Veja sobre trabalho voluntário na Europa e como se inscrever no programa

Como fazer trabalho voluntário na Europa

Europa  / 

Todo mundo deveria, pelo menos uma vez na vida, trabalhar com voluntariado. Seja visitando doentes nos hospitais, jogando xadrez com idosos num asilo ou contando histórias em um abrigo infantil, a experiência permite ver o mundo e as pessoas ao redor com outros olhos e traz um conhecimento que nem mesmo as melhores escolas poderia trazer.

Ajudar o próximo é enriquecedor, e quando feito no exterior torna-se uma experiência ainda mais completa pelo contato com outras culturas e línguas. Veja como fazer trabalho voluntário na Europa.

Como fazer trabalho voluntário na Europa

O trabalho voluntário na Europa é um caminho encontrado por muitas pessoas para viajar enquanto conhece a fundo outras culturas e modos de viver, além de ter contato direto com outro idioma e vivenciar outras realidades.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

É um modo de viajar mais edificante, pois permite o crescimento pessoal e o auxílio a quem precisa. Existem várias modalidades de trabalho voluntário na Europa e com certeza um deles se encaixa no que você busca.

Onde procurar trabalho voluntário na Europa

Se a ideia é atuar em projetos voluntários, sejam eles de meio ambiente ou sociais, um bom começo é acessar o Portal Europeu da Juventude, o qual divulga oportunidades de voluntariado em diferentes esferas através do Serviço Voluntário Europeu.

Basta informar seu país de origem, o país que gostaria de trabalhar, o projeto que lhe interessa e o período de duração. É preciso ter entre 18 e 30 anos para participar e os programas tem duração entre dois e 12 meses.

Não deixe de ler, também, como trabalhar no exterior.

Volunteer Abroad

Outra plataforma é o Volunteer Abroad, que oferece oportunidades para quem está viajando e pode arcar com os custos do trabalho voluntário na Europa. Dá para escolher projetos nas áreas de saúde, ensino, meio ambiente, abrigos infantis e direitos das mulheres

AMI

A AMI (Assistência Médica Internacional) recruta médicos, enfermeiros, nutricionistas, assistentes sociais, engenheiros, advogados e profissionais de diferentes áreas para atuar tanto na sede em Portugal quanto em países em situação de guerra, catástrofes naturais, fome e subdesenvolvimento.

AIESEC

Através da AIESEC é possível participar do programa Voluntário Global, que recruta jovens entre 18 e 30 anos que estejam na graduação e tenham interesse em abraçar causas mundiais e desenvolver autoconhecimento, confiança e liderança.

Outros sites

Sites como Worldpackers e Workaway conectam viajantes e anfitriões interessados em receber turistas de todo mundo.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Os interessados em trabalho voluntário na Europa podem pesquisar pessoas, estabelecimentos e projetos que possam lhe dar um teto e refeições em troca de mão de obra.

Veja o que já escrevemos sobre o Worldpackers, o que é e como funciona.

Opções de voluntariado

No geral, os projetos que mais atraem interessados são voltados para comunidades carentes e periféricas, além de apoio em zonas de guerra e afetadas pela fome e pela miséria.

Embora os programas desse tipo sejam mais voltados para a África e países asiáticos carentes, na Europa é possível encontrar trabalho voluntário especialmente nessas áreas:

  • Cuidados com idosos;
  • Conservação do meio ambiente;
  • Apoio a crianças carentes e órfãs;
  • Garantia dos direitos da mulher;
  • Acesso à educação.

Por que fazer trabalho voluntário na Europa?

Por que fazer trabalho voluntário na Europa

Além de ser uma experiência completamente distinta de um intercâmbio ou um mochilão, o trabalho voluntário em outros países permite o contato com culturas diferentes e conscientização sobre o impacto de suas atitudes no mundo, além da capacidade e habilidade de fazer a diferença.

O trabalho voluntário na Europa é oportunidade de contribuir para causas que lhe tocam o coração e sair da zona de conforto; afinal, é muito fácil falar em ajudar o mundo, mas quantas pessoas realmente põem a mão da massa?

Outros pontos positivos em se voluntariar

E se os motivos humanos ainda não te convenceram, saiba que muitas empresas e universidades valorizam profissionais que atuaram como voluntários. Além disso, você ainda terá contato com outro idioma e pode aprender a falar outra língua. Ponto para o voluntariado!

Requisitos para voluntariado

O que é preciso para trabalho voluntário na Europa

Primeiro, ter entre 18 e 30 anos. A maioria dos programas de voluntariado exigem essa faixa etária, pois preferem jovens que estão na graduação, mas alguns são mais flexíveis e aceitam pessoas mais velhas – principalmente aqueles que exigem experiência profissional.

Em relação aos documentos, vale lembrar que os países que fazem parte do Espaço Shengen não exigem visto de turista para viagens até 90 dias, sendo possível estender por mais 90 dias.

Para isso, o voluntário precisa:

  • Estar dentro do limite de idade estabelecido pelo país de acolhimento;
  • Demonstrar que, durante a sua estada, a organização de serviço voluntário se responsabiliza por si e garante todos os seus cuidados de saúde;
  • Demonstrar que possui acordo com a organização responsável pelo programa de serviço voluntário, que estabeleça as suas tarefas, as horas de trabalho e, eventualmente, o tipo de formação de que necessita, bem como explicar o modo como vai ser supervisionado, e identificar os fundos disponíveis para cobrir os custos da sua estada (viagem, subsistência, alojamento).

Documentos obrigatórios

E claro, também é necessário obter um seguro de viagem com cobertura de, no mínimo, 30 mil euros, passaporte e documentos de identificação.

Segundo informações do Portal da Imigração, será preciso ainda requerer uma autorização de residência para fins de trabalho voluntário com duração idêntica ao trabalho/programa, dentro do período máximo de um ano.

Se você ainda não tem seu documento para viajar, veja como tirar o passaporte brasileiro. Se você gostou deste artigo, deixe seu comentário. Me conta se você pensa em fazer trabalho voluntário na Europa.

Clara é natural do interior de São Paulo e tem muito orgulho do sotaque caipira. Jornalista que adora gatos, tatuagens e livros, vê o mundo de cabeça para baixo e tem como vícios memes da internet e soltar piadas inesperadas no meio de uma conversa.