Viajar para Portugal precisa de visto? Veja quando é necessário

Portugal  / 

Quando planejamos uma viagem, o primeiro passo é separar o passaporte (e verificar a validade dele) e o segundo passo é verificar se o país precisa de visto para visitá-lo. Daí você pode se perguntar: viajar para Portugal precisa de visto? Não, se você viajar para Portugal a turismo (assim como para países do Espaço Schengen). Você pode permanecer no país por até 90 dias passeando e visitando lugares incríveis.

Pensando em se mudar para Portugal? Conheça o nosso Guia

Venha morar em Portugal sem complicações nem imprevistos com a orientação do nosso guia Como Morar em Portugal.


Num só lugar você vai encontrar o passo a passo para conseguir trabalho em Portugal, cidadania ou visto, saber os documentos obrigatórios, tudo sobre custo de vida, educação, as melhores cidades para morar e muito mais.

AMOSTRA GRÁTIS »

Viajar para Portugal precisa de visto? Veja em quais situações o visto é dispensado

Para saber se viajar para Portugal precisa de visto, é preciso avaliar sua nacionalidade e objetivo da estadia.

Nos termos da política de imigração portuguesa, os nacionais titulares de uma identidade nacional válida UE/Espaço Schengen/Suíça (cidadania europeia) não precisam de nenhum tipo de visto para entrar em Portugal.

Mas a boa notícia é que há ainda outros países que se beneficiam de uma política de viagens sem visto para Portugal. É o caso do Brasil!

Sim, quem possui passaporte brasileiro pode viajar a turismo para Portugal sem precisar tirar de visto.

Veja bem: eu disse turismo. Tenha em mente que estar isento da obtenção de um visto para entrar em Portugal significa que você tem até 90 dias em um período de 180 dias para permanecer no país e aproveitá-lo sem qualquer problema.

Estes 90 dias podem ser usados para turismo, visitas familiares, etc. Mas não podem ser usados para trabalhar, por exemplo. Ou seja, se a pergunta for viajar para Portugal precisa de visto a reposta é não, mas se for viajar a trabalho ou a estudo, a história já é outra. Saiba que também é possível pedir extensão do visto de turista em Portugal caso queira ou precise estar por mais do que 90 dias no país a turismo, veja como pedira extensão ao SEF aqui.

Mas, se o seu caso é permancer em Portugal para estudar ou trabalhar, aí sim você vai precisar de um visto português.

Veja também a nossa lista de cidades da Europa mais baratas para viajar.

Quando é que viajar para Portugal precisa de visto?

Se você pretende morar em Portugal, sim, você precisará obrigatoriamente de visto.

Seja para trabalho, estudo, aposentadoria, investimentos, pesquisa ou voluntariado, viajar para Portugal precisa de visto.

Como já escrevemos, o visto para morar em Portugal deve ser feito sempre no seu país de origem, ou seja, se você mora no Brasil, precisa solicitar o visto em um Centro de Solicitação de Visto mais próximo (desde abril de 2019, os Consulados já não são responsáveis pela emissão do visto para Portugal).

Se está planejando morar em terras lusitanas, sugerimos ler como morar em Portugal.

O que acontece se eu viajar sem visto?

Se você viajar sem visto para morar em Portugal, você pode ser deportado ainda no aeroporto, ou então, ser pego pelo SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) e ser mandado de volta para o Brasil e ficar proibido de entrar novamente na Europa por longos anos.

O que é necessário para viajar para Portugal?

Para viajar para Portugal para passear é necessário ter um passaporte, um seguro de saúde (privado – recomendamos a Seguros Promo – ou gratuito, como o PB4, por exemplo) e a reserva de um hotel no período da sua estadia ou então a carta convite de um amigo ou familiar, informando que você vai se hospedar na casa dele. Veja os detalhes de cada documento abaixo:

Passaporte

Para conseguir entrar em Portugal, ou seja, passar pela imigração europeia é preciso ter um passaporte. Apenas nos países que fazem parte do Mercosul (Estados partes e associados) é que os cidadãos brasileiros não precisam desse documento para entrar. Nesses países apenas com um documento como a carteira de identidade por exemplo, ou qualquer outro oficial com foto você já consegue entrar.

Então, se você ainda não possui seu passaporte, não se preocupe, o procedimento é super simples, mas precisa ser providenciado com antecedência.

Para tirar passaporte brasileiro basta acessar o site da Polícia Federal do Brasil e seguir os seguintes passos:

1. Preencher o formulário eletrônico no site da PF para a solicitação do passaporte;
2. Emitir e pagar a GRU de pagamento;
3. Agendar seu atendimento para um dos postos da Polícia Federal;
4. Comparecer na Polícia Federal no dia e no horário agendados;
5. Aguardo o contato que comunica que o passaporte está pronto;
5. Ir até o posto da PF retirar o seu passaporte.

Tente solicitar seu passaporte com pelo menos 2 meses de antecedência para fazer tudo com calma e sem imprevistos.

Quer saber como pode morar, trabalhar ou estudar tranquilamente em Portugal?

A Atlantic Bridge é o parceiro que nós recomendamos para ajudar você a legalizar o seu sonho de vir para Portugal.

SABER MAIS »

Se você já possui passaporte, lembre-se que para entrar no país é preciso que ele tenha validade mínima de três meses a partir da data de seu retorno ao Brasil.

Saiba também quanto custa tirar o passaporte neste artigo, o valor alterou em 2015.

Seguro de viagem

Ao embarcar para Portugal também é necessário contratar seguro de viagem. Por causa do Tratado de Schengen, firmado entre alguns países Europa, existe a obrigatoriedade aos estrangeiros de possuir seguro de viagem para atendimentos emergenciais, se necessário, durante a viagem. E Portugal é um deles.

É necessário que o seguro de viagem cubra desde o dia do embarque até o dia do desembarque no Brasil.

É possível fazer a cotação e contratar o serviço online! O processo é bastante simples e os preços acessíveis. Se você não sabe onde procurar as melhores seguradoras, indicamos a Seguros Promo, site comparador de preços de seguros online que garante os menores preços.

Carta convite para Portugal

Para que a carta convite seja aceita no aeroporto, são necessários os seguintes dados:

  • Nome completo de quem hospeda;
  • Nome completo de quem visita;
  • Endereço completo de onde ficará hospedado;
  • Tempo da estadia exata (ex: de 22/06/2017 a 01/07/2017);
  • Número do passaporte de quem visita, assim como número de identidade e profissão;
  • Número do título de residência de quem hospeda ou então o número do Bilhete de Identidade e a profissão.

A carta convite deve ser feita por quem está recebendo a visita em Portugal e deve conter o máximo de informações, como grau de parentesco, motivo da visita (férias, por exemplo) e, etc.

Não economize nas informações, assine o documento, e envie para a pessoa que irá viajar imprimir e trazer impresso para apresentar ao policial da imigração na entrada do país.

Dica importante para falar com o agente de imigração

Lembre-se de manter a calma na imigração e responder somente o que lhe foi perguntado.

É completamente normal os policiais fazerem perguntas sobre sua viagem, se é a primeira vez que visita o país, quantos dias irá ficar, onde se hospedará, o que que você quer conhecer no país e quanto dinheiro trouxe.

São questões de segurança e que a maioria dos países faz para ter controle de quem entra em seu território.

Saiba como é a segurança em Portugal.

aeroporto embarque portugal

Viajar para Portugal precisa de visto: veja os tipos de visto disponíveis

Os vistos são sempre a parte mais temida das viagens. Existem vários tipos a depender dos seus objetivos com a viagem. Conheça os 3 principais tipos de visto para Portugal:

Visto de estada temporária

Se a sua estadia será por um ano ou menos esse é o visto mais adequado. Esse tipo de visto é bastante utilizado por estudantes, pois esse é o período que geralmente duram os cursos.

Visto de residência

Já se você pretende passar um período superior a um ano, esse é o tipo de visto que você deve providenciar.

Vistos uniformes Schengen

Com esse visto é possível transitar por um período de curta duração (90 dias) pelos países que fazer parte do Espaço Schengen.

Para conhecer os demais tipos de visto existentes você pode acessar a página do Centro de Solicitação de Visto para Portugal e analisar qual o que melhor se adequa a sua demanda.

Custos

Caso você realmente precise solicitar um visto para ir a Portugal saiba que há um custo. De acordo como o site do Consulado Geral de Portugal em São Paulo esse custo vai de 60 a 90 euros dependendo do tipo de visto. E há ainda casos em que esse valor é dispensado. Para saber é preciso consulte a Tabela de Emolumentos Consulares.

Visto de estudante

Quem pretende viajar para Portugal para estudar, como dissemos no início do texto, sim, é necessário fazer o visto ainda estando no Brasil.

Para o visto de estudante para Portugal, você vai precisar ter a sua carta de aceitação da universidade portuguesa, um passaporte válido, um seguro de saúde, carteira de vacinação internacional, meios de subsistência do país, entre outros documentos.

Viu só? Viajar para Portugal não tem grandes mistérios e vale a pena conhecer as belezas desse país.

Se você está decidido a se mudar para o país, sugerimos a leitura do nosso Ebook Como Morar em Portugal, um guia completo com tudo o que você precisa saber para vir legalmente no país. Vale a pena!

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Evellyn Lima é brasileira e atualmente não tem endereço fixo. Resolveu viver uma vida de nômade digital. É jornalista, redatora, revisora e compartilha detalhes e surpresas das suas viagens no Instagram @ninguemcontadaviagem.

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.