Chip de celular na Europa: saiba como comprar e usar

É possível sim, viajar conectado. Ter internet no celular para conferir os endereços das atrações, mapas, reservar restaurantes e ingressos e, claro, se comunicar com família e amigos. Saiba como comprar chip de celular na Europa e como usar o 4G em outros destinos.

Como comprar chip de internet na Europa?

Existem duas formas de comprar um chip de celular na Europa: direto com as operadoras, utilizando os planos pré-pagos oferecidos por cada empresa, ou adquirindo um chip internacional de internet, que você pode já adquirir antes da viagem e já chegar ao destino com ele habilitado.

Na maioria dos aeroportos internacionais, como no Aeroporto Internacional de Lisboa, por exemplo, existem lojas que vendem diversos tipos de chip de celular que podem ser utilizados no país no próprio desembarque e em outros países europeus, já que na União Europeia o roaming é gratuito.

Caso não seja possível, é válido procurar as lojas que estão espalhadas pela cidade.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Qual a melhor operadora de chip de internet na Europa?

Não faltam opções de operadoras nos países europeus, mas vale frisar que a melhor cobertura é oferecida pelas maiores e principais empresas. Se você vai viajar e precisa garantir uma conexão constante – seja para se comunicar via WhatsApp ou para consultar o Google Maps – vale a pena pagar mais caro por um chip de internet na Europa de maior qualidade.

A seguir, veja boas opções de operadoras nos países mais visitados pelos turistas.

Espanha

As principais operadoras em território espanhol são Movistar, Orange e Vodafone, sendo que as duas primeiras oferecem a melhor cobertura no país e as melhores opções em 4G, tanto em qualidade do serviço quanto em preços.

Outras opções não tão conhecidas são o Lycamobile e Lebara, cujos valores são mais baixos por se tratarem de operadoras menores; atente-se apenas à qualidade da cobertura.

Alemanha

A melhor opção são as MVNOs (Mobile Virtual Network Operator), operadoras móveis com redes virtuais que não possuem rede própria e dependem de operadoras tradicionais para oferecer seu serviço.

Na Alemanha, esse mercado funciona muito bem e tem custos baixos para o consumidor, apresentando-se como uma vantagem.

A Vodafone também está presente no país, sendo que além dela você pode recorrer à E-Plus, Blau, O2 e Telekon.

Itália

Surpresa: a TIM funciona na Itália e é considerada uma das melhores operadoras.
Vodafone e Lycamobile também são populares em solo italiano, sendo possível até comprar um chip assim que descer do avião, no aeroporto de Roma. Outras boas opções são Wind e Tre – essa última presente também na Áustria, Suécia, Reino Unido, Dinamarca e Irlanda.

Portugal

Vodafone segue como unanimidade de chip internet Europa também em solo português, onde os pacotes de dados são vantajosos para quem faz viagens curtas e a cobertura é de alta qualidade.

Além dessa, MEO oferece o maior volume de cobertura 4G a partir de 9,99€. Por fim, a NOS também se apresenta como opção vantajosa e com boa reputação entre turistas e habitantes.

França

Ao contrário do que acontece na maioria dos países, as operadoras maiores e principais oferecem tarifas semelhantes às pequenas empresas, porém com cobertura de maior qualidade – logo, compensa investir nas grandes como Bouygues Telecom, Orange e SFR.

Reino Unido

Vodafone e O2 são boas operadoras presentes no Reino Unido, junto de Giff Gaff, EE e Virgin Media.

Uma dica: o Content Lock é uma medida utilizada no país para restringir o acesso a conteúdo adulto, principalmente sites pornográficos.

O problema é que muitos sites acabam bloqueados simplesmente por não receberem a designação correta, portanto quando for comprar seu chip de internet na Europa lembre-se de pedir a remoção desse bloqueio – afinal, tudo que você não precisa é ficar sem acesso durante sua viagem.

Não use o seu plano de celular do Brasil na Europa

Muitas operadoras brasileiras oferecem o serviço de roaming de internet internacional para os chips habilitados no Brasil e que podem ser utilizados no exterior. No entanto, nós não recomendamos: o preço pode sair bem mais caro, pois você estará usando um serviço contratado nacionalmente.

O valor pode ser até 10 vezes maior do que se usar um chip de celular na Europa contratado no próprio destino.

Dá para ter o chip ainda antes de sair do Brasil?

Dá sim e existem várias empresas que oferecem o serviço de chip para viagem internacional que funciona em diversos países do mundo e é enviado para a sua casa. Ou seja, você já chega no país destino com a sua internet funcionando, sem complicação.

Entre os serviços oferecidos, nós recomendamos o Viaje Conectado, EasySim4you ou o mysimtravel. Todos são de qualidade, cada um deles tem suas vantagens e desvantagens que explicamos a seguir.

Chip de internet na Europa funciona no Brasil?

Não. O roaming Europa só funciona entre os países que integram a União Europeia, portanto fora do espaço de cobertura o chip não funcionará.

Chip de celular na Europa usuária

Melhor chip de internet na Europa

Desde 2017, o Parlamento Europeu promulgou um regulamento chamado “roaming like home“. Na prática, isso quer dizer que o roaming internacional se tornou gratuito na União Europeia e na Islândia, em Liechtenstein e na Noruega.

Como resultado, é possível encontrar um chip de celular na Europa que seja válido em diversos países, o que só trouxe vantagem para quem o adquire já no continente europeu.

A desvantagem é que nem todas as operadoras oferecem esse serviço, e você poderá perder algum tempo pesquisando em diversas empresas qual é a melhor opção. Se possível, pesquise antes de viajar quais são as operadoras disponíveis no destino e qual delas oferece um chip que possa ser utilizado em outros países.

A vantagem é o custo: os viajantes podem encontrar uma variedade grande de chips, custando barato, a depender do plano contratado. Além disso, ele funciona como um chip internacional, válido e que entrega um bom serviço.

Outra opção é encontrar um chip internacional, que pode ser adquirido ainda antes da viagem. Muitas plataformas oferecem o serviço para a Europa em geral.

Veja uma relação com as melhores opções de chip de celular na Europa para compra antecipada e uso internacional. Com as operadoras, o ideal é checar direto nas lojas de cada país quais os planos pré-pagos oferecidos.

Viaje Conectado

O Viaje Conectado é uma plataforma online de vendas de chips para viagens internacionais da marca Yes Brasil. A compra deve ser feita antes da sua viagem. Para isso, basta acessar o site oficial do Viaje Conectado, inserir as datas de início e final da sua estadia no exterior.

No caso do chip de celular na Europa, o plano oferecido custa 69,99 dólares e tem um plano de dados de 12GB, ou seja, não é ilimitada, mas é o suficiente para uso em viagens.

É válido por até 30 dias e tem cobertura em todo território Europeu.

Easysim4u

Outra opção de chip internacional, a opção da Easysim4u pode ser adquirida também online. A vantagem é já sair do Brasil com ele habilitado. Para isso, acesse o site oficial da marca e monte o plano informando os países por onde você viajará e as datas de início e término da sua viagem.

Para ter um chip de celular na Europa, a empresa oferece 3 opções, com dados ilimitados, sem limite de franquia diária:

  • Voz e dados 4G: plano com duração de 5 a 30 dias, com número europeu que permite efetuar e receber ligações locais e cobertura 4G na Europa. Custa a partir de 49 dólares;
  • Somente dados: essa só oferece a cobertura de dados 4G, com cobertura em mais de 47 países pelo mundo, incluindo a Europa. O plano tem duração de 5 a 30 dias e custa a partir de 44 dólares;
  • Mundi Global: cobertura 4G, cobertura em mais de 164 países pelo mundo, incluindo o continente europeu, e duração de 5 a 30 dias. Custa a partir de 64 dólares.

mysimtravel

Mais uma opção de chip de celular na Europa, o mysimtravel tem suporte técnico 24 horas em português e espanhol e oferece um plano para utilização em diversos países europeus. É possível, ainda, contratar o plano por região.

O europeu tem custo de 46 dólares e inclui um chip 4G com pacote de 2GB e suporte técnico incluso em mais de 200 países pelo mundo.

Além disso, ele pode ser adquirido online, com entrega via Carta ou Sedex, em aeroportos conveniados, em revendas autorizadas e para grupos ou eventos. No Brasil, a empresa tem loja em São Paulo.

Quanto custa um chip de celular na Europa?

Depende. Direto com as operadoras, os usuários encontrarão opções para todos os bolsos. Na Vodafone, por exemplo, que opera em diversos países incluindo Portugal, existem opções de chip pré-pago com 1GB de internet mais 500 minutos de ligação ou SMS mensais, que custam 7 euros por 2 semanas (14 euros por 4 semanas).

Em outras operadoras, você vai encontrar opções de 5 a 30 euros, a depender do período de uso e da quantidade de gigas de dados contratados, e se você precisará utilizá-lo para chamadas ou só para internet no smartphone.

Os chips internacionais adquiridos antes da viagem podem ser mais caros, como os que já falamos anteriormente.

Como usar o celular na Europa?

Após escolher o melhor chip de celular na Europa, o uso é simples e automático: ao mudar de um país para o outro, o aparelho móvel muda automaticamente de operadora, seguindo as parcerias entre as empresas.

Ele continuará navegando na internet. Para isso, é preciso que o usuário libere o roaming de dados e o deixe habilitado seguindo as configurações de cada aparelho de celular.

Como cadastrar um chip de celular na Europa?

O cadastro é simples e deve ser feito como no Brasil. Basta inserir o chip no aparelho e seguir a configuração. Se adquirir o chip diretamente na loja da operadora, você pode pedir ajuda aos atendentes e já sair com ele configurado.

Se escolher um outro chip internacional comprado online, cada um tem uma configuração, mas é simples, basta seguir o passo a passo informado pela empresa. Ele estará habilitado quando você chegar ao destino.

Tanto nas lojas como nas compras via internet, você precisará fornecer documentos como número da identidade e CPF. Se já estiver no exterior e for comprar nas lojas das operadoras, use o passaporte.

O valor do chip é em reais?

Não. Se sua opção for comprar direto com as operadoras no país destino, você deverá pagar na moeda do país onde adquiriu o chip de celular na Europa. Possivelmente em euro, a moeda da maioria dos países da União Europeia, ou em outra utilizada localmente.

Caso você adquira os chips internacionais que estão à venda na internet, os preços podem ser em dólar.

Chip de celular mesa

Dá para ativar ainda no Brasil?

Depende do chip. No caso do Viaje Conectado, por exemplo, a ativação será na data inicial da sua viagem, informada no momento da compra.

O ideal é ativá-lo quando chegar ao destino, para que não comece a contar o consumo da sua franquia.

Receber o chip no Brasil

Se escolher adquirir o seu chip de celular na Europa, a compra deverá ser feita direto com as operadoras, ou seja, você não receberá no Brasil.

Caso opte pelas opções de chip internacionais, o recebimento terá que ser antes da viagem, no endereço fornecido no momento da compra.

Como fazer recarga do chip de celular na Europa?

Essas opções de chip internacional com compra antecipada normalmente oferecem planos já fechados, como o Viaje Conectado, onde não é possível fazer recarga. Além disso, ele só funciona no próprio celular.

Caso decida adquirir direto com as operadoras, cada uma viabiliza uma forma de recarga, a depender do tipo de plano e chip pré-pago escolhido. Normalmente, é fácil e simples fazer pela internet.

Cuidados ao utilizar o chip de celular na Europa

O primeiro cuidado que você deve ter ao adquirir um chip de celular na Europa, ou antes de viajar, é conferir o tempo de uso de cada plano, que pode ser de 2 semanas ou até mais, e a quantidade de dados, se é limitado ou não.

Atenção à recarga

Caso seja limitado, reserve uma quantia para fazer a recarga, caso seja necessário. Outra dica é, como já falamos, deixar para ativar o chip apenas quando estiver no destino da sua viagem. Assim, você evita gastar os seus dados antes mesmo de começar o seu passeio.

Os chips internacionais, que são as opções de compra enquanto ainda estiver no Brasil, podem ser personalizados. É possível configurar antes da viagem e ativar apenas no destino. Em alguns deles, é possível escolher o número exato de dias de acesso e a quantidade de tráfego de dados, além de poder incluir chamadas.

Se preferir comprar o seu chip em uma operadora já no destino, confirme se a rede da empresa contratada cobre todos os países por onde vai passar. Mesmo com a autorização do Parlamento Europeu, nem todas as operadoras oferecem o serviço do roaming coberto em todos os países e isso pode fazer com que você tenha que adquirir um novo chip no próximo destino.

Dicas para economizar

Se seu chip de celular na Europa tiver dados limitados, a melhor dica é utilizar sempre o wi-fi gratuito disponível em diversos locais, como atrações, parques públicos, hotéis, restaurantes e, até, em estações de metrô.

Baixar os mapas para conferir offline também é uma boa alternativa para poupar os dados contratados no seu chip. O Google Maps dá essa opção, por exemplo. Se você já tiver um roteiro pré-definido, baixe as orientações e ative o roaming apenas quando for necessário.

O envio e recebimento de imagens por aplicativos como WhatsApp também costuma utilizar muitos dados. Alguns chips oferecem os dados do aplicativo de conversa gratuitamente: em outros, você irá utilizar. Deixe para baixar e receber imagens e fotos de alta qualidade enquanto estiver em locais com wi-fi gratuito.

Confira o nosso comparador de seguro viagem e encontre a melhor opção para a sua viagem para a Europa. Lembrando que o seguro viagem é obrigatório e deve ter cobertura médica e hospitalar mínima de 30 mil euros.

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.

Clara é natural do interior de São Paulo e tem muito orgulho do sotaque caipira. Jornalista que adora gatos, tatuagens e livros, vê o mundo de cabeça para baixo e tem como vícios memes da internet e soltar piadas inesperadas no meio de uma conversa.

Artigos relacionados

Family Search: saiba se é seguro e como funciona

Para ajudar a conectar familiares existe o Family Search, ferramenta que coleta, preserva e compartilha registros genealógicos no mundo todo.

Apostila de Haia: o que é, como fazer e quanto custa

Entenda o que é a Apostila de Haia, por que ela ajuda quem quer morar fora do Brasil, quais documentos pode apostilar e onde apostilar.

Carta de motivação: modelos e dicas para preparar o documento

Confira dicas para preparar uma carta de motivação, um modelo desse documento e veja exemplos de como escrevê-la para intercâmbio, mestrado e universidade.

Erasmus Mundus: o que é e como funciona esse programa de intercâmbio

O Erasmus Mundus é um programa de intercâmbio que oferece bolsas para brasileiros. Veja como funciona, como se candidatar e dicas para ser aprovado.

Carta convite: veja o que é, para que serve e como fazer

Carta convite: o que é, para que serve, como fazê-lo, qual é o modelo, como e quando usá-la e detalhes a se atentar sobre o documento.

Países fáceis de imigrar: veja os 4 mais receptivos da Europa

Confira a lista de países fáceis de imigrar e descubra o porquê da facilidade. Veja como é a adaptação, visto e burocracias para brasileiros nesses países.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube