Sistema de educação em Portugal: entenda como funciona

Portugal  / 

Certamente, você já ouviu falar muito da qualidade da educação em Portugal. De fato, além de primordialmente gratuita, ela é sim de muita qualidade. Quer entender como funciona o sistema de educação em Portugal? Vamos te explicar neste artigo.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Sistema de educação em Portugal: infantário

O ensino básico, e obrigatório, em Portugal começa aos seis anos de idade. Antes disso, é possível utilizar o chamado infantário, que é o equivalente às creches no Brasil, e aceitam bebês a partir dos 3 meses de idade.

Não é fácil conseguir vaga em infantários públicos

Existem poucas vagas no infantário, seja ele público ou privado. Em geral, há os infantários mantidos pelo governo, os da iniciativa privada e as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), mantidas por paróquias ou fundações.

O mais comum é o infantário particular e a mensalidade custa, em média, 150 euros (em Lisboa, pode chegar a 300 euros). Mesmo assim, conseguir uma vaga é tão difícil que alguns casais entram na lista de espera assim que descobrem a gravidez.

Os infantários costumam abrir entre 7h e 8h e funcionar até 18h ou 19h. Eles permitem que as mães combinem horários para amamentação. A abertura de vagas acontece em setembro, mas desde janeiro é possível já fazer inscrições.

Sistema de educação em Portugal: ensino básico

O sistema obrigatório de ensino português é dividido em três níveis: ensino básico, secundário e superior. A criança inicia os estudos com 6 anos e passa por 12 anos de estudo no total.

Na realidade, o sistema português é bem semelhante ao brasileiro:

  • 1º ciclo (1º ao 4º anos de escolaridade);
  • 2º ciclo (5º e 6º anos de escolaridade);
  • 3º ciclo (7º ao 9º anos de escolaridade).

Os alunos do 1º ciclo precisam cumprir uma carga horária de 25 horas semanais. Já no 2º e no 3º, as jornadas passam a ser de 30 horas semanais.

As aulas costumam ir das 9h às 15h30. O ano letivo em Portugal é diferente do Brasil. O semestre começa no mês de setembro e vai até janeiro do ano seguinte. Continua de fevereiro a junho. As férias escolares vão de junho a setembro, os meses de verão europeu.

Professores preparados para alunos estrangeiros

Para os imigrantes, uma ótima notícia: professores e alunos são motivados a promover a inclusão dos alunos estrangeiros, que geralmente são muito bem recebidos.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Sistema de educação em Portugal: ensino secundário

Para continuar o ensino em Portugal, entra-se no secundário, que equivale ao ensino médio brasileiro. Ele vai do 10º ao 12º ano. Depois disso, os alunos estão habilitados para ingressarem na graduação.

sistema de educação em Portugal sala de aula

Qualidade do ensino público é alta

A taxa de analfabetismo em Portugal situa-se nos 5,23%, sendo que as regiões Alentejo, Madeira e Centro apresentam valores acima da média nacional.

Isto quer dizer que 95% da população é alfabetizada. Comparativamente ao Brasil, cuja taxa de alfabetização é de 91,3%, Portugal está melhor. Já comparado a Itália, França e Alemanha, que apresentam taxas de 99%, o país ainda tem o que melhorar.

A qualidade do ensino público, no entanto, não é questionável e prova disto é que escola particular em Portugal é  frequentada apenas por uma classe “A+”, e com mensalidades que chegam a 800 euros. A classe média frequenta escola pública.

Quer saber como morar, trabalhar ou estudar tranquilamente em Portugal?

A Atlantic Bridge é o parceiro que nós recomendamos para ajudar a planejar e concretizar o seu sonho de vir para Portugal.

SABER MAIS »

Geralmente as crianças recebem na escola um bom ensino em línguas e terminam os estudos falando fluentemente inglês e mais um idioma (geralmente alemão ou francês). Os esportes também são levados a sério.

Escola pública, mas não 100% gratuita

As escolas não são totalmente gratuitas em Portugal. Mesmo não pagando mensalidades, os pais pagam valores pela alimentação e pelo material escolar dos filhos. Os valores praticados dependem do imposto de renda de cada cidadão: quem ganha mais, paga mais, e vice-versa.

