Queda na aquisição de cidadania portuguesa: menos 28% em 2017

Portugal  / 

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), o número de estrangeiros residentes em Portugal que adquiriram a nacionalidade portuguesa no ano passado foi 28,2% menor que em 2016.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

As estatísticas demográficas divulgadas mostram que 25.104 pessoas obtiveram nacionalidade portuguesa em 2016 e que o número diminuiu para 18.022 em 2017.

Aquisição da nacionalidade portuguesa por estrangeiros residentes em Portugal

A naturalização foi a principal forma de aquisição de nacionalidade portuguesa por estrangeiros que moram em Portugal (69,7% das pessoas conseguiram por esse meio).

Em seguida, está o casamento ou a união estável com um cidadão português há mais de três anos, com 18,3%. Logo depois, a nacionalidade concedida a filho menor ou incapaz, cujo pai ou mãe tenha adquirido a nacionalidade portuguesa, com 11,6%.

Aquisição da nacionalidade portuguesa por estrangeiros que não moram em Portugal

Em contrapartida, foi mantida a tendência de evolução comprovada nos últimos anos para aquisição da nacionalidade portuguesa por estrangeiros que não moram em Portugal.

Segundo o INE, em 2017 foram 5.298 casos, verificando-se um aumento de 24,7% em relação ao ano anterior.

Para o instituto, este crescimento é resultado, especificamente, das alterações legislativas que facilitaram a possibilidade de estrangeiros descendentes de portugueses e também descendentes de judeus sefarditas portugueses adquirirem sua nacionalidade portuguesa.

Não deixe de ler o artigo que fizemos com a nova lei de cidadania portuguesa.

Principais motivos de aquisição da nacionalidade por estrangeiros que não moram em Portugal

No ano passado, “ser descendente de judeus sefarditas portugueses” foi o principal motivo de aquisição de nacionalidade para estrangeiros que não moram no país, com 32,3% do total, 1.713 casos.

“Ser descendente de nacional português” foi o segundo principal motivo, com 26,2% do total, 1.387 casos.

O “casamento ou a união estável com cidadão português há mais de três anos”, segundo o INE, assumiu a terceira posição, com 26% do total dos casos.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Nacionalidade brasileira na aquisição de nacionalidade portuguesa

No ano passado, a nacionalidade brasileira revelou valores mais altos no que diz respeito à aquisição da nacionalidade portuguesa, não só na condição de moradores em Portugal (um total de 6.084), como também na de residentes no exterior (2.793).

A nacionalidade de Cabo Verde foi a segunda mais representativa, segundo o estudo.

Quando se trata de estrangeiros que não residem no país, as nacionalidades turca e israelita ficam, pela primeira vez, em 2º e 3º lugares.

Mais da metade das aquisições de nacionalidade portuguesa foram atribuídas a mulheres

Um dado interessante revelado pelo levantamento é que mais da metade das aquisições de nacionalidade portuguesa foram atribuídas a mulheres no caso de residentes e esse número foi 53,9% para os casos de não residentes.

Idade média dos residentes

A análise estatística também revelou que os residentes em Portugal têm idade média de 35,3 anos, valor menor que dos residentes no exterior.

Portugal anuncia o Tech Visa e 100 milhões para inovação tecnológica. Confira.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.