Fazer amigos na França: principais diferenças e dicas para se integrar

Quando mudamos de país, muitas novas realidades entram em jogo. Não mudamos apenas de casa e de endereço, como de emprego, idioma, costumes e, sobretudo, de amigos. Iniciar um vida em um outro país é impensável sem a presença de amigos, mas como fazê-los? Neste artigo, vou falar sobre fazer amigos na França.

É difícil fazer amigos na França?

Esta é uma questão um tanto quanto complexa, já que fazer amigos na França depende de algumas variáveis, como sua personalidade e contexto no país. Para jovens e estudantes, fazer amizades é mais fácil e isto geralmente acontece tanto no ambiente universitário, quanto em eventos e festas. No entanto, o mesmo não acontece com tanta frequência quando o motivo da mudança de país foi uma proposta de trabalho.

O europeu, de uma maneira geral, costuma ser mais frio e distante do que o brasileiro, conhecido pela sua hospitalidade e calor humano. Esta característica não é um impedimento para que você faça uma amizade, mas ela pode levar mais tempo para acontecer. Digo isto porque, no Brasil quando conhecemos alguém já trocamos telefone e o consideramos como amigo. Na França este processo pode ser um pouco mais demorado.

Em contrapartida, sinto que as amizades aqui na França são mais sólidas que no Brasil. Apesar da facilidade em se fazer amizade no Brasil, são poucos os amigos de verdade que duram, a maioria passa pela nossa vida e parte tão rapidamente quanto chegou. É tudo uma questão de perspectiva.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

amizade no escritório

Diferenças culturais nas amizades

Apesar do mundo estar cada vez mais globalizado, as diferenças culturais existem e continuarão existindo. Muitas vezes, nós não notamos estas diferenças na maneira das pessoas se vestirem ou em seus carros e casas, mas, sim, na forma como se relacionam com os outros. Quando eu comparo o Brasil e a França, vejo que existem algumas diferenças culturais, tanto na hora de fazer amizades, quanto para manter.

Diferenças culturais para fazer amizades

O brasileiro tem uma predisposição natural para fazer amizade que o europeu não tem. Quantas vezes você se sentou em um restaurante e na hora de ir embora o garçom já estava te chamando pelo nome e contando sua vida? Isto simplesmente não existe na França. Para fazer amizade na França, o francês precisa estar buscando um amigo. É muito mais fácil quando estamos inseridos no ambiente universitário ou em um escritório, por exemplo.

É raro estarmos em lugares públicos e um francês começar a puxar conversa conosco, o que acontece muito no Brasil. Aqui na França, inclusive, muitas pessoas utilizam aplicativos de relacionamento – como o Tinder – para fazer amizades. É como se eles tivessem uma trava que desaparece com as redes sociais.

Diferenças culturais para manter amizades

Uma vez estabelecida a amizade, percebo algumas diferenças cruciais em como as duas nacionalidades costumam mantê-la. Percebo que no Brasil existem alguns níveis de amizade. Por exemplo, existe o melhor amigo, aquele que vive em sua casa e você fala todos os dias a telefone, mas também existe o amigo da faculdade, o da academia, o do trabalho e aquele que você conhece há décadas, mas raramente vê. Isto não existe muito na França, aqui as pessoas ou são muito amigas ou não são.

Não existe o mais ou menos, aquele conhecido que você convida para jantar em sua casa. Na França as pessoas têm menos amigos e somente considera amigo aquele que é realmente muito íntimo.

amigos no restaurante

O brasileiro está muito mais adaptado às redes sociais, o que acaba refletindo nas amizades. Muita gente troca mensagens através de aplicativos, como o Whatsapp e o próprio Instagram. O mesmo não acontece na França, já que o francês prefere o bom e o velho telefone, ou para conversar ou para combinar de se encontrar.

Outra diferença é que o francês não costuma levar algum desentendimento para o lado pessoal como o brasileiro. Aqui é comum dois franceses discutirem fervorosamente se discordarem de algo, mas se abraçarem no dia seguinte sem precisar pedir desculpa ou ficar discutindo a relação. Eu, particularmente, gosto muito desta característica e prefiro do que aquela tendência de levar tudo para o lado emocional como o brasileiro.

Principais dificuldades na hora de fazer amizade para brasileiros

Uma vez que estamos vivendo na França, podemos enfrentar algumas dificuldades na adaptação, entre elas na construção de vínculos de amizade. Não é apenas uma questão de conhecer as pessoas, mas de manter uma relação de confiança a afeto, o que, convenhamos, não é assim tão evidente.

Por isto, listei as principais dificuldades que o brasileiro pode ter na hora de fazer amizades na França:

Conviver apenas com estrangeiros

Depois de estar vivendo na França por mais de 3 anos, cheguei à conclusão de que a maior dificuldade de fazer amizade para brasileiros é acabar se fechando em grupos de estrangeiros e, consequentemente, não ter amigos franceses.

Isto acontece muito com os estudantes. A qualidade de ensino atrai muitos estrangeiros, mas eles geralmente ficam entre eles, enquanto os franceses acabam se relacionando com os próprios franceses.

Dificuldades com o idioma

Quando o contexto é outro, por exemplo, no trabalho ou até mesmo se você tiver um cônjuge francês, a principal dificuldade é a língua. Digo isto porque a minha situação é um tanto particular e acabou me mostrando isso.