A matrícula da criança é sempre feita em um endereço próximo à casa da família. E nas escolas mais conceituadas é comum ter fila de espera.

Confira como matricular filhos nas escolas portuguesas.

Sistema de educação em Portugal: graduação

No ano de 2006, as universidades de Portugal aderiram ao Tratado de Bolonha, do qual fazem parte 29 países da Europa. O Tratado foi a maneira encontrada para garantir uma qualidade similar entre as instituições de ensino dos diferentes países, a fim de modernizar e internacionalizar o ensino superior.

O ensino é dividido em três ciclos de estudos – licenciatura, mestrado e doutoramento (doutorado).

A licenciatura têm duração de três anos (seis semestres).

Após a licenciatura concluída, é possível entrar no mestrado, que dura entre um ano e meio a dois anos.

Depois do mestrado, o doutoramento tem duração de 3 a 4 anos.

As aulas no ensino superior costumam ter uma grade que se espalha entre manhã, tarde e noite, sendo difícil para o estudante manter uma rotina de estudos e trabalho. A vantagem é a dedicação exclusiva. Apenas na pós-graduação é que o estudante encontrará a opção de cursos apenas noturnos, viabilizando o trabalho concomitante ao estudo.

Confira um ranking com as melhores universidades de Portugal e como se candidatar.

Ranking das melhores universidades

Em recente ranking que aponta as melhores universidades do mundo, publicado pela Quacquarelli Symonds (QS), a Universidade do Porto é a mais bem posicionada e aparece na 328ª posição, já a Universidade de Lisboa está na 345ª colocação e a Universidade Nova de Lisboa na 405ª.

Conheça as universidades de Portugal que aceitam o Enem.

A USP (Universidade de São Paulo) está na 118ª posição e a Unicamp na204ª, ou seja, no Brasil o ensino superior aparece mais bem posicionado do que Portugal.

Bons resultados constantes

Os bons resultados da educação portuguesa no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) tem chamado a atenção do mundo todo. O teste Pisa é considerado o maior do mundo, envolve meio milhão de alunos a cada três anos, e serve para avaliar o sistema educativo de cada país.

Nos últimos anos, Portugal passou das últimas posições entre os países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), para um nível acima da média de todos os países da organização.

Portugal conseguiu que seus alunos de 15 anos ficassem acima da média nos três domínios avaliados pelo Pisa: ciências, leitura e matemática. E o avanço vem se confirmando de ano em ano, como demonstrado na tabela abaixo. Ou seja: estuda-se bem em Portugal.

Ciências Leitura Matemática
2000 459 pontos 470 pontos 454 pontos
2003 468 478 466
2006 474 472 466
2009 493  489 487
2012 489 488 487
2015 501 498 492

Também já demos algumas dicas para conseguir estudar em Portugal de graça.

Portugal subiu uma posição no ranking de educação da ONU em 2018

De acordo com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), em 2018 Portugal subiu uma posição em relação a 2017 ficando na 41ª posição mundial no ranking da educação enquanto o Brasil se manteve no 79º lugar ficando atrás da Venezuela (71º), México (77º) e Azerbaijão (78º).

Salários dos professores em Portugal

Outra curiosidade é quanto ganham os professores de escolas públicas em Portugal. Conforme os dados do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa, em 2018, um professor de primeiro nível (iniciante na carreira) em Portugal, ganhava em média 1.518,63€ por mês. A partir desse nível o valor vai aumentando de acordo com um índice estabelecido no país, podendo chegar até 3.364,29 € por mês.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Cláudia Zucare Boscoli trabalha como jornalista há 20 anos, tendo se formado na Cásper
Líbero, com extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha),
especialização em Marketing Digital pela FGV e pós-graduação em Jornalismo Econômico
pela PUC-SP. Já trabalhou para IstoÉ Online, O Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo e
Editora Abril, entre outros veículos. Adora viajar, conhecer novas culturas e contar o que
descobriu.

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.