Emprego na França: como conseguir o melhor para você

Quando se decide mudar de país, umas das primeiras coisas que se pensa é “como vou conseguir um emprego”, né? Afinal, todo mês as contas chegam e você tem que pagar. Neste artigo vamos falar de emprego na França.

A França possui diversas empresas e com isso oportunidade de emprego para todos, franceses ou estrangeiros, com nível superior ou não. A oferta de emprego, como na maioria dos países, depende muito da cidade.

Paris é uma das cidades francesas com maior oferta de emprego. Seja emprego para o qual não precisa ter estudo, como trabalhar em restaurante, hotéis, babá. Ou empregos para pessoas altamente especializadas.

Como conseguir emprego na França?

A primeira coisa que você precisa fazer é preparar um currículo voltado para o mercado de trabalho do país, mas não se esqueça de uma coisa crucial: é muito difícil arrumar emprego se você não falar a língua. Portanto, se este for mesmo o seu sonho trabalhar na França, comece a se preparar e a estudar francês com uma certa antecedência. Veja abaixo o passo a passo para conseguir um emprego na França:

Preparar currículo para França

Pode até parecer óbvio, afinal, todos os currículos precisam das mesmas informações, certo? Sim, de uma certa maneira, pois você precisa incluir as informações de sempre, como formação universitária, experiência profissional e etc. No entanto, os franceses são um pouco rígidos e burocráticos em relação à maneira como organizamos estas informações, por isto a minha sugestão é fazer um currículo através do site Europass.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Super didático, basta preenchendo as informações e depois fazer download do PDF. Esta é uma maneira simples e eficaz de apresentar um currículo nos moldes europeus, o que ajuda muito na hora de arrumar um emprego na França.

se candidatando vaga

Porém, apenas isto não basta. Na França, como na Europa, o Linkedin é muito usado como meio de procurar emprego e também de receber proposta de trabalho, então deixe o seu sempre atualizado e de preferência em francês.

Candidatar-se à vagas

Para candidatar-se às vagas, não basta estar com o LinkedIn atualizado. Peça indicações, inscreva-se nas newsletters das empresas que gostaria de trabalhar, frequente as feiras de emprego (sim, na França isto ainda é muito comum!) e participe de grupos no Facebook.

Uma característica peculiar de procurar emprego na França é que a maioria das vagas exige carta de motivação adaptada à oferta que você está se candidatando. Pode até parecer simples, mas o ideal é fazer uma pesquisa previamente para ver qual linguajar usar, palavras-chave e qualidades que a empresa está buscando no funcionário.

Quando conseguir solicitar visto

Caso você não tenha a cidadania francesa ou europeia, você precisará de visto e de uma autorização de trabalho para poder preencher uma das vagas de emprego na França.

Uma das maneiras é você trabalhar com o visto de estudante, que dá direito a trabalhar durante seus estudos no máximo 964 horas por ano (em média 17 horas por semana). Se este não for o seu caso, então você precisará de um visto de trabalho.

Se você for estudante e arrumar um emprego, não precisará de visto, já que continuará com a categoria de estudante. Porém, se este não for o seu caso, precisará primeiro encontrar sua vaga de emprego na França para posteriormente, solicitar o visto.

A solicitação deve ser feita com você estando no Brasil. Ou então caso esteja na França com outro visto e consiga uma empresa para te contratar aí você pode pedir para mudar de visto. Parece complicado, mas é simples: mudar a categoria do visto você consegue estando na França, mas tirar o visto só é possível no Brasil.

Uma vez tendo o contrato de trabalho em mãos, você precisa agendar um horário no consulado mais próximo da sua cidade e apresentar os documentos solicitados.

Planejamento financeiro e emocional

Por mais que você arrume um emprego na França e conte com um bom salário, é sempre bom considerar que mudanças costumam ser caras. Não é apenas a passagem aérea, mas o aluguel de apartamento, os móveis, algumas burocracias e mesmo alguns reparos no apartamento. Não se esqueça que o câmbio hoje também não está muito favorável aos brasileiros, então para morar na França é necessário guardar um pouco de dinheiro para imprevistos e para garantir os primeiros meses até encontrar um emprego.

