Padrão de tomada na Europa: como é e qual adaptador utilizar

Europa  / 

Quando você faz uma viagem, ainda mais se for internacional, para a Europa, por exemplo, é completamente normal levar contigo um celular e notebook. Na verdade, arrisco dizer que é uma das primeiras coisas que qualquer pessoa pensa na hora de fazer as malas. Não é verdade? Mas e o padrão de tomada na Europa? Preciso levar adaptador? Saiba abaixo.

O padrão de tomada da Europa é diferente do Brasil

Não vivemos sem os nossos companheiros eletrônicos. Não importa se estamos no Brasil ou numa cidade medieval da Europa. Ainda mais viver sem o celular, que geralmente é por onde você irá tirar fotos, gravar vídeos e falar com a sua família enquanto estiver fora.

Mas, até aí tudo bem, o problema mesmo está quando você quer carregar qualquer um dos dois e percebe que a tomada é completamente diferente da qual está acostumado. O desespero aparece automaticamente e, nem preciso dizer que o humor e toda a magia da viagem fica em modo “pausado” nesse momento, preciso?

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

E você se questiona: “E agora?” A culpa, com toda certeza, é do padrão de tomada da Europa. Saiba como é nesse artigo e não perca a magia da sua viagem!

Qual é o padrão de tomada na Europa?

Pode ficar tranquilo, neste artigo você vai entender quais são os padrões para não ter estresse e claro, não precisar sair de madrugada buscando adaptadores, enquanto tenta traduzir o que está escrito nas embalagens.

Qual é a diferença de padrão de tomada entre os países da Europa?

O padrão de tomada na Europa não é o mesmo para todos os países, pelo contrário, são usados diversos tipos de tomadas elétricas por lá.

Mas, quase todos os países europeus, com exceções de alguns, utilizam o padrão de tomada do tipo C ou do tipo F, os dois tipos com dois pinos redondos.

Confira as 10 leis da Europa que você precisa conhecer antes de viajar.

Tipo de tomada mais comum no mundo

Se você está se perguntando se são aqueles iguais ao que antes era usado aqui no Brasil, com os dois pinos redondos e paralelos: sim, na verdade, esse é o plug mais comum no mundo inteiro. Então, não tem mais motivo para se preocupar, certo? Não, errado.

Primeiro porque dificilmente é comprado algum aparelho com o padrão de tomada de antes, do tipo C, aqui no Brasil.

E segundo, porque mesmo que você tenha eletrônicos com esse padrão, alguns países fizeram algumas adaptações para que ficasse mais seguro. O que significa que, o seu plug do tipo C pode até entrar na tomada, mas, em alguns casos, o tamanho do seu plug poderá ser diferente e você simplesmente não conseguir utilizar a energia.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

O melhor é arrumar um adaptador de tomada para a Europa

Então, melhor não arriscar e buscar um adaptador, certo? Mas, até para conseguir comprar um adaptador correto é importante saber qual o padrão de tomada que o país na Europa que você irá seguir.

O padrão de tomada na Europa mais comum

O padrão de tomada na Europa mais utilizado é o “F”. A principal diferença desse tipo para os outros é que as suas duas pontas são presilhas que servem para fazer fio terra.

padrão de tomada na Europa Portugal
Os seguintes países têm o padrão de tomada F:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bulgária;
  • Croácia;
  • Espanha;
  • Estônia;
  • Finlândia;
  • Grécia;
  • Holanda;
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Portugal;
  • Noruega;
  • Rússia;
  • Suécia.

Confira o que são e quais são os países de primeiro mundo.

Padrão de tomada E na Europa

Esse padrão de tomada é usado nos seguintes países:

  • Bélgica;
  • França;
  • Polônia;
  • República Checa;
  • Eslováquia.

padrão de tomada na França

Nos países acima é comumente utilizado a tomada “E”, que é conhecida por ter dois pinos redondos e paralelos, com um furo bem pequeno no alto do plugue.

Precisa de visto para Europa? Descubra em quais casos você precisa solicitar um visto antes de embarcar.

Exceções no padrão de tomada na Europa

  • Itália;
  • Suíça;
  • Reino Unido.

O seu destino é alguns desses acima? Então, saiba que esses três países possuem tipos de tomadas bem diferentes, confira:

Como é o padrão de tomada no Reino Unido

Em 1960, no Reino unido, o padrão de tomada era o “D”, que ainda é muito utilizada na Índia e no Paquistão. O Reino Unido trocou o “D” pelo “G”, por ser considerada um dos padrões de tomada na Europa mais seguros.

padrão de tomada na Inglaterra
A tomada do tipo “G” é um triângulo, ou melhor, os pinos são retangulares, ou invés de redondos e, em cada um deles, tem um fusível. Digo triângulo porque o desenho que os pinos formam é de um triângulo.

E se a sua viagem estiver definida para o Reino Unido, saiba que é importante saber o número de amperes na hora de comprar um adaptador, para garantir que todos os seus aparelhos funcionem, ok?

Padrão de tomada na Itália

Na Itália é usado o padrão de tomada “L”, (três pinos iguais e simétricos). No caso, esse tipo tem dois modelos, o 10A (funciona em tomadas tipo C) e o 16A (Funciona em tomadas do tipo C).

Esse é o padrão de tomada na Europa mais complicado, já que é preciso ser atento com a distinção de amperes.

Padrão de tomada na Suíça

A tomada usada lá é o “J”, bem similar ao do Brasil, mas não são compatíveis, então não tente para que não haja nenhum acidente. Esse tipo possui dois pinos redondos paralelos e um central, também redondo, claro.

padrão plug Suiça
Para entrar em 26 países europeus, você vai precisar de um seguro viagem Europa com cobertura mínima de 30 mil euros. Mas não se preocupe que não fica caro, ajudamos você a economizar na compra do seu seguro. Confira nosso artigo sobre o tema e garanta seu plano ao melhor preço.

Qual a voltagem na Europa?

Você está enganado se acredita que é apenas com o padrão de tomada na Europa que precisa se preocupar, na verdade, quem vai para o exterior lida com mais um problema: a voltagem.

É essencial que você preste bastante atenção nesse ponto, já que, por exemplo, tem países que funcionam com 240 volts, se o seu eletrônico não for feito para funcionar nessa voltagem, corre um grande risco de queimar.

Para que não aconteça nenhum acidente e você não perca os seus aparelhos, sempre lembre de conferir qual a voltagem da tomada antes de conectar, ok? Veja também se o seu aparelho consegue funcionar em diferentes faixas de volts, informação que pode ser vista na fonte do seu aparelho.

Qual padrão de tomada comprar para Europa

É que não existe apenas um padrão de tomada na Europa, ficando meio complicado de ter que, ao invés de se preocupar com os inúmeros processos de uma viagem, ficar pensando em qual adaptador precisará comprar.

Ter um adaptador universal é a melhor opção?

Sim.  Caso você seja um amante de viagens e precisar comprar um adaptador novo toda vez que pensar num destino diferente, vale a pena investir em um universal.

adaptador universal

Compre um adaptador no Brasil

Se você não gosta da ideia de chegar no lugar, às vezes de madrugada, e ter que ficar procurando por um adaptador ou até mesmo em ficar desvendando a língua, acredito que a melhor opção seja adquirir o adaptador aqui no Brasil.

Confira se você tem o perfil para morar no exterior.

Confira se o adaptador é mesmo universal

Pode parecer meio óbvio, mas é válido lembrar que o adaptador que você estiver pensando em comprar precisa funcionar, não em um ou cinco, mas em todo o padrão de tomada na Europa.

É importante ficar atento, já que muitos viajantes já levaram consigo adaptadores universais que tinham entradas para todos os formatos existentes de tomada, mas por serem cavados, alguns carregadores acabavam não entrando.

Resumindo: você deve comprar um adaptador universal e conferir que ele vai funcionar em todos os padrões de tomada para não se preocupar mais com isso.

O que eu preciso para uma viagem sem estresse?

O primeiro passo, com toda certeza, é saber para qual país vai e o seu padrão de tomada. Num segundo lugar, saber comprar um adaptador, de preferência universal, para que não precise passar aperto no lugar e ficar buscando em várias lojas, pior, sem saber o idioma tão bem.

Então, agora só me resta te desejar boa sorte, já que com esses dois passos você já estará se livrando de uma dor de cabeça imensa!

A partir de 2020 os turistas brasileiros precisarão pagar para viajar para a Europa, sabia disso? Confira tudo no nosso artigo.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Todo o conteúdo do portal Euro Dicas é escrito por redatores brasileiros que moram ou moraram na Europa e compartilham suas dicas de como escolher o país de destino, qual o custo de vida, cultura, idiomas e dia-a-dia. O objetivo é apoiar quem pretende sair do Brasil para morar na Europa.