Apesar de ter vindo à França como estudante, namoro com um francês, então acabei me inserindo na comunidade francesa com bastante facilidade, o que não aconteceu com muitos colegas brasileiros do meu mestrado. Quando estou em meio aos franceses, no entanto, a maior dificuldade que eu enfrento é em relação às expressões e gírias, e olha que já estou aqui há 3 anos e sou fluente no francês.

Idade

Um jovem universitário terá muito mais facilidade para fazer amizade com um francês, do que um adulto ou idoso. Diversos estudos, como este encabeçado pela USP – Universidade de São Paulo, já mostraram que, conforme mais velhos ficando, mais difícil torna-se fazer amigos.

Cuidado para não se fechar na comunidade brasileira na França

Este é um cuidado que todo estrangeiro deve ter, não importa o país. Confesso que depois de 3 anos aqui, encontrar um brasileiro e poder falar minha língua é um alívio. Faço parte de um grupo de brasileiros em Lyon no Facebook e volta e meia compro feijoada e coxinha de cozinheiros brasileiros que vivem aqui. Tenho amigos brasileiros que conheci depois que cheguei aqui e nos encontramos com uma certa frequência, mas minha vida aqui é muito mais francesa do que brasileira.

Infelizmente, vejo muitos brasileiros que vêm para a França com a intenção de mergulhar na cultura e na língua francesa, mas acabam se fechando em grupos de brasileiros. Resultado: eles conhecem a França para o turista ver e continuam falando em português diariamente.

É preciso encontrar um equilíbrio. Acho essencial conhecer brasileiros na cidade onde você mora, isto pode nos dar uma sensação de conforto e proximidade com nossa própria cultura, além do sentimento de pertencimento. Entretanto, se a ideia é viver a vida francesa, na prática, não podemos nos fechar. Uma dica para quem está enfrentando esta dificuldade é arrumar um emprego, mesmo que seja algo temporário ou apenas um estágio. Esta é uma maneira de conhecer franceses e começar a se integrar na comunidade francesa.

Benefícios de se integrar na comunidade local

A impressão que eu tenho, é que existem sempre duas perspectivas e isto vale para absolutamente qualquer país: a do turista e a do local. Por isto que é tão importante se integrar na comunidade local quando imigramos. A experiência de viver em outro país, seja por quanto tempo for, será muito mais rica a partir do momento que começamos a viver como locais e na França, isto só é possível quando estamos inseridos na comunidade francesa.

Tenho certeza que eu jamais teria conhecido detalhes e nuances dos costumes franceses se tivesse vivido apenas com brasileiros desde que cheguei aqui. Isto também é importante para que a gente quebre certos estereótipos e juízos de valor, que costumamos ter quando somos turistas, e para enxergar o mundo a partir de um novo ângulo.

Isto sem contar que é praticamente impossível ser fluente no francês se você não convive com franceses e passa a compreender todas as gírias e expressões.

Dicas para fazer amizade na França

  • Encare isto como uma experiência antropológica. Pode ser que você se depare com algumas diferenças culturais e se sinta julgado, mas enxergue isto com leveza e esteja aberto às pessoas;
  • Os ambientes mais propícios para fazer novas amizades é na universidade e no trabalho. No entanto, se mesmo assim você enfrentar dificuldades, deixe de preconceito e comece a participar de grupos no Facebook, puxe conversa com as pessoas e (por que não?!) instale aplicativos de relacionamento em seu telefone;
  • Abrace as diferenças e passe a enxergá-las como um tempero especial para as novas amizades. Nada de ficar comparando com os amigos que você deixou no Brasil, você verá que tudo na vida tem vantagens e desvantagens;
  • Seja você mesmo. Muitas vezes, na ânsia para conhecer novas pessoas e estabelecer vínculos, acabamos forçando um pouco a barra e incorporando uma personalidade que não é a nossa. Isto só afasta as pessoas, seja você mesmo e mostre às pessoas que o que torna o mundo este lugar tão interessante e mágico, são justamente as diferenças.

Ficou com vontade de morar na Europa? Eu contribui com a minha experiência na França para o livro Sonho de Viver na Europa aqui do Euro Dicas. Contei da minha vinda e adaptação na França, junto com outros brasileiros que vivem aqui na Europa, confere lá!

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.

Artigos relacionados

Trabalhar na França: salários, visto e como encontrar vaga

Considerando trabalhar na França? Confira tudo que é preciso saber para conseguir um emprego, o valor dos salários, como procurar e se é preciso visto.

Salário mínimo na França: o valor em 2021 e custo de vida

Saiba o valor do salário mínimo na França em 2021, quem recebe o mínimo, qual é o salário médio e se é possível viver com o salário mínimo.

Custo de vida na França: quanto é preciso para viver no país

Veja qual é o custo de vida na França, um dos países mais procurados por estrangeiros para morar. Conheça o custo da alimentação, moradia, saúde e mais.

Sites de emprego na França: conheça os melhores

Você quer um emprego na França? Compartilhamos uma lista com os melhores sites de emprego na França e várias dicas para procurar trabalho por lá.

Como morar na França: guia completo para planejar sua mudança

Veja qual o visto necessário para morar na França, o mercado de trabalho, as melhores cidades para morar, quanto custa e vantagens e desvantagens.

Profissionais em falta na França: veja quais são e os salários

Sabia que existem profissionais em falta na França? Saiba quais áreas que têm maior carência de profissionais e quais os que setores que mais empregam.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube

1