Câmbio de moedas

Como comprar euro mais barato: dicas para economizar

A Europa é um dos destinos preferidos dos brasileiros. Mas muitos viajantes ainda não sabem como comprar euro mais barato e poupar na viagem. E não é difícil!

Existem diversas formas de fazer o câmbio de moedas. Nesse artigo, tiramos todas as suas dúvidas sobre como fazer o câmbio de maneira mais simples e econômica. Acompanhe!

Comprar euro mais barato: qual a melhor forma?

Muitas vezes, as formas mais tradicionais de fazer câmbio não são as mais vantajosas. Veja os prós e contras das principais abaixo.

Os bancos não são a melhor opção

A forma mais tradicional de realizar câmbio é através dos bancos, entretanto alertamos que se você quer saber como comprar euro mais barato, provavelmente não será através dos bancos que você vai conseguir economizar.

Os bancos fazem o câmbio da moeda utilizando o valor do câmbio turismo – que é sempre maior do que o câmbio comercial. Além disso, as taxas de administração dos bancos são sempre mais elevadas, tornando a transação mais cara.

Impostos incidentes

Ao comprar euro no banco em que você é correntista, será cobrado o IOF e outras taxas. Veja abaixo quais são elas:

  • Taxa administrativa: tarifa cobrada por bancos para fazer a conversão da moeda;
  • Margem na taxa de câmbio: valor incluído na taxa de câmbio e é cobrada na realização de transferências internacionais e na compra de moeda;
  • IOF: 1,1% cobrado na compra do euro em espécie e 6,38% em cartão pré-pago.

Pode ser possível negociar

Se você tiver um pacote de serviços diferenciado no seu banco e um bom relacionamento com a gerência, pode conseguir negociar, mas normalmente o valor é mais caro.

comprar euro no banco é mais caro

Comprar euro mais barato em casas de câmbio

As casas de câmbio são uma boa alternativa na hora de saber como comprar euro mais barato, pois possuem melhores preços que os bancos na hora de comprar euro em nota, pois trabalham com taxas de administração mais baixas – já que esse é a principal atividade comercial dessa instituição.

Quanto maior o valor comprado nas casas de câmbio, maior o seu poder de negociação da taxa de administração cobrada.

Impostos e taxas incidentes

Quem decide comprar euro na casa de câmbio precisa pagar o IOF (Imposto sobre Operações Financeiros) sobre o valor convertido. A alíquota desse imposto é de 1,1% para compra da moeda em espécie e 6,38% no cartão pré-pago.

Mas além do imposto, a casa de câmbio ainda desconta outras taxas como a tarifa do serviço e a margem de lucro na taxa de câmbio.

Cartão pré-pago internacional é uma opção ainda mais cara

Comprar moeda em espécie é uma boa alternativa se comparado com o cartão pré-pago ou de crédito. O principal motivo é que, na conversão do dinheiro em espécie é cobrada uma taxa de 1,1% de IOF, enquanto nas outras opções a taxa do imposto é de 6,38%.

Casas de câmbio virtuais

Na internet é possível encontrar várias casas de câmbio virtuais nas quais você pode fazer cotações para verificar o preço do euro. Abaixo, há alguns sites confiáveis para fazer a conversão com segurança:

Aproveite e confira como funciona o BeeCâmbio.

Com transferências internacionais, a transação fica mais barata

Por outro lado, as transferências internacionais feitas em plataformas online é uma opção mais barata do que a compra de dinheiro em espécie.

Isso porque algumas dessas plataformas convertem o euro pelo câmbio comercial, além de que alíquota de IOF para transferências online varia de 0,38% na operação entre contas bancárias de titulares diferentes e 1,1% para contas do mesmo nome.

Portanto, se você tiver uma conta no exterior ou puder enviar para alguém da sua confiança, a transferência de dinheiro online é a melhor maneira para comprar euro mais barato.

Simulação de compra de mil euros

Para tornar isso mais claro, fizemos uma simulação da compra de 1.000 euros de diferentes formas: compra em espécie, compra em cartão pré-pago internacional e transferência internacional por plataformas online.

Para tal, utilizamos a agência Confidence Câmbio e a plataforma online de envio de dinheiro TransferWise. Compare os valores e descubra qual a melhor opção de como comprar euro mais barato.

Instituição Método Cotação da moeda IOF Custo total Total pago 
Confidence Câmbio Compra em espécie Turismo – margem de lucro IOF (1,1%) R$2,99 + IOF+ margem do câmbio R$4.999,86
Confidence Câmbio Cartão pré-pago internacional Turismo – margem de lucro IOF (6,38%) R$2,99 + IOF+ margem do câmbio R$5.298,98
TransferWise Transferência internacional Comercial – sem margem de lucro 1,1% R$ 23,60 (já com IOF incluído) R$4.885,35

* Simulação realizada no dia 25 de fevereiro de 2020

Como você pode perceber, para a compra de 1.000 euros, a transferência feita pela TransferWise custa bem mais barato (R$114,41 a menos que a compra de espécie na casa de câmbio e R$413,63 a menos que o carregamento de cartão pré-pago).

Isso porque na transferência acima, utilizamos o pressuposto que está enviando para a conta do mesmo titular no exterior, ou seja, foi aplicado o IOF de 1,1%. Caso o envio seja feito para a conta no exterior de outra pessoa, o IOF seria de 0,38% e por isso o custo de 1.000 euros cairia para R$4.849,98.

Nossa sugestão

Para saber como comprar euro mais barato é preciso estar atento a uma série de fatores que já vamos falar logo abaixo. Agora, se você tem uma conta no exterior ou vai viajar com alguém que tenha, o melhor a fazer para economizar é o seguinte:

  • Transferir dinheiro para a conta no exterior através de plataformas online, como a TransferWise, por exemplo;
  • Comprar uma quantia suficiente para os primeiros dias na casa de câmbio. Vamos supor que você irá precisar de 1.000 para sua viagem: compre 150 euros em casa de câmbio e envie o restante para a conta no exterior.

Dessa forma, você já sai do Brasil com a espécie em mãos para eventuais necessidades, deslocamento, imigração, alimentação etc e economiza dinheiro ao transferir online.

Lembrete importante

Lembre-se que para entrar na Europa, a imigração pode exigir de você o comprovante financeiro, ou seja, dinheiro suficiente para se manter no país. Ele pode ser comprovado com extrato bancário, dinheiro em conta-corrente, limite do cartão de crédito, etc. Saiba tudo sobre o comprovante financeiro para Europa e qual utilizar nesse artigo.

como comprar euro mais barato com transferências internacionais

Os cartões pré-pagos e cartões de crédito não valem a pena?

É importante saber que apesar de os cartões virtuais e de crédito serem práticos, não são a opção mais econômica. As operadoras cobram taxas de saques, IOF de 6,38% e margem de lucro na taxa de câmbio.

E tem mais! No cartão de crédito, a cotação do câmbio é cobrada no final do mês e não no dia da compra. Você não sabe o quanto vai ser descontado da sua conta até o fim do mês e pode ter uma surpresa bem negativa.

Cartões virtuais que atuam na Europa

Outra opção é solicitar cartões virtuais como o Borderless Card, emitido pela TransferWise, ou algum dos cartões do Banco digital N26. No entanto, é preciso ter um endereço fixo na Europa para poder abrir a conta bancária e receber o cartão.

Se você tiver, também é uma opção econômica para comprar euro mais barato.

Dicas para economizar na hora de comprar euro

Mas e como comprar euro mais barato? A boa notícia é que existem dicas simples que podem te ajudar a economizar na sua próxima viagem. Confira abaixo cada uma delas e coloque-as em prática.

1. Acompanhe a cotação

O câmbio varia diariamente e é preciso acompanhar de perto essas mudanças. Uma boa dica para fazer isso, é acessando comparadores de câmbio na internet como os das seguintes instituições:

  • BeeCâmbio;
  • Câmbio Net;
  • Câmbio Store;
  • Melhor Câmbio.

A cotação do euro e de outras moedas é comparada com os valores de outras casas de câmbio do Brasil. Assim, você pode comprar e acompanhar a cotação do euro hoje.

2. Confira o Valor Efetivo Total (VET)

De acordo com o Banco Central, todas as instituições que são autorizadas a vender moedas estrangeiras devem informar qual o valor total da transação. Além disso, é preciso discriminar os encargos cobrados aos consumidores.

Essa determinação surgiu porque existem diversos tipos de custos para realizar esse tipo de transação, entre eles destacam-se a taxa de câmbio e a taxa de serviço. Devido a essa diversidade, ela pode confundir os clientes na hora de saber o valor que deverá ser pago.

Por isso, é importante acompanhar o VET com atenção para não pagar mais caro na hora de comprar o euro. Acompanhe o ranking VET no site do Banco Central do Brasil.

