Opinião: “Minha experiência no Mestrado em Portugal”

Portugal  / 

Nós já fizemos vários artigos sobre como estudar na Europa e fazer Mestrado aqui no país luso. Porém, hoje vou te contar como foi a minha experiência no Mestrado em Portugal. Se você também quer estudar no país europeu, confira as minhas dicas.

Por que resolvi fazer mestrado em Portugal?

Me mudei para Portugal em 2014 para acompanhar meu marido no Mestrado. Nós não conhecíamos Portugal e escolhemos o país pela grande oferta de cursos de Mestrado na área das Ciências da Comunicação.

Após um ano morando em Portugal meu marido, que estudava na Universidade do Minho, disse que eu iria amar o Mestrado e que eu deveria me inscrever.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Aqui na Europa ter um Mestrado é bastante básico, principalmente entre os mais jovens. Depois do Tratado de Bolonha, a grande maioria dos cursos de licenciatura têm duração de 3 anos e muitas pessoas optam em fazer o Mestrado Integrado. Ou seja, complementando seus estudos em mais 2 anos após a graduação.

Por isso, devido a indicação de várias pessoas, de eu morar bem próximo a Universidade do Minho e de saber que a instituição é referência em educação superior em Portugal, decidi tomar coragem e me candidatar ao Mestrado em Ciências da Comunicação.

Confira um guia completo para fazer Mestrado no exterior.

Processo seletivo do Mestrado em Portugal

O processo seletivo em Portugal normalmente acontece entre os meses de maio a julho. Já as aulas iniciam geralmente no mês de setembro (início do ano letivo em Portugal).

No meu programa de Mestrado foram me pedidos os seguintes documentos:

  • Curriculum vitae;
  • Diploma do Ensino Superior;
  • Histórico escolar da graduação com a média final do curso;
  • Carta de motivação.

O curso de Comunicação é bastante concorrido na Universidade do Minho e os alunos são selecionados pelo seu histórico de notas e do seu currículo profissional.

Como eu trabalho na área de Jornalismo e Comunicação desde os meus 18 anos, possuo bastante experiência na área, tive uma agência de comunicação integrada por 6 anos e fiz um MBA em Marketing no Brasil, entrei na seleção do Mestrado a acredito que estes fatores foram determinantes.

Veja também como é possível estudar em Portugal.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Estrangeiros na sala de aula

As universidades portuguesas incentivam a candidatura de alunos estrangeiros em seus cursos. Na minha sala haviam 3 brasileiros, uma italiana, uma cabo-verdiana e 2 angolanos.

Além disso, muitos alunos de Erasmus participaram de algumas disciplinas do Mestrado, mesmo estando matriculados nos cursos de licenciatura (o que é permitido e também incentivado).

Professores em Portugal

Diversos professores do Mestrado foram excelentes, outros nem tanto. É normal e, em todo curso, existem professores que amam o que fazem e outros que estão apenas cumprindo o seu dever, sem nada além disso.

Todos os professores foram muito receptivos aos alunos estrangeiros e principalmente a nós brasileiros. Muitos cases de comunicação eram de empresas brasileiras e foi possível contribuir explicando o gigante mercado de Publicidade brasileiro.

Os exemplos de canais do Youtube, de comerciais e campanhas que foram sucesso no Brasil eram trazidos para as aulas.

Quer saber como pode morar, trabalhar ou estudar tranquilamente em Portugal?

A Atlantic Bridge é o parceiro que nós recomendamos para ajudar você a legalizar o seu sonho de vir para Portugal.

SABER MAIS »

Veja a lista das melhores universidades de Portugal.

Um ponto engraçado das aulas é que nós brasileiros participamos muito mais. Como para a maioria de nós o Mestrado é um complemento para nossa profissão, e normalmente nós entramos mais velhos no curso – eu entrei com 28 anos por exemplo – contar o nosso dia a dia do mercado são bons exemplos que podem acrescentar algo e deixam as aulas mais legais.

Dessa forma, ter experiência na área conta muito para os trabalhos, aulas, projetos e dissertação. Muitos alunos portugueses que estudaram comigo eram bem jovens – 21 ou 22 anos – nunca tinham trabalhado e ainda moravam com os pais.

Por serem bem novinhos, muitas vezes têm medo de errar e eles acabavam ficando mais calados nas aulas.

Saiba como estudar na Universidade de Lisboa, uma das maiores universidade de Portugal.

Escolha das matérias

No Mestrado na Universidade do Minho haviam matérias obrigatórias e disciplinas optativas. Eu escolhi algumas da área de Relações Públicas, Publicidade e poucas de Jornalismo. Como já havia estudado quatro anos e meio na área de Jornalismo, queria poder experimentar outros assuntos e conteúdos.

E a verdade é uma só: as aulas de Publicidade e Relações Públicas deram um banho nas demais. Professores com didática, aulas bem preparadas e pessoas motivadas foi o que eu encontrei.

Saiba quais são as novas regras para validação de diplomas em Portugal.

Exigência da língua inglesa

Algo muito comum em Portugal são os conteúdos, textos, artigos, aulas e palestras em inglês (e as vezes em francês). Por isso, é preciso ter um domínio pelo menos intermediário da língua.

Eu tive muitas aulas com slides em inglês, leituras de artigos e livros em inglês e também francês. Portanto, quem não sabe nada de inglês pode perder pontos e ficar pra trás.

Amigos portugueses

Durante os 2 anos do Mestrado fiz amigos para a vida. Amigas portuguesas de um coração enorme. Muitos colegas foram receptivos aos estrangeiros da turma e logo os grupos com mais afinidade foram se formando.

Com certeza digo e afirmo: os portugueses são muito queridos e afetuosos. E se você chegar com um sorriso no rosto certamente fará muitos amigos aqui na terrinha.

Descubra quanto custa fazer Mestrado em Portugal.

Minha experiência no Mestrado

Voltar para a sala de aula foi uma experiência incrível e estudar no exterior é um desafio (seja financeiro, emocional ou pessoal) que, quando terminamos, acreditamos ainda mais na nossa força de vontade e na nossa capacidade.

Seja o sotaque e a dor de cabeça nas primeiras aulas, a dificuldade de se achar na nova cidade, ou o dinheiro apertado para pagar as mensalidades, tudo com certeza vale muito a pena!

Ter tido uma experiência em uma universidade internacional com certeza foi uma maiores alegrias da minha vida. E agora, é seguir a vida por aqui do outro lado do mundo e, quem sabe, se aventurar em outras salas de aula por aí. Ninguém sabe o que nos reserva para o dia de amanhã, não é mesmo?

Confira a lista dos melhores Mestrados em Portugal.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.