Se tem um país incrível para se viajar de carro, ele é a França. Ela conta com uma estrutura muito boa de estradas bem sinalizadas, paisagens lindas e várias cidades que merecem ser descobertas. Muitas delas fora dos roteiros, o que torna tudo ainda mais interessante. Portanto, vale muito a pena conhecer além de Paris e explorar novos destinos. É para inspirar essa roadtrip que preparamos este artigo sobre aluguel de carro na França.
Eu mesma, quando morei lá, fiz diversas viagens e vou compartilhar essa experiência a seguir. Descubra as nossas principais dicas, qual a documentação necessária, sugestões de sites onde você pode pesquisar preços e se vale mesmo a pena fazer um aluguel de carro na França. Sem contar algumas inspirações de lugares que valem a pena conhecer de carro neste país maravilhoso. Confira!

Como funciona o aluguel de carro na França

É bastante simples. O processo de um aluguel de carro na França é bem semelhante ao que é realizado no Brasil e em outros países.
A maneira mais simples é iniciar a pesquisa em um site de aluguel de veículos. Ou mesmo em algum portal, como o Rentcars, que combine os resultados de várias locadoras em uma mesma busca. Você então escolhe o melhor automóvel para a sua viagem, considerando o modelo do carro que atenda às suas necessidades e se o valor se encaixa no orçamento.

Requisitos para o aluguel de carro na França

Basicamente, é preciso que o condutor tenha mais de 21 anos de idade e uma carteira de motorista válida. Contudo, caso o motorista esteja na faixa de 21 a 24 anos de idade, serão adicionadas algumas taxas, que variam segundo a locadora escolhida. Além disso, eles podem alugar apenas carros econômicos.
Também é útil se informar antes sobre a legislação local, limites de velocidade e, claro, como funcionam as placas de sinalização na França.

Documentos necessários

O site oficial Service-Public.fr, da administração pública francesa, destaca a documentação necessária para dirigir na França durante férias ou uma estada curta (de até 185 dias):

  • Passaporte válido original;
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH) original e também dentro da data de vencimento. Atenção: ela deve estar em francês ou acompanhada de tradução juramentada em francês;
  • Cartão de crédito internacional, obrigatoriamente no nome do condutor do veículo.

Precisa de PID?

Se a sua carteira de habilitação não cumprir os requisitos acima, como a tradução juramentada (o que, convenhamos, acontece na maioria dos casos), será preciso apresentá-la junto com uma PID (Permissão Internacional para Dirigir).
Esta é uma habilitação internacional reconhecida, traduzida em oito idiomas (um deles é o francês) e pode facilitar na hora de resolver problemas relacionados ao trânsito local e até obter um atendimento mais rápido em caso de acidente.
Na prática, contudo, muitos brasileiros dirigem ou realizam o aluguel de carro na França apenas com a carteira de habilitação brasileira e o passaporte. Normalmente não há problemas. Entretanto, o ideal e o mais aconselhável é seguir o protocolo e obter a PID antes de sair do Brasil. O processo costuma ser simples e rápido, realizado no Detran do seu estado (pessoalmente ou via internet).
Vale destacar que a Permissão Internacional para Dirigir não substitui a carteira de motorista e, inclusive, deve ser apresentada junto com ela para ser válida fora do Brasil.

Quanto custa um aluguel de carro na França?

Antes de mais nada, é bom lembrar que o preço do aluguel de carro na França vai depender de algumas variáveis. Entre elas:

  • A cidade em que você vai alugar o carro e a cidade onde vai devolver;
  • O modelo do carro escolhido;
  • A quantidade de dias em que irá permanecer com o veículo (quanto maior o período, menos será o valor do aluguel);
  • O combustível do carro escolhido;
  • A época do ano em que está viajando (os alugueis aumentam na alta temporada);
  • Se irá ou não contratar o uso de GPS.

Preços médios

E agora os preços. Utilizamos o site Rentcars para realizar a cotação em algumas das principais cidades francesas. Confira os valores (a partir de) para cada modelo de veículo.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →
Cidade (saindo do aeroporto local) Carro Econômico Modelo Completo Versão Luxo
Paris R$851,39 R$1.283,20 R$1.777,30
Marselha R$1.445,47 R$2.186,13 R$2.318,55
Nice R$1.287,65 R$1.854,67 R$3.133,45
Strasbourg R$1.136,25 R$1.566,00 R$1.935,79
Lyon R$851,96 R$1.170,27 R$1.897, 14

Consideramos um aluguel de 7 dias (1 a 8 de setembro de 2020), em uma pesquisa realizada em 22 de maio de 2020.
Vai visitar Marselha? Confira tudo sobre esta cidade!

Onde alugar?

Não faltam boas locadoras para realizar um aluguel de carro na França com segurança, qualidade e variedade de opções, em todo o país. Os aeroportos são um bom ponto de partida, onde sempre as principais empresas contam com quiosques oferecendo o serviço. Listamos as principais locadoras na França:

Destas, a Alamo, Sixt, Avis e Enterprise são algumas das que possuem boas resenhas na Internet.
aluguel carro frança
Veja ainda como funciona a modalidade de carsharing na Europa, que é uma novidade local.

O que visitar na França de carro?

Se a ideia é sair da capital e pegar a estrada, vale conhecer algumas cidades e regiões ao redor. Viajar para a França e explorar o país é tudo de bom.
Saindo de Paris, em poucas horas você alcança estes destinos inesquecíveis:

Champagne

A região fica a apenas 150 quilômetros da capital francesa e, em poucas horas, você chega a uma das localidades mais charmosas do país.
As cidades de Reims, Châlons-en-Champagne e Épernay são como um triângulo sagrado, onde o subsolo é todo recortado por quilômetros de corredores com caves, onde dorme o melhor do vinho francês – e do mundo.
De carro, é possível ir de uma a outra, fazendo passeios e degustações (mas, se beber, não dirija!). A região concentra gigantes como a Moët & Chandon, Pommery e Mercier e algumas vinícolas familiares, onde você pode descobrir preciosidades. Foi um dos melhores passeios da minha vida!

Vale do Loire

Também fica pertinho de Paris, a menos de 200 quilômetros de distância, pouco mais de 2 horas da capital. É uma região que parece saída de um conto de fadas, conhecida por um número considerável de castelos, palácios e cenários bucólicos às margens do rio.
Vale conhecer o centro das pequenas cidades, como Tours e Blois, os museus muito bem cuidados, as catedrais antigas e imponentes, além de experimentar os restaurantes locais.

Mont Saint-Michel

Para quem tem mais tempo e pode passar uma noite fora, é um monumento imperdível. Fica a cerca de 360 quilômetros de Paris, o que dá mais ou menos 4 horas de carro pela estrada A13, na fronteira entre a Bretanha e a Normandia.
É um local repleto de história e espiritualidade, onde o ponto principal é a abadia finalizada no século XII. Não por acaso, é um Patrimônio Mundial da UNESCO, desde 1979. Se tiver a chance, suba o monte e acompanhe a grande maré. Inesquecível.
Road trip na Europa? Contamos como realizar esse sonho neste artigo.

Vale a pena alugar carro na França?

Por experiência própria, viajar pela França de carro é uma experiência única. Mas atenção. Isso vai depender do que você planejou na sua viagem. Vamos trazer alguns exemplos e você vê o que mais se encaixa na sua expectativa.

Quando não vale a pena

Para quem for ficar apenas em Paris ou arredores, é melhor utilizar apenas transporte público, como ônibus e trens. Isso porque o trânsito na capital é bastante carregado e é sempre complicado encontrar lugar para estacionar, principalmente na proximidade de atrações turísticas, espalhadas por toda a cidade. Você perderia muito tempo, e a viagem poderia se tornar um aborrecimento.
O transporte público, especialmente os trens RER que partem de Paris, atendem bem a quem deseja conhecer cidades próximas. Os trens TGV, de longa distância, por sua vez, são uma boa opção para quem vai percorrer distâncias maiores e tem um destino mais específico. Você ganha tempo e comodidade. Além de saírem mais barato que o aluguel de carro na França, em boa parte dos casos.

Quando o aluguel de carro na França é a melhor opção

Agora, se a ideia é uma road trip por uma região no interior, como Alsácia, Bretanha, Côte D’Azur, Provence e Normandia, o aluguel de carro na França é a melhor escolha.
De carro, você consegue fazer pausas nas cidades que achar interessantes pelo caminho, sempre que quiser, e percorrer rotas específicas de vinhos e queijos, por exemplo. Sempre bom lembrar que no interior do país, entre as pequenas cidades, o transporte público não é dos mais eficientes.
Neste caso, o aluguel de carro na França é bem mais confortável, oferece a flexibilidade de ir e vir no seu tempo e é uma oportunidade maravilhosa de contemplar as belas paisagens no caminho. E, pode acreditar, a França vai superar suas expectativas!
Neste artigo, você fica sabendo tudo sobre este documento essencial, que é o seguro de viagem para a França.