Se você está buscando um artigo completo sobre os melhores bairros de Barcelona para morar, você chegou ao lugar certo! Afinal de contas, a capital da Catalunha é dividida em 10 distritos que, por sua vez, são subdivididos em nada menos que 73 bairros.

Com tantas opções, nem sempre escolher o bairro ideal é uma tarefa fácil. Quem já passou pelo processo de mudança sabe o quanto isso pode ser um pouco demorado e por muitas vezes estressante. Ainda mais em outro país… Muitas vezes não sabemos nem por onde começar, não é mesmo? Uma mãozinha nesses momentos não é nada mal! Por isso, siga com a leitura deste artigo para você encontrar a melhor opção com mais tranquilidade.

Quais os melhores bairros de Barcelona?

A capital da Catalunha é a segunda maior cidade da Espanha e, consequentemente, muita gente sonha em morar em Barcelona. Porém, encontrar o lugar ideal para viver não é uma tarefa das mais fáceis, principalmente em outro país. Há muitas questões incluídas como o valor dos imóveis, localização, segurança, facilidades no entorno, etc.

Mas antes de falar sobre os melhores bairros de Barcelona para morar, é importante você se familiarizar com os nomes dos distritos e bairros equivalentes de cada um. Elaboramos uma lista abaixo para você conferir:

Sarrià-Sant Gervasi

  • El Putxet i el Farró;
  • Sarrià;
  • Sant Gervasi – la Bonanova;
  • Sant Gervasi – Galvany;
  • Les Tres Torres;
  • Vallvidrera, el Tibidabo i les Planes.

L’Eixample

  • L’Antiga Esquerra de l’Eixample;
  • La Nova Esquerra de l’Eixample;
  • Dreta de l’Eixample;
  • El Forte Pienc;
  • Sagrada Família;
  • Sant Antoni.

Ciutat Vella

  • La Barceloneta;
  • El Barri Gòtic;
  • El Raval;
  • Sant Pere, Santa Caterina I La Ribera.

Gràcia

  • La Vila de Gràcia;
  • Camp d’en Grassot i Gràcia Nova;
  • La Salut;
  • El Coll;
  • Vallcarca i els Penitents.

Sants-Montjuïc

  • La Bordeta;
  • La Font de la Guatlla;
  • Hostafrancs;
  • La Marina de Port;
  • La Marina del Prat Vermell;
  • El Poble-Sec;
  • Sants;
  • Sants-Badal.

Les Corts

  • Les Corts;
  • La Maternitat i Sant Ramon;
  • Pedralbes.

Sant Martí

  • El Besòs i el Maresme;
  • El Clot;
  • El Camp de l’Arpa del Clot;
  • Diagonal Mar – Front Marítim del Poblenou;
  • El Parc i la Llacuna del Poblenou;
  • El Poblenou;
  • Provençals del Poblenou;
  • Sant Martí de Provençals;
  • La Verneda i la Pau;
  • La Vila Olímpica del Poblenou.

Horta-Guinardó

  • El Baix Guinardó;
  • El Guinardó;
  • Can Baró;
  • El Carmel;
  • La Font d’en Fargues;
  • Horta;
  • La Clota;
  • Montbau;
  • Sant Genís Dels Agudells;
  • La Teixonera;
  • La Vall d’Hebron;

Nou Barris

  • Can Peguera;
  • Canyelles;
  • Ciutat Meridiana;
  • La Guineueta;
  • Suporte;
  • Prosperitat;
  • Les Roquetes;
  • Torre Baró;
  • La Trinitat Nova;
  • El Turó de La Peira;
  • Vallbona;
  • Verdum;
  • Vilapicina I La Torre Llobeta.

Sant Andreu

  • Baró de Viver;
  • Bon Pastor;
  • El Congrés I Els Indians;
  • Navas;
  • Sant Andreu de Palomar;
  • La Sagrera;
  • Trinitat Vella.

Agora que você já tem uma ideia de como a cidade é dividida, vamos falar sobre os melhores bairros de Barcelona para morar. Confira abaixo!

