Portugal anuncia o Tech Visa e 100 milhões para inovação tecnológica

No dia 5 de novembro de 2018, o primeiro-ministro de Portugal anunciou mais de 100 milhões de euros do Fundo Europeu de Investimento para apoiar projetos de tecnológicos e o arranque do Tech Visa, uma espécie de visto destinado à atração de quadros qualificados para residirem no país.

Estas duas medidas foram divulgadas por António Costa na abertura do Venture Summit, no Convento do Beato. Também participaram do evento o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e o ministro adjunto e da economia, Pedro Siza Vieira.

Parceria com o Fundo Europeu de Investimento

O líder do executivo informou que em breve Portugal vai assinar o reforço do investimento da sua parceria com o Fundo Europeu de Investimento com mais 100 milhões de euros. Esse dinheiro vai ser investido no programa “Portugal Tech”, que já envolveu em torno de 230 milhões de euros desde que foi criado.

De acordo com o Governo, metade do total desse investimento de 100 mil euros sai do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI) e a outra metade, do próprio Fundo Europeu de Investimento – programa da União Europeia que compõe o “Plano Juncker”.

Talvez seja interessante saber como ser trabalhador independente em Portugal.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Criação do Tech Visa

O Governo assinou, no dia 7 de Novembro, a portaria para a criação do Tech Visa, com o objetivo de facilitar a permanência em Portugal de quadros qualificados de países extracomunitários.

A previsão do Governo português para o Tech Visa entrar em vigor é dia 1 de Janeiro de 2019. Ele tem o intuito de complementar o Startup Visa, criado como estratégia para aprofundar as relações bilaterais entre Portugal e Índia e destinado, principalmente, a investidores que pretendam instalar startups no país.

Percurso macroeconômico de Portugal

O primeiro-ministro apresentou para investidores em startups o percurso macroeconômico de Portugal nos últimos três anos: desde a fase da saída do Procedimento por Défice Excessivo da União Europeia, até a atual situação em que todas as agências de notação financeira inserem o país em um nível de investimento.

E apontou: “Com o acordo que iremos fazer com o Fundo Europeu de Investimentos, vamos reforçar a nossa aposta nas startups. Esse fundo terá também capital privado”.

António Costa negou que o reforço do fundo tenha sido uma contrapartida para a Web Summit permanecer em Portugal

Para os jornalistas, António Costa negou que o reforço do fundo em 100 milhões de euros tenha sido uma contrapartida para a Web Summit permanecer em Portugal:

“A Web Summit é uma peça da nossa estratégia relativamente ao ecossistema das startups. O programa ‘Portugal Startups’ tem vários componentes, desde a vertente da antecipação do subsídio de desemprego para se avançar com negócios, até o pagamento de bolsas no período de incubação. Entre outros fatores, a Web Summit é uma montra internacional para as nossas próprias startups”, afirmou.

Confira o artigo que fizemos sobre o desemprego em Portugal: taxa atual e áreas mais afetadas.

Novo Visa para perfis mais tecnológicos

Em relação ao Tech Visa, António Costa mencionou que já foram criados vistos específicos para investidores em startups e que agora o Governo lançou um novo visa para perfis mais tecnológicos, com o objetivo de atrair esses quadros para o país:

“Desde março, mais de 400 pessoas já requereram a concessão deste tipo de visto”, complementou o primeiro-ministro.

Fonte: Lusa.

Não deixe de ler a notícia que Lisboa suspende novos alojamentos locais em diferentes bairros.

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.

Artigos relacionados

Sites de emprego em Portugal: veja a lista com os melhores

Descubra os melhores sites de emprego em Portugal e algumas alternativas para encontrar a sua vaga, seja através de sites, agências ou pelas redes sociais.

Como trabalhar em Portugal: visto, salários e oportunidades

Todos os passos para trabalhar em Portugal: veja como obter o visto de trabalho, média salarial, os melhores sites de emprego e mais.

Visto para Portugal: tipos, custos e como solicitar o seu

Vai se mudar para Portugal?Sozinho ou com a família? Confira o visto necessário, custos e procedimentos passo a passo para viajar tranquilo.

Como morar em Portugal em 2020 (Guia Atualizado!)

Dicas que ninguém te conta sobre como morar em Portugal na primeira pessoa: passo a passo, como conseguir um visto, qual é o custo de vida e mais.

Custo de vida em Portugal 2020: quanto custa viver no país

Conheça o custo de vida em Portugal, quanto custa alugar apartamento, fazer compras do mês, gasto com saúde, transporte e salário para viver no país.

Estudar em Portugal de graça: bolsas de estudo e intercâmbio

Estudar em Portugal de graça pode ser mais comum do que você imagina, basta ser aprovado em programas de bolsas e intercâmbios. Veja como se inscrever!

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube