Mala para Europa, veja como organizar a sua, para turismo ou para morar

Como organizar mala para Europa

Europa  / 

Se vai viajar a turismo ou começar uma vida nova em outro país, de uma coisa ninguém escapa: arrumar a mala para Europa. Para os mais apegados, esse pode ser um processo sofrido e demorado, mas com algumas dicas e um checklist completo sua mala para Europa vai chegar pronta para muitas experiências – sem te deixar na mão.

Saiba o que levar na mala para Europa

Em se tratando do Velho Continente, clima é um dos fatores mais importantes na hora de viajar. Antes de começar a preparar sua mala para Europa, é fundamental pesquisar sobre a temperatura média no local de destino para saber o que vai e o que fica.

Se você tem dúvidas de como é o clima na Europa, veja as estações do ano na Europa e entenda como é a divisão e como se preparar.

Época de clima ameno

Se você vai morar em um país mediterrâneo, como Itália, Espanha, Malta e até mesmo Portugal, dependendo da posição geográfica em que estiver, as temperaturas serão bem mais amenas que as dos países ao norte – e a mala pode ser bem parecida com a de uma viagem nacional, por exemplo.

Épocas de clima rigorosos

No entanto, nestes mesmos países podemos experimentar invernos rigorosos e verões escaldantes, o que pode complicar na hora de montar a mala para Europa.

Por regra, quanto mais ao norte seu destino estiver, mais roupas de calor você terá de deixar para trás. Portanto, quem tem um guarda-roupas recheado de regatas, vestidinhos, shorts e peças com pouco tecido, aconselho a não levá-las. É melhor comprar roupas mais apropriadas para o destino.

A turismo vs. Para morar

Organizar mala para Europa a turismo ou para morar

Sem dúvida, fazer uma mala para Europa para turistar e para morar, é COMPLETAMENTE diferente. As prioridades são outras, e se você pretende morar na Europa, vai precisar escolher bem como gastar os poucos quilos disponíveis.

Turistando

Se vai a turismo, não tem erro. Selecione algumas peças-chave que você costuma usar no inverno daqui e reserve um dinheiro para comprar talvez um casaco mais reforçado quando chegar na Europa. Não exagere e, para aliviar peso e espaço na mala, vista as peças mais pesadas no avião.

Indo de vez

Mas se você está indo de mala e cuia, viajar leve também é uma dica valiosa. A não ser que você tenha uma casa toda mobiliada te esperando lá do outro lado do mundo, ter mobilidade para tomar decisões e escolher onde ficar é libertador. Tente ir com uma mala e uma mochila, no máximo.

Seja prático na hora de fazer a mala

Se o seu caso ainda envolve incertezas sobre onde morar, coloque na mala para Europa apenas as suas roupas favoritas, tentando combinar as escolhas com o clima local. Seja honesto consigo mesmo e escolha aquilo que você mais gosta.

Indo mais ao Norte?

Vai para a Irlanda? Suécia? Reino Unido? Acredite, nem o seu casaco mais pesado do Brasil vai dar conta do inverno de lá (e você não vai querer atolar sua mala de mudança apenas com roupas de frio – até porque ocupa mais espaço). Então escolha uma ou duas peças que você usa por aqui e deixe para comprar tudo novo na sua nova casa.

Mesmo que você esteja indo para ficar, não vai caber tudo!

Depois de algumas experiências com viagens você vai chegar a conclusão de que menos sempre é mais. E outra, se está de mudança, eventualmente alguém irá visitá-lo e poderá levar mais coisas para você – ou até mesmo ir despachando aos poucos pelos Correios.

Em ambos os casos, o planejamento é a melhor solução. No caso de quem vai morar fora, é bom começar bem antes a anotar tudo aquilo que é imprescindível para começar a vida em outro país.

Quantas malas são e quantos quilos posso levar?

Quantas malas e quantos quilos posso levar em voo para a Europa

Com as novas regras de bagagem despachada, muita gente entrou em pânico depois da redução de 9kg por mala. Atualmente, em companhias aéreas como a Latam, Azul, Iberia, British Airways, AirFrance, KLM e Avianca a franquia da classe econômica é de duas peças de 23kg, cada. Nestes casos, não há cobrança pelo transporte das mesmas.

Verifique na hora da compra do pacote

Algumas companhias, como é o caso da TAP, aplicam ainda tarifas diferentes para cada tipo de classe econômica oferecida. A exemplo da empresa portuguesa, o limite de bagagem funciona da seguinte maneira:

  • Tarifa Discount: não tem direito a bagagem despachada (será cobrado de 45€ a 80€ para o despacho de cada mala de 23kg);
  • Tarifa Basic: uma mala de 23kg, no máximo;
  • Tarifa Classic: duas malas de até 23kg cada;
  • Tarifa Plus: três malas de até 23kg.

Antes dessa determinação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), os passageiros com destino a Europa podiam embarcar com duas malas de 32kg cada, sem custo adicional.

Resumindo: as novas regras da aviação limitaram o que você pode levar na mala para Europa.

Companhias que mantiveram a franquia antiga

Algumas empresas, apesar da alteração em massa no quesito tarifa de bagagem, não alteraram suas franquias. As companhias que continuam mantendo as duas malas de 32kg cada para a classe econômica, sem cobrança adicional são:

Antes de comprar sua passagem ou começar a preparar sua mala para Europa ou qualquer outro lugar, é importante que você cheque o site da companhia aérea com antecedência para confirmar a regra vigente na data da sua viagem. Com essa alteração na política de franquias, muitas empresas ainda estão em processo de mudança.

Posso levar dinheiro na mala? Quanto?

Apesar da facilidade oferecida por cartões de crédito e travel money (os famosos cartões pré-pagos), muita gente ainda prefere viajar com o papel-moeda na mala – e fugir do IOF. Em termos práticos, cada viajante pode deixar o Brasil com, no máximo, R$ 10 mil.

Valores superiores a esse devem ser declarados à Receita Federal, não sujeitos a taxação. A declaração se aplica até mesmo a viajantes com menos de 16 anos e deve ser feita através do preenchimento da e-DVB (Declaração de Bens de Viajante).

Penalidades serão aplicadas somente aos viajantes que estiverem embarcando com mais de R$ 10 mil não declarados. Isso acontece quando não há a comprovação da origem do dinheiro levado ao exterior ou trazido para o Brasil.

Veja como levar dinheiro para o exterior.

Posso despachar o dinheiro na bagagem de porão?

Nenhuma companhia aérea recomenda que seus passageiros levem eletrônicos e objetos de valor em suas bagagens despachadas. Dinheiro, computador, câmeras fotográficas, joias, principalmente dinheiro devem ser transportados na bagagem de mão, bolsa ou junto ao corpo do viajante.

Se você está indo de vez, uma alternativa para envio de dinheiro são as empresas de remessa de dinheiro online. Você pode ler sobre Azimo, TransferWise ou Remessa Online.

Alternativas para enviar seus itens

Alternativa de envio de bagagem para a Europa

Vai “turistar” durante uma temporada inteira? Vai para ficar de vez? Então talvez os limites de bagagens despachadas não sejam vantajosos para as suas necessidades – muito menos para o seu bolso.

Neste caso, a alternativa mais barata e garantida por diversos viajantes chega de navio, e é solicitada nos correios do país em que estiver. Geralmente é possível enviar até 30kg por caixa nessa modalidade.

Se busca por economia, empresas particulares com despacho aéreo podem não ser a opção mais em conta. Pelos mares a opção é mais lenta e pode levar até 3 meses para que a sua bagagem chegue ao destino (mas em alguns casos chega em 15 dias). O preço também é cobrado por quilo e varia muito de acordo com a localidade.

Calcule o valor do envio diretamente nos sites

Se pretende testar alguns orçamentos, listamos a calculadora dos Correios e ainda algumas empresas particulares de logística que costumam oferecer os serviços de despacho aéreo, terrestre ou marítimo para quem está de mudança ou quer enviar alguns itens para outro continente.

A dica é: avalie a importância dos objetos

Independentemente do método escolhido, o custo de envio muitas vezes será superior ao valor do conteúdo da caixa. Dependendo do que você estiver mandando, ainda pode ser taxado no país de destino (e o valor será correspondente ao custo declarado do objeto). Portanto, certifique-se se esse gasto vai mesmo valer a pena.

Como organizar a mala para viagem internacional

Com a redução em termos de peso e quantidade de bagagens, viagens internacionais se tornaram um pesadelo para aqueles que lotavam tudo até o limite.

Escolhida a mala, separe um tempo com certa antecedência e fique de olho nas dicas para aproveitar espaço e não deixar nenhum item fundamental de fora.

Dicas para economizar espaço

Dicas para economizar espaço na mala para a Europa

Opte por levar produtos de beleza e higiene pessoal o mais multiuso possíveis. Shampoo que também é condicionador, protetor solar que é base hidratante, maquiagem com tons neutros.

Outra dica de ouro para não passar nervoso com a sua mala de viagem e conseguir compactar tudo sem problemas é apostar em peças de roupas que não amassem (ou que consigam disfarçar o amassado com estilo, sabe?).

Se pretende levar itens pesados e volumosos como botas, chapéus e casacos, por exemplo, não os coloque na mala: vista-os!

Para se tornar um viajante profissional, expert em economizar espaço na mala, não dobre suas roupas da maneira convencional. Para aproveitar espaço, enrole tudo o que puder após fazer as dobras.

Que roupas levar para o inverno europeu

Quando a viagem vai de encontro ao rigoroso inverno europeu, pode acreditar que até o seu casaco mais quente vai deixar a desejar. Nesse caso, para dar conta do frio você teria que levar muitas roupas. Até pode, mas existem outras saídas para isso.

Compre no exterior

Antes de mais nada, pense na possibilidade de deixar para comprar alguns itens no país de destino. Mesmo que você não esteja disposto a gastar em euros (ou pior, libras), algumas peças como gorros, luvas, cachecóis e meias grossas podem ser encontradas a preços baixos em lojas como Primark, H&M e até mesmo a esportiva Decathlon.

Se estiver disposto a investir em peças de inverno, até mesmo casacos mais reforçados podem ser comprados por lá. Entretanto, se gastar não é o seu objetivo, dê uma olhada num checklist versátil e certeiro para não congelar.

Calças

Coloque na mala uma calça jeans, uma calça de tecido mais grosso em uma cor mais neutra, como preto e cinza. As mulheres podem abusar da calça legging, também mais grossa, vestidos e saias, mas só se estiverem condizentes com a estação.

Suéteres

Aquela malha quentinha que te serve muito bem até nos invernos mais rigorosos aqui no Brasil é a que você vai colocar na mala para Europa. Você pode escolher cerca de 3 peças, variando o tecido, forro e outras características para usar em dias mais ou menos frios.

Um moletom, uma malha fina e uma lã são boas pedidas. Se o clima não estiver tão frio, vale trocar o suéter por um colete ou peça que proteja ao menos a região torácica.

Casacos e jaquetas

Nada muito justo. Lembre-se que o casaco ou jaqueta (ou um de cada) escolhido deverá ser colocado por cima de um suéter, uma blusa e o que mais o frio pedir. Se tiver algo que ultrapassa a linha dos quadris, melhor ainda. Você vai se sentir muito mais confortável se não tiver aquele vento gelado batendo na “poupança”.

Luvas, gorro e cachecol

Um de cada, em cores neutras, certifique-se de levar peças que realmente funcionem para o frio. Nada de lenço e luvas finas. Se você não tiver itens quentes para levar, deixe para comprar no seu destino.

Blusas e camisas

Faça um mix totalizando cerca de 6 peças. Escolha algumas blusas mais simples para usar por baixo de tudo e outras mais bonitas para poder usar dentro de estabelecimentos e locais aquecidos.

Meias grossas

Opte por meias grossas. E mulheres, leve não somente meias, mas também meia calças (no mínimo fio 80) para usar por baixo da roupa são imprescindíveis. A não ser que você tenha calçados forrados com lã (algo muito difícil de encontrar no Brasil), garanta a integridade dos seus dedos usando meias bem grossas.

Botas

Além de outras particularidades, conforto e versatilidade devem ser as características principais de suas botas. Limite-se a dois pares e procure escolher aquelas que se encaixem tanto no dia a dia quanto saídas durante a noite.

Dê preferência para as botas impermeáveis e também que sejam forradas caso esteja nevando ou chovendo no país de destino.

Dê preferência a peças de cor neutra

Os itens acima são para uma viagem de 10 dias, por exemplo. Lembrando que você pode dar preferência a peças de cores neutras: com o preto, cinza, e até um azul marinho não ter erro.

Checklist de mala para Europa

Se você é o tipo de pessoa que faz lista para tudo , aqui é o momento onde vai se realizar – e organizar sua mala sem erros. Se você não tem problemas com o inglês, o checklist elaborado pela Smarter Travel está bastante completo e certamente não vai te deixar esquecer nada. Veja o que é essencial e acrescente os itens que achar imprescindível a partir das suas escolhas pessoais.

Além da dica, listamos a seguir o que vai em cada mala, e como você deve acomodar esses itens. As sugestões servem para homens e mulheres e abrangem muito bem uma viagem de um mês pela Europa. Lembrando que a quantidade de roupas irá variar muito de acordo com a estação do ano e entre os países do continente.

Checklist para mala despachada

Checklist organizar mala para Europa

  • 5 blusas/camisas/camisetas;
  • 2 blusas/camisas/camisetas de manga longa;
  • 2 casacos/jaquetas;
  • 1 par de luvas;
  • 1 touca;
  • 1 cachecol;
  • 3 calças (pode mesclar entre jeans, malha e outro tecido);
  • 5 pares de meia (mais finas, mais grossas e meia calça);
  • 1 par de botas;
  • 2 calçados mais confortáveis (pode ser um tênis ou outra bota que lhe permita andar grandes distâncias);
  • 1 chinelo;
  • 2 suéteres;
  • Saco para guardar as roupas sujas;
  • Itens de higiene: aqui você pode colocar frascos com mais de 100ml, mas cuidado com os exageros. Vale colocar algum produto mais específicos para os cabelos, hidratante corporal, protetor solar, repelente, perfume, etc;
  • Acessórios: óculos, colares, brincos, relógios, pentes, escovas, presilhas, acessórios para os cabelos também podem ganhar algum espaço na sua nécessaire despachada;
  • 7 peças de roupas íntimas, que você pode ir lavando e usando novamente;
  • 1 mochila ou bolsa pequena para levar nos passeios.

Checklist para mala de mão

Checklist para organizar mala para Europa

  • Remédios de uso contínuo e uma farmacinha básica;
  • Adaptador de tomada universal: não passe aperto na hora de ligar seus aparelhos eletrônicos;
  • Carregador de celular;
  • Carregador portátil;
  • Uma troca de roupa (caso sua mala seja extraviada);
  • Itens básicos de higiene (em frascos com, no máximo, 100ml) como creme dental, escova de dente, fio dental, etc;
  • Eletrônicos: notebook, tablets, câmeras fotográficas, celulares e outros objetos do gênero;
  • Dinheiro, cartões e objetos de valor, como joias;
  • Objetos pessoais como óculos, um livro, etc.

Documentos para viagem

Mantenha os documentos também na mala de mão, onde o acesso à eles é mais fácil.

Tenha também com você uma versão escaneada de passaporte, RG, CPF, notas fiscais de equipamentos que estiver levando, receitas médicas e extrato bancário. Envie por e-mail ou salve os arquivos em um serviço de nuvem. Faça o mesmo com reservas de hotéis, passagens (aéreas, de trem, etc), mapas e comprovantes diversos,

O importante na hora de fazer a mala é manter a organização e o foco, para não acabar levando coisas desnecessárias. Já está pronto(a) para fazer sua mala para Europa?

COMPARTILHE

Heloisa é brasileira, com formação em Design de Games e Comunicação em Computação Gráfica. Apaixonada por tecnologia, cinema e literatura, desapegou e foi viver na Europa em 2015. De volta ao Brasil, hoje é grande entusiasta de um estilo de vida quase nômade.