Posso remarcar ou cancelar viagem por causa do Coronavírus? Descubra

Com novos casos sendo confirmados pelo mundo, a opção por remarcar ou cancelar viagem por causa do Coronavírus tem sido uma busca frequente entre os viajantes. Recentemente, o Procon se posicionou sobre o caso e garantiu esse direito do consumidor.
Confira neste artigo qual é o procedimento para remarcar ou cancelar a sua viagem. Também descubra quais são os países com casos comprovados do Coronavírus e como se prevenir da doença, caso você precise viajar.

Posso remarcar ou cancelar viagem por causa do Coronavírus?

Segundo o Procon SP, caso tenha sido confirmado o surto da doença no país, o consumidor pode remarcar ou cancelar viagem por causa do Coronavírus. Nessa situação, a companhia aérea ou agência de viagem é obrigada a oferecer alternativas como:

  • Remarcar, sem ônus, a passagem aérea para outro local ou data ou;
  • Reembolsar o valor integral pago.

Mas quem pensa em cancelar a viagem deve ficar atento aos prazos de reembolso. De acordo com as normas da ANAC, o passageiro tem até 24 horas após a compra das passagens aéreas para desistir da viagem e ter direito ao reembolso. No entanto, é preciso que a compra da passagem tenha sido com sete dias ou mais de antecedência a data do voo.
Voo cancelado ou atrasado? Conheça seus direitos e saiba o que fazer.

Como fazer a remarcação ou cancelamento?

Em caso de cancelamento ou remarcação da data da viagem por preocupação com o Coronavírus, o consumidor deve entrar em contato com a companhia aérea ou empresa. A solicitação deve ser feita com antecedência para garantir todos os direitos.
Esse procedimento é recomendado, pois o cancelamento por Coronavírus é uma situação atípica e não há previsão legal sobre isso. Mas, o Procon já se posicionou sobre o caso e deixou claro que o direito do consumidor deve ser preservado.

Se você tem planos de viajar para Europa pós coronavírus, leia atentamente esse artigo completo sobre o tema.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

E se a empresa não quiser devolver meu dinheiro ou remarcar? A quem recorrer?

As companhias aéreas e agências de viagem devem obrigatoriamente remarcar ou cancelar viagem por causa do coronavírus. Caso esse direito seja negado, o Procon deve ser acionado imediatamente.
A instituição está autorizada para negociar com as empresas e proteger esse direito do consumidor.
Como mencionamos, o indicado é entra em contato com o Procon para que sejam tomadas as providências necessárias do cancelamento ou remarcação.exigências para  remarcar ou cancelar viagem por causa do Coronavírus
Aproveite e confira como funciona o seguro de cancelamento de viagem e porque contratar.

É arriscado ir para a Europa agora?

Segundo os especialistas, viajar durante o inverno europeu não é uma boa opção. Isso acontece porque as chances de transmissão do vírus são altas devido ao ar seco e ao fato das pessoas ficarem mais reclusas em locais fechados, o que favorece a propagação do vírus.
Por isso, se a ida para Europa não for de caráter emergencial, o recomendado é postergar a viagem por alguns meses. Em matéria do G1, alguns especialistas afirmam que a viagem durante os meses do verão europeu pode ser considerado “mais seguro”, devido ao aumento da temperatura no continente.
Os viajantes idosos ou com doenças crônicas também precisam avaliar a urgência da viagem, pois são mais vulneráveis ao contágio do Coronavírus.
O ideal é ficar atento aos comunicados oficiais e recomendações de viagem do país que você deseja viajar. Essas informações estão disponíveis nos portais oficiais do Ministério da Saúde e do Consulado.
Confira aqui como funciona o seguro médico Europa e as coberturas que ele oferece.

Quais locais devo evitar?

Em fevereiro, houve um registro expressivo no número de casos comprovados de Coronavírus na Europa, principalmente em países como:

  • Itália;
  • Alemanha;
  • França;
  • Reino Unido;
  • Espanha;
  • Bélgica;
  • Suécia;
  • Finlândia.

Outros países do mundo onde também foram comprovados casos de Coronavírus são:

  • China;
  • Japão;
  • Coreia do Sul;
  • Singapura;
  • Tailândia;
  • Malásia;
  • Austrália;
  • Vietnã;
  • Estados Unidos;
  • EAU;
  • Canadá;
  • Irã;
  • Filipinas;
  • Índia;
  • Camboja;
  • Rússia;
  • Nepal;
  • Sri Lanka;
  • Egito;
  • Brasil.

Mas é claro, existem países como a China e outros do continente asiático que o risco de viagem é considerado maior. Nestes destinos, remarcar ou cancelar viagem por causa do coronavírus é a melhor alternativa para os viajantes.

Se for viajar, quais precauções devo tomar?

Se remarcar ou cancelar viagem por conta do Coronavírus não é uma opção para você, então deve tomar alguns cuidados para evitar o contágio durante a viagem. Veja abaixo quais são as indicações do Ministério da Saúde para os viajantes com destino aos países com casos confirmados de Coronavírus.

  • Lavar as mãos com frequência antes de ingerir os alimentos e após usar o transporte público e frequentar locais com grande fluxo de pessoas, como aeroportos, cinemas e metrô;
  • Evitar viajar se você apresentar tosse, febre e dificuldade de respirar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal tais como pratos, talheres e outros utensílios;
  • Evitar tocar os olhos, boca e nariz com as mãos não lavadas;
  • Cobrir a boca e o nariz ao espirrar ou tossir com um lenço de papel;
  • Evitar o contato próximo com pessoas infectadas;
  • Evite contato próximo com animais que aparentam estar doentes.

Com essas medidas de prevenção básicas, você consegue evitar o contágio da doença enquanto estiver no exterior.motivos para remarcar ou cancelar viagem por causa do Coronavírus
Aprenda aqui a diferença entre seguro viagem e seguro saúde.

O seguro viagem me atende se eu tiver sintomas?

Em geral, as melhores seguradoras do país cobrem o atendimento emergencial para os viajantes que apresentarem os sintomas da doença. No entanto, se a infecção for comprovada, o seguro viagem não cobre o tratamento do Coronavírus. Isso porque, epidemias e pandemias são considerados como riscos excluídos na apólice.
Caso o viajante identifique algum sintoma da doença, precisa entrar em contato com a seguradora. A partir daí, ele receberá as orientações necessárias para receber o tratamento médico que necessita.
O Seguros Promo, principal comparador de seguro viagem do Brasil, declarou em nota que as seguradoras parceiras oferecem a cobertura para os sintomas do Coronavírus. O ideal é confirmar esse tipo de cobertura antes de contratar o seguro viagem.

Sintomas do Coronavírus

É importante lembrar que os sintomas do Coronavírus são semelhantes aos de um resfriado. Mas, caso seja agravado, o vírus pode causar infecções mais sérias como a pneumonia. Por isso, é preciso ficar atentos a sintomas como:

  • Febre;
  • Dificuldade para respirar;
  • Tosse.

O vírus da doença pode ficar incubado por mais de 14 dias, por isso é preciso ficar atento quanto aos sintomas com antecedência.
Até agora, sabe-se que a transmissão é feita por gotículas respiratórias ou contato pessoal com secreções contaminadas como tosse, gotas de saliva, catarro, aperto de mão e contato com objetos utilizados por pessoas infectadas. Portanto, a melhor recomendação é ficar atento aos sintomas e procurar ajuda se tiver dúvidas.

Andrea é jornalista e também tem formação em Linguística. Apesar de nascida em Curitiba, não demorou muito tempo para seu coração ganhar o mundo. Começou a trabalhar com agronegócio, área que a fez ganhar gosto para trabalhar fora do escritório, com pessoas de culturas e lugares diferentes. Com uma câmera na mão, desbravou inúmeras cidades e nunca mais parou. Decidiu unir a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, sete países da África e Ásia. Ao lado do filho já morou no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a maternidade, produção de conteúdo e viagens pelo Reino Unido e Europa.

Artigos relacionados

Family Search: saiba se é seguro e como funciona

Para ajudar a conectar familiares existe o Family Search, ferramenta que coleta, preserva e compartilha registros genealógicos no mundo todo.

Apostila de Haia: o que é, como fazer e quanto custa

Entenda o que é a Apostila de Haia, por que ela ajuda quem quer morar fora do Brasil, quais documentos pode apostilar e onde apostilar.

Carta de motivação: modelos e dicas para preparar o documento

Confira dicas para preparar uma carta de motivação, um modelo desse documento e veja exemplos de como escrevê-la para intercâmbio, mestrado e universidade.

Morar na Noruega: motivos para morar e para não morar no país

Razões para morar e para não morar na Noruega, custo de vida no país, história, moeda, língua, imigração, vistos e dados sobre a população local.

Cidades que pagam para morar: 10 regiões encantadoras

Confira a lista de cidades que pagam para morar ou dão moradia ou terreno e veja quais são as condições para isso. Há várias na Europa.

Países fáceis de imigrar: veja os 4 mais receptivos da Europa

Confira a lista de países fáceis de imigrar e descubra o porquê da facilidade. Veja como é a adaptação, visto e burocracias para brasileiros nesses países.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube