Como abrir conta na Holanda e quais são os melhores bancos

Contas bancárias no exterior  / 

Ao chegar em um país novo, uma das coisas primordiais é abrir conta em banco. Mas abrir uma conta no exterior pode nos deixar um pouco confusos, afinal o que é necessário? Entender como abrir conta na Holanda é essencial para as pessoas que estão planejando se mudar para lá, até porque diferentemente de outros países, o cartão de crédito não é muito aceito de forma geral.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Então, pode ir guardando o seu Visa, o seu Mastercard e (principalmente!) o seu American Express. Aqui o país funciona a base do Maestro. Venha conhecer melhor o sistema bancário na Holanda e veja como abrir conta na Holanda.

Como abrir conta na Holanda: conheça os principais bancos

Para saber como abrir conta na Holanda você deverá fazer primeiro uma pesquisa sobre os bancos que lá existem. Quando você escolher o melhor banco para o seu perfil, você deverá entrar em contato com eles para marcar um horário para abertura de contas.

A Holanda possui diversos bancos disponíveis para a população. Alguns são mais famosos e oferecem melhores tarifas. Alguns bancos possuem tarifas especiais para estudantes e possuem parcerias com as universidades, vale a pena conferir se na sua universidade existe alguma parceria com algum banco.

Os principais bancos da Holanda são:

Como referimos, se você é estudante, muitas vezes as próprias universidades têm parcerias com algum desses bancos e separam um dia na semana de introdução para que os alunos abram uma conta na Holanda mais facilmente. Inclusive, há tarifas mais atraentes para estudantes.

Na data e horário marcado você deverá ir lá com todos os documentos para fazer a abertura da conta. Não se esqueça que na Holanda as pessoas são pontuais, por isso chegue mais cedo.

Conheça ainda o nosso guia completo sobre como morar na Holanda.

As vantagens dos bancos digitais

Você já conhece os bancos digitais? São bancos que não possuem agências físicas e todo o processo de abertura de conta e transações é feito online. Aliás, o online banking na Holanda é muito forte, e todos os bancos também possuem aplicativos para celular. Então, além de poder contar com a facilidade dos serviços do conforto da sua casa (ou onde você estiver), muitos bancos oferecem esses serviços em inglês.

Por isso, se você tiver interesse, tem como abrir conta na Holanda em um banco digital. Vamos ver os melhores?

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

N26

Uma alternativa aos bancos “tradicionais” na Holanda, é abrir uma conta com o banco N26, um banco com sede na Alemanha, que permite você criar uma conta facilmente. Para isso só você só precisa de uma ligação à internet, seus documentos (passaporte e cartão de residente europeu) e um comprovante de endereço na Europa.É um dos principais bancos digitais existentes. Possui diversos benefícios, como, por exemplo, a inexistência de taxas de manutenção.

É muito fácil abrir conta no N26, você pode fazer tudo no site deles ou direto no aplicativo. O único requisito é que você comprove que mora na Europa.

Revolut

É outro banco online muito bom. Você pode ter conta em diversas moedas diferentes e fazer o câmbio entre elas sem pagar taxas extras.

Também não tem taxas de manutenção e você pode fazer alguns saques por mês também sem taxas. Para abrir conta no Revolut também é necessário ter um endereço na Europa.

N26 ou Revolut: saiba qual banco online é mais vantajoso.

WB21

O WB21 é um banco online que já tem atendimento no Brasil. Por isso não é necessário ter um endereço na Europa (essa é a maior vantagem desse banco).

A abertura da conta é feita online, e demora apenas 5 minutos. O banco possui taxas baixas de transferência bancária e não tem taxas de manutenção.

Também já escrevemos um guia que vai ajudar você a entender o que é preciso para abrir uma conta no exterior.

Como escolher o melhor banco para abrir conta na Holanda?

De forma geral, abrir uma conta na Holanda é um procedimento muito fácil, e não há muita diferença nem no processo, nem nas vantagens quando se olha os bancos grandes. O que pode ser interessante verificar são as taxas mensais/trimestrais para manter a conta, que podem variar um pouco. Ainda assim, não é uma diferença tão grande.

Se você estiver legalmente residindo na Holanda, é fácil abrir conta na Holanda e qualquer um dos bancos será uma ótima escolha.

Mulher utilizando o online banking depois de ter aberto conta na Holanda

Também já falamos sobre o custo de vida na Holanda.

Como abrir conta na Holanda: direito a cartão de débito, mas o de crédito é difícil

Cartão de débito na Holanda: conheça o pinpas

Todos os bancos mencionados incluem um cartão de débito Maestro incluso na sua conta. É através dele que você vai poder acessar os caixas eletrônicos e efetuar pagamentos no dia a dia.

Muitas lojas inclusive estão passando a preferir pagamentos no cartão de débito do que em dinheiro.

Cartão de crédito na Holanda

Como já foi dito, os holandeses são avessos ao cartão de crédito e acham simplesmente sem sentido o fato de comprarmos as coisas em prestações no Brasil. Por isso, o papel do cartão de crédito é bem diferente na cultura holandesa.

Para conseguir um cartão de crédito, primeiramente você tem que solicitar explicitamente ao banco e ter alguma fonte de renda no país – por exemplo, como estudante, você não podia ter cartão de crédito.

