O que precisa para viajar para a Europa: documentos, euros e planejamento

Europa  / 

Viajar para o exterior é o sonho de muitas pessoas. Diversos brasileiros se planejam durante anos para visitar ou, até mesmo, morar em cidades europeias. Por isso, hoje vamos contar para você o que precisa para viajar para a Europa.

Veja o que precisa para viajar para a Europa

Você que está se programando para viajar para o exterior deve saber o que precisa para viajar para a Europa. Veja o que é obrigatório:

  • Passaporte válido;
  • Seguro viagem;
  • Comprovante de hospedagem (ou carta-convite);
  • Comprovações financeiras;
  • Passagem de retorno.

Vamos falar sobre cada tópico a seguir.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Passaporte válido

Portar o passaporte válido é obrigatório para viajar para a Europa e para a maioria dos países do mundo. A maior parte dos países europeus segue as determinações do Tratado de Schengen.

De acordo com ele, seu passaporte deve ter validade de, no mínimo, 90 dias após a data de retorno da sua viagem. Isso significa que, se, por exemplo, sua viagem à Europa for do dia 22/11/2018 até o dia 22/12/2018, seu passaporte deve ter a validade para depois do dia 22/03/2019.

Se o seu passaporte não tiver data de validade de 90 dias depois do seu retorno, você pode solicitar um novo passaporte, mesmo que ele ainda esteja na validade.

Indicamos que todo viajante faça um novo passaporte seis meses antes de ele vencer. Vale a pena ter essa garantia não somente para viajar para a Europa, como para outros países que exigem o documento com a validade maior, como Marrocos, por exemplo.

Acesse o site da Polícia Federal para a emissão do passaporte brasileiro.

Seguro viagem

De acordo com as regras do Tratado de Schengen, é obrigatório fazer um seguro viagem para a Europa. Sua cobertura mínima deve ser de 30 mil euros para despesas médicas e hospitalares.

Caso você possua cartão de crédito Platinum ou superior e tenha comprado suas passagens para a Europa com ele, seu seguro viagem pode estar incluído. Para não fazer outro seguro sem necessidade, verifique se o seu oferece esse benefício.

Comprovante de hospedagem (ou carta-convite)

Comprovantes de hospedagens podem ser reservas em hotéis, pousadas, hostels, ou, até mesmo, carta-convite (caso você vá se hospedar na casa de familiares ou amigos – o residente tem que estar legalizado no país).

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

De acordo com as pessoas que viajam constantemente para a Europa, os comprovantes de hospedagem são muito exigidos pelos agentes da imigração e durante a entrevista no aeroporto quando você chega ao seu destino.

Apresentar o comprovante de hospedagem serve para que a imigração tenha a garantia de que você não está desembarcando para ficar ilegalmente no país.

Claro, há muitas pessoas que dizem que passaram direto pela imigração e que não houve a necessidade de apresentar tudo o que precisa para viajar para a Europa. Por outro lado, sabemos de casos de muitos brasileiros que tiveram problemas com isso e não puderam desembarcar no país de destino.

Por isso, mesmo que você não saiba onde vai ficar, faça a sua reserva em algum site, como o Booking, por exemplo, para apresentá-la e, se você mudar seus planos durante a viagem, cancele-a (desde que não tenha que pagar por isso).

Touring Bird: conheça a nova ferramenta do Google para turistas planejarem melhor sua viagem!

Comprovação de condições financeiras

o que precisa para viajar para a europa financeira

Você precisa comprovar que possui condições financeiras para se manter no período de sua viagem para a Europa.

Por isso, dinheiro em espécie, cópia de cartão Travel Money, cópia do limite do seu cartão de crédito, saldo em sua conta corrente… isso está entre o que você precisa para viajar para a Europa.

O que precisa para viajar para a Europa: Valor por dia

O valor por dia varia de acordo com a região da Europa para onde você vai viajar (de acordo com o site de cada país). Em média, estima-se no mínimo 70 euros por dia. Porém, esse valor é apenas uma base, tendo em vista que você deve levar comprovação de acordo com o seu padrão de viagem.

A Embaixada de Portugal informa que o turista deve ter a quantia de 75 euros por cada entrada em território nacional, mais 40 euros por cada dia de permanência.

Nota: de acordo com a embaixada, a comprovação desse valor diário pode ser em dinheiro, “Travelers cheques”, ou cartões de crédito aceitos internacionalmente. Além disso, essa exigência pode ser dispensada com a apresentação da carta-convite ou de um termo de responsabilidade emitido por português ou por um estrangeiro habilitado que possua título de residência, autorização de permanência, bem como visto de trabalho, estudo, estadia temporária, válidos, que garanta o alojamento e a alimentação do turista durante a sua estadia, sem que haja prejuízo da possibilidade de recurso a outros meios de prova.

O valor em dinheiro não pode ultrapassar 10 mil reais sem declarar

Se você calcula que gastará mais do que isso, deverá, portanto, levar mais, lembrando que você pode viajar com até 10 mil reais ou equivalente a esse valor em moedas estrangeiras (limite de dinheiro em espécie) sem a necessidade de declarar o valor à Receita Federal.

Confira como você pode levar dinheiro para o exterior. Não deixe de verificar, também quanto dinheiro levar para a Europa.

O que precisa para viajar para a Europa: Passagem de retorno

Você precisa apresentar passagem de volta para o Brasil ou passagem de saída do Espaço Schengen para outro país que não seja membro desse acordo.

O que é necessário, portanto, é que você comprove que vai sair da Europa em um prazo de até 90 dias, de modo que a imigração de determinado país não entenda que você deseja permanecer no local por tempo indeterminado e de forma ilegal.

Muitas companhias aéreas exigem que você apresente sua passagem de volta no momento do check-in, com o risco de nem conseguir embarcar, caso não a possua.

Saiba também o que não pode levar no avião, para não passar sufoco na hora de embarcar.

O que precisa para viajar para a Europa: e visto?

De acordo com o Tratado de Schengen, brasileiros não precisam de vistos para viajar para os principais países europeus e permanecerem até 90 dias, o que facilita (e muito) o planejamento de sua viagem.

Morar na Europa

o que precisa para viajar para a europa

Listamos tudo o que você precisa para viajar para a Europa. Mas, caso seu objetivo seja morar na Europa e você não possua passaporte europeu (que concede facilidades para o portador), é necessário que tenha um visto para ficar legalmente (ou seja, por mais de 90 dias) no país de sua escolha.

Grande parte dos países europeus oferece incentivos para imigrantes. Os vistos podem ser adquiridos de diversas formas, como, por exemplo, visto de trabalho, visto de empreendedor, visto de estudo, visto de aposentado etc. É necessário verificar com cada país qual é a sua política de visto e analisar qual é a forma com a qual você se identifica.

Caso tenha interesse, veja como funciona o Golden Visa Portugal.

Agora que você já verificou tudo o que precisa para viajar para a Europa, deve saber, também, que o mais importante é o planejamento

Além de documentação e de dinheiro, é necessário (muito) planejamento. Veja algumas dicas para planejar bem a sua viagem:

  • Compre sua passagem aérea com antecedência;
  • Escolha o hotel com melhor custo x benefício para você;
  • Monte seu roteiro de forma organizada, dividindo as programações de acordo com os dias da viagem;
  • Saiba quanto mais ou menos vai gastar por dia de viagem. Caso vá a um restaurante caro em um dia, economize no outro;
  • Guie-se por um mapa para não se perder e perder tempo de viagem;
  • Utilize transportes públicos sempre que possível. Eles são eficientes e você economiza dinheiro;
  • Leve para sua viagem somente os itens que for precisar e deixe espaço na mala para as coisas que você for comprar;
  • Confira nossas dicas de viagem e pesquise mais sobre o país de seu destino.

É bom, também, levar um tênis ou um calçado bem confortável, porque muitas atrações na Europa são conhecidas a pé.

Planejamento é necessário para viajar a turismo e para morar. Dessa forma, haverá mais chances de seu sonho dar certo! Boa sorte e boa viagem!

Conheça os países mais fáceis de imigrar na Europa e saiba quais são as melhores épocas do ano para visitar cidades europeias e poupar dinheiro.

Em destaque na Euro Dicas
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é a TransferWise. Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Nós usamos o Seguros Promo para comparar várias opções e economizar.

    COMPARAR SEGUROS »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.