Vinhos italianos

Itália  / 

Ficando atrás apenas da França, os vinhos italianos ficam em segundo lugar como os mais produzidos no mundo todo.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Se você gosta do assunto e quer conhecer mais sobre os vinhos italianos, eis aqui um pequeno guia do vinho italiano, com informações muito úteis, de classificação a melhores regiões.

Como são os vinhos italianos?

A Itália é conhecida pelo vinho desde a antiguidade, quando a região era chamada de Enotria (terra do vinho).

E até hoje é assim. Não é a toa que toda vez que pensamos em produtos italianos, o vinho e a uva nos vem à mente.

Em virtude da Itália ter sido por muito tempo composta por regiões independentes, cada uma possui seu vinho, com características e sabor próprios.

Pois é, a Itália produz uma infinidade de tipos de vinhos, que vão do forte e rico em tanino Barolo, ao doce Moscato d’Asti.

Classificação dos Vinhos Italianos

Vinícula italiana

Para conhecer mais sobre os vinhos italianos, é preciso conhecer como eles são classificados.

Essa classificação é dividida em 4 tipos e vale para vários outros produtos italianos, como presunto, queijo e azeite.

Vino da tavola (Vinho de mesa):

É o famoso vinho da casa. É, dos vinhos italianos, o mais econômico e popular. Não é feito de um tipo específico de uva, tampouco possui safra ou região de produção.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Por não possuir uma regulamentação mais específica de produção, quem define como será feito o vinho é o produtor.

Veja também como comprar passagem para Itália.

Vino di Indicazione Geografica Tipica (Vinho de Indicação Geográfica Típica):

Está logo acima do vinho de mesa, em escala crescente, na classificação dos vinhos italianos.

Esse tipo de vinho deve apresentar em seus rótulos a indicação da região onde é produzido.

Vino di Denominazione di Origine Controllata – DOC (Vinho de Denominação de Origem Controlada):

São vinhos produzidos em regiões delimitadas, com regras específicas de produção para obtenção da certificação DOC.

Degustar vinhos italianos

A produção deste tipo de vinho é toda controlada, desde a colheita até o envasamento.

Vino di Denominazione di Origine Controllata e Garantita (Vinho de Denominação de Origem Controlada e Garantida):

É a evolução do vinho DOC. São vinhos italianos produzidos em regiões geográficas mais específicas e ainda mais delimitadas do que os vinhos DOC.

As regras e rigores de produção também são mais específicos e acentuados que os da classificação anterior.

Saiba também qual a melhor época para viajar para Itália.

Quais regiões produzem vinho na Itália?

Como eu disse anteriormente, todas as regiões da Itália produzem vinho.

Isso se deve, além da tradição milenar italiana em vinicultura, ao solo e aos diversos micro-climas existentes na península itálica.

As 5 regiões mais famosas em produção de vinho na Itália são:

  • Toscana;
  • Piemonte;
  • Vêneto;
  • Abruzzo;
  • Friuli-Venezia Giulia.

Veja também como são os:

E quais são as castas de uvas mais utilizadas na produção dos vinhos italianos?

As 10 castas de uvas mais plantadas e utilizadas na produção dos vinhos italianos são:

  • Sangiovese;
  • Trebbiano;
  • Montepulciano;
  • Catarratto;
  • Merlot;
  • Barbera;
  • Chardonnay;
  • Glera;
  • Pinot Grigio;
  • Nero D’avola.

Famosos e que valem a pena experimentar

Fiz uma lista dos tipos de vinhos italianos famosos e que valem muito a pena experimentar.

Inclusive, começarei a lista com o meu preferido:

Prosecco:

Vinho branco espumante, com sabor frutado.

Produzido no Vêneto, com uva glera, é muito versátil, já que acompanha de carnes à sobremesas.

Brunello:

Talvez este seja o tipo de vinho mais famoso da Itália. Produzido com uva sangiovese, na região da Toscana, é um vinho tinto cuja maior característica é a longevidade.

Vinho robusto que harmoniza bem com carnes vermelhas e de caça.

Chianti

Outro vinho produzido na região da Toscana, o Chianti é um verdadeiro clássico.

Feito com uvas sangiovese e canaiolo. Combina com comidas leves.

Barolo

É conhecido como o “Rei dos Vinhos” ou “Vinho dos Reis”.

Produzido na região do Piemonte, é um vinho tinto intenso que harmoniza com carnes vermelhas grelhadas, carne de caça, queijos e tartufo.

Lambrusco

Produzido na região da Emilia-Romagna, é outro clássico dos vinhos italianos. O lambrusco é um vinho tinto frisante e doce, bem gostoso e que deve ser bebido jovem.

Combina muito bem com carne de porco. Os enófilos costumam torcer o nariz para o lambrusco que considero uma injustiça.

Os melhores vinhos Italianos

Agora que já falei da classificação, das regiões produtoras e quais uvas são utilizadas na produção.

Vocês devem estar curiosos para saber quais são os melhores vinhos italianos, segundo o Prêmio Biwa 2017

Os 10 melhores vinhos italianos são:

Nome do Vinho Vinícola Região
1º Oreno 2015 Tenuta Sette Ponti Toscana
2º Terlaner Rarity 1991 Cantina Terlano Alto Adige
3º Giulio Ferrari Riserva del Fondatore Trentodoc 2006 Ferrari F.lli Lunelli Trentino
4º Barolo Ravera 2013 Elvio Cogno Piemonte
5º Brunello di Montalcino Tenuta Nuova 2012 Casanova di Neri Toscana
6º Valtellina Superiore Rocce Rosse Sassella Riserva 2007 AR.PE.PE. Lombardia
7º Bolgheri Sassicaia 2014 Tenuta San Guido Toscana
8º Gewürztraminer Epokale Spätlese 2009 Tramin Alto Adige
9º Trebbiano d’Abruzzo 2013 Valentini Abruzzo
10º Barolo Monprivato 2012 Giuseppe Mascarello e Figlio Piemonte

Onde comprar vinhos na Itália

Em toda cidade italiana você encontrará boas enotecas, que são lojas onde é possível comprar vinhos para levar para casa ou saboreá-los no local.

Além das enotecas, na maioria dos supermercados da Itália é possível encontrar uma infinidade de tipos de vinhos, para todos os gostos e bolsos.

Pode ser útil ver o nosso guia de compras na Europa.

Dicas para trazer vinho da Itália para o Brasil

Depósitos de vinhos italianos

Eu bem sei o quão irresistível é comprar vinhos quando estamos viajando pela Itália.

O problema é como trazer as garrafas para o Brasil de maneira segura, sem passar perrengues na alfândega ou correr o risco de uma garrafa quebrar no meio da sua mala.

Sim, por lei é possível

Antes de mais nada é preciso saber que é permitido trazer para o Brasil até 12 litros de bebidas alcoólicas, categoria em que se enquadram os vinhos.

Sabendo qual é a quantidade permitida por lei, você deve consultar a companhia aérea em que viajará acerca do transporte de garrafas de vinhos na bagagem.

Já que algumas empresas não permitem ou possuem regras específicas.

Bom, agora vamos à parte prática

Qual é a melhor forma de embalar as garrafas de vinho que você comprou na Itália para trazer para o Brasil.

Se você, assim como eu, não é nenhum profissional no transporte de vinhos, provavelmente está buscando uma maneira segura de embrulhar as garrafas.

Para que elas não quebrem no meio das suas roupas, certo?

Acredito que a melhor forma seja o bom e velho plástico bolha, que você encontra pra vender com facilidade num cartoleria(papelaria) italiana.

Para os que querem pagar um pouco a mais por segurança

Existem também embalagens plásticas prontas, próprias para garrafas, com plástico bolha dentro e que são vendidas em lojas especializadas em vinhos.

Em um nível mais profissional, também há opções

Agora, se você é um apreciador de vinhos num estágio mais avançado que o meu (ou menos amador, eu diria).

Talvez a melhor maneira de trazer suas garrafas de vinho italiano para o Brasil seja uma mala específica para transporte de vinhos.

E então, gostaram desse mini guia dos vinhos italianos?

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Ana Eliza, ou Ni como é conhecida, é brasileira, apaixonada por viagens e mãe da Olívia. Mora em Turim, na Itália e, juntamente com seu marido Fabiano, escreve o In Turim, um blog sobre a vida e turismo na cidade que foi a primeira capital da Itália.