Custo de vida na Holanda: conheça os gastos médios no país

Uma das primeiras coisas que devem ser avaliadas ao considerar morar em outro país é o custo de vida. Afinal, é ele que irá definir como será a sua qualidade de vida no país. Portanto, se você está planejando morar na Holanda, por exemplo, é necessário saber mais sobre os preços e custos para viver por lá. E este artigo vai te ajudar justamente a entender mais sobre o custo de vida na Holanda.

O custo de vida na Holanda é elevado

Definir o custo de vida na Holanda é um tema bastante particular, pois depende de diversos fatores como estilo de vida da família, consumo, número de pessoas, ganhos familiares, entre outras coisas que devem ser consideradas. Dessa forma, é praticamente impossível delimitar ao certo quanto serão os seus gastos ao morar na Holanda, no entanto é possível sim ter uma base de custos.

Caso você ainda não saiba, o custo de vida na Holanda é alto. Mas, vale ressaltar que a cada ano as coisas mudam em relação a valores de produtos e serviços do ano anterior e, em 2019, algumas coisas também mudaram e podem impactar diretamente no seu bolso.

Continue lendo este artigo e saiba mais sobre o custo de vida na Holanda e o que mudou em 2019. Vamos lá?

Aumento no imposto: impacto no custo de vida na Holanda

O BTW (Belasting Toegevoegde Waard), em português “imposto sobre o valor agregado”, é o imposto que incide sobre mercadorias e serviços, equivalente ao ICMS no Brasil. A tarifa normalmente é em torno de 21%, entretanto para determinados produtos e serviços o BTW tem uma alíquota baixa, que passou de 6% para 9% a partir de 1 de janeiro de 2019.

Por que escolhemos a Goldenergy em Portugal?

Esse aumento impacta diretamente no custo de vida de morar da Holanda, ainda mais no que diz respeito à conta de energia, de água, do seguro saúde e também do supermercado.

Com isso, o governo holandês estima que uma família possa gastar, em média, 300 euros a mais por ano em consequência do aumento do BTW. No entanto, nós já sabemos que, quando os impostos aumentam, na maioria das vezes quem paga a conta é o consumidor. Isso é inevitável, pois esse aumento afeta nossas vidas em todos os aspectos.

O poder de compra deve aumentar

Apesar dos preços estarem mais altos na Holanda em 2019 devido ao aumento do BTW, o governo também estima que o poder de compra subiu cerca de 1,6%. Isso aconteceu porque o imposto de renda, em contrapartida, baixou cerca de 2,7%. Dessa forma, você recebe mais no final do mês dependendo do seu salário atual.

Abaixo colocamos uma tabela que indica a porcentagem do imposto de renda que é descontado de acordo com o salário. Veja:

Nível Salário (anual) Porcentagem em 2018 Porcentagem em 2019
1 até 20.142€ 36.55% 36.65%
2 até 33.994€ 40.85% 38,10%
3 até 68.507€ 40.85% 38,10%
4 Mais de 68.507€ 51.95% 51,75%

Detalhes sobre o custo de na Holanda

Listamos abaixo informações importantes sobre a média de gastos que uma família (com dois adultos e duas crianças, por exemplo) teria para morar na Holanda. Assim, é possível que você tenha uma ideia geral dos gastos mensais.

Talvez a sua família hoje não seja formada por dois adultos e duas crianças, conforme citado, mas esses valores servem como base e podem te ajudar a fazer as contas antes de se mudar para a Holanda.

Moradia

Essa, sem dúvidas, é uma das partes mais dolorosas ao se falar sobre o custo de vida na Holanda. Os sites Pararius e Funda são as duas principais referências para pesquisa de imóveis em Amsterdam e locais próximos.

É claro que para alugar apartamento na Holanda, de fato, você precisa estar no país, fazer visitas às residências e todo aquele procedimento padrão. No entanto, os sites citados são excelentes fontes de consulta para se ter uma ideia de valores de locação.

Vale lembrar que os custos são mais altos em Amsterdam (capital do país) – especialmente nas proximidades do centro. Em contrapartida, são mais acessíveis em cidades como Zaandam e Almere.

Esteja ciente de que as imobiliárias podem pedir dois e, às vezes, até três aluguéis no momento da contratação do imóvel. Isso também ocorre no Brasil, contudo lá acontece algo inusitado: alguns imóveis podem vir sem piso. Portanto, é necessário incluir esses valores no seu cálculo.

Veja abaixo uma média de valores de aluguéis (mais baratos) em algumas cidades holandesas:

Cidade Custo do aluguel de uma residência com 3 quartos
Amsterdam de 2.250€ a 3.000€
Utrech de 1.100€ a 1.350€
Den Haag de 1.1950€ a 2.950€
Rotterdam 750€ a 1.950€

Custos de vida na Holanda fixos de uma residência

Os custos fixos de uma residência dependem do consumo de cada família e da quantidade de membros, conforme já citado. Para água, energia elétrica e gás (incluindo aquecimento da casa), a cobrança se baseia em uma estimativa mensal.

