Se você vai viajar para a Europa, precisa estar por dentro de como os dados do seu celular irão funcionar. Afinal, permanecer em conexão pode resultar em taxas bem altas, independente da sua operadora. Quer saber como funciona o roaming na Europa e quais são as melhores opções para você? Acompanhe o artigo!

Como funciona o roaming na Europa para celulares brasileiros?

O roaming na Europa funciona graças à parceria das operadoras brasileiras com as europeias. A partir dessa parceria, os celulares brasileiros podem funcionar normalmente na Europa.

No entanto, as taxas pelos serviços de internet, ligação e SMS costumam ser altas. Afinal, a sua operadora passa a contar com os serviços de roaming da Europa e, por isso, há cobrança extra.

Quais os serviços inclusos?

Os serviços inclusos no roaming na Europa dependem da sua operadora. Normalmente, todas elas oferecem internet, ligação e SMS. Porém, os valores cobrados por cada um desses serviços não são fixos, e variam bastante.

Como ativar o roaming na Europa?

Para ativar o roaming na Europa, caso você não tenha entrado em contato com a sua operadora e contratado um pacote específico para viagens, basta utilizar os serviços (ligação, internet ou SMS) normalmente.

A partir do momento em que você utiliza esses serviços, as tarifas começam a ser cobradas. Por ser tão simples ativar, é comum haver sustos e cobranças por serviços que você utilizou acidentalmente.

Se você, mesmo que sem querer, ativar os dados móveis ou apertar o botão de ligação para algum contato, prepare-se: a cobrança pode vir salgada depois disso. Por isso, é necessário tomar muito cuidado para não ativar recursos que você não pretende utilizar.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Como funciona a tarifa de roaming?

As tarifas por serviços de ligação, SMS e internet existem em todas as operadoras de celular. Porém, as taxas cobradas por elas são diferentes:

Vivo

Se sua operadora é a Vivo, você tem uma opção um pouco mais barata, mas também mais limitada. Se você contratar o pacote Vivo Travel/Europa, terá acesso a alguns benefícios, como:

  • SMS ilimitado;
  • 50 minutos de ligação para o Brasil ou para a Europa;
  • Franquia de dados que varia de acordo com país, mas que oferece entre 200MB a 1GB de internet por dia.

Agora, se você não contratar o plano, pagará o valor fixo de R$39,99 por dia de uso. Esse valor será cobrado se você ativar os dados móveis, fizer alguma ligação ou enviar um SMS.

Se você tiver um plano Pré ou Pós-controle, também pagará taxas um tanto quanto altas. Você pagará R$0,19 por mega de internet utilizado e por SMS enviado. Além disso, pagará R$1,29 por minuto de chamada realizada.

Claro

Se você utiliza a operadora Claro, pode contratar pacotes Mundo. Eles duram 30 dias, e oferecem:

  • 50 minutos de ligação: R$ 99,90;
  • 1GB de internet: R$ 249,90.

Caso você exceda os limites estabelecidos pelos pacotes, uma tarifa excedente será cobrada. Ela poderá variar conforme a quantidade de internet ou de minutos extra que você utilizar. Você pode pagar até R$39,90 por dia de uso extra.

Oi

Com a operadora Oi não existem pacotes completos disponíveis. Os valores são cobrados por consumo. Você pagará:

  • R$59,90 por 50 minutos de ligação;
  • R$99,90 a cada 500MB consumidos.

Tim

Na Tim existem pacotes de roaming apenas para as Américas. Para a Europa, os valores também são cobrados por consumo. Você pagará:

  • R$39,90 por 1GB de internet por dia (se você contratar o pacote máximo, com 16GB de internet, pagará R$598,50).
  • R$2,49 por minuto de ligação;
  • R$1,19 por SMS enviado.

Ao ativar o roaming na Europa, você pode pagar tarifas extra caso extrapole o limite de dados móveis.

Existem alternativas ao roaming em viagens ao exterior?