As taxas do cartão de crédito são muito elevadas

Além disso, paga-se uma taxa também para ter o cartão – equivalente à nossa anuidade, com a diferença de que as taxas não são exorbitantes, mas também não podem ser canceladas em um bate-papo com o gerente da sua conta. Falando nisso…

A maior parte dos problemas é resolvida de forma online

Uma das vantagens de abrir uma conta bancária na Holanda é que você vai poder resolver seus problemas todos sem sequer sair de casa. Essa vida de ter que ir na agência bancária para resolver qualquer problema não existe aqui.

Procedimentos e documentos necessários

O primeiro passo para você que quer abrir conta na Holanda é contatar o banco e marcar um afspraak. No dia e horário marcados, você vai lá levando toda a relação de documentos pedidos e abre a sua conta na hora.

Alguns bancos não necessitam marcar horário, mas você pode sempre checar isso com a agência da sua cidade.

Como já dissemos, no dia marcado para abertura da conta você deverá levar os documentos exigidos pelo banco. Não tem como abrir conta na Holanda sem esses documentos, por isso confira tudo antes de se dirigir ao banco.

Alguns bancos podem pedir mais ou menos documentos, por isso é importante que você, ao escolher o banco e marcar a data de abertura, peça a lista completa da documentação.

Veja, então, quais são os principais documentos que os bancos pedem:

1. BSN

Esse é o seu número de contribuinte da Holanda, tipo o nosso CPF do Brasil.

Se você ainda não tem esse número, deverá marcar um horário na prefeitura da cidade onde você mora na Holanda para pedir o documento.

Esse documento é feito quando você se registra no município onde vai morar. Depois que você faz o registro, você deverá se dirigir ao IND (o serviço de imigração) para pedir uma permissão de residência.

Quando o seu pedido da permissão de residência for aceito, o seu município será notificado e o seu BSN será enviado pelo correio.

Normalmente o processo para envio do BSN demora em torno de 10 dias após aprovação da imigração.

Saiba mais (em inglês) sobre como obter o BSN.

2. Comprovante de residência

O comprovante de residência também é necessário para abrir conta na Holanda. Servirá o seu contrato de aluguel ou algum documento semelhante comprovando que você mora na Holanda.

Veja também como alugar apartamento na Holanda.

3. Documento de identificação

Não tem como abrir conta na Holanda sem um documento de identificação. Normalmente o passaporte válido é suficiente. Se você tiver um documento de identificação europeu também servirá.

Caso você não possua cidadania europeia, alguns bancos poderão ainda pedir a sua certidão de nascimento, mas não são todos os que pedem isso (por isso é importante conferir a lista do seu banco).

4. Contrato de trabalho válido ou comprovante de estudos

Alguns bancos costumam pedir uma cópia do seu contrato de trabalho, embora isso não seja necessariamente regra para todos (e não é necessário no caso dos estudantes). Se você for estudante, poderá ser necessário comprovar a sua situação apresentando o seu comprovante de matrícula.

Saiba como conseguir uma bolsa de estudo na Europa.

Mulher transferindo dinheiro para uma conta na Holanda

Como transferir dinheiro para uma conta na Holanda?

Agora que você já sabe como abrir conta na Holanda, talvez você precise saber como se faz para transferir dinheiro do Brasil para a Holanda.

Através do seu Banco

Através do seu banco você consegue transferir dinheiro do Brasil para a Holanda. A desvantagem é que normalmente os bancos cobram uma taxa muito alta para esse tipo de transferência e, além disso, o câmbio utilizado não costuma ser favorável.

TransferWise

O TransferWise é o meu preferido quando o assunto é transferência internacional. Você faz o cadastro no site deles e depois consegue transferir dinheiro para uma conta no exterior (pode fazer isso gerando um boleto para pagar).

Normalmente as taxas são baixas (2,52% + 0,38 de IOF) e o câmbio é atrativo. O dinheiro chega na sua conta no exterior em aproximadamente 4 dias.

Remessa online

A Remessa Online é outro meio de enviar dinheiro para o exterior, uma plataforma brasileira semelhante à TransferWise com excelentes taxas. Você precisa fazer um cadastro no site deles, que demora menos de 5 minutos.

O dinheiro é transferido em até 24 horas, o que é perfeito. Além disso, o custo de envio é 1,3% + IOF (varia de 0,38 a 1,1%) + taxa de transferência (R$5,90 para valores acima de USD150 e gratuita para valores acima de USD 1.500).

Resumindo: cuidados a ter ao abrir conta na Holanda

Como abrir conta na Holanda não é assim tão difícil (só precisa ter os documentos necessários), você precisa se lembrar de verificar alguns detalhes antes de tomar a decisão.

Por exemplo, é importante que você escolha um banco que tenha uma boa reputação. Além disso, é importante verificar as tarifas bancárias, para você saber quanto deverá pagar de manutenção de contas e em cada transação.

Muitas vezes é complicado pedir informações, pois a maioria de nós não fala holandês, porém existem bancos que possuem atendimentos em inglês. Se você se sentir confortável com o inglês (e preferir essa língua), procure um banco que ofereça esse atendimento.

Brasileiros na Holanda: saiba como é a comunidade brasileira no país.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Julia é brasileira, formada em Turismo e mora em Portugal há 6 anos. Tirou o mestrado em Empreendedorismo na Universidade da Beira Interior e atualmente está terminando o doutorado em Gestão. Apaixonada por viagens, baladas e por fazer novas amizades, gosta de usar o tempo livre para conhecer novos países e culturas.

Paulista de 25 anos, decidiu fazer as malas e estudar na Holanda. Atualmente faz mestrado na Universidade de Leiden e procura explorar o país nas horas vagas. Escreve no seu blog The Nerdylands tudo sobre a vida de estudante na Holanda.