Como levar remédios em viagens internacionais: regras e dicas práticas

Passagens Aéreas  / 

Você já deve ter ouvido de algum viajante frequente a dica de ter sempre com você uma mini-farmácia em suas viagens internacionais, certo? Aqueles remédios básicos que você pode precisar a qualquer hora. Mas há situações em que, além deles, você precisará transportar medicação de uso restrito. Para você não ter dúvidas a respeito do que pode carregar e qual a melhor maneira de fazer isso, vamos te explicar exatamente como levar remédios em viagens internacionais.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Como levar remédios em viagens internacionais na bagagem de mão

Para medicamentos básicos, que podem ser comprados sem indicação médica, não é necessário levar receita médica. Mas é importante respeitar o limite de 100 ml por frascos de líquidos levados na bagagem de mão. O total de carregamentos na bagagem de mão não pode exceder um litro.

No caso de medicamento de uso restrito, como tarja vermelha ou preta, é necessária levar a receita médica original. Ela deve conter o nome do passageiro e carimbo do profissional que receitou. Essa é a melhor opção de como levar remédios em viagens internacionais.

É indicado que você apresente todos os medicamentos aos fiscais de inspeção de segurança na passagem pelo raio-x. É indicado também que eles sejam transportados dentro das caixas originais e selados, se ainda não tiverem sido usados.

Leia também esse artigo completo sobre como organizar mala para Europa.

Monte sua farmacinha:

  • Termômetro;
  • Esparadrapo;
  • Algodão;
  • Curativos adesivos;
  • Analgésicos;
  • Antitérmico;
  • Remédio para enjoo;
  • Remédio para gripe;
  • Remédio para dor de garganta;
  • Remédio para digestão;
  • Remédio para cólicas;
  • Remédio para diarreia.

Descubra aqui o que são remédios genéricos e como pedi-los em Portugal.

Como transportar insulina, medicamentos injetáveis ou cilindro de oxigênio?

Passageiros que fazem uso de insulina ou medicamentos injetáveis devem levar a dose necessária para uso durante a viagem. Ela deve estar acompanhada de prescrição médica que especifique a quantidade recomendada. Agulhas devem estar guardadas em embalagens lacradas e precisam ser apresentadas aos fiscais de segurança do embarque, assim como a receita.

No caso da necessidade de transportar um cilindro de oxigênio, é necessário informar a companhia aérea em até 72 horas antes do voo e solicitar uma assistência especial. O passageiro deve apresentar também laudos médicos que comprovem a necessidade do cilindro na viagem. Neste caso, pode ser utilizado o formulário de informações médicas (MEDIF), que a própria companhia fornece.

O mesmo vale para medicamentos que precisam estar refrigerados. Assim que avisada, a companhia aérea providencia espaço em um compartimento refrigerado para transporte dentro do avião. Vale ressaltar que insulina ou materiais biológicos já transportados em isopor ou bolsa térmica não poderão ser acomodados nas geladeiras da aeronave.

Checklist de viagem: tudo o que você precisa organizar antes de embarcar.

Como levar remédios em viagens internacionais na bagagem despachada

Se você for levar os medicamentos na bagagem despachada, não encontrará nenhum tipo de restrição prévia, já que não existem regras pré-estabelecidas. Porém, essa opção não é a mais indicada, já que você sempre corre o risco de extravio ou dano da bagagem, podendo ficar sem um medicamento importante por muitos dias.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

É importante salientar que não há regras mundiais a respeito do transporte de medicamentos. Cada local tem suas restrições. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) indica que você consulte a embaixada ou o consulado do país de destino para se informar se há limitação da entrada ou quantidade de algum medicamento estrangeiro.

Já a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) ressalta que todo e qualquer medicamento é passível de inspeção sanitária, em caso de voos internacionais. Para não ter surpresas, é importante estar atento sobre como levar remédios em viagens internacionais.

Saúde Pública em Portugal: como funciona? Posso utilizar? Saiba tudo.

Cuidados extras para você viajar despreocupado

  • Como precaução para o transporte de medicamentos controlados, peça ao seu médico uma versão em inglês da receita;
  • Vale ter também uma declaração médica explicando que a real necessidade do medicamento pelo tempo que você ficará fora;
  • Se possível, leve também a nota fiscal que comprove a compra dos medicamentos;
  • Para medicamentos de uso diário, leve uma quantidade extra para o caso a sua viagem de retorno tenha que ser adiada;
  • A dipirona sódica é um medicamento que não necessita de receita no Brasil mas é proibida em alguns países. Por isso, se você for levar algum medicamento que contenha esse componente, peça receita ao seu médico.

Já garantiu o seu seguro viagem Europa? É obrigatório para entrar no continente. Garanta o seu através do nosso comparador de seguro viagem, garantimos o melhor preço para os leitores do Euro Dicas, aproveite!

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Ana é uma jornalista brasileira que em 2017 saiu do Rio de Janeiro e se mudou com a família para o Porto. Ao lado do marido, o fotógrafo André Furtado, criou o site Portuguiando, espaço que usa para contar um pouco sobre a rotina de uma família de brasileiros em Portugal. Hoje se dedica à paixão pela escrita, à maternidade e a explorar a cultura lusitana.