Além disso, no final do ano é feito um comparativo do valor pago e do valor gasto. Caso tenha excedido a média prevista, paga-se uma taxa extra. Por isso, é preciso ficar atento para não ser pego de surpresa com alguma taxa para pagamento.

Abaixo consideramos custos fixos para uma família composta por 4 pessoas:

Custos fixos básicos (4 pessoas) Preço Mensal
Luz e aquecimento 210€
Telefone, TV e Internet 75€
Água 140€

Transporte

O jeito mais popular e barato de transporte na Holanda são as bicicletas. Em algumas cidades como Blaricum você pode alugar uma bike por dia por apenas 7,50€ e, em Amsterdam, dependendo do local, a locação pode custar até 15€ o dia.

O transporte público na Holanda é bom, mas relativamente caro. Devido ao aumento do BTW, o valor do transporte também subiu. A tarifa de uma hora em Amsterdam passou de 3€ para 3,20€ para um ticket avulso.

De fato, a tarifa aumentou, mas os bondes (tramns) e o metrô de Amsterdam estão mais sustentáveis e mais verdes. Isso porque a partir deste ano a GVB (Companhia de Transporte Público) passou a utilizar a energia de moinhos de vento para mover o transporte.

Planos mensais valem a pena

Por isso, uma alternativa para casos nos quais a família vai circular bastante, é comprar um plano mensal liberado para as áreas onde costumam e precisam ir. Algumas famílias relatam que em meses agitados chegaram a gastar 400€ em transporte para se locomover na Holanda.

O pacote mensal para Amsterdam, por exemplo, sai por cerca de 93€. Esse pacote pode ser comprado no site da GVB e por lá você encontra também todas as informações e preços relacionados ao transporte público.

custo de vida na Holanda transporte

Você vai precisar abrir uma conta na Holanda, conheça as melhores opções de bancos e saiba o que é preciso.

Carsharing também é uma opção

Outra opção viável também são os car sharing – um sistema no qual é possível encontrar o carro mais próximo de você por meio de um aplicativo. Funciona da seguinte forma: você liga para o app, paga pelo tempo de uso do carro e devolve em qualquer estacionamento dentro da área de cobertura da locadora.

Além da praticidade, o custo também é acessível e, o melhor, não é preciso devolver o carro abastecido. Basta checar a carga (pois esses carros são elétricos) e se certificar de deixar o carro carregando no estacionamento.

Se você vai morar na Holanda, pode ser viável comprar carro

Há também a possibilidade de comprar um carro, é claro. Entretanto, os custos são bem complexos para a aquisição de um veículo na Holanda. Isso porque além do custo do carro em si, há o seguro auto, manutenções, abastecimento e o imposto que muda conforme o peso e o tipo de combustível utilizado. A longo prazo, quem vai ficar de vez no país deve sim considerar a ideia.

Custo de vida na Holanda em Saúde

De 0 a 18 anos não se paga nada para ter acesso à saúde na Holanda, o que é ótimo. Mas, assim que é completado 18 anos, é preciso pagar por um seguro saúde. O seguro é obrigatório e privado.

Assim, você terá que escolher uma dentre as muitas empresas que operam na Holanda e fazer um plano anual que caiba no seu orçamento. O período mínimo de contratação é de um ano e somente após este período é possível fazer ajustes, incluindo coberturas extras.

O governo oferece subsídios

Ainda que o sistema de saúde da Holanda seja privado, o governo interfere muito nele, instituindo regras e subsidiando parte dos custos. O pacote de cobertura de saúde mais básico gira em torno de 100€ mensais por pessoa (sem dentista).

Além disso, optar por um plano “mais completo” ou “mais caro” não significa conseguir tratamentos em hospitais melhores ou algo relacionado. Significa apenas incluir na cobertura do seguro saúde alguns tratamentos e exames a mais.

Quanto aos medicamentos, a maioria está coberta pelo plano de saúde. Fica para a conta da farmácia apenas custos com medicamentos liberados como, por exemplo, vitaminas, suplementos, compostos, remédios para dores de cabeça e estômago, além de itens de higiene e outras coisas necessárias para o dia a dia.

Supermercado

No site do Albert Hejin – principal mercado holandês – você pode buscar à vontade e pesquisar os valores dos alimentos que a sua família está habituada a consumir. Se for amante de carne, saiba que lá elas são de excelente qualidade, porém caras.

É difícil generalizar os gastos com o supermercado também, já que o volume da compra depende do tamanho da família e de seus hábitos. Normalmente, uma família com 4 integrantes – que é o exemplo que estamos usando – gasta em média 450€ a 480€ em compras de supermercado. Devido ao transporte e locomoção, as famílias costumam fazer compras semanais, e com 50€ a 100€ é possível fazer uma compra “ok” para passar a semana.

Se você está pensando em comer fora, isso dependerá, é claro, do local e do quão sofisticado ele é, se contém bebidas, sobremesas, acompanhamentos, etc. Mas, para que você tenha uma base, uma pizza individual pode sair por mais ou menos 10€, um prato de massa ou risoto por 15€ e uma taça de vinho por 5€.

Educação

Antes de falarmos mais a fundo sobre educação, vale ressaltar que se você tiver um passaporte europeu fica muito mais em conta estudar na Europa.
Os custos são altos para estudantes sem passaporte europeu (cerca de 15.000€ para um Master), no entanto existem programas que oferecem bolsas de estudo para brasileiros. As bolsas são para graduação, mestrado ou MBA. Para aqueles que possuem passaporte europeu, o custo é parcialmente subsidiado pelo governo, ficando em torno de 2.000€.

Já os cursos de idioma na Holanda ficam em torno de 600€ para um módulo de 40 a 46 horas e 400€ para um módulo de mais ou menos 30 horas. Todavia, isso depende da instituição de ensino também.

Se você vai passar apenas um período na Holanda, saiba como enviar dinheiro com as melhores taxas e de forma segura.

Educação infantil no país

Na educação infantil, os custos dependerão da idade da criança e do tipo de educação escolhida. A partir dos 4 anos de idade, a escola pública (em holandês) é gratuita, tendo apenas uma contribuição mensal que varia de 50€ a 200€ o ano, dependendo da escola.

Agora, no caso de creches (de 0 a 4 anos) ou de escolas internacionais (na qual a educação é 100% em inglês), é necessário se preparar para pagar mais.

Compras e vestuário

Falar de compras na Holanda é algo bem abrangente, pois podemos dizer que há itens para todos os gostos e bolsos.

Para roupas, é possível encontrar peças super baratas em lojas como a Primark (muito conhecida por só ter brasileiro lá) ou H&M, além das tradicionais lojas Zara e C&A e também a loja Uniqlo. Para quem prefere comprar online, há lojas como a Next ou Zalando, que entregam rápido.

Para mobiliar a casa você pode ir à loja Ikea. A Hema tem artigos de decoração e roupas também. Já Blokker tem muitas utilidades domésticas, enquanto a Action é super completa (desde roupas a itens de decoração) com preços em conta.

Para eletrônicos, vale a pena conferir os produtos da Amazon. Para comprar bikes que são muito utilizadas, você pode ir na Decathlon. E, antes de comprar qualquer coisa nova, vale sempre a pena pesquisar se não tem algo bonito, barato e usado no site da Marktplaats.

Veja também esse artigo detalhado sobre quanto custa morar em Amsterdam.

Conclusão do custo de vida na Holanda

É fato que uma vida tem muitos detalhes e custa muito, não é mesmo? São gastos a curto, médio e longo prazo, isso em qualquer país no mundo. No entanto, todas as informações citadas neste artigo servem como parâmetro para que você possa adequar esses custos à sua vida particular. No final, o seu estilo de vida é o que vai determinar as contas no final do mês. Veja os preços médios (sem contar educação):

Gastos mensais  Preços médios
Aluguel apartamento 3 quartos 1.600€
Gastos com água, luz, gás, internet 410€
Transporte (2 adultos) 160€
Saúde 300€
Supermercado 450€
Total 2.920€

O bom mesmo é saber que o custo de vida alto será compensado em saúde, educação e segurança de qualidade, além de melhores condições de vida, que é o que geralmente as pessoas buscam ao sair de seus países natais para viver a vida na Holanda. Portanto, com muita pesquisa sobre o custo de vida na Holanda e economia, com certeza você conseguirá viver bem por lá.

Saiba que para ir para a Holanda, seja para morar ou visitar, você vai precisar de um seguro viagem Europa. É um documento obrigatório. Veja como contratar o seu ao melhor preço no nosso artigo.

Vitória Celestino é brasileira, tem 22 anos e é formada em Segurança do Trabalho. Toda a sua carreira profissional foi voltada para a área administrativa, até que começou a escrever para a Web e não parou mais, atuando desde então como redatora e revisora. Redige sobre os mais variados temas, mas tem grande afinidade em falar sobre viagens, saúde e política. Sonha e estuda para ser jornalista.

Artigos relacionados

Profissões mais bem pagas na Holanda: conheça o top 10

Descubra nesse artigo as 7 profissões mais bem pagas na Holanda, seus salários e o que faz cada profissional dentro da área.

Morar na Holanda: vistos, estudo, trabalho e custo de vida

Quer saber como morar na Holanda, um dos países com melhor qualidade de vida? Saiba tudo sobre documentação, custo de vida, como estudar e trabalhar.

Trabalho na Holanda para brasileiros: oportunidades e salários

Saiba como é o mercado de trabalho na holanda para brasileiros. Conheça os salários, como procurar emprego e documentos necessários.

Emprego na Holanda: como conseguir, salários e benefícios

Veja como procurar emprego na Holanda, qual idioma é necessário para conseguir uma oportunidade no país e outros requisitos.

Tudo sobre a Holanda: conheça tudo sobre o país das tulipas

Tudo sobre a Holanda: onde fica, hstória, capital, custo de vida, língua e cultura, moeda e economia, mapa, maiores cidades etc.

Sites de emprego na Holanda: veja a lista com os melhores

Quer trabalhar na Holanda? Então conheça os principais sites de emprego na Holanda, agências e dicas para você conseguir a sua vaga.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube