Trabalhar no exterior: saiba como é, se vale a pena e como conseguir

Europa  / 

As dúvidas sobre trabalhar no exterior são muitas: “Como é?“, “Por onde começar?” “Como preparar a candidatura“, “Vale a pena?“. Nesse texto vamos sanar as suas dúvidas sobre trabalhar no exterior. Acompanhe e conheça o passo a passo.

Como é trabalhar no exterior?

Muitas pessoas que já estão no mercado de trabalho estão buscando uma maneira de mudar de vida. A busca de segurança, qualidade de vida e novas aventuras alimentam esse sonho e trabalhar no exterior pode ser a maneira de você o alcançar.

Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil.


Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem. Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para a sua viagem.

FAZER COTAÇÃO »

E porque não?

Trabalhar no exterior é uma ótima maneira de melhorar o currículo, desenvolver suas capacidades, conhecer novas culturas, aprender novas habilidades. Entretanto, você deve saber que trabalhar no exterior é um pouco diferente de trabalhar no Brasil.

Diferenças culturais entre trabalhar no exterior e no Brasil

As diferenças culturais são grandes e o processo de adaptação no exterior pode levar alguns meses (ou anos). É importante que você chegue de peito aberto, sem preconceitos e com vontade de aprender uma nova cultura, uma nova forma de trabalhar, uma nova língua e novos hábitos.

Ao trabalhar no exterior, você terá que lidar com horários diferentes, formas diferenciadas de trabalho e um ambiente mais formal, muitas vezes.

Cada empresa é diferente

Cada empresa é diferente e, mesmo que seja a mesma área de atuação, você vai aprender novas maneiras de fazer as coisas. E isso vai acontecer ainda mais no exterior, em que tudo é novo. Entrei em algumas empresas que me pediram para esquecer alguns processos de trabalho que eu usava no Brasil depois que expliquei como era feito na empresa “brasileira”.

E isso é bom, pois é uma ótima oportunidade de aprender coisas novas e se desenvolver.

As pessoas são mais diretas no exterior

Por outro lado, cada empresa tem a sua cultura (assim como acontece no Brasil), mas aqui (em Portugal) você tem que aprender que as pessoas são mais diretas a falar com você sobre tudo (erros e acertos) então você tem que estar com a cabeça aberta para receber críticas sem se chatear. Nós brasileiros temos o hábito de rodear, falar as coisas com jeitinho, aqui na Europa eles são mais diretos, falam na lata e não é falta de educação, é diferença cultural mesmo.

Esteja atento e seja oportuno

Para conseguir se adaptar, você precisa observar muito e ser oportuno nas suas intervenções. Analise e veja como são as novas regras e como as pessoas do trabalho se comportam, aos poucos você estará inserido e conseguirá se adaptar. Basta estar disposto a mudar e apreender (e reaprender) sempre.

Veja qual é e se você tem o perfil certo para morar no exterior.

É fácil trabalhar no exterior?

Eu acho sempre difícil responder a essa questão. Até porque tudo depende do quanto você é um flexível ou não às propostas e mudanças e se já tem alguma proposta de trabalho ou não.

Mas de uma forma geral as coisas são mais ou menos assim:

Quando já temos um trabalho

Tudo é questão de adaptação, tem que se adaptar à língua, aos horários, aos processos, à maneira de lidar com os colegas de trabalho e os superiores, ou seja, tem que aprender a fazer parte da cultura da empresa.

Quando ainda não temos trabalho

Fica um pouco mais complicado. A busca por trabalho na sua área pode ser uma barreira muito grande para a sua mudança. Por isso você tem que procurar nos sites das próprias empresas e nos sites de empregos dos países.

Veja o que escrevemos sobre encontrar emprego no exterior, estando ainda no Brasil.

Como trabalhar no exterior legalmente

É muito importante você saber como trabalhar no exterior de forma legal, isso vai ajudar você a se planejar. Há várias situações, como:

Situação nº1: já tenho uma empresa que quer me contratar

Para poder trabalhar no exterior legalmente, você vai precisar de um visto de trabalho. Se você já tiver entrado em contato com alguma empresa que queira te contratar, você pode solicitar o visto. É só ver os documentos que são necessários (a empresa deverá emitir um documento específico pedido pelo consulado), para dar entrada no processo.

Pensando em morar em Portugal?

Venha morar em Portugal sem complicações nem imprevistos com ajuda do nosso guia Como Morar em Portugal.


Num só lugar, você aprenderá o passo a passo para conseguir trabalho em Portugal e tudo sobre custos de vida, as melhores cidades para viver, cidadania, vistos, documentos necessários, educação e muito mais.


Receba grátis o índice e primeiras páginas!

RECEBER AMOSTRA »

Situação nº2: trabalho no Brasil em uma multinacional

Se você estiver trabalhando no Brasil em uma empresa internacional, você pode falar nos Recursos Humanos que tem disponibilidade e vontade de trabalhar no exterior, assim eles podem te transferir para algum outro escritório deles no exterior, quando tiverem vaga.

Deixe claro para seus superiores que você tem interesse em mudar de país e quem sabe quando surgir uma oportunidade fora, você possa ser convidado.

Situação nº3: ainda não tenho nada, mas vou assim mesmo

Essa não é a melhor das opções, mas muitas pessoas tentam dessa maneira. Entram no país como turistas, procuram emprego e quando conseguem dão entrada no pedido de visto de trabalho (em Portugal é no SEF).

Não sei como isso funciona em todos os países, mas em Portugal o SEF dificulta a vida de quem opta por esta opção, portanto, o melhor a fazer é já vir com o visto de trabalho.

Também já compartilhamos várias dicas de como:

Passo a passo para encontrar emprego e trabalhar no exterior

Vamos a meio desse guia e você já entendeu como é trabalhar no exterior e como o fazer de forma legal. O próximo passo é saber como encontrar emprego no exterior.

Veja como funciona:

Falar inglês

É muito difícil trabalhar no exterior se você não falar inglês (mesmo em Portugal), por isso, se você tiver um inglês básico, faça aulas para melhorá-lo.

Aprender o idioma local

Sim, mesmo que você fale bem o Inglês, não esqueça de aprender o idioma local (espanhol, francês, etc.), isso será muito importante para você comunicar dentro da empresa e até para realizar entrevistas / candidatura.

Montar e adaptar seu currículo

Na Europa eles usam por vezes o modelo de currículo EuroPass, mas pode usar o seu modelo também. Insira somente informações relevantes e reais sobre suas habilidades profissionais. Não invente habilidades que você não tem ou cursos que você nunca fez. Monte um currículo completo e limpo, sem florear demais.

Treinar entrevistas

É muito provável que você tenha que fazer entrevistas por Skype, e se você está tentando uma vaga para um país que não fala português, essa entrevista será em inglês. Você deve demonstrar confiança e saber o que responder. Não minta. Peça ao seu professor de inglês para treinar com você. Caso a entrevista seja em português, treine com seus amigos ou sua família, responda com sinceridade as perguntas.

Veja se é necessário validar o seu diploma

Para muitas profissões, é necessário fazer a validação do diploma. Veja se para a sua profissão, no país que você quer trabalhar, isso é necessário e como pode ser feito.

Veja como:

Complete/monte o seu perfil no Linkedin

Muitas oportunidades de emprego estão na plataforma Linkedin. Não se esqueça de disponibilizá-lo em outras línguas e seguir as empresas que você gostaria de trabalhar, assim você vai ficar atualizado sobre as vagas que abrirem.

Veja as vagas abertas nas empresas que te interessam e compare com o seu currículo

Se notar que ainda te falta alguma coisa para preencher aquela vaga, corra atrás, faça um curso ou uma formação para poder melhorar o seu currículo e poder competir no mercado de trabalho, lembre-se que você vai estar a “competir” com pessoas locais que não precisam de visto ou passar pela burocracia. Além disso, é natural que os empregadores dêem preferência aos locais, por isso, você precisa ter um algo a mais para trabalhar no exterior e se destacar.

Também já compartilhamos várias dicas para pesquisar vagas no exterior.

Vale a pena usar uma agência de empregos para conseguir trabalhar no exterior?

Se você não sabe por onde começar a procurar emprego, essa pode ser uma boa ideia. Dependendo da sua área de atuação, as agências de emprego ajudam muito. Mas vale muito a pena olhar sozinho também as vagas que cada empresa oferece.

Outras dicas para encontrar emprego no exterior

  • Faça uma lista das empresas que você gostaria de trabalhar e entre no site para ver se tem alguma vaga aberta;
  • Procure no Google os sites de vagas de empregos no país que você quer ir, e comece a procurar em cada um, e enviar o seu currículo;
  • Se não tiver respostas, não desista, o emprego não vai cair no seu colo, você tem que continuar procurando.

Trabalhar no Exterior reunião

Melhores países para trabalhar no exterior

O melhor país para se trabalhar depende muito do seu perfil. Na Europa, os países com mais oportunidades de trabalho são a Alemanha, o Reino Unido e a França. Os três países possuem os maiores PIBs (Produto Interno Bruto) da Europa e são importantes economias mundiais. Conheça os demais países que integram a nossa lista dos melhores países para trabalhar na Europa.

Trabalhar no sul da Europa

No entanto em países como Portugal, Espanha e Itália você vai encontrar outras vantagens que não estão relacionadas diretamente com a sua carreira. Por exemplo, facilidade com o idioma, diferenças culturais menores e melhor clima, o que vai facilitar na sua integração profissional.

Trabalhar no norte da Europa

Se você procurar uma excelente qualidade de vida e segurança e não se importar com o frio, países como a Noruega, Suécia e Dinamarca podem ser o seu destino de sonho. Saúde pública e educação gratuita, salários elevados e serviços públicos de grande qualidade, são apenas alguns aspectos que caraterizam esses países. Muitas das melhores cidades para viver na Europa estão nos países nórdicos.

Existem empresas que contratam brasileiros para trabalhar no exterior

Fazendo uma pesquisa rápida na internet, vemos uma demanda razoável de pessoas que falam português para trabalhar na Europa (não em Portugal), mas claro que essas pessoas precisam também dominar a língua inglesa.

Algumas empresas em Portugal contratam estrangeiros para trabalhar, e costumam abrir novas vagas várias vezes ao ano:

Aproveite também para ver vagas no Portal da Comissão Europeia onde eles anunciam as vagas de emprego em toda a Europa.

E fora da Europa?

Já fora na Europa, as melhores opções de países para se trabalhar são: Canadá, Estados Unidos e Austrália.

Vale a pena trabalhar no exterior?

Na minha opinião, vale muito a pena. Ter uma experiência internacional faz toda a diferença no seu currículo e ainda te faz crescer muito pessoalmente, independentemente da sua idade ou situação famíliar. Além disso, pode ser uma oportunidade de você ter uma qualidade de vida superior ou mais segurança no seu dia a dia.

É evidente que essa mudança pode ter muito impacto na sua vida e provavelmente não vai ser fácil, mas vai valer a pena. Mesmo que você deseje voltar para o Brasil, você voltará com novos conhecimentos e mais preparado para encarar desafios.

Vantagens de trabalhar no exterior

Entre as grandes vantagens de se trabalhar no exterior estão:

  • Ter um diferencial no currículo;
  • Possibilidade de salário melhor;
  • Melhor qualidade de vida;
  • Aprender habilidades novas e técnicas de diferentes culturas;
  • Aprender a trabalhar em ambientes de trabalho completamente diferentes;
  • Aprender a trabalhar com pessoas de outra cultura;
  • Desenvolver uma outra língua.

Desvantagens

Já entre as desvantagens de se trabalhar no exterior e traçar uma carreira internacional estão:

  • Incerteza do novo, da adaptação e como será o novo trabalho;
  • Saudades da família e dos amigos ficaram no Brasil;
  • Insegurança de falar outro idioma durante o trabalho;
  • Ser um estrangeiro no país e enfrentar as dificuldades inerentes a essa condição (como a xenofobia, por exemplo);
  • Diferenças culturais do país e do ambiente organizacional.

Conheça melhor as vantagens e desvantagens de morar fora do Brasil.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Julia é brasileira, formada em Turismo e mora em Portugal há 6 anos. Tirou o mestrado em Empreendedorismo na Universidade da Beira Interior e atualmente está terminando o doutorado em Gestão. Apaixonada por viagens, baladas e por fazer novas amizades, gosta de usar o tempo livre para conhecer novos países e culturas.