Como você viu, os valores de roaming com chips brasileiros podem ser muito desagradáveis. Mas existem alternativas mais baratas: comprar um chip internacional ou um chip local.

Chip internacional

Para viagens turísticas, as melhores opções são os chips internacionais: eles são mais baratos que o roaming na Europa e que os chips locais.

Ao escolher um chip internacional, você pode considerar o tempo que ficará em viagem e comprar um pacote ilimitado ou que dure por todo esse tempo, sem precisar fazer eventuais recargas. Se você planeja viajar para outros lugares da Europa, o chip internacional apresenta outra vantagem: você pode utilizar o mesmo chip em qualquer lugar.

É mais prático, pois você recebe o chip no Brasil e já chega na Europa com os dados móveis funcionando.

Chip local

O chip local é uma alternativa mais barata que as tarifas de roaming. No entanto, essa é uma opção mais viável para quem passará pelo menos mais de um mês na Europa, ou até mesmo se mudar.

Você pode comprar o seu chip de celular diretamente nas lojas das operadoras. Os chips locais costumam custar entre 10€ e 50€. Porém, uma desvantagem é que os serviços costumam não ser longos o suficiente para cobrir toda a sua viagem.

As chances de você precisar recarregar o celular para continuar em conexão são grandes, mesmo que os valores sejam bem mais baixos que o roaming na Europa. Quando for comprar o seu chip, lembre-se de ter o passaporte em mãos. Ele será necessário para liberar o seu chip.

Comprar chip de celular

Qual a melhor alternativa para quem viaja para a Europa?

Se você vai viajar para a Europa e quer evitar surpresas desagradáveis na sua conta bancária, uma das melhores alternativas é utilizar um chip internacional. O America Chip é um bom exemplo. O chip custa U$44 (aproximadamente R$ 222, a depender da cotação do dia).

Após a compra, você terá internet 4G ilimitada e ligações. Isso garante que você não ficará sem conexão e não pagará tarifas extras de consumo. Você pode comprar o seu America Chip antes de viajar. Se você mora na capital do Rio de Janeiro ou em São Paulo, seu chip chegará no mesmo dia.

Para as demais regiões do Brasil, em no máximo 10 dias úteis o seu chip chegará.

Se você não conhece a America Chip, veja esse artigo completo que escrevemos sobre essa marca e confira se é a melhor opção para você.

Como comprar um chip internacional?

Comprar um chip internacional é mais simples e menos burocrático que comprar um chip local. Para comprar, basta entrar em contato com a empresa da sua escolha e encomendar o seu. Feito isso, em alguns dias o seu chip chegará na sua casa.

É possível comprar antes de sair do Brasil?

Sim. Você pode comprar o seu chip internacional antes mesmo de viajar.  Assim, você já chega ao seu destino com conexão.

Se você estiver planejando sua viagem há muito tempo, compre um chip pelo menos um mês antes. Isso porque, a depender da empresa que você contratar, a entrega pode demorar.

Porém, se você vai fazer uma viagem de última hora, não precisa se preocupar. Boa parte das lojas dos aeroportos internacionais vendem chips internacionais, e você pode encontrar um com facilidade.

Como funciona o roaming dentro da Europa?

Se você mora na Europa e vai apenas visitar outro país europeu, há uma grande vantagem: o roaming não existe mais para quem mora na União Europeia.

Isso significa que, se você for para outro país da região, pode usar os serviços de internet, SMS e ligação normalmente. Você não pagará tarifa extra por isso.

Vale a pena ativar o roaming na Europa?

Valer ou não a pena ativar o roaming irá depender do tempo da sua viagem.

Se você vai se mudar para a Europa, o que vale a pena é comprar um chip local. Se você irá passar apenas dois ou três dias, o roaming vale a pena, desde que você use com moderação e não extrapole os dados disponíveis.

Agora, se você pretende passar um tempo maior na Europa, a melhor opção é comprar um chip internacional. Assim, você evita pagar tarifas altíssimas por serviços básicos, e não corre o risco de ficar incomunicável.