Mas isto não é tudo. Mudar de país é mudar completamente de referências, aprender a viver em outra realidade, com outras pessoas, falando uma nova língua e se adaptando a uma cultura diferente. Isto sem contar com a saudade da família e amigos. A verdade é que muita gente sonha em viver fora do Brasil, mas quando isto acontece nos damos conta de que as coisas não são tão simples quanto em nossos sonhos. Não se cobre tanto, saiba que momentos de nostalgia e tristeza são normais, realmente não é fácil largar tudo e começar do zero.

Embarcar para a França

Com o contrato de trabalho e visto em mãos, é hora de embarcar para a França! Este é um momento importante na mudança, pois precisamos aprender a nos despedir daquilo que já não nos serve mais, afinal, não podemos carregar tudo conosco. Depois de arrumar as malas, separe alguns objetos importantes para você, fotos de amigos e familiares, documentos e suas respectivas cópias e não esqueça que o seguro viagem é obrigatório.

Com o visto em mãos e depois da chegada no país, você precisará agendar um horário no OFII – Office français de l’immigration et de l’intégration, que é o órgão que irá emitir um timbre para que você cole no passaporte. Pouca gente sabe, mas apenas o visto não vale como documento oficial para que você viva na França, o timbre é obrigatório!

Onde buscar emprego na França?

Existem algumas maneiras de encontrar vagas de emprego na França, assim como no Brasil. Por base de indicação sempre funciona, mas quando somos estrangeiros esta não é uma realidade tão comum, afinal, não conhecemos ninguém.

Portanto, é essencial manter o LinkedIn sempre atualizado e ficar de olhos nas ofertas de emprego que aparecem por lá. Crie uma rede, adicione pessoas de sua área de atuação e, caso encontre alguma empresa que você sonha em trabalhar, não tenha medo de se apresentar.

lupa procurando emprego

Mas esta não é a única maneira de conseguir um emprego na França! Existem outros sites com inúmeras ofertas também e o mais importante de todos, sem dúvida, é o Pole Emploi, que possui mais de 10 milhões de visitantes e está ligado ao próprio governo francês. Veja abaixo os 5 melhores sites de emprego na França, segundo os próprios franceses:

  1. Pole Emploi;
  2. LinkedIn;
  3. Indeed;
  4. Cadremploi;
  5. Cadreo.

Salários na França

Uma das vantagens de ter um emprego na França é que o país tem um dos mais altos salários mínimos da Europa. Ele costuma ser reajustado todos os anos no dia 1º de janeiro e em 2020 o valor passou para 10,15€ por hora, o que equivale a 1.539,42€ por mês ou 18.473,00€ por ano.

No entanto, esses valores são brutos, ou seja, antes dos descontos dos impostos. O valor líquido do salário mínimo na França é de 8,03€ por hora, 1.219€ ao mês ou 14.623€ anuais. Isto porque, apesar dos bons salários, a França possui muitos impostos, mas este é o preço por ter uma saúde pública de qualidade, transporte, ensino público e segurança.

Este salário mínimo é uma determinação que serve para que todos os trabalhadores franceses recebam, no mínimo, esse valor pelo seu trabalho, por 35 horas semanais de trabalho. Mas o salário médio no país é mais alto. Por exemplo, um vendedor costuma ganhar 1.791,50€ e um advogado 7.605,00€.

Quando você estiver procurando um emprego na França, geralmente o salário aparece na vaga, assim como as horas semanais e todas as atribuições daquela vaga.

Existem vagas de emprego na França para brasileiros?

Existem muitos brasileiros na França com diferentes perfis. Encontrar uma vaga de emprego na França exclusiva para brasileiros é muito raro, mas pode acontecer. Elas geralmente se encontram no LinkedIn, por isto é bom olhar constantemente para se candidatar assim que ela aparecer.

emprego na construção civil

Caso você não encontre, procure por empresas portuguesas com sede na França, isto é bastante comum. A área de atuação onde é mais fácil encontrar vagas para brasileiros é na construção civil. Em busca de bons salários, muitos portugueses decidem viver na França e hoje eles são a maioria na área.

Consigo emprego só falando inglês?

Vários empregos pedem que a pessoa fale inglês. Normalmente, são empregos para pessoas que tenham nível superior, principalmente na área de TI, finanças e professor universitário.

Conheço amigos nas 3 áreas que vieram sem falar nada de francês, trabalham apenas em inglês e ainda tem aula particular de francês oferecido pela empresa gratuitamente para eles e suas esposas/maridos.

Porém, o francês não deve ser totalmente ignorado, por isso, algumas empresas oferecem o curso para o funcionário.

Visto de trabalho na França

O procedimento para o visto de trabalho é o mesmo de todos os outros vistos. Através do site do consulado da França você poderá ter acesso ao formulário correto e os modelos de declaração. Existem 2 categorias diferentes de visto de trabalho para a França. Conheça quais são elas abaixo:

1. Visto de trabalho França: longa duração (mais de 1 ano)

Para esse caso, é obrigatório que o brasileiro já tenha um contrato de trabalho na França ou, pelo menos, uma carta convite. Para isso existem dois tipos:

CDD – Contrato de duração determinada

Em que você será chamado para trabalhar por um período pré-determinado pelo local. Nesse caso, a empresa pode escolher um contrato de 1 mês a 1 ano, podendo ser renovado ou transformado no CDI.

CDI – Contrato por tempo indeterminado

Para estas situações, após 3 meses de experiência, a empresa pode contratá-lo de fato, como qualquer situação normal de emprego, por tempo indeterminado. Aqui, o solicitante do visto terá direito a todos os benefícios dentro da lei francesa, além de salário fixo ou comissionado. Este caso pode ser o mais difícil de conseguir emprego, pois as vagas são abertas para pessoas com grau de especialidade alto.

Documentos necessários

Para algum dos vistos de trabalho indicados, reúna a seguinte documentação:

  • Formulário preenchido e assinado;
  • Passaporte com 1 ano de validade e cópias das páginas com dados pessoais;
  • 2 fotos 3×4 recentes e com fundo branco;
  • Comprovante de residência no Brasil;
  • Carta de Contrato em que conste as informações de: horas de trabalho, salário, benefícios e duração;
  • Cópia do último diploma;
  • Comprovante Financeiro (este é solicitado em caso de empregos não remunerados ou que o salário seja abaixo da média estipulada pela Embaixada, que é de 615 euros mensais);
  • Comprovante de Residência na França (residência oferecida pela empresa, aluguel de casa ou carta convite de responsabilidade de alojamento, comprovante de residência do responsável e cópia da identidade);
  • Seguro de viagem internacional com cobertura mínima de 30 mil euros em despesas médicas e hospitalares pelo período de 3 meses de estadia.

2. Visto para o programa Férias-Trabalho: curta duração (até 1 ano)

Desde 2018, a França abriu o Programa Férias Trabalho entre França e Brasil. O programa é válido para jovens brasileiros e franceses, entre 18 e 30 anos, onde pode e trabalhar no país do outro e vice-versa pelo período de 1 ano.

O objetivo é permitir que os jovens tenham experiência profissional adquirida, além de um meio simples de complementar os recursos financeiros iniciais. O intuito entre o acordo dos dois países é que os cidadãos possam vivenciar a cultura e conhecer o modo de vida.

Nesse caso, não é preciso falar francês para aplicar para o visto. Porém, é necessário comprovar recursos financeiros pessoais para se manter no país pelos primeiros meses. O valor a comprovar é de 2.500 euros, ou o equivalente em reais.

Documentos necessários

  • Formulário de pedido de visto de longa duração preenchido e assinado;
  • Passaporte com 1 ano e 3 meses de validade e cópias das páginas com dados pessoais;
  • 2 fotos 3×4 recentes e com fundo branco;
  • Cópia da identidade;
  • Carta de motivação descrevendo o objetivo da sua viagem, assim como o Currículo Vitae. O conhecimento da língua francesa, apesar de não ser obrigatório, é recomendado;
  • Comprovante Financeiro: último extrato bancário pessoal recente de, pelo menos, 1 mês ou uma declaração do banco comprovando um valor 2.500 euros, ou equivalente em reais. Cartão de crédito ou meios financeiros de terceiros não são aceitos;
  • Seguro de saúde internacional para toda a duração da estadia. O seguro deve cobrir riscos de doenças, maternidade, invalidez e repatriamento. Confira algumas opções no nosso comparador de seguro viagem do Euro Dicas;
  • Certificado médico atestando boa saúde;
  • Certidão de antecedentes criminais;
  • Justificar rendimentos suficientes para a compra da passagem aérea de ida e volta (além do comprovante financeiro).

