentro da caixa de transporte;
  • Por segurança, não é permitido viajar com o animal de estimação na primeira fila do avião ou junto às saídas de emergência;
  • É necessário apresentar toda a documentação de seu pet exigida pela companhia aérea.

Vale reforçarmos, aqui, que o transporte de pets está sujeito à disponibilidade no voo e confirmação prévia da companhia aérea. Se o seu animal de estimação não cumprir os requisitos, ele não poderá viajar por motivos de segurança.

Outra informação importante é que cada companhia aérea possui as suas regras. Portanto, é primordial verificar as especificações antes mesmo de comprar a passagem aérea para pet.

Raças não permitidas

Algumas raças não são permitidas pelas companhias aéreas, principalmente animais braquicefálicos, dado o risco, já que suas características físicas causam dificuldades respiratórias, com risco de vida durante o transporte. É o caso do buldogue francês, por exemplo.

Além disso, algumas raças são consideradas perigosas. Por isso, é necessária a assinatura de um termo de responsabilidade do tutor e a notificação de permanência do animal no país. Por exemplo, existem restrições para levar cachorro para Portugal se a raça for:

  • Fila brasileiro;
  • Dogue argentino;
  • Pit bull terrier;
  • Rottweiller;
  • Staffordshire terrier americano;
  • Staffordshire bull terrier;
  • Tosa inu.

Por isso, é sempre fundamental verificar junto à companhia aérea se o seu pet possui alguma restrição para o embarque, pois isso vai depender do tipo de política da empresa e do destino da viagem.

Como escolher a melhor companhia aérea para comprar passagem aérea para pet?

A melhor maneira de escolher a companhia aérea adequada para comprar passagem aérea para pet é prestando atenção na qualidade do atendimento ao cliente e verificando a estrutura em solo para cuidar dos pets.

Por exemplo: existem companhias aéreas que possuem espaço para recepcionar os animais durante as conexões, de modo que o seu pet possa descansar e sair um pouco de sua caixa de transporte. Esses espaços contam com veterinários, que monitoram os animais.

Desta forma, veja algumas dicas para escolher melhor a companhia aérea para viajar com o seu animal de estimação:

  • Identifique quais companhias aéreas transportam animais para o destino onde pretende ir;
  • Pesquise a reputação das companhias aéreas na internet, em sites como Reclame Aqui e Trustpilot, por exemplo;
  • Opte pela companhia que oferecer voos diretos ou, em caso de escala, opte pela companhia aérea ou pelo aeroporto de conexão que tiver pet hotel para o seu animal poder descansar;
  • Verifique se o seu pet possui alguma restrição na companhia aérea escolhida.

Dicas para manter a segurança do seu pet ao viajar

O bem-estar de seu animal de estimação deve ser a primeira coisa a pensar antes de comprar passagem aérea para pet. Por isso, os seguintes cuidados devem ser tomados para manter a segurança de seu pet:

  • Leve o seu pet para um veterinário antes de decidir viajar;
  • Transporte o animal na caixa de transporte adequada – e não esqueça de fazer a adaptação do pet à caixa algumas semanas antes da viagem;
  • Estude se o seu pet ficará bem acomodado durante a viagem, se ele não ficará estressado ou se o transporte não causará risco à sua saúde;
  • Se possível, planeje voos diretos e trajetos mais curtos. Assim, é possível controlar a ansiedade de seu pet e evitar que ele fique desidratado;
  • No dia da viagem, ofereça ao seu pet alimentos leves, para evitar que ele tenha enjoos. Especialistas recomendam que o animal faça a última refeição com duas a três horas de antecedência ao embarque;
  • Dê bastante água ao seu pet em casa, no aeroporto e antes do voo, para ele ficar hidratado durante a viagem;
  • Evite embarcar com muito tempo de antecedência; faça isso somente caso o animal esteja nervoso no aeroporto. Brinque com o seu pet para ajudá-lo a relaxar.

Essas são algumas dicas de cuidados com o seu pet, que vão garantir mais segurança na sua viagem. Com a passagem aérea para pet comprada e cumprindo todos os requisitos de segurança, as chances de sua viagem ser boa são maiores.

Lembre-se de contratar um seguro viagem internacional e aproveite a trip com o seu pet!