Dicas para viajar sem ficar desconectado

Se você vai para a Europa, com certeza quer estar sempre com conexão. Seja para postar fotos nas suas redes sociais, falar com a família e consultar o Google nos momentos de dúvida. Confira algumas dicas para não passar por sufoco:

1. Encontre pontos de Wi-Fi livre

Essa é uma das principais dicas para quem optar pelo roaming na Europa. Para evitar extrapolar os limites de internet impostos pela operadora, você pode procurar pontos de Wi-Fi livre.

A maioria dos pontos turísticos da cidade (como grandes praças e museus) oferecem internet gratuita. Nos cafés e restaurantes, esse serviço também é muito comum.

O aplicativo Wi-Fi Finder pode ser seu aliado nesses momentos. Ele funciona sem internet, e fornece uma lista de pontos de Wi-Fi grátis disponíveis perto de você. Basta digitar sua localização no app.

2. Instale o aplicativo da sua operadora ou do seu chip internacional/local

Nesses aplicativos, você pode saber o quanto ainda tem de dados móveis, tempo de ligação e SMS. Essa é uma forma de você controlar seu uso de internet, caso perceba que ela está próxima do fim.

Normalmente, você também consegue fazer recargas através dos aplicativos, e assim garante não perder conexão.

3. Tenha o mapa do local em que você está baixado em modo offline no seu celular

Se você está visitando um país novo ou pouco conhecido, provavelmente não conhece a fundo todas as ruas e caminhos possíveis. Nessas horas, o Google Maps é fundamental.

Para evitar gastar internet em excesso com o Maps, baixe o mapa completo do país em que você está enquanto estiver em um local com Wi-Fi.

Com a versão offline do mapa no celular, você não se perderá caso acabe a internet ou não gastará dados sem necessidade.

Ao baixar o mapa da cidade em que você está no modo offline, você pode ver sua localização em tempo real e ativar o recurso de GPS em voz alta.

Pessoa segurando celular com aplicativo de mapa aberto
Ao baixar o mapa da cidade offline, você pode ver sua localização em tempo real e ativar o recurso de GPS em voz alta.

4. Telefone público para ligações gratuitas

Imagine a seguinte situação: você viajou com um chip internacional, não tem direito a ligações e precisa falar urgentemente com alguém. Ou, pior: está passando poucos dias na Europa, optou pelo roaming e ficou sem crédito e sem comunicação.

Você certamente vai precisar de uma forma de fazer uma ligação para o Brasil. Seja para entrar em contato com sua operadora para recarregar o celular, seja para entrar em contato com um parente ou até mesmo com seu banco.

Nessas situações, você pode utilizar um telefone público para fazer uma chamada a cobrar para o Brasil.

Como ligar para o Brasil da Europa?

Fazer uma chamada a cobrar da Europa para o Brasil é um pouco diferente das chamadas a cobrar comuns. Você precisa ligar para uma hotline, e um atendente irá direcionar a sua ligação para quem você deseja.

Para ligar para o Brasil, o número é 0800 891 7391. É importante ter em mãos o número de telefone e nome completo da pessoa com quem você deseja falar.

5. Planeje sua viagem e compre seu chip internacional com antecedência

Comprar seu chip internacional antes de viajar é uma atitude de muita precaução. Assim, você evita vários estresses. Por exemplo, essa é uma forma de eliminar o risco de você comprar o chip internacional no aeroporto e não conseguir ativar. Comprando com antecedência, você tem tempo de sobra para lidar com esses imprevistos.

Outro ponto é que você garante que irá chegar na Europa com conexão completa, e pode facilmente pedir um táxi, fazer uma pesquisa no Google e consultar o mapa para chegar no seu hotel.

Seguindo todas essas dicas, você garante fazer uma viagem tranquila e segura. E aí, qual vai ser sua opção de conexão para viajar para a Europa?