Sarriá – Sant Gervasi

O distrito mais chique e exclusivo de Barcelona está localizado ao norte da cidade. No final dos séculos XIX e XX, esta área foi escolhida pelas famílias mais ricas da capital da Catalunha para construir palácios, mansões e residências de alto padrão que permanecem até hoje. De fato, uma das suas ruas, a Avenida Tibidabo, é uma das mais caras da Espanha, com um preço médio de cerca de 5 milhões e 800 mil euros por casa. Melhor nem converter para reais…

Todo o distrito de Sarriá – Sant Gervasi, o sexto mais populoso da cidade, tem muitas áreas verdes em parques naturais e urbanos como o Parque Turó, que eu adoro, Turó del Putxet, Jardins La Tamarita, Parque Torrent Maduixer e Parque Castell de l’Oreneta. A proximidade com a montanha Collserola é, sem dúvida, um dos grandes atrativos, além de muitas escolas de alto nível e excelentes clinicas médicas.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Procura assessoria para morar na Espanha?

Para solicitar a sua cidadania espanhola, visto, documentos, validação de diploma ou acompanhamento jurídico recomendamos o Escritório Madeira da Costa. Agende a sua consultoria e mude para a Espanha com segurança e tranquilidade.

SABER MAIS →

Les Corts

Pedralbes, no distrito de Les Corts, é outro bairro da elite de Barcelona: a definição de um lugar de luxo e alto padrão. Lá você também vai encontrar alguns dos melhores estabelecimentos de esporte, saúde e educação da cidade como as renomadas escolas ESADE e IESE.

Na parte superior do bairro, existem muitas casas com jardins e piscinas privadas. Já na parte inferior, mais comercial, há prédios luxuosos com apartamentos de 200 m2 em edifícios modernos com academia, jardim, piscina e zona infantil. No verão, o belo Jardim de Pedralbes abriga um dos festivais mais bacanas de Barcelona com música e comida em um ambiente elegante e descontraído.

L’Eixample

O chanfrado das esquinas, quadras em formato de octógono com um espaço vazio no meio, ruas paralelas e perpendiculares em perfeita harmonia e grandes avenidas que cruzam a cidade inteira. Cada metro de extensão foi pensado. Bem-vindo ao l´Eixample! Pronuncia-se “Eixampla” e significa “extensão”.

O distrito começou a sair do papel a partir da década de 1860 pelas mãos do arquiteto catalão Idelfonso Cerdà. Ele comandou o plano de reforma e ampliação da cidade que, na época, foi uma revolução urbana. Além disso, o modernismo estourou em Barcelona e o l´Eixample foi (e ainda é) o lugar onde mais se vê os tesouros dessa época.

Além de edifícios que são obras de arte, a localização é excelente, tudo é de fácil acesso. A poucos passos de distância, até na mesma quadra, você encontra lojas, supermercados, bancos, farmácias, lavanderias, cafeterias, bares, restaurantes, enfim, tudo o que possa imaginar. E ainda dá para caminhar dia e noite sem nenhum problema.

Sem dúvida, essa é uma das zonas mais sossegadas da cidade. Como resultado podemos dizer que l´Eixample não é um distrito residencial de Barcelona. É o distrito residencial! Veja em seguida minha opinião sobre os bairros.

Vista do L'Eixample em Barcelona
Bairro L’Eixample em Barcelona

Dreta de l’Eixample

A Dreta de l’Eixample era e continua sendo o bairro da burguesia que introduziu um estilo único em sua casa: o modernismo. O Passeig de Gracia concentra belos exemplos desse movimento, como as mundialmente conhecidas Casa Batlló e La Pedrera, do mestre Antoni Gaudí. Mas não é só a arquitetura que atrai turistas e moradores para a região.

Essa é uma área residencial de classe alta com imóveis amplos, muitas lojas de grifes, várias opções culturais e alguns dos melhores e mais caros restaurantes da cidade, além de estar muito bem conectada com o restante de Barcelona.

L’Antiga Esquerra de l’Eixample e La Nova Esquerra de l’Eixample

L´Antiga Esquerra de l’Eixample e La Nova Esquerra de l’Eixample formavam um único bairro até 2006, ano em que a área foi administrativamente dividida em dois devido ao seu grande tamanho e alta densidade populacional.

Em 2020, a área ganhou o título de bairro mais cool do mundo, pela revista Time Out. Confesso que o quintal da minha casa, modéstia à parte, merece estar entre os melhores bairros de Barcelona para morar. Aliás uma das ruas mais charmosas e badaladas da cidade fica justamente nesta zona: Enrique Granados. Joga esse nome no google que você vai me entender!

A região é também o endereço de alguns dos restaurantes mais incríveis da cidade, como o Disfrutar e o Gresca, além de ter uma lista grande de bares de tapas, padarias premium e afins. Um dos segredos mais bem guardados da área é o Mercado del Ninot, um mercado público com vários bares, espaços de degustação e produtos frescos de altíssima qualidade (aqui não há feiras de rua, como no Brasil). Estive lá recentemente e voltarei muitas vezes mais.

Além disso, uma parte da L´Antiga Esquerra de l’Eixample é conhecida como Gaixample por ser repleta de bares, lojas, saunas, hotéis e associações LGBTIQ+. As bandeiras estão penduradas em diversas sacadas. Por fim, a Esquerra de l’Eixample mantém um caráter mais de bairro, sem muitos turistas, e com moradores de todas as idades.

Sagrada Família

O bairro, de classe média alta, tem como protagonista a Sagrada Família, uma das obras arquitetônicas mais singulares em andamento na atualidade. Morei um ano na quadra do famoso cartão postal de Barcelona e confesso que até hoje, quando dou de cara com o templo projetado pelo maior embaixador do modernismo catalão, o arquiteto catalão Antonio Gaudí, volto a me emocionar como se fosse a primeira vez.

Mas viver ao lado da Sagrada Família tem seu preço: milhares de turistas circulando pela região, restaurantes caros e com qualidade duvidável, além do preço alto dos imóveis que estão nas redondezas. Entretanto, não dá para generalizar. Há ruas mais calmas, lugares para comer que não são “pega turista” e apartamentos com preços melhores em ruas mais tranquilas do bairro.

Sant Antoni

O Mercado de Sant Antoni, com sua bela arquitetura modernista, foi reinaugurado em 2018 e atraiu todos os olhares para o bairro que leva o seu nome. As obras duraram 9 anos e as melhorias se estenderam por várias ruas próximas, que foram fechadas para o trânsito e ganharam calçadas mais amplas e ajardinadas. Resultado: a área, que já foi um distrito comercial de grande importância para as classes média e popular no final do século XIX, hoje é considerada uma zona cool de Barcelona.

O bairro Sant Antoni é daqueles lugares que cativam com seus cafés e restaurantes charmosos frequentados por gente de todos os lugares da cidade. A Calle Parlament e seus arredores contêm uma das maiores concentrações de bares de Barcelona. Eu, particularmente, sou fã dessa região. Mas Saint Antoni é também um bairro bastante sossegado e seguro, perto do centro e com muito comércio. Embora não tenha grandes atrações turísticas, em 15 minutos você está nas Ramblas ou na Plaça Catalunya.

Ciutat Velha

Morar bem no centro histórico é o sonho de muita gente, afinal de contas, Barcelona nasceu ali, há mais de 2 mil anos, como uma colônia do Império Romano. O El Gótic, juntamente com El Born, são os bairros medievais da cidade.

melhores bairros de barcelona gotico

Essa área concentra muitas atrações turísticas como a Catedral de Barcelona e Praça Sant Jaume, além do Museu Picasso. Tem praças tranquilas e uma vida noturna bastante animada. Há sempre um lugar para tomar um drink. A atividade comercial também surpreende, desde a zona mais comercial da Calle Portal de Angel até as pequenas lojas da Calle Avinyo.

Viver entre as ruas estreitas e antigas, ter facilmente acesso à ótimos restaurantes, bares, cafeterias, comércio, ou seja, fazer tudo a pé e ainda contar com algumas estações de metrô é, sem dúvida, o que torna essa região tão sedutora. No entanto, o barulho pode ser um problema dependendo de onde você for morar. Além disso as ruas são escuras e os prédios bem antigos, muitos sem elevador.

Já o El Raval, no mesmo distrito, é um dos bairros mais polêmicos de Barcelona. Não é um local bonito, limpo e muito menos seguro, no entanto, a proximidade com o centro da cidade e o preço acessível dos imóveis fazem com que ele seja uma opção de moradia para jovens, artistas e imigrantes.

Há uma grande variedade de cafés, restaurantes e bares. O local também abriga diversos estúdios de arte moderna, galerias e livrarias, além do imponente MACBA (museu de arte contemporânea) e do CCCB (centro de exposições).

Ainda no distrito da Ciutat Velha, La Barceloneta se destaca por ser um lugar com muita história, oferta de lazer e estar localizada à beira-mar. Ideal para quem quer acordar com o pé na areia. Entretanto, há um grande fluxo de turistas nesta região, principalmente no verão, e os apartamentos costumam ser caros e pequenos.

Gràcia

O distrito de Gràcia é composto por 5 bairros, entretanto, La Vila de Gracia e Camp d’en Grassot i Gràcia Nova são os mais conhecidos. Essas áreas ficam a pouco tempo do Passeig de Gràcia, mas parecem um mundo completamente diferente.

Gràcia foi uma cidade independente até o final do século 19 e ainda hoje sua comunidade é pequena e fechada. Os habitantes locais têm muito orgulho de suas raízes. Eles não dizem “Sou de Barcelona”, dizem “Sou de Gràcia”, e aproveitam a vida na rua de uma maneira que não vemos em outras áreas da cidade.

Estúdios de design e arquitetura são abundantes e há bons serviços de todos os tipos, incluindo bares e cafés super aconchegantes. Entretanto, como a região é antiga, muitos apartamentos são pequenos e vários prédios não têm elevador.

Sants-Montjuïc

Sants-Montjuïc é uma área predominantemente residencial onde o aluguel de imóveis tem o quarto preço mais barato da cidade de Barcelona. Destaca-se por ser o maior distrito e o terceiro em população. Entretanto, não oferece grandes atrações turísticas.

O bairro de Sants, por exemplo, está muito bem conectado com outras áreas da cidade e até mesmo outras regiões do país. É que lá está localizada a estação Sants (AVE), de onde saem os trens para Madrid, além de estar mais próximo também do aeroporto Barcelona-El Prat. E, apesar de não possuir grandes atrativos turísticos, é uma das áreas com maior oferta de apartamentos para alugar em Barcelona.

Já El Poble-Sec é o bairro mais caro do distrito e concentra a maior parte da oferta teatral de Barcelona. É um lugar autêntico com muita vida local, bares e história de famílias que sempre residiram lá por gerações.

O bairro de Hostafrancs circunda a estação ferroviária Sants, enquanto La Bordeta é mais tranquila. La Font de la Guatlla é heterogênea e abriga a Fundação Caixa Fòrum, La Marina de Portj, e está se recuperando de tempos difíceis graças à sua proximidade com La Fira de Barcelona. Já La Marina del Prat Vermell continua a transformação de uma área industrial para residencial. E, por fim, Sants-Badal é um bairro recém-criado, mas com muita vida e história ligada à vizinha Sants.

Sant Martí

O bairro Diagonal Mar, no distrito de Sant Martí, é o mais novo de Barcelona. Tem alguns dos edifícios mais altos da cidade, com desenhos vanguardistas, que atingem 23 andares debruçados sobre o mar. Há também zonas residenciais de luxo, hotéis de alto nível e um grande parque de design, o terceiro maior de toda a Barcelona.

Além disso, o grande centro comercial Diagonal Mar é um dos maiores de toda a Espanha, um espaço exclusivo com lojas de moda e design, cinemas, áreas de lazer e uma ampla oferta de bares e restaurantes.

Um bairro descolado, que também merece atenção, é El Poblenou. No final do século XIX era o território com maior concentração industrial do país, a ponto de ser classificado como a “Manchester da Catalunha”.

Antigas fábricas foram transformadas em lofts e galerias onde hoje vivem e trabalham artistas e designers, dando ao espaço um ar de criatividade e produtividade. Localizado a poucos minutos (5 estações de metrô da linha amarela) do centro de Barcelona, morar em El Poblenou é uma ótima opção, pois você pode aproveitar todas as vantagens de um bairro tranquilo ao lado do mar.

Melhores bairros afastados do centro de Barcelona

O custo de vida em Barcelona é alto e o aluguel consome uma boa parte do salário. Mas já que a capital da Catalunha é extremamente bem servida de transporte público e o teletrabalho está cada vez mais presente no nosso cotidiano, a solução para quem precisa economizar é viver nos bairros mais afastados do centro ou até mesmo em cidades próximas.

Os melhores bairros de Barcelona mais afastados do centro ficam ao norte da cidade, junto à Serra de Collserola. Os distritos de Horta-Guinardó, Nou Barris e Sant Andreu são opções um pouco mais econômicas para que não abre mão de morar na capital da Catalunha. Aqui estão localizados bairros mais populares como El Carmel e Trinitat Nova, o primeiro emblemático pelas suas ruas que parecem um labirinto, mas também pelas colinas plantadas de pinheiros.

Entre as opções de preço médio você vai encontrar Horta, La Sagrera, El Coll e El Clot. Há muita gente, entretanto, que até trabalha em Barcelona, mas mora em cidades vizinhas. Badalona, por exemplo, fica a aproximadamente 35 minutos de metrô de Barcelona e possui um custo de vida muito menor.

Quanto custa viver nos melhores bairros de Barcelona?

O preço do aluguel de imóveis na Espanha caiu 8,1% em 12 meses, segundo relatório divulgado pelo portal de imóveis Idealista. No final de setembro de 2021, o aluguel de um apartamento no país estava em torno de 10,5€ por metro quadrado, valor 1,4% inferior ao registado em junho de 2021.

As maiores quedas ocorreram justamente em cidades grandes onde o mercado era mais dinâmico antes da pandemia. Madrid é onde houve maior redução (-7,7%), seguida de Ourense (-7,4%), Barcelona (-7,3%), Málaga (-4,7%) e Palma (- 4,1%).

Atualmente, San Sebastián é a capital mais cara para alugar um imóvel, com uma média de 14,9 euros por metro quadrado / mês, seguida de Barcelona com uma média de 14,8€ por metro quadrado / mês e Madrid com 14,7€ por metro quadrado / mês.

Confira na tabela abaixo o valor dos aluguéis e as variações nos distritos de Barcelona.

Localização Apartamento 80m2
Ciutat Vella 1,304€
Sarrià-Sant Gervasi 1,272€
Eixample 1,200€
Sant Martí 1,200€
Gràcia 1,160€
Les Corts 1,136€
Sants-Montjuïc 984€
Horta Guinardó 984€
Sant Andreu 968€

Uma dica para encontrar apartamento para alugar em Barcelona é pesquisar nos principais sites de imobiliárias como: Ideallista, Fotocasa e Enalquiler.

Como escolher o melhor bairro de Barcelona para morar?

A decisão de escolher um bairro ou outro nem sempre é fácil e vai depender das suas preferências e gostos. Alguns fatores devem ser levados em conta como: estilo de vida, infraestrutura do lugar e questões financeiras.

melhores bairros de barcelona mar

O melhor bairro para você não será o melhor bairro para outra pessoa, pois é uma escolha muito pessoal. Seja como for, há uma grande variedade de áreas residenciais em Barcelona, como mostramos anteriormente, e toda a cidade é muito bem servida por transporte público.

Vale a pena viver nos melhores bairros de Barcelona?

Qualidade de vida. Três palavrinhas que fazem muita diferença para quem busca um imóvel. A região que a gente escolhe para morar influencia diretamente no nosso bem estar, por isso, precisamos fazer boas escolhas. Então a resposta é sim, sim e sim. Vale a pena morar nos melhores bairros de Barcelona!

Hoje é possível alugar apartamentos de 3 quartos, entre 60 e 80 metros quadrados, no distrito de L’Eixample, por preços que variam de 800€ a 1000€. Com a crise provocada pelo coronavírus, muitos imóveis que eram destinados aos aluguéis de temporada, agora estão no mercado sendo oferecidos com contratos de longo prazo. A oferta está maior do que a demanda. É hora de aproveitar!

Enfim, como mencionamos anteriormente, há bairros para todos gostos: com muito agito, perto da costa para apreciar a brisa do mar ou próximo da montanha com vista para o verde, áreas mais modernas ou longe do centro da cidade.
Para quem quer tirar do papel o sonho de vir morar em terras ibéricas, recomendamos o nosso Ebook Como Morar na Espanha. São quase 300 páginas de conteúdo prático com todos os passos que você deve seguir para realizar a sua mudança de forma segura.