3. Mantenha-se atualizado

Outra dica de como comprar euro mais barato é manter-se atualizado sobre a economia. Para tanto, leia jornais e acompanhe sites especializados para ver a cotação e saber o melhor momento para fazer a compra.

Acesse também o comparador de taxas de câmbio, que te apresenta uma lista de casas de câmbio no seu estado que têm a melhor cotação.
Dessa maneira, você evita fazer o câmbio de última hora e pagar mais caro por isso.

4. Saiba o limite de valor que pode ser levado em sua viagem

Você pode levar consigo na sua viagem internacional no máximo R$10.000 (ou o equivalente em euros).

5. Informe-se e se planeje

É muito importante que você se informe, planeje e pesquise as taxas e o valor do câmbio durante meses antes de sua viagem (pelo menos três meses) para fazer um bom negócio.

6. Evite trocar o dinheiro de uma só vez

Se possível, não troque o dinheiro de uma só vez. Dessa forma, você consegue taxas melhores e uma mais alta compensa a outra mais baixa, tendo a probabilidade de conseguir melhores preços na cotação.

7. Nos bancos ou em aeroporto sai mais caro

As casas de câmbio normalmente oferecem preços melhores na troca da moeda do que os bancos.  Mas para economizar, evite também realizar a troca do dinheiro no aeroporto, pois as taxas são maiores. As casas de câmbio dentro da cidade são mais baratas.

como comprar euro mais barato dicas

8. Prefira trocar o dinheiro no Brasil para negociar taxas

Se tiver conta no exterior, é muito mais vantajoso transferir dinheiro para ela do que fazer o câmbio ainda no Brasil.

Mas, caso não tenha conta no exterior, o ideal é trocar seu dinheiro (ou boa parte dele) no Brasil. Assim, tem como negociar, na sua língua, melhores preços da moeda.

Veja aqui como abrir uma conta no exterior.

9. Não utilize o mercado paralelo

Realize o câmbio em uma instituição autorizada pelo Banco Central a realizar operações financeiras e evite o mercado paralelo.

Comprar euro mais barato: conclusão e resumo

  • Se você tem uma conta na Europa ou tem alguém da sua confiança com conta, prefira enviar dinheiro para a conta pela TransferWise (ou outra plataforma que você preferir);
  • Prefira fazer a compra de euros em espécie em casa de câmbio ao invés dos bancos, é mais barato, dá para negociar e ainda dá para receber os euros em casa pelo serviço de delivery;
  •  Evite usar o seu cartão de crédito na viagem: além de pagar o IOF de 6,38%, você ainda fica dependente das flutuações cambiais;
  • Os cartões pré-pagos também custam caro por causa do IOF de 6,38%, só vale a pena se você não tiver como transferir dinheiro online e precisar gastar mais dinheiro do que o limite em espécie;
  • Prefira fazer o câmbio do dinheiro no Brasil, fica mais barato.

Entenda as taxas que incidem na operação

Há taxas embutidas no câmbio de moedas. A taxa de câmbio é a relação entre o real e o euro. Quando falamos em troca de dinheiro, devemos nos basear no valor do euro turismo, que tem um preço mais alto, embutido na taxa de câmbio.

Imposto sobre Operações Financeiras – IOF

O IOF é o tributo federal que está sempre presente nas operações de câmbio, crédito, seguros ou mesmo em operações de títulos ou valores mobiliários. A alíquota do IOF varia de 0,38% a 6,38% nas operações de câmbio.

A taxa de 0,38% incide sobre o valor de todas as remessas internacionais para contas de terceiros, a taxa de 1,1% incide sobre o valor das compras de moeda em espécie e transferência internacional para uma conta da mesma titularidade. Já a taxa de 6,38% incide sobre o valor das transações realizadas no exterior com cartões de débito, de crédito ou com cartões pré-pagos internacionais.

Tarifa de comissão

A tarifa de comissão é a valor cobrado por cada instituição para realizar o serviço de troca da moeda. Ela não é obrigatória e, por isso, varia de uma instituição para outra.

Taxa de entrega

Por comodidade, muitas pessoas preferem que o dinheiro seja entregue em sua casa. Nesse caso, você deve estar atento ao valor que será cobrado pelo serviço, que também varia de acordo com o fornecedor.

Veja também como fazer remessa de dinheiro para o exterior.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas.
Compartilhe

Andrea Côrtes

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.

Carolina Carvalho

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.

Artigos Relacionados

Fechar