Tenho cidadania europeia, o que preciso para trabalhar conseguir emprego na França?

Caso você tenha cidadania europeia e não precise passar pelo procedimento de tirar um visto para poder viver legalmente no país, saiba que o processo de arrumar um emprego na França é igual ao que eu citei acima, com a diferença que você não precisará do visto.

Isto porque, apenas com o passaporte europeu e o contrato de trabalho em mãos, você consegue se inscrever no regime de seguro social francês e garantir todos os direitos como cidadão. Isto sem contar que ter cidadania europeia facilita arrumar um emprego, pois o empregador sabe que o processo será mais rápido e simples.

É fácil conseguir emprego na França?

Muitos brasileiros e estrangeiros de uma maneira geral, sonham em trabalhar na França. É fácil compreender o porquê, afinal, o país oferece qualidade de vida, segurança, bons salários e uma série de direitos –  mesmo para os estrangeiros.

Entretanto, conseguir um emprego quando somos estrangeiros é mais difícil e isto acontece no mundo inteiro. Além das questões culturais e da própria língua, o empregador geralmente prefere oferecer uma vaga para um francês, a não ser que seja muito específica e você possuir todas as especificações que ele exige.

assinando contrato

Os empregos na França para brasileiros mais fáceis de conseguir são em cargos que não exigem ensino superior, como auxiliar de cozinha, auxiliar de limpeza, atendente, recepcionista, segurança, garçom e construção civil. Portanto, para que você consiga um emprego, o ideal é que seja fluente em francês e tenha formação em uma universidade francesa. Esta é uma maneira de competir diretamente com os franceses e se aproximar daquela vaga que você sempre sonhou!

No entanto, este é o cenário antes da pandemia do coronavírus. Com a crise sanitária, mais de 500 mil pessoas perderam seus empregos. Restaurantes, bares, lojas e inúmeros outros negócios e empresas fecharam suas portas devido à pandemia. Assim como outros países, a França está atravessando uma crise econômica que não tem data para acabar, o que faz com que arrumar um emprego, sobretudo quando somos estrangeiros, torne-se mais difícil em 2020.

Veja as principais vantagens e desvantagens de se morar na França.

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.

Elaine é brasileira e mora em Paris. Completamente apaixonada por Paris desde pequena, sempre sonhou em  morar na cidade Luz. Adora viajar, fazer novos amigos, conhecer novas culturas e descobrir cada vez mais sobre França e a cultura francesa.

Artigos relacionados

Salário mínimo na França: o valor em 2020 e custo de vida

Você sabe qual é o salário mínimo na França? Descubra o valor, quando ele aumenta e ainda informações sobre o seguro desemprego no país.

Trabalhar na França: salários, visto e como encontrar vaga

Considerando trabalhar na França? Confira tudo que é preciso saber para conseguir um emprego, o valor dos salários, como procurar e se é preciso visto.

Custo de vida na França: quanto é preciso para viver no país

Veja qual é o custo de vida na França, um dos países mais procurados por estrangeiros para morar. Conheça o custo da alimentação, moradia, saúde e mais.

Sites de emprego na França: conheça os melhores

Você quer um emprego na França? Compartilhamos uma lista com os melhores sites de emprego na França e várias dicas para procurar trabalho por lá.

Morar na França: tudo sobre visto, emprego e custo de vida

Veja qual o visto necessário para morar na França, o mercado de trabalho, as melhores cidades para morar, quanto custa e vantagens e desvantagens.

Profissionais em falta na França: veja quais são e os salários

Sabia que existem profissionais em falta na França? Saiba quais áreas que têm maior carência de profissionais e quais os que setores que mais empregam.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube