Câmbio de moedas

Qual a diferença do euro comercial e turismo? Explicamos tudo

Viajar é maravilhoso, chato é a parte burocrática que toda viagem exige, e nisso se inclui a compra de moeda estrangeira. Muitos viajantes têm dúvidas sobre qual a diferença do euro comercial e turismo: onde é melhor comprar? Quais cuidados se deve ter? E por aí vai a lista interminável de questionamentos.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise, que funciona em toda a Europa.


A TransferWise não exige comprovação de rendimentos, você só precisa ter um endereço na Europa.

ABRIR CONTA »

Neste artigo, vamos esclarecer diversas dúvidas comuns aos viajantes que estão a caminho da zona do euro, além de dar dicas importantes também.

Saiba qual a diferença do euro comercial e turismo

Antes de viajar, esteja atento que existem 2 tipos de câmbio do euro, e é importante saber qual a diferença do euro comercial e turismo. Mas não se preocupe, é simples diferenciar um e outro, tendo em consideração que cada um tem objetivos diferentes.

O euro comercial é usado para fechamento de contratos de importação/exportação pelas grandes empresas. Além disso, se aplica também a transferências financeiras para o exterior, transações do governo, empréstimos de brasileiros que residem em outro país (quando registrado no Banco Central), dentre outras operações.

O euro turismo é a moeda adquirida por turistas antes da viagem ocorrer, e ela pode ser comprada no Brasil em casas de câmbio, bancos, agências de viagens, hotéis tendo como objetivo o pagamento de despesas no exterior, tais como: tours, acomodações, alimentação, etc.

Geralmente os valores que vemos nos sites de notícias/economia ou mesmo na TV em relação a cotação, diz respeito ao câmbio comercial. Por isso, o viajante sempre se surpreende (ou melhor dizendo se assusta) quando se depara com o valor da moeda superior nas casas de câmbio e nas conversões ao analisar melhor um pacote de viagem para o exterior. A cotação do euro turismo pode ser até 8% maior que o euro comercial.

Faça a cotação do euro agora mesmo e veja a diferença.

Por que uma cotação é mais cara que a outra? Qual a diferença do euro comercial e turismo afinal

A resposta é simples!

Para vender ou comprar o euro turismo, é necessário ter “dinheiro vivo” (isto é, em mãos). Isso, no entanto, gera um custo maior para as casas de câmbio, tais como: manutenção, transporte e seguro contra roubos, em função disso, o valor da moeda aumenta para compensar essas despesas.

Já o euro comercial, pode ser comercializado virtualmente, de forma eletrônica, não tendo assim gastos como estes citados acima, o que acaba reduzindo o valor dele em relação ao euro turismo.

Além da opção de moeda em papel, cartão de crédito internacional e o cartão de débito (pré-pago), também existe o traveller´s check, que nada mais é que um cheque registrado por emissores autorizados. Apesar dele já ter sido popular no passado, atualmente caiu em desuso.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com toda segurança.

VER COTAÇÃO »

Como fazer a melhor cotação

Agora que o viajante já sabe qual a diferença do euro comercial e turismo, é importante saber que há 2 formas de comprar moeda estrangeira no Brasil.

Pode ser presencial, indo pessoalmente nas casas de câmbio e bancos ou mesmo ligando para estes locais para solicitar informações. Porém, existem meios mais práticos de se resolver isso.

A melhor forma de comprar euro mais barato é online, através de uma plataforma de pesquisa que reúne inúmeras casas de câmbio, unificando todo o processo em um único site, o cliente tem ao seu dispor todas as informações necessárias de forma rápida e prática.

A plataforma traça um paralelo entre as casas de câmbio e a cotação do dia, além disso, é possível solicitar que a moeda seja entregue no endereço do comprador, tornando o processo mais cômodo e seguro. Contudo, analise antes se vale a pena, pois, na maioria das vezes é cobrado uma taxa pela entrega, isso varia conforme a instituição e/ou montante.

Ao fazer a compra pela internet, o valor adquirido pode ser retirado diretamente em uma loja física, mediante a disponibilidade do papel moeda no ato da transação.

Indicação de sites

O site Melhor Câmbio é o mais popular dentre as plataformas disponíveis de comparação de câmbio, e utilizá-lo também é bastante fácil. Na página principal, ele exibe o valor do euro comercial e o euro turismo, em seguida o internauta deve selecionar a cidade que reside.

Após esse procedimento, ele mostra o valor do euro turismo e dá a opção de comparar as cotações na cidade selecionada. Além disso, também mostra a cotação do cartão pré-pago, já que muitos preferem usar o cartão no lugar de papel-moeda.

A Bee Câmbio é uma casa de câmbio online que ajuda na compra de moedas estrangeiras a bom custo-benefício e tem a recomendação e confiança aqui do Euro Dicas, vale a pena fazer uma cotação nesse site antes de comprar (e eles também dispõem do serviço de delivery).

qual a diferença do euro comercial e turismo casa de câmbio

Aviso importante

  • O viajante pode levar dinheiro em espécie, sendo equivalente a até R$ 10 mil reais já convertidos em euros para viagens ao exterior. Não havendo a necessidade de prestar declarações;
  • Se o valor for superior a isso, é necessário declarar ao posto de fiscalização, onde o viajante irá preencher a ficha e-DBV;
  • Não há limite de compra para os cartões pré-pagos, porém, se o montante (valor) adquirido for superior a U$ 10 mil dólares, é necessário formalizar a transação junto à operadora em contrato de câmbio;
  • Quem já esteve na África, Leste Europeu ou Oriente Médio, já deve ter visto pessoas na rua vendendo a moeda local em troca de dólares/euro. Tenha cuidado, pois, é a mesma coisa que negociar no mercado negro, isso sem contar que o dinheiro pode ser falso;
  • Escolha instituições autorizadas pelo Bacen;
  • Desde 1999, a taxa de câmbio é flexível, isto é, pode ser negociada livremente por quem compra/vende;
  • A partir de 1° março de 2020, compras feitas no cartão de crédito no exterior, a cotação do dólar utilizado será referente a data da compra, e não a data do fechamento da fatura.

Dicas

  • Informação, planejamento e pesquisa são essenciais na hora de comprar qualquer moeda estrangeira;
  • Quem planeja visitar a Europa deve comprar euros em etapas, pois, se deixar para comprar de uma só vez esperando uma possível queda, pode ser que isso não ocorra;
  • Recomendamos a TransferWise para fazer uma remessa internacional com antecedência, por operar de forma local, a TransferWise impede a cobrança de taxas adicionais. O Euro Dicas já publicou diversos artigos sobre essa forma de transferência monetária;
  • Não deixe para comprar euros na última hora, as chances de conseguir uma boa cotação serão baixas;
  • Não use cartão de crédito no exterior, devido ao IOF de 6,38%, isso sem contar que a cotação só é concluída na data de fechamento da fatura do cartão, tornando imprevisível o gasto da viagem;
  • Evite comprar no aeroporto, as casas de câmbio localizadas nos aeroportos podem ter taxas de câmbio turismo muito superiores em comparação às lojas no centro da cidade;
  • A mesma corretora pode cobrar cotações diferentes pela venda por telefone, internet e/ou loja física.

Quais países usam o euro

Agora que o leitor já sabe qual a diferença do euro comercial e turismo, note que de um total de 28 países-membros da União Europeia (UE), apenas 19 adotam o euro como moeda oficial. Saiba quais são os países da Zona do Euro:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Chipre;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Espanha;
  • Estônia;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Irlanda;
  • Itália;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Países Baixos;
  • Portugal.

Você está com viagem marcada para a Europa? Veja o nosso checklist de viagem internacional com todos os documentos obrigatórios e recomendados para entrar no continente, é gratuito!

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas.
Compartilhe

André Aram

Jornalista, vive no Brasil e ama Portugal, tem passagens pela África, Europa e América do Norte/Sul. Além da paixão por viagens, também adora animais e apoia projetos de conservação de vida selvagem na África do Sul e Brasil.

Artigos Relacionados

Fechar