Comprar iPhone na Europa: preços e como declarar

Europa  / 

Comprar iPhone na Europa era muito mais vantajoso do que adquiri-lo em terras brasileiras. Isto, antes da alta do Euro e da Libra. No entanto, com o valor de câmbio da moeda europeia girando em torno dos R$ 5 e da britânica a quase R$ 6, é preciso planejar com calma e colocar no papel todos os possíveis custos envolvidos nessa conta.

Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil.


Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem. Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para a sua viagem.

FAZER COTAÇÃO »

Pensando nisso, listamos alguns dados para você comparar as vantagens e diferenças de comprar um iPhone na Europa.

Comprar iPhone na Europa vs comprar no Brasil

É vantajoso comprar um iPhone 11, iPhone 11 Pro ou 11 Pro Max fora do país? Dependendo da cotação do dia, comprar um iPhone 11 na Europa pode não ser um bom negócio.

Vamos apresentar o preço desses três modelos de iPhone em alguns países Europeus:

País iPhone 11 64GB
(Preço em moeda local)
iPhone 11 64GB
(Preço em Real)
iPhone 11 Pro 64GB
(Preço em moeda local)
iPhone 11 Pro 64GB
(Preço em Real)
iPhone 11 Pro Max 256GB
(Preço em moeda local)
iPhone 11 Pro Max 256GB
(Preço em Real)
Brasil R$ 4.999 R$ 6.999 R$ 7.599
Suíça CHF 809 R$ 3.462,52‬ CHF 1.199 R$ 5.131,72‬ CHF 1.489 R$ 6.372,92‬
Reino Unido GBP 729 R$ 3.987,63‬ GBP 1.049 R$ 5.738,03‬ GBP 1.299 R$ 7.105,53‬
Alemanha EUR 799 R$ 3.747,31 EUR 1.149 R$ 5.388,81‬ EUR 1.419 R$ 6.655,11‬
França EUR 809 R$ 3.794,21‬ EUR 1.159 R$ 5.435,71‬ EUR 1.429 R$ 6.702,01‬
Espanha EUR 809 R$ 3.794,21‬ EUR 1.159 R$ 5.435,71‬ EUR 1.429 R$ 6.702,01
Portugal EUR 829 R$ 3.888,01 EUR 1.179 R$ 5.529,51 EUR 1.449 R$ 6.795,81‬
Itália EUR 839 R$ 3.934,91 EUR 1.189 R$ 5.576,41‬ EUR 1.459 R$6.842,71‬

*Cotação em 26/11/2019; EURO € : R$ 4.69, FRANCO SUÍÇO SFr: R$ 4.28 e LIBRA £ : R$ 5.47
**Valores brutos convertidos para Real sem adição de IOF e outros impostos. Os preços podem variar de acordo com a cotação vigente de cada moeda.

Dica importante

Se você já está viajando com a intenção de comprar, mas não faz ideia do preço no país em questão, é só acessar o site da Apple e mudar a bandeirinha do país no rodapé da página.

O site mudará as informações para as do local escolhido (inclusive idioma), permitindo simular uma compra com o valor atualizado em tempo real. Ainda, se você estiver navegando com o Google Chrome, uma solução simples para a mudança de idioma é ativar a opção de tradução automática.

Veja também outros produtos que valem a pena trazer na mala ao voltar da Europa.

Taxas cobradas no Brasil após a compra

Sempre que fazemos compras internacionais, sejam elas feitas in loco ou online, é cobrado o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Esse imposto federal incide sobre operações de crédito, câmbio e seguro realizadas por pessoas físicas e jurídicas.

Se você comprar moeda em espécie, ainda no Brasil, para pagar seu Iphone na Europa em dinheiro, é cobrada taxa de 1,1%. Já em relação às transações no cartão de crédito ou cartão pré-pago internacional (também conhecido como travel money), a alíquota cobrada é maior, chegando a 6,38% segundo a cotação atual.

Diante disso, em vez de “perder” mais de 6% do valor em taxas no cartão, o melhor mesmo é reunir o valor em dinheiro ao decidir comprar um iPhone na Europa. A este propósito veja as melhores formas de levar seu dinheiro para o exterior.

Vale ressaltar que os números acima podem ser modificados pelo Governo. Por isso, é interessante sempre checar o percentual atualizado antes de fazer qualquer compra internacional.

Como comprar iPhone na Europa

Comprar iPhone na Europa: como declarar o aparelho no Brasil

As regras da Receita Federal dizem que tudo o que for comprado fora do Brasil, acima de 500 dólares, deve ser declarado, sob pena de multa de 50% sobre o valor excedente. Isso significa que se você comprar um iPhone na Europa, ele pode ser declarado na sua volta ao Brasil. Serão somados todos os itens que estiverem na bagagem e que foram comprados no exterior.

Para facilitar esse processo e diminuir o tempo na fila do aeroporto, a Receita Federal fornece um formulário eletrônico para declarar as compras no exterior. Lá você informa tudo o que foi comprado durante a viagem e tem mais liberdade para gerenciar o pagamento dos impostos sobre as mercadorias.

Para uso pessoal, pode ser isento

Mas é importante ficar atento porque, ao comprar um Iphone na Europa, ele pode estar isento da cota de US$500 se for para uso pessoal. No entanto, a regra da Receita Federal permite apenas um aparelho e, de preferência, estar fora da caixa. Ainda, é essencial que ele já tenha sido usado, mesmo que uma única vez.

Dicas de segurança para quem vai comprar iPhone na Europa

Para evitar o alto gasto com impostos, muita gente tenta burlar a fiscalização ao não declarar o que foi comprado. Essa é uma prática bastante perigosa, pois se você optar por não declarar e for flagrado, os custos podem ser bem mais altos:

Pensando em morar em Portugal?

Venha morar em Portugal sem complicações nem imprevistos com ajuda do nosso guia Como Morar em Portugal.


Num só lugar, você aprenderá o passo a passo para conseguir trabalho em Portugal e tudo sobre custos de vida, as melhores cidades para viver, cidadania, vistos, documentos necessários, educação e muito mais.


Receba grátis o índice e primeiras páginas!

RECEBER AMOSTRA »
  • Serão pagos 50% de taxa sobre o valor do produto;
  • Além de mais 50% de multa.

Uma ideia comum é a de esconder as notas e fingir que o produto já era seu antes da viagem. Apesar de muitos dizerem que funciona, é outra aposta perigosa. Isso porque os agentes, na ausência de uma nota fiscal, podem decidir taxar com o valor aproximado do produto, o que por vezes acaba sendo superior ao valor pago.

Assim você acaba com o seu iPhone preso na alfândega e só poderá retirá-lo após pagar as taxas.

Itens de uso pessoal não taxados pela Receita

Calma, pode parecer assim, mas nem tudo é taxado pela Receita. Alguns itens trazidos na mala são considerados como “itens de uso pessoal” e, por isso mesmo, estão livres de cobrança. Atualmente, são considerados de uso pessoal:

  • 1 smartphone por pessoa (fora da caixa e ativado);
  • 1 câmera fotográfica;
  • Relógio (1 por pessoa);
  • Roupas, sapatos e cosméticos.

Vale ressaltar que notebooks, tablets e computadores não entram nessa lista. Então, caso você queira sair do país com o seu, é bom levar a nota fiscal na bolsa para provar que ele não foi comprado fora do país.

De acordo com a Receita Federal, caso você possua um único telefone celular e ele tenha sido usado, não precisa declará-lo. No entanto, se você saiu do Brasil com seu telefone celular e comprou seu Iphone na Europa, preste atenção.

Mesmo que tenha utilizado o novo, o aparelho adquirido não será considerado compatível com as circunstâncias da viagem, a menos que se comprove defeito do telefone celular originalmente levado.

O que é o Tax Free e como consegui-lo

Você sabia que é possível receber de volta parte do imposto pago sobre um produto comprado fora do Brasil? Sim, é o chamado Tax Free ou Tax Refund.

Como isso é possível? O motivo é simples: turistas já irão pagar impostos em seus países de origem. Como não são cidadãos europeus, e estão no país apenas para visitar, não precisam pagar os impostos locais.

Com isso, é possível obter um retorno de até 30% do valor pago, custo que se refere às taxas incidentes. Porém, essa cobrança pode variar de acordo com o produto adquirido e o país onde for comprado.

Sendo assim, se você estiver em qualquer país da Europa, como a Alemanha, por exemplo, e comprar um item que custe acima de 61,35€ (valor mínimo para receber o reembolso), você tem direito a receber um reembolso do imposto.

Em alguns casos, essa quantia pode ser recebida na própria loja. Em outros, você pode solicitar a devolução do valor no aeroporto.

O Tax Free vale para qualquer compra?

Não. É essencial dizer que essa devolução acontece apenas com produtos adquiridos nos estabelecimentos conveniados a esse tipo de programa. Os estabelecimentos que são cadastrados no programa Tax Free utilizam um selo de identificação nas vitrines e nos caixas.

Ao comprar iPhone na Europa fique atento se a loja em questão apresenta esse selo. Na dúvida, pergunte a um funcionário.

Comprar iPhone na Europa e no Brasil: há diferenças no funcionamento do aparelho?

Algumas pessoas ficam em dúvida na hora de comprar um iPhone da Europa, pois têm medo de que o aparelho seja incompatível com as configurações e rede utilizada no Brasil. Mas essa preocupação é desnecessária: o uso do aparelho é o mesmo, e basta alterar as configurações de idioma para utilizá-lo.

Em relação ao chip, é possível comprar um separadamente, caso queira ativar um plano de internet e ligações durante a viagem. Assim, você poderá colocar o seu chip brasileiro sem preocupações ao voltar.

Se vai visitar o Velho Continente dê antes uma vista de olhos nas leis da Europa, especialmente destinadas para quem vai viajar. E lembre-se que para viajar para a Europa, você precisará de um seguro viagem, é obrigatório. Faça a cotação do seu no nosso comparador de seguro viagem sem compromissos e veja os preços.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.