6 melhores cidades parar morar na Holanda: conheça o ranking

Holanda  / 

Quando se fala em morar na Holanda, é impossível não pensar primeiro em Amsterdã. A capital holandesa surge como a primeira opção, mas não é a única, há muitas cidades holandesas que você deve considerar. Segundo o Índice de melhor Qualidade de Vida da OCDE, divulgado no ano passado, o país já ultrapassou a Dinamarca e assumiu a liderança entre os locais com maior equilíbrio entre trabalho e qualidade de vida. Quais são as melhores cidades para morar na Holanda? Separamos algumas para que você conheça-as mais.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Quais as melhores cidades para morar na Holanda?

Se você está com vontade de morar na Holanda, as cidades maiores surgem como um ótimo ponto de partida. Amsterdã, Roterdã, Haia e Utrecht juntas formam a megalópole conhecida como Randstad.

Randstad é uma das maiores regiões metropolitanas da Europa, e concentram não só a maioria da população, mas de oportunidades também.

O clima na Holanda pode ser complicado para brasileiros

O principal ponto negativo, válido para todas as cidades holandesas, é o clima. O país possui um inverno costuma ser bastante rígido, com temperaturas baixas e neve.

Também é importante saber que, quanto maior a cidade, mais oportunidades de trabalho. No entanto, se você busca moradia na Holanda para estudos, todas essas abaixo são boas indicações.

Ainda está em dúvida sobre qual delas escolher? Vem comigo conferir uma por uma:

1. Amsterdã

A capital da Holanda. Geralmente dispensa apresentações, pois com a sua arquitetura característica, canais, centro histórico e população jovem, não é difícil entender porque Amsterdã está sempre na lista de melhores cidades para morar na Holanda.

Muito aberta a estrangeiros e com várias oportunidades de emprego, é um bom ponto de partida (ou destino) para quem pensa em se mudar para a Holanda. É a cidade mais populosa do país, com invernos frios e verões agradáveis.

O inglês é muito bem falado na cidade, então, para quem sabe a língua, é fácil se comunicar.

Veja quanto custa morar em Amsterdã em nosso artigo especial.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

2. Roterdã

A segunda maior cidade da Holanda também é famosa por sua arquitetura, nesse caso mais arrojada. Roterdã passou por uma renovação após a Segunda Guerra Mundial, quando ficou praticamente dizimada. O resultado, é uma paisagem moderna, arranha-céus e ousados edifícios residenciais.

Além disso, é em Roterdã que fica o maior porto da Europa e um dos mais movimentados do mundo. Um case de sucesso para quem trabalha com logística. A área estudantil também chama atenção. A Universidade de Erasmus atrai estudantes de todo o mundo.

Transporte público de qualidade, segurança, arquitetura e vida noturna são destaques na qualidade de vida da cidade. Com certeza é uma excelente opção para qualquer pessoa que busca um ambiente extremamente dinâmico e multifacetado. Mas faz frio! Por isso, vá preparado para baixíssimas temperaturas no inverno.

3. Eindhoven

Saindo um pouco do norte da Holanda, Eindhoven fica localizada no sul do país, na província de Noord-Brabant. É a cidade sede da Phillips e da Universidade Técnica de Eindhoven (TU/e), e por isso é um grande pólo tecnológico, cheio de empresas de tecnologia e um ambiente propício para startups. Eindhoven é uma ótima pedida. Jovem, inovadora, universitária.

Um benefício da cidade é ficar bem próxima da capital Amsterdã, apenas 130 quilômetros de distância. É a quinta cidade mais populosa do país. Sua Universidade Técnica de Eindhoven atrai muitos estudantes, principalmente da parte de tecnologia.

É uma cidade grande, tranquila e com um alto índice de público jovem. Fora que, além disso, de todas as cidades mencionadas, só Eindhoven comemora o carnaval, que é celebrado no sul da Holanda. É ou não é para se pensar?

Veja como é a comunidade de brasileiros na Holanda.

4. Haarlem

A Holanda é um país bastante conhecido pela sua primavera cheia de flores, e Haarlem é a cidade delas. É daí que vem o apelido de “Bloemenstad”, ou seja, cidade das flores, principalmente as tulipas.

Pertinho de Amsterdã, a cerca de 25 quilômetros, tem um clima parecido ao da capital. Menor, com pouco mais de 150 mil habitantes, é um destino charmoso, tranquilo e seguro. Turisticamente, seus museus e restaurantes chamam a atenção.

Por tudo isso, Haarlem é uma das melhores cidades para morar na Holanda, sem dúvida.

5. Haia

Apesar de Amsterdã ser a capital da Holanda, a sede do governo fica na verdade em Haia. Essa cidade que em holandês possui o nome estranhíssimo de ‘s-Gravenhage, é mais comumente conhecida como Den Haag.

Cidade sede do Direito Internacional

A cidade vem atraindo muitos viajantes, principalmente parte das organizações internacionais, diplomatas e membros da comunidade estrangeira. Ela é sede de diversos tribunais e organizações internacionais, incluindo a Corte Internacional de Justiça da ONU, além de abrigar embaixadas de vários países.  Por esses e vários motivos ela é conhecida como a sede do direito internacional e capital mundial da paz.

Boa infraestrutura

Haia possui uma excelente infraestrutura, boas condições de emprego e um centro histórico com todas as lojas que você pode querer ver. Há vários museus e opções de vida cultural também. Eu sou incrivelmente suspeita para falar de Haia porque é para lá que pretendo me mudar.

Haia fica próxima ao mar e faz parte da província de Holanda do Sul. Fica a 60 quilômetros da capital Amsterdã e é a terceira cidade mais populosa do país. Por reunir muitos parques naturais e florestas, além de pontos turísticos como palácios reais, museus e galerias de arte.

Haia é uma das melhores cidades para morar na Holanda. E para visitar também!

6. Utrecht

Com localização central, Utrecht é mais uma das melhores cidades para morar na Holanda. Utrecht tem o privilégio de estar em uma localização central, o que facilita muito a locomoção para outras cidades holandesas tanto de carro como de trem. E o transporte ainda é ótimo, tanto público como inter-municipal, de lá é fácil ir para outras cidades holandesas.

Além disso, a Utrecht University é considerada uma das melhores universidades do país. Uma das cidades mais antigas na Holanda, fica a apenas 40 quilômetros de distância de Amsterdã.

Cidade histórica

Utrecht era uma das mais importantes cidades medievais da Holanda, e seu centro histórico é bem charmoso. A Domtoren, Torre da Catedral de Utrecht, é a mais velha e mais alta torre da Holanda, com 112 metros de altura. Impossível perdê-la de vista, e difícil não se maravilhar com a cidade, com vários canais charmosos e arquitetura antiga.

A facilidade de locomoção é com certeza a cereja do bolo para quem quer morar em uma cidade grande e de fácil acesso para o resto da Randstad, ficando sempre nas listas de cidades para morar na Holanda.

Saiba quais são as 10 comidas típicas da Holanda.

Melhores cidades para morar na Holanda tulipas

Como é morar na Holanda para brasileiros

Existem pontos positivos e pontos negativos para brasileiros que decidem buscar as melhores cidades para morar na Holanda. Como falamos, o clima é um dos pontos negativos: não somos acostumados com temperaturas tão baixas no inverno. No entanto, vai de cada um. Se você gostar do frio, e não se importar, para você pode ser um ponto positivo.

O custo de vida na Holanda é alto. Apesar de depender do seu estilo de vida, os valores como moradia e a quantidade de impostos acaba contando na planilha de custos no final do mês. Por exemplo: o BTW, imposto sobre valor agregado, tem uma tarifa em torno de 21%, o que impacta no valor de contas de energia, água, seguro saúde e supermercado, por exemplo.

Porém, um ponto positivo do país, por exemplo, é o transporte público. Por um motivo simples: o mais utilizado entre eles é a bicicleta. Além de ser um custo zero, caso tenha a sua, é fácil e prático de se locomover. Outros meios de transporte são bons, mas também não custam barato. A tarifa em Amsterdã, por exemplo, está 3,20€.

No entanto, para contrabalancear, a Holanda é um ótimo ponto de partida para viajar para outras cidades europeias.

Saiba se vale a pena morar na Holanda.

E estudar na Holanda?

Outra parte que conta positivamente é a educação. Estudar na Holanda, apesar dos alto custos, pode ser uma boa alternativa. Existem programas que oferecem bolsas de estudo para brasileiros. Tanto de graduação, como mestrado ou MBA. Se você tem interesse, sugerimos também a leitura do nosso artigo sobre o Nuffic Neso Brazil.

Como é o mercado de trabalho para brasileiros?

Se você tiver visto de trabalho, a oferta de emprego em cidades como Amsterdã, Roterdã e Haia, por serem as maiores, é grande. Além disso, o país oferece diversos benefícios, como home-office e férias ao longo do ano.

Veja outras informações sobre trabalho na Holanda para brasileiros.

O que é preciso para morar na Holanda?

Se decidiu escolher entre as melhores cidades para morar na Holanda uma para se mudar, saiba que é preciso ter um visto, ou seja, uma autorização para morar no país.

Caso não tenha passaporte europeu, é necessário ter um visto de trabalho ou de estudo. Turistas só podem permanecer no país até 90 dias. Mais do que isso, apenas o passaporte brasileiro não é válido.

Você também pode obter uma permissão de um ano de estadia. Veja a lista de permissões no site do Consulado Holandês ou com o IND, o Serviço de Imigração e Naturalização Holandês.

Entre as melhores cidades da Holanda para morar, para qual eu vou?

Fazer um ranking das melhores cidades para morar na Holanda é difícil, porque tudo depende muito do seu objetivo e estilo de vida. Vários quesitos devem ser levados em consideração: oportunidades de emprego, custo de vida, lazer,etc.

Pelo mercado de trabalho e maior facilidade de adaptação, as cidades da Randstad surgem como excelentes opções, e concentram a maioria dos expatriados.

Mas claro, é possível ter uma experiência bacana em qualquer parte da Holanda! O país é cheio de cidades lindas que estão lá só esperando para serem exploradas.

Não esqueça do seguro viagem

A Holanda é um dos países parte do Tratado de Schengen. Por isso, é obrigatório ter um seguro viagem para entrar no país, mesmo que depois você consiga adquirir o seguro saúde para moradores.

Por isso, faça um seguro de viagem Europa, pelo menos para os primeiros meses de moradia. Sugerimos que você confira os valores no comparador de seguro viagem do Euro Dicas.

Oferecemos desconto

Ainda ganhe desconto. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICAS5 (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Paulista de 25 anos, decidiu fazer as malas e estudar na Holanda. Atualmente faz mestrado na Universidade de Leiden e procura explorar o país nas horas vagas. Escreve no seu blog The Nerdylands tudo sobre a vida de estudante na Holanda.

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.