Seja para viajar a trabalho, aproveitar as férias ou até mesmo se mudar para a Europa, a compra de euros é sempre um fator essencial para o orçamento. Uma boa cotação e as melhores taxas podem garantir uma experiência melhor na sua viagem ou até uma economia do dinheiro que juntou, caso esteja indo para morar. Descubra neste artigo como comprar euro mais barato de forma segura e entenda qual o melhor método para o seu caso.

Pergunta Resposta
Onde posso comprar euro mais barato? A opção mais barata é comprar euro ainda no Brasil, depois de acompanhar a cotação da moeda por um período, em provedores como Wise e Remessa Online.
É mais barato comprar euro na Europa? Tende a ser mais caro, principalmente por conta da taxa (em euros) que é cobrada no momento de fazer o câmbio da moeda.
Como comprar euro com cartão de crédito? Existem bancos, casas de câmbio e fintechs (plataformas) que aceitam o cartão de crédito como forma pagamento, mas esse método pode encarecer a compra.

Como comprar euro mais barato?

Essa é a principal dúvida de quem vai viajar para a Europa ou para quem realiza investimentos fora do Brasil. O euro ainda é uma moeda cara para se comprar com reais e saber maneiras de economizar faz todo o sentido.

Quando for comprar euro, recomendamos que faça o seguinte planejamento para garantir a melhor cotação:

  1. Descubra quantos euros precisa comprar: a quantia vai influenciar no valor pago, por isso, faça as contas no detalhe de quanto vai precisar comprar para sua viagem, imigração ou investimento, por exemplo;
  2. Escolha os melhores métodos para realizar a compra: para comprar euro mais barato, a melhor forma é através de fintechs como a Wise, Remessa Online, Western Union, etc. Escolha pelo menos 3 favoritas para fazer cotações regularmente.
  3. Comece a acompanhar a flutuação do câmbio: o valor do euro varia muito durante o mês, por isso, olho nele. Dá para acompanhar pelo próprio Google ou por outros sites da sua confiança.
  4. Compre as poucos para aproveitar as melhores cotações: se você tem tempo, não compre tudo de uma vez assim que o euro baixar um pouco, pois pode ser que ele ainda baixe ainda mais. Nossa recomendação é comprar aos poucos, pois a oscilação é grande, essa tática garante as melhores taxas de conversão do real para o euro.
  5. Escolha bem o método de pagamento: existem métodos mais baratos que outros. Pagar com o cartão de crédito, por exemplo, é um dos métodos mais caros. É possível pagar com transferência bancária (costuma ser o mais barato), boleto, plataformas de pagamento (como Paypal), etc.

Pronto, seguindo esse planejamento, você vai conseguir comprar euro mais barato!

Quer outras dicas extras?

Preparamos para você:

  • Informe-se: a desvalorização do real acompanha o cenário econômico e político. Um escândalo de corrupção, uma fala mal vista dos governantes, a inflação e outros pontos se tornam o motivo para investidores travarem o investimento e, consequentemente, há uma desvalorização do real frente a outras moedas estrangeiras. Consequentemente fica mais caro comprar euro. Acompanhe os jornais, momentos de mais estabilidade política e econômica podem ser os melhores para comprar euro mais barato;
  • Considere as casas de câmbio e negocie: normalmente comprar euro em casas de câmbio sai mais caro do que através de fintechs, mas existem campanhas que podem valer a pena e também a possibilidade de negociar (especialmente em quantias elevadas).
  • Atenção com as taxas: existem várias taxas aplicadas e não tem como fugir delas, mas para deixá-lo mais informado, criou-se o Valor Efetivo Total (VET), que mostra exatamente quanto você está pagando pela moeda, os impostos inclusos, as taxas e as tarifas do serviço. Com esse processo mais transparente e com a pesquisa, você consegue comprar euro mais barato.

O Rafael, do canal “Rafael Lemos” conta qual a forma mais barata que encontrou para comprar euros para a sua viagem. Vale a pena conferir:

Qual o valor do euro para compra hoje?

Depende da cotação da moeda no dia. Cotação do euro hoje: R$0,00

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Comprar euro mais barato?

A melhor forma de garantir a moeda europeia é através de um cartão de débito internacional. Recomendamos o Cartão da Wise, ele é multimoeda, tem o melhor câmbio e você pode utilizá-lo para compras e transferências pelo mundo. Não perca dinheiro com taxas, economize com a Wise.

Cotar Agora →

Isso significa que para comprar 1 euro, temos que gastar R$0,00

O valor do euro varia por fatores como a demanda pela moeda do Banco Central, que atua quando ocorre uma instabilidade no mercado cambial, economia do momento, macroeconomia, cenário político, entre outros.

De forma simplificada, podemos dizer que a cotação da moeda funciona assim: se existe um movimento muito grande da moeda no mercado, empresas e pessoas comprando e vendendo, a cotação tem uma tendência a cair. O oposto também pode acontecer, quando a movimentação é baixa em relação à compra e venda, a cotação costuma aumentar.

Acompanhar e entender esses fatores que influenciam é importante para conseguir comprar euro mais barato e escolher qual o melhor momento para compra. É possível economizar e encontrar preços mais acessíveis. O ideal é conferir a cotação diária no site do Banco Central.

Onde posso comprar euro mais barato?

Existem diversas formas de comprar euro, as formas mais econômicas são:

  1. Através de transferência internacional para uma conta no exterior utilizando plataformas online (fintechs);
  2. Através de cartões de débito pré-pago internacionais;
  3. Através das casas de câmbio.

Normalmente, a maneira mais barata de enviar dinheiro para o exterior é usando as plataformas online de transferências internacionais. Neste caso, você precisa ter uma conta no exterior para transferir o dinheiro de forma econômica. Essas plataformas apresentam valores melhores, pois consideram o câmbio comercial.

Se você não tem uma conta no exterior, pode abrir uma conta na Wise, que é de graça e entrega o cartão no Brasil. Essa é a opção mais econômica para comprar euro mais barato.

Os cartões de débito pré-pagos também são uma excelente opção e há diversos disponíveis no mercado. Neles você vai pagar o IOF mais baixo (1,1%) do que no cartão de crédito e o câmbio utilizado é o câmbio comercial (mais barato que o câmbio turismo).

As casas de câmbio também podem ser mais econômicas se comparadas aos bancos, mas você pode ser um cliente especial para o seu banco, pode conseguir negociar taxas menores. Por isso esse assunto é algo muito relativo. Veja a seguir, as opções reconhecidas pelo Banco Central para compra de euro.

Como comprar euro mais barato por transferência internacional?

Transferir o seu dinheiro para uma conta no exterior com certeza é a melhor opção para comprar euro mais barato.

Como explicado, essas transferências devem ser feitas por plataformas online, para que a taxa valha a pena. As plataformas convertem o euro pelo câmbio comercial e possuem taxas bem baixas.

Existem várias opções confiáveis como Wise e Remessa Online, por exemplo. As operações em ambas as plataformas são bem simples e intuitivas. Você pode acessar as plataformas para fazer uma simulação.

É preciso ter conta no exterior?

Sim, para escolher este método de transferência internacional é que você precisa abrir uma conta no exterior, ou ter uma conta de uma pessoa confiável para enviar.

Isso porque, a transferência é realizada entre contas bancárias, uma no Brasil e outra no país de destino do dinheiro.

Simulação

Para entender de forma mais clara a conversão em diferentes métodos e a taxas aplicadas em cada um deles, fizemos uma simulação do envio de mil reais por meio de transferência internacional.

A comparação foi realizada no comparador de envio de dinheiro do Euro Dicas, em 25 de março de 2024.

Instituição Cotação da moeda Custo em taxas Total recebido
Remessa Online R$ 5,4036 R$ 28,56 179,78€
Wise R$ 5,4002 R$ 21,72 181,16€
PayPal R$ 5,3949 R$ 85,69 169,48€
Banco Itaú R$ 5,3949 R$ 161,00 155,52€

No momento da simulação, a Wise apresentou a melhor cotação. Contudo, dependendo do dia, a Remessa Online pode apresentar-se como melhor opção. Ambas as plataformas possuem variações muito parecidas e possuem um excelente serviço de transferência, com rapidez e segurança.

Cartão pré-pago internacional é uma boa opção para comprar euro mais barato?

Sim! O cartão pré-pago internacional é uma boa opção para quem prefere viajar sem levar muito dinheiro em espécie e não quer perder dinheiro em taxas do cartão de crédito.

Além de não viajar com muito dinheiro na mala, você tem a tranquilidade de colocar uma quantia no cartão e recarregar, caso seja preciso. Também é uma boa para se planejar e decidir quanto usar por dia, tendo mais controle da programação dos gastos.

Porém, também existem desvantagens nessa escolha. Você pode ter que pagar taxas extras para realizar saques, carregamentos e, dependendo do cartão, pode não ser aceito em todo lugar.

Cartão pré-pago da Wise

Existem várias opções de cartões pré-pagos no mercado, e o mais recomendado é o cartão Wise.

Com a conta multimoeda da Wise, você pode ir colocando dinheiro em conta e quando viajar, poderá utilizar o cartão pré-pago internacional nos estabelecimentos ou realizar saques. A conversão das moedas é realizada com base no câmbio do dia. A Wise entrega o cartão no Brasil.

Se quiser outras opções, pode pesquisar pela Revolut, por exemplo, que passou a operar no mercado brasileiro em 2023 ou pela Conta Global da Remessa Online, que começou a atuar em 2024.

Na casa de câmbio é mais barato comprar euro?

É uma solução intermediária. As casas de câmbio são especialistas no serviço de venda e compra de moedas estrangeiras e, normalmente, as taxas de comissão são menores. Porém, é importante estar atento à taxa de serviço e à taxa de câmbio.

Ao comprar euros na casa de câmbio, você vai pagar pelo serviço e o dinheiro ainda será convertido com a taxa de câmbio do euro turismo, que é um pouco mais alta. Para ter uma noção, o câmbio comercial do dia 25 de março de 2024 estava em R$ 5,40, já o câmbio turístico R$ 5,59.

Contudo, este é o método mais recomendado para quem pretende viajar com o dinheiro em mãos. Porém, é necessário verificar quais são as casas de câmbio reconhecidas pelo Banco Central para operar. Normalmente, as casas de câmbio são mais baratas que os bancos, que também são uma forma tradicional de operações de troca de moedas.

Homem segurando notas de euro e se perguntando como comprar euros mais barato
Comprar euro em casas de câmbio é uma solução prática para sair com dinheiro na mão – mas não é a mais barata

Outro fator importante em relação à compra de euros em casas de câmbio é o risco de assaltos e roubos. Não é recomendável andar com grandes quantias de dinheiro na rua.

Neste caso, pode ser uma vantagem comprar de uma casa de câmbio que venda online e que faça entrega do dinheiro na sua casa, mesmo que pague uma taxa adicional pelo serviço, vale a pena para diminuir qualquer tipo de risco.

Um lado positivo da casa de câmbio é a negociação. Você pode tentar negociar o valor, dependendo da quantia que for comprar e muitas vezes, conseguir um bom desconto. Além disso, existem plataformas que permitem fazer uma comparação em diferentes casas de câmbio e até mesmo fazer um lance de quanto está disposto a pagar na taxa.

Comprar euro em espécie ainda vale a pena?

Comprar euro em espécie pode ser uma opção econômica, mas intermediária. Explicamos o porquê.

Um método bastante conhecido, o câmbio em espécie ou papel-moeda funciona da seguinte forma: você entrega em reais e recebe em euro ou na moeda estrangeira. Trata-se, portanto, de uma conversão entre moedas.

Nesses casos, aqui no Brasil, você paga 1,1% de IOF e, geralmente, um spread de câmbio (diferença do euro comercial para o euro de venda) um pouco elevado. Isso porque é no spread que as instituições envolvidas (a casa de câmbio, o banco) colocam as suas margens de lucro. Além disso, com o papel-moeda, existem alguns custos, como logístico e de segurança.

Vale a pena comprar euro no banco?

Não vale a pena.

Os bancos são a opção mais tradicional para compra de moedas, mas se você está pesquisando como comprar euro mais barato, provavelmente esta não será a melhor escolha.

