De acordo com dados recentes feitos pelo Itamaraty, o número de brasileiros que moram fora do Brasil aumentou 35% entre 2010 e 2020, passando de 3,1 milhões para 4,2 milhões. Grande parte deles não comprou imóvel e precisa pagar aluguel no exterior.

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre como fazer esse pagamento, quais são as melhores formas, como pagar aluguel no exterior com as plataformas e impostos e taxas a pagar. Além disso, vamos contar para você como declarar aluguel pago no exterior no Imposto de Renda e os cuidados na hora de pagar o aluguel no exterior.

Como pagar aluguel no exterior?

As principais formas seguras de pagar aluguel no exterior são:

  • Plataformas online;
  • Bancos;
  • Correios.

Melhores formas de pagar o aluguel no exterior

Apesar de enviar dinheiro pelos Correios e enviar dinheiro para o exterior pelo banco serem métodos tradicionais e seguros, as plataformas online são as melhores formas de pagar aluguel no exterior. Isso porque elas oferecem uma série de vantagens em relação aos métodos tradicionais, como bancos e Correios, como:

  • Taxas mais baixas e custo total da transferência internacional mais barato;
  • Agilidade no envio da remessa: os prazos oferecidos pelas principais plataformas, como Remessa Online e Wise, são menores do que os oferecidos pelos bancos e pelos Correios para envio do dinheiro;
  • Limites mais elevados de envio de dinheiro;
  • Mais comodidade, pois o usuário pode fazer a transferência de qualquer lugar, bastando, apenas, possuir um dispositivo com internet.

A Remessa Online, a Wise e a Western Union são as plataformas que oferecem mais benefícios aos usuários.

Como pagar aluguel no exterior com as plataformas?

É simples pagar aluguel no exterior utilizando plataformas online. Veja, a seguir, o passo a passo de como realizar esse serviço com a Remessa Online, a recomendação do Euro Dicas.

1. Acesse o site da Remessa Online e efetue o seu cadastro, clicando em “Cadastrar”, localizado, na parte superior direita da página. Em seguida, selecione “Pessoa Física” e preencha os seus dados para fazer o seu cadastro. Logo após se cadastrar já é possível enviar e receber dinheiro do exterior pela plataforma;

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →

2. Já logado e com o contrato de locação em mãos, escolha a opção “Enviar dinheiro” e, depois, selecione a opção “Pagar aluguel ou compra de imóvel”;

3. Agora, informe o valor total do contrato de locação, não a mensalidade. Caso seja preciso, poderá informar as parcelas posteriormente;

4. Informe o nome completo e país do locatário, assim como os dados bancários;

5. Informe um nome para sua história, isto é, para o motivo de sua transferência. (exemplo: “Aluguel em Portugal”). Dessa forma, você não precisará inserir todos os dados novamente, se tiver que realizar outro pagamento para o mesmo locatário; basta usar a mesma história;

6. Envie pela plataforma o contrato de locação assinado por você e pelo locatário estrangeiro. Em até um dia útil, a equipe da Remessa Online irá analisar o documento e os dados. Caso esteja tudo ok, a remessa será liberada.

7. Você receberá um e-mail, informando que sua história foi aprovada. Então, faça o depósito TED para a conta da Remessa Online e envie o comprovante na plataforma. Quando a Remessa Online receber o comprovante, ela tem até 1 dia útil para concretizar a sua transação financeira para outro país. Você será informado novamente, por e-mail, sobre o andamento do processo.

Qual é o melhor tipo de cadastro para pagar pelo aluguel no exterior?

O melhor tipo de cadastro para pagar aluguéis em outros países é o cadastro completo da Remessa Online. Veja por que.

A Remessa Online oferece ao usuário dois tipos de cadastro, o simples, com limite de envio de dinheiro para o exterior de R$ 75 mil ao ano, e o cadastro completo, que utiliza seu Imposto de Renda como base e disponibiliza um limite maior para transferências internacionais.

Ao finalizar o seu cadastro na Remessa Online, o usuário terá um cadastro simples. Mas a qualquer momento um cliente com o cadastro simples pode passar a ter um cadastro completo. Para isso, é preciso enviar a documentação exigida pela plataforma. Esse tipo de cadastro é recomendado para pessoas que precisam enviar ou receber valores superiores a R$ 75 mil por ano.

Além de disponibilizar um limite maior, quem que efetua o cadastro completo possui benefícios, como:

  • 20% de desconto no custo de sua primeira transferência internacional, feita em até 30 dias;
  • Gerente de Contas, que auxilia o usuário sobre o melhor momento para enviar ou receber valores de outros países;
  • Possibilidade de ser um cliente Fidelidade ou Fidelidade Gold, garantindo descontos e promoções especiais, com base na frequência e no volume de transferências internacionais.

Quais os documentos necessários para enviar o dinheiro?

Para pagar aluguel no exterior com a Remessa Online, o usuário deve enviar o contrato de aluguel do imóvel no exterior, que deve estar no nome do cliente cadastrado na Remessa Online, e assinado por ambas as partes.

Quais os impostos e taxas cobrados?

Agora que você já conferiu informações sobre o pagamento de aluguel no exterior, deve saber que é preciso ficar atento em relação às taxas e aos impostos, que são variáveis, de acordo com o método que você escolheu para fazer a sua transferência internacional.

Pagar aluguel no exterior taxas

O usuário que faz a sua transferência para pagar aluguel no exterior com a Remessa Online tem o custo de:

  • IOF, com alíquota de 0,38%;
  • Custo de envio, a partir de 1,3% sobre o valor enviado;
  • Tarifa bancária de R$ 5,90 para envios até R$ 2.500 e gratuita para remessas com valores maiores que R$ 2.500;
  • Taxa da cotação do câmbio comercial, sem margem de lucro;
  • Sobre o imposto de renda: incide sobre o aluguel a alíquota que varia entre 15% reajustado e 25% reajustado, dependendo do país. Há países que têm com acordo bilateral, visando evitar a bitributação, fazendo com que a alíquota chegue a zero.

Descubra como assegurar sua regularidade fiscal no Brasil e em Portugal.

Como declarar aluguel pago no exterior no Imposto de Renda?

Em algumas ocasiões, é obrigatório declarar remessas para o exterior. Mas não é obrigatório declarar os gastos com aluguéis, para manutenção de residente, somente se deve indicá-los, para que a sua declaração de imposto de renda fique completa.

Segundo a Receita Federal, “não ocorre a incidência de imposto sobre a renda nas remessas, independentemente do seu valor, efetuadas para cobertura de despesas com a manutenção de cônjuge e filhos no exterior”.

Quais os cuidados na hora de pagar o aluguel no exterior?

Se você vai pagar aluguel no exterior, deve tomar alguns cuidados, como:

  • Evitar o mercado paralelo, pois é ilegal e utilizá-lo é crime;
  • Pesquisar no site do BACEN as instituições legalizadas a operar;
  • Buscar por imóveis em sites confiáveis;
  • Evitar fazer remessas de dinheiro diretamente para pessoas físicas que você não conheça – opte por realizar pagamentos com possibilidade de rastreio ou estorno dos valores;
  • Evitar fazer as transferências internacionais dos valores por meio de computadores e redes públicas;
  • Verificar se o antivírus do dispositivo que você usará para fazer a remessa está ativo;
  • Verificar os custos da operação previamente ao envio do dinheiro. As plataformas online costumam ser bem mais baratas do que os bancos e os Correios. Se possível, opte por um desses métodos digitais – além de serem mais baratos, costumam ser mais rápidos.

O Euro Dicas recomenda realizar a simulação no nosso comparador de envio de dinheiro, que mostra algumas das principais formas de pagar aluguel no exterior. Se pretende passar uma temporada na Europa ou morar no continente, fique atento ao golpe de aluguel de apartamento na Europa, para não cair nesta cilada e boa sorte!