Descubra os encantos de um país que muitas vezes passa despercebido: a Estônia. Com sua natureza exuberante, história fascinante e uma sociedade inovadora, este pequeno País Báltico reserva surpresas incríveis para aqueles que desejam viver uma experiência única no exterior. Por isso, nesse artigo, desvendaremos o guia completo sobre como morar na Estônia, revelando os tipos de visto necessários, o custo de vida e outras dicas valiosas.

Como morar na Estônia?

Para iniciar essa empolgante jornada na Estônia, é importante ter em mente que os brasileiros possuem o direito de permanecer no país como turistas por até 90 dias sem a necessidade de um visto, devido à participação do País Báltico no Espaço Schengen. No entanto, se você deseja estender sua estadia ou estabelecer uma residência permanente, será necessário obter um visto apropriado.

Como na maioria dos países europeus, a moradia na Estônia requer uma autorização de residência, que tem duração de 5 anos, podendo ser renovada após esse período e sendo relacionada ao propósito que o levou ao país, como estudos, trabalho ou reagrupamento familiar, por exemplo.

Desse modo, possuindo a documentação necessária para morar na Estônia, como um contrato de trabalho ou uma carta da faculdade, será possível solicitar a autorização de residência. Nesse cenário, o tempo de resposta é de até 3 meses, mas costuma levar menos tempo.

Como é a vida na Estônia?

Esse país encantador, situado no nordeste da Europa, combina perfeitamente a modernidade com a preservação da natureza e da cultura. Com uma população acolhedora e um ambiente seguro, a Estônia oferece uma excelente qualidade de vida aos seus habitantes.

Turistas passeando de carruagem no centro da cidade de Talín, Estônia
A “Cidade Velha” em Talín é um Patrimônio Mundial da UNESCO, repleto de história e arquitetura medieval. Foto: Petra Veliaev

A capital, Talín, é uma cidade extremamente calma, com uma mistura encantadora de arquitetura medieval e moderna, possuindo o título de cidade medieval mais bem preservada da Europa. Suas ruas de paralelepípedos, praças pitorescas, castelos e restaurantes temáticos criam um ambiente cativante que parece ser saído de um conto de fadas.

No geral, o país também é conhecido por sua avançada infraestrutura digital, tornando-se um dos países mais avançados tecnologicamente do mundo. O acesso à internet é rápido e generalizado, e muitos serviços governamentais, como o voto, são oferecidos online, o que torna a vida mais conveniente e eficiente para os residentes.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Além disso, é possível notar uma paisagem natural deslumbrante, com florestas, lagos, praias e até mesmo contando com a possibilidade de ver a aurora boreal no inverno aqui mesmo da capital do país.

Custo de vida na Estônia

O custo de vida na Estônia é geralmente mais acessível em comparação com outros países europeus.

Embora os preços variem dependendo da localização e estilo de vida, é possível desfrutar de uma vida confortável a um custo razoável. Os gastos com alimentação, transporte e moradia são considerados relativamente baixos, especialmente em cidades menores fora da capital.

Aluguel

Abaixo apresento uma tabela com os valores médios de aluguel para diferentes tipos de moradia em Talín, capital da Estônia, de acordo com dados do Numbeo em junho de 2023:

Tipo de imóvel Custo mensal
Apartamento de 1 quarto no centro 659,49€
Apartamento de 1 quarto fora do centro 478,72€
Apartamento de 3 quartos no do centro 1.113,97€
Apartamento de 3 quartos fora do centro 781,95€

Uma opção para explorar os valores de aluguel na Estônia é utilizar plataformas online especializadas em compra e aluguel de imóveis, como o city24 e o rendin. Nesses sites, você pode realizar pesquisas personalizadas, filtrando por cidade, preço, tipo de imóvel e outras preferências específicas.

Contas mensais

Durante minha experiência, pude notar um aumento significativo nos custos de serviços básicos, como água, eletricidade e gás, em comparação com o meu custo de vida em Portugal. Nesse mês de junho, por exemplo, mesmo sem utilizar aquecedores, eu e meu marido tivemos um gasto de cerca de 320€ para essas despesas.

Desse modo, para fornecer uma perspectiva mais clara dos valores, segue uma tabela informativa com os custos médios desses serviços na Estônia, de acordo com dados do Numbeo, em junho de 2023.

Serviço Custo
Eletricidade, gás, lixo e água para um apartamento de 85m2 255,90€
Internet 39€
Plano de celular 10€

Alimentação

O custo de alimentação na Estônia pode variar dependendo do estilo de vida, localização e hábitos alimentares individuais. Eu e meu marido, que possuímos uma alimentação bem variada sem nos privar de nada, gastamos em média 600€ mensais, incluindo chocolates, vinhos e outros itens não essenciais.

Abaixo, você encontrará uma tabela com os custos médios de alguns alimentos na Estônia, para que tenha uma ideia mais precisa dos valores:

Alimento Valor
Pão fresco 1,14€
1kg de arroz 1,87€
Cartela com 12 ovos 2,36€
Queijo local 9,40€
1kg de frango 7,45€
1kg de carne de boi 13,02€
1kg de maçã 1,51€
1kg de banana 1,29€
1kg de laranja 2,02€
1,5 litros de água 0,84€
1 litro de leite 1,07€
Cerveja nacional 1,52€
1kg de tomate 2,40€
1kg de cebola 0,80€
1kg de batata 0,96€

Além disso, comer fora pode ter um custo médio de 10€ a 20€ por refeição em restaurantes de categoria média, fora o valor das bebidas. Esses estabelecimentos costumam proporcionar uma experiência gastronômica agradável, com pratos tradicionais e influências internacionais.

Transporte

O transporte público na Estônia é amplamente utilizado e bem desenvolvido, principalmente nas áreas urbanas. Desse modo, as principais cidades, como Talín, Tartu e Pärnu, possuem uma rede de ônibus e bondes que conectam os diferentes bairros e pontos de interesse. Além disso, existe um benefício adicional para os residentes locais: o transporte público é gratuito.

No caso dos visitantes e turistas é necessário adquirir os bilhetes ou passes correspondentes para utilizar o transporte público na cidade. Os valores variam entre 2€ pelo bilhete individual, que pode ser comprado na hora com cartão de crédito ou débito em uma das máquinas disponíveis dentro do ônibus. Além disso, há a opção de um passe mensal no valor de 30€.

Além do transporte público, também há outras opções amplamente utilizadas pelos moradores, como o aluguel de carros e bicicletas. O aluguel de carros é uma boa escolha para quem deseja explorar o país em seu próprio ritmo e ter a liberdade de visitar áreas mais remotas.

Nesse contexto, o Bolt Drive é uma opção de transporte comum para quem mora na Estônia, na qual os usuários têm a possibilidade de dirigir os carros por conta própria em vez de contar com um motorista.

Adicionalmente, a Estônia também possui uma rede de balsas que conecta o país a outras nações, como Finlândia e Suécia. Essas balsas oferecem uma maneira agradável de viajar, com opções que variam desde viagens curtas até cruzeiros mais longos com lugares confortáveis para dormir.

Lazer

A cultura estoniana, assim como a finlandesa, é marcada pela tradição da sauna, que desempenha um papel importante no lazer dos moradores.

As saunas públicas são extremamente populares e frequentadas tanto por locais quanto por turistas em busca de relaxamento e socialização, já que são consideradas espaços de convívio social, onde as pessoas compartilham conversas, histórias e momentos de descontração.

Além disso, uma característica marcante é a abundância de natureza, uma vez que mais da metade do país é coberto por florestas. Isso proporciona oportunidades incríveis para atividades ao ar livre, como caminhadas, ciclismo, acampamentos e passeios por parques lindíssimos.

Pratos de comida e bebida em um restaurante à beira da praia em Talín, Estônia
Durante o verão também é possível desfrutar de maravilhosas refeições à beira da praia. Foto: Petra Veliaev

É claro que para quem gosta de algo mais animado, também há vida noturna, especialmente em Talín. Embora possa não ser tão agitada quanto em outras capitais europeias, a cidade possui uma atmosfera vibrante.

Os bares e clubes oferecem uma variedade de opções para todos os gostos, desde locais elegantes e sofisticados até bares descontraídos e casas noturnas com música ao vivo.

Melhores cidades para morar na Estônia

A Estônia possui várias cidades encantadoras para se viver, cada uma com seu próprio charme e atrativos. Dentre as melhores cidades para morar na Estônia destacam-se:

  • Talín: a capital da Estônia é uma escolha popular para muitos expatriados. Com sua mistura única de arquitetura medieval e moderna, Talín oferece uma atmosfera encantadora. A cidade também possui uma forte cena tecnológica, de modo que se torna mais fácil conseguir um trabalho, por exemplo;
  • Tartu: localizada no sul do país, Tartu é conhecida como a cidade universitária da Estônia. Com uma atmosfera jovem e vibrante, é um ótimo lugar para estudantes e profissionais da área acadêmica. A cidade tem um ambiente cultural rico, com teatros, galerias de arte e festivais ao longo do ano;
  • Pärnu: se você está em busca de um estilo de vida mais tranquilo e uma conexão com a natureza, Pärnu é uma excelente escolha. Localizada à beira-mar, a cidade é famosa por suas belas praias e spas. Com um ambiente descontraído, é um local popular para quem procura relaxar e desfrutar de atividades ao ar livre;
  • Viljandi: para os amantes da cultura e da história, Viljandi é uma cidade pitoresca com um centro medieval bem preservado. Além disso, a cidade é famosa por seus festivais de música e teatro.

Precisa de visto para morar na Estônia?

Sim, é necessário obter um visto para morar na Estônia, a menos que você seja um cidadão de um país membro da União Europeia (UE).

Para aqueles que desejam permanecer na Estônia por mais de 3 meses, mas não mais que um ano, há a opção do visto de residência temporária, conhecido como D-Visa. Esse visto pode ser emitido uma ou mais vezes e é adequado para estudantes e pessoas que planejam trabalhar no país durante esse período de tempo.

Além disso, é necessário apresentar comprovantes de meios de subsistência suficientes e acomodação durante o período de estadia. Os documentos e requisitos específicos podem variar dependendo do propósito da visita.

Permissão de Residência Temporária

Caso o período de estadia seja superior a um ano, o D-Visa não é mais aplicável. Nesse caso, é necessário solicitar uma Permissão de Residência Temporária, que pode ser válida por até 5 anos e é destinada a trabalhadores, estudantes, empresários, família, entre outros.

Portanto, após a sua chegada ao país, dentro de três meses, você tem a opção de agendar um horário no  site da politsei, a polícia estoniana responsável pela emissão de documentos aqui na Estônia. Alternativamente, você pode escolher um dos departamentos disponíveis e comparecer sem marcação. Nesse caso, basta retirar uma senha e aguardar no local para ser atendido, que foi o que fiz e não demorou mais que 20 minutos. 

No meu caso, tive a oportunidade de obter a permissão de residência temporária com base em reagrupamento familiar por um período de 5 anos com possibilidade de renovação. Os documentos necessários foram apenas o passaporte, o documento de identificação do meu marido, nossa certidão de casamento e um comprovativo de que meu marido possui plano de saúde, além de pagar uma taxa de 40€.

É relevante destacar que os documentos necessários a serem apresentados variam de acordo com o propósito da sua estadia no país, seja para trabalho, estudos, família ou negócios. Desse modo, informações detalhadas sobre os documentos exigidos para cada situação podem também ser encontradas no site da politsei. É importante observar que o site está disponível apenas em estoniano, russo e inglês, não oferecendo a opção de tradução para o português.

O que me surpreendeu foi a rapidez do processo, que pode levar até 3 meses para ser finalizado, mas que demorou apenas 3 semanas para ficar pronto.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho na Estônia tem apresentado um crescimento significativo nos últimos anos, especialmente no setor de tecnologia e inovação. A Estônia é conhecida por sua abordagem digital e pelo estímulo ao empreendedorismo, o que tem impulsionado o desenvolvimento de startups e empresas de tecnologia no país.

Para vocês terem uma ideia, possuindo uma carteira de identidade estoniana, é possível abrir uma empresa de maneira 100% online no prazo de 24 horas, o que faz com que muitos venham morar na Estônia com esse propósito.

Talín, a capital da Estônia, concentra a maior parte das oportunidades de emprego, principalmente na área de tecnologia da informação, desenvolvimento de software, e-commerce e serviços financeiros.

É importante mencionar que muitos trabalhos exigem o conhecimento do estoniano. No entanto, na indústria de tecnologia e startups, é possível encontrar algumas oportunidades que aceitam apenas o inglês. Portanto, para quem busca emprego no país, o domínio do inglês é indispensável.

O governo estoniano também tem implementado programas para atrair talentos estrangeiros, como o visto de residência digital, que facilita a obtenção de autorização para trabalhar no país para nômades digitais.

Emprego nas áreas de tecnologia

Na Estônia, o setor de tecnologia tem experimentado um crescimento exponencial, oferecendo diversas oportunidades de emprego para profissionais qualificados. Com um ambiente inovador e um ecossistema tecnológico avançado, o país tem atraído empresas globais e startups promissoras.

Empresas renomadas, como a Bolt, têm suas sedes na Estônia e oferecem oportunidades de emprego para profissionais qualificados, principalmente nas áreas de tecnologia.

E se você pretende atuar nessa área, vale a pena conhecer o Estonia Startup Visa.

Sistema de saúde

No sistema de saúde da Estônia, há duas opções: o sistema público e o sistema privado.

O sistema público é gerenciado pelo Fundo de Seguro de Saúde da Estônia e é baseado no princípio de solidariedade. Nesse contexto, isso significa que o acesso aos serviços de saúde e os pagamentos de seguro não são baseados na idade, renda ou condição de saúde de cada indivíduo.

Desse modo, todos que possuem seguro médico na Estônia têm direito à mesma qualidade de assistência médica, mesmo se não pagar o imposto de seguro de saúde.

Dentro do sistema público, médicos de família, também conhecidos como clínicos gerais, fornecem os cuidados primários. As consultas simples com médicos de família são gratuitas, enquanto visitas domiciliares e consultas especializadas podem ter uma taxa simbólica de 5€.

Clima na Estônia

Durante o verão, quem mora aqui ou vem a passeio, tem a sorte de testemunhar as incríveis “noites brancas”. Durante esse período, o sol nunca se põe completamente, resultando em um céu que permanece parcialmente iluminado durante toda a noite.

Na minha experiência, apesar de extremamente lindas, as noites brancas têm sido um pequeno desafio. Afinal, é uma situação cômica eu me encontrar às 3h da manhã, de pé, com o aspirador de pó em mãos, enquanto o sol brilha lá fora, como se estivesse no meio de uma tarde produtiva, já que a luminosidade constante pode brincar com o relógio interno do corpo, fazendo com que você se sinta desperto e cheio de energia em momentos em que normalmente estaria dormindo.

Madrugada em Talín, Estônia durante o verão
Surpreendentemente essa foto foi tirada às 0:47 na beira da praia em Talín, capital da Estônia. Foto: Petra Veliaev

Nessa época do ano também contamos com festivais típicos celebrando o solstício de verão, concertos ao ar livre e atividades noturnas que se tornam uma parte essencial do verão estoniano.

Por outro lado, o inverno na Estônia, que traz consigo uma paisagem deslumbrante coberta de neve, também traz desafios. Os invernos são rigorosos, com temperaturas baixas, podendo chegar a -30° C e contando com pouquíssimas horas de luz solar, de modo que a necessidade de se adaptar ao clima e cuidar da saúde durante o inverno é uma consideração importante para quem pretende morar na Estônia.

Além disso, uma coisa que pode ser uma surpresa para muitos recém-chegados aqui é a obrigatoriedade de utilizar um refletor durante os longos meses de inverno. Esses pequenos discos refletores devem ser pendurados em bolsos, casacos ou bolsas, sempre visíveis, pois desse modo é possível aumentar a segurança dos pedestres durante os períodos de pouca luminosidade.

Brasileiros na Estônia

A presença de brasileiros na Estônia tem aumentado bastante nos últimos anos, seja para fins de estudo, trabalho ou até mesmo em busca de novas experiências, que foi o meu caso.

De acordo com os dados mais recentes fornecidos pela Embaixada do Brasil em Talin, o contingente de cidadãos brasileiros oficialmente registrados na Estônia atinge a marca de 706 pessoas no ano de 2023. Esses números, embora relativamente baixos, revelam um crescimento de 49% em relação ao ano de 2022.

Adicionalmente, um fato interessante é que uma parte significativa dos brasileiros que escolhe morar na Estônia encontra oportunidades de trabalho na Wise (antiga TransferWise), que tanto falamos sobre aqui no Euro Dicas, já que é uma das plataformas de transferencias internacionais mais utilizadas por brasileiros.

A empresa financeira digital, reconhecida internacionalmente, tem sido uma opção popular entre os brasileiros que vem para a Estônia devido ao fato de não exigir o domínio da língua estoniana, aceitando apenas o inglês como idioma de trabalho.

Vale a pena morar na Estônia?

Minha experiência morando na Estônia tem sido maravilhosa. Como sou apaixonada pelo frio, falo inglês e vim já com a residência garantida, estou tendo uma ótima adaptação ao país.

No entanto, é importante ressaltar que morar na Estônia pode não ser uma experiência positiva para todos. A cultura estoniana é bastante diferente daquela com a qual estamos acostumados no Brasil.

Aprender o estoniano, por exemplo, pode ser extremamente complicado e demandar muito tempo e dedicação, já que é uma língua completamente diferente das que estamos acostumados a aprender como idioma estrangeiro no Brasil, como o inglês, o espanhol e o francês.

É importante notar que isso pode ser um grande obstáculo para aqueles que não trabalham na área de tecnologia, onde o inglês pode ser bastante utilizado.

Além disso, os invernos na Estônia são rigorosos, com poucas horas de luz solar e temperaturas baixas. Isso também pode ser um desafio para aqueles que não estão acostumados com esse clima.

Se você está considerando morar na Estônia, recomendo assistir ao vídeo abaixo, onde um casal de brasileiros do canal
Tere Tallinn compartilha os motivos pelos quais amam morar no país, pois isso pode ajudar a ter uma visão mais ampla sobre como é viver nessa nação báltica encantadora.

Se você chegou até aqui e percebeu que a Estônia é o seu destino ideal, desejo boa sorte no processo da mudança e que a experiência nesse destino incrível seja muito enriquecedora!