A não ser que você seja um cliente premium para o banco devido ao seu tipo de conta ou pelo relacionamento com o gerente. Enviar dinheiro para o exterior pelo banco ou realizar a compra de moeda estrangeira, na maioria das vezes sairá caro, por isso, faça bem as contas.

Os bancos realizam o câmbio da moeda usando o valor do câmbio turismo, que sempre é mais alto que o comercial. Adicione a isso uma taxa pelo serviço e também o IOF que incide sobre a compra. O valor pode acabar ficando mais caro que em outras plataformas e casas de câmbio, principalmente para montantes menores.

Impostos e taxas

Comprando euro no banco, você será cobrado pelo IOF e outras taxas, como:

  • Taxa administrativa: cobradas pelos bancos para converter a moeda;
  • Margem na taxa de câmbio: valor sobre a taxa de câmbio cobrado em transferências internacionais e compras de moedas;
  • IOF: 1,1% na compra do euro em espécie e 4,38% nos cartões pré-pago, débito e crédito.

É possível negociar com o banco?

Sim. Caso opte por comprar euros em bancos, a primeira dica é procurar o seu gerente para se informar sobre as taxas aplicadas e o valor do câmbio para cada método: cartão de débito ou crédito internacional, pré-pago, dinheiro em espécie, saque no caixa eletrônico no exterior ou transferências.

Diante das alternativas apresentadas e dependendo da quantidade de euro, pode aproveitar o papo para negociar com o seu gerente.

As plataformas online são seguras para comprar euro?

Sim. As plataformas online são uma boa opção para comprar euro mais barato. Através delas, você pode comprar dinheiro em espécie ou adquirir um cartão de débito. É importante ficar atento às diferenças de valor de cada método.

A vantagem das plataformas online é a comodidade e a segurança, já que você faz tudo da sua casa. Além disso, em algumas delas, você ainda pode fazer um lance de quanto está disposto a pagar pelo câmbio e esperar que alguma seguradora aceite a sua oferta.

Porém, é preciso observar as taxas cobradas, visto que é adicionada uma comissão da empresa e uma taxa de entrega para que o seu dinheiro seja entregue na sua casa. Conheça algumas das plataformas a seguir.

Western Union ou Moneygram é um bom negócio?

É uma boa opção, sim. Isso porque, tanto a Western Union quanto a Moneygram operam com uma grande vantagem em relação ao prazo: são os pagamentos para saque instantâneo.

Isso quer dizer que após fechar o câmbio, basta aguardar alguns minutos para receber um código de saque e, então, passar esse código para o beneficiário no exterior.

Quais as vantagens? É uma forma rápida e tem alíquota de imposto de 0,38% para terceiros. No entanto, o spread de câmbio costuma ser mais alto. Então vale atenção nesse ponto.

Melhores casas de câmbio para comprar euro

Veja as empresas mais recomendadas:

Travelex Confidence

A Travelex Confidence é uma fusão da maior casa de câmbio do Brasil, a Confidence, com a empresa britânica Travelex, que adquiriu parte do Grupo Confidence em 2013, e hoje possui mais de 100 lojas físicas espalhadas pelo Brasil.

Na plataforma é possível comprar e vender diversas moedas estrangeiras em espécie: dólar, euro, libra esterlina e muitas outras. Além disso, é possível fazer transferências internacionais, adquirir um cartão pré-pago, enviar dinheiro via Moneygram, entre outras funcionalidades.

Melhor Câmbio

No Melhor Câmbio você encontra uma tabela com o valor de cada moeda, em cada cidade, em tempo real. Analisando as cotações do dia, o comprador faz uma oferta do valor que quer pagar pela moeda.

A primeira casa de câmbio que concordar com o valor entra em contato para acertar o pagamento e entrega.

Cotação

Na plataforma Cotação, você pode realizar a compra de mais de 20 moedas estrangeiras, incluindo o euro. No site, você pode personalizar a cotação para compra de euro em espécie, cartão pré-pago de viagem ou para enviar remessas de dinheiro para o exterior.

Cartões virtuais que atuam na Europa

Outra opção para comprar euro mais barato é solicitar cartões virtuais. Porém, é necessário ter um endereço fixo em um dos países europeus que esses bancos digitais atendem, para abrir uma conta bancária e receber o cartão. Se você tiver, com certeza é uma opção bastante econômica.

Conheça alguns dos cartões virtuais disponíveis a seguir.

1. Cartão Wise

Ao abrir conta na Wise é possível solicitar um cartão internacional pré-pago. Com ele é possível pagar em lojas que aceitem cartões da bandeira Mastercard, sacar dinheiro e também fazer pagamentos online. O cartão disponibiliza recargas e pagamentos em mais de 50 moedas, o que evita custos de câmbio cobrados pelos bancos tradicionais em cartões internacionais.

O cartão Wise no Brasil já pode ser solicitado, basta abrir a conta multimoedas e fazer a solicitação para que o cartão seja enviado para o endereço cadastrado.

2. N26

O N26 é um banco digital que presta todos os serviços através do aplicativo e site e também oferece o cartão virtual. O banco possui transferência internacional com câmbio médio de mercado e as suas remessas são feitas em parceria com a Wise. O cartão N26 possui algumas vantagens:

  • Bandeira Mastercard, que usa o câmbio Mastercard;
  • Compras e pagamentos internacionais sem margem de receita no câmbio;
  • Plano gratuito em que você paga 1,7% quando saca convertendo moeda;
  • 3 saques gratuitos por mês;
  • Você escolhe os limites mensais no aplicativo;
  • Você ativa e desativa pagamentos online e saques quando quer.

Podem abrir conta no N26 somente brasileiros que residentes em outros países em que o banco atua. O banco chegou a ter uma operação no Brasil, mas deixou de operar em solo brasileiro no final de 2023.

3. Revolut

A Revolut é uma empresa segura e econômica que também oferece cartões virtuais e pode ajudar a economizar em viagens. Com o cartão da Revolut é possível fazer transferências instantâneas e até compras online. Desde maio de 2023, é possível abrir conta na Revolut no Brasil.

Ao abrir conta na Revolut é possível acesso ao cartão virtual, com o qual dá para fazer praticamente tudo que é necessário. Mas, se pretende ter um cartão de débito em formato físico para realizar pagamentos de maneira tradicional, precisa solicitar um cartão da rede Visa ou Mastercard, sem custos.

Pessoa sacando dinheiro
Optando pelas plataformas digitais, você garante as melhores taxas e câmbio comercial

Entenda as taxas que incidem na operação

Existem taxas embutidas no câmbio de moedas. A taxa de câmbio é a relação entre o real e o euro. Quando falamos em troca de dinheiro, devemos nos basear no valor do euro turismo, que tem um preço mais alto, embutido na taxa de câmbio.

Imposto sobre Operações Financeiras – IOF

A taxa IOF é o tributo federal que está sempre presente nas operações de câmbio, crédito, seguros ou mesmo em operações de títulos e valores mobiliários. A alíquota do IOF varia de 0,38% a 4,38% nas operações de câmbio.

A taxa de 0,38% incide sobre o valor de todas as remessas internacionais para contas de terceiros, a taxa de 1,1% incide sobre o valor das compras de moeda em espécie e transferência internacional para uma conta da mesma titularidade.

Já a taxa de 4,38% incide sobre o valor das transações realizadas no exterior com cartões de débito, de crédito ou com cartões pré-pagos internacionais.

Tarifa de comissão

A tarifa de comissão é a valor cobrado por cada instituição para realizar o serviço de troca da moeda. Ela não é obrigatória nem pré-definida, por isso, varia de uma instituição para outra.

Taxa de entrega

Por comodidade, muitas pessoas preferem que o dinheiro seja entregue em casa. Nesse caso, você deve estar atento ao valor que será cobrado pelo serviço, que também varia conforme o fornecedor.

Agora que você já conhece as melhores formas de comprar euro mais barato, basta escolher a opção que melhor se encaixa no seu perfil e realizar a compra. Utilize o nosso comparador de envio de dinheiro sempre que precisar realizar uma transferência internacional para garantir que estará pagando o valor mais baixo.