Fim da mudança de horário na Europa: o que muda em relação ao Brasil

Quando se viaja, além do cansaço devido ao tempo que passamos no avião, temos que nos adaptar à mudança de fuso horário. Além disso, temos que estar atentos se o país de destino está no horário de verão ou não. Tanto o Brasil como a Europa, era comum a mudança de horário ao longo do ano, os famosos horários de verão e de inverno. Essa mudança de horário divide opiniões no mundo todo. Em 2019, o Parlamento Europeu decidiu pelo fim da mudança de horário na Europa.

Discussão sobre fim da mudança de horário na Europa

Assim como no Brasil, na Europa muitas pessoas reclamam dessa mudança de horário.
Segundo uma pesquisa pública realizada em 2018, 80% dos moradores da União Europeia preferem não mudar de horário ao longo do ano.
Seguindo essa pesquisa, em 26 de março de 2019, o Parlamento Europeu aprovou o fim da mudança de horário na Europa. Porém, isso só será válido a partir de 2021.
Com essa decisão, os países agora devem decidir se vão querer viver no horário de verão ou no horário de inverno. Até 1 de abril de 2020, os países da União Europeia deverão decidir em qual horário desejam continuar.
Por enquanto o que está decidido é que a última mudança obrigatória para o horário de verão acontecerá no último domingo de março de 2021. Caso tenha algum país que decida ficar no horário de inverno, então estes países mudarão de horário mais um vez no último domingo de outubro de 2021.
Entenda melhor como o fim da mudança de horário na Europa irá afetar quem quer ir para o continente ao perceber como varia a diferença de horário entre o Brasil e a Europa ao longo do ano, dependendo se alguma das partes está no horário de verão.

Fuso horário: entenda como funciona

O globo terrestre está dividido em meridianos. Normalmente cada fuso horário representa uma hora distinta. Os fusos horários são definidos com base no meridiano de Greenwich que fica em Londres, ou seja, em relação ao Tempo Universal Coordenado (UTC).
Porém, há países que mesmo tendo diversos fusos, obrigam todo o país a seguir um único fuso, como é o caso da China. A China, assim como o Brasil, possui 4 meridianos que cruzam o seu território,  porém, em toda a China só existe 1 horário que é o horário de Pequim.
Outra curiosidade é a França, país com mais fusos horários (12 no total). Você pode pensar, mas a França é pequena comparada ao Brasil, porque ela tem tantos fusos? Isso ocorre pois a França possui diversos territórios fora da Europa como a Guiana Francesa e a Polinésia Francesa. Porém, o território Francês na Europa possui apenas 1 fuso horário, o de Paris. Saiba também qual é o fuso horário de Portugal.
O que precisa para viajar para Europa? Descubra aqui.

Fuso horário no Brasil

O Brasil possui 4 fusos horários:

  • UTC−2: Atol das Rocas, Fernando de Noronha, São Pedro e São Paulo, Trindade e Martim Vaz;
  • UTC−3 (horário de Brasília): região Sul, região Sudeste, região Nordeste, Goiás, Tocantins, Pará, Amapá e o Distrito Federal.
  • UTC−4: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima, e parte do Amazonas.
  • UTC−5: Acre e parte do Amazonas.

Por exemplo, o horário de Brasília (UTC-3) significa que está 3 horas a menos que Londres, ou seja, quando Londres é 10h, em Brasília é 7h.
Porém, isso só é válido caso o Brasil e Londres não estejam no horário de verão. Se algum desses lugares estiver no horário de verão, a diferença horária será diferente. Mostraremos um exemplo mais embaixo.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Fuso horário na Europa

O continente Europeu abrange diversos fusos horários, o fuso horário que tem mais países é o UTC+1.
Veja a lista dos países europeus por fuso horário:

  • UTC+0: Irlanda, Portugal e Reino Unido: também conhecido como Hora da Europa Ocidental;
  • UTC+1: Albânia, Alemanha, Andorra, Áustria, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, França, Hungria, Itália, Luxemburgo, Macedônia, Malta, Mônaco, Montenegro, Noruega, Países Baixos, Polônia, República Checa, Sérvia, Suécia, Suíça e Vaticano:  também conhecido como Hora da Europa Central;
  • UTC+2: Bielorrússia, Bulgária, Estônia, Finlândia, Grécia, Letônia, Lituânia, Romênia, Turquia e Ucrânia: também conhecido como Hora da Europa Oriental;
  • UTC+3: Rússia (depende da cidade).

mudança de horário Europa

Horário de verão no Brasil

O horário de verão no Brasil costuma começar início de novembro e vai até a segunda quinzena de fevereiro. No Brasil, normalmente o horário de verão começa às 00h de sábado para domingo.
A primeira vez que surgiu o horário de verão no Brasil foi em 1 de outubro de 1931. Na época, todo o território brasileiro seguia a mudança de horário.
Porém, atualmente os estados da região norte e nordeste não participam do horário de verão.
Para os estados que seguem o horário de verão, seus relógios devem ser adiantados em 1h, ou seja quando for 00h de domingo, o relógio será mudado para 1h da manhã de domingo.
Com esse horário, o dia fica mais longo e alguns especialistas dizem que com isso há economia de energia elétrica.

Horário de verão na Europa

Na Europa, diversos países também mudam de horário numa época do ano para passar para o horário de verão.
Atenção: Bielorrússia, Islândia, Rússia e Turquia não adotam o horário de verão.
O horário de verão Europeu vai do último domingo de março até o último domingo de outubro.
Como no Brasil, quando se passa para o horário de verão, os relógios são avançados em 1h. Porém, diferente do Brasil, quando se muda de horário na Europa, a mudança ocorre às 2h da manhã de domingo. Ou seja, se estamos entrando no horário de verão, 2h da manhã de domingo passará a ser 3h da manhã de domingo.
Pode ser bom também saber como são as estações do ano na Europa para programar sua viagem.

Mudança de horário ao longo do ano

Caso você esteja pensando em viajar para Europa nesse período, além dos fusos dos países tem que prestar atenção no horário de verão do Brasil e também se está tendo o horário de verão na Europa.
Como exemplo vamos analisar os horários de Fortaleza (não participa do horário de verão do Brasil), Rio de Janeiro (participa do horário de verão do Brasil) e Paris em diferentes épocas do ano.
Como vimos acima Rio de Janeiro e Fortaleza estão no fuso UTC-3 e Paris está no fuso UTC+1. Vamos considerar 11h em Paris e vamos ver que horas seriam no Rio de Janeiro e em Fortaleza dependendo da época do ano:

  • Janeiro: Paris e Fortaleza não estão no horário de verão, Rio de Janeiro está no horário de verão: Paris (11h), Rio de Janeiro (8h) e Fortaleza (7h).
  • Início de março: Paris, Fortaleza e Rio de Janeiro não estão no horário de verão: Paris (11h), Rio de Janeiro (7h) e Fortaleza (7h).
  • Abril: Paris está no horário de verão, Fortaleza e Rio de Janeiro não estão no horário de verão:
    Paris (11h), Rio de Janeiro (6h) e Fortaleza (6h).

Como pode ser percebido, dependendo da época do ano a diferença de horário entre Paris e Rio de Janeiro pode ser de 3h, 4h ou 5h.

Jet lag

Quando fazemos uma viagem para um lugar com um fuso horário muito diferente do local onde estávamos podemos sofrer de “jet lag”.
Nosso organismo pode demorar um pouco para se adaptar com o novo horário.
Os principais sintomas de jet lag são:

  • Distúrbios de sono;
  • Perda do apetite;
  • Cansaço;
  • Irritabilidade, dificuldade de concentração.

A adaptação varia de pessoa para pessoa.
Para diminuir os sintomas de jet lag, ao chegar no local de destino, tente dormir e se alimentar nos horários locais e, além disso, principalmente nos primeiros dias, tente ficar ao ar livre para o seu corpo se acostumar com o horário do sol.
E você, o que acha melhor? Ter essa mudança de horário ao longo do ano, ou acabar com a mudança de horário como será feito na Europa?
Nunca é demais lembrar: é obrigatório ter seguro de viagem para visitar a Europa. Sugerimos que faça uma simulação no comparador de seguro viagem do Euro Dicas para conferir as várias opções de seguro para a sua viagem à Europa.

Elaine é brasileira e mora em Paris. Completamente apaixonada por Paris desde pequena, sempre sonhou em  morar na cidade Luz. Adora viajar, fazer novos amigos, conhecer novas culturas e descobrir cada vez mais sobre França e a cultura francesa.

Artigos relacionados

Family Search: saiba se é seguro e como funciona

Para ajudar a conectar familiares existe o Family Search, ferramenta que coleta, preserva e compartilha registros genealógicos no mundo todo.

Apostila de Haia: o que é, como fazer e quanto custa

Entenda o que é a Apostila de Haia, por que ela ajuda quem quer morar fora do Brasil, quais documentos pode apostilar e onde apostilar.

Carta de motivação: modelos e dicas para preparar o documento

Confira dicas para preparar uma carta de motivação, um modelo desse documento e veja exemplos de como escrevê-la para intercâmbio, mestrado e universidade.

Morar na Noruega: motivos para morar e para não morar no país

Razões para morar e para não morar na Noruega, custo de vida no país, história, moeda, língua, imigração, vistos e dados sobre a população local.

Cidades que pagam para morar: 10 regiões encantadoras

Confira a lista de cidades que pagam para morar ou dão moradia ou terreno e veja quais são as condições para isso. Há várias na Europa.

Países fáceis de imigrar: veja os 4 mais receptivos da Europa

Confira a lista de países fáceis de imigrar e descubra o porquê da facilidade. Veja como é a adaptação, visto e burocracias para brasileiros nesses países.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube