Europa

Morar fora do Brasil: vantagens e desvantagens da experiência

Morar fora do Brasil é sonho de muitos brasileiros, seja apenas por um tempo ou de forma definitiva. Tomar esta decisão é um ato de coragem, pois ao sair de nosso país, involuntariamente, precisamos também deixar muitas coisas para trás, como família, amigos e o antigo trabalho. Os motivos para morar fora são diversos, desde segurança, novas oportunidades, aprender uma nova língua e até realizar um sonho de infância.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise, que funciona em toda a Europa.


A TransferWise não exige comprovação de rendimentos, você só precisa ter um endereço na Europa.

ABRIR CONTA »

No entanto, nem tudo é tão romântico e fácil quanto aparenta as redes sociais. Afinal, quais as vantagens e desvantagens de viver em outro país? Neste post, vamos abordar os prazeres de construir uma vida em outro lugar, mas também os fatores negativos da experiência. Confira!

Por que você quer morar fora do Brasil?

É fundamental responder essa pergunta antes de fazer as malas e mudar de país, pois se você não tiver um foco muito grande e souber o real motivo da sua mudança, é bem provável que queira voltar para o Brasil nas primeiras dificuldades. Sim, elas vão acontecer.

Inclusive eu já falei bastante sobre esse tópico no texto como morar fora do Brasil, do planejamento até a mudança.

As vantagens de morar fora do Brasil

Como tudo na vida, morar fora pode ter várias vantagens, para citar apenas algumas delas, listamos sete.

Aprender um novo idioma

Se você mudar para a Europa, é bem provável que aprenda um novo idioma e ganhe fluência praticando todos os dias. Não existe maneira mais eficiente de se aprender um novo idioma, do que vivenciá-lo na prática. É falando com nativos que aprendemos gírias e expressões que, dificilmente, são ensinadas em escolas. A melhor sala de aula é definitivamente o mundo.

Inclusive, o novo idioma pode ajudar muito em uma possível volta para o Brasil. Saber o inglês é praticamente obrigatório, mas ser realmente fluente faz diferença.

Mesmo se você for morar fora em Portugal, vai aprender algumas palavras do Português lusitano.

Aprender a se virar ao morar fora do Brasil

Para quem vai morar sozinho pela primeira vez, em outro país, o choque pode ser grande. Afinal, você terá de aprender a conviver com a sua bagunça, arrumar tudo, limpar a casa e fazer comida.

aprender novo idioma ao morar fora

E pior, pode ser que você ainda tenha que conviver com a bagunça dos outros, caso divida a casa com outras pessoas (algo bem comum entre intercambistas). Mas isso é bom? Claro! O crescimento pessoal ao ter que “resolver tudo” é uma das maiores vantagens de morar fora do Brasil para os jovens. Veja o depoimento da Amanda no artigo Porque eu não volto mais para o Brasil.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com toda segurança.

VER COTAÇÃO »

Mais segurança

Não preciso dizer para nenhum brasileiro sobre a sensação de insegurança que vivemos no nosso país, não é? São poucas as cidades que nos fazem sentir seguros. Porém, isso não significa que na Europa não existam problemas, mas a chance de alguém te roubar, andando a pé de madrugada voltando pra casa, é mínima.

A vida no continente europeu pode até ser mais cara, especialmente em países como Inglaterra e França, mas não há dinheiro que pague a sensação de poder atender o telefone no ônibus, andar pelas ruas carregando um notebook ou equipamentos caros na bolsa/mochila, sem estar o tempo todo preocupado em ser assaltado.

Digamos que é preciso de um pouco de azar para algum tipo de crime acontecer. Se você tiver 10% do cuidado que tem ao andar no Brasil, aqui estará muito seguro.

Viajar mais e com facilidade

Uma das maiores vantagens de morar fora do Brasil, especialmente na Europa, é poder viajar com pouco dinheiro para outro país e se aventurar pelo mundo, literalmente. A partir de 9.99€, você consegue passagens aéreas low cost!

Além disso, você pode optar por usar ônibus ou trem e aproveitar as paisagens maravilhosas que continente possui enquanto viaja. Uma das melhores vantagens da Europa é que os países que estão a poucos quilômetros de distância um dos outros e possuem culturas completamente diferentes.

Se você tem amigos que vivem lá, deve ter ouvido histórias sobre vários países que eles conheceram. E, acredite, não precisa ser rico para isso.

Se quiser saber quanto custa morar fora, veja esse artigo com as principais despesas.

Maior qualidade de vida ao morar no exterior

A qualidade de vida não é apenas ter mais segurança nas cidades, mas é um resultado de diversos fatores, como o investimento em educação, em transporte público, em bom sistema de saúde, em acesso a diversos bens, entre outras variáveis.

Para quem vive nas cidades brasileiras, ter mais qualidade de vida é uma questão chave e serve como motivo para morar fora do Brasil. Poder fazer as coisas a pé, em segurança, se alimentar com produtos livres de agrotóxicos, e viver em uma comunidade que preza pelos seus cidadãos, muda completamente a nossa relação com a cidade em que vivemos e nos motiva a viver no local onde estamos.

Veja aqui a lista de países com melhor qualidade de vida na Europa.

Contato com uma nova cultura e lugares históricos

Em qualquer país da Europa que decidir morar, você estará em contato com uma nova cultura e com pessoas que possuem uma maneira diferente de viver a vida. Esta experiência por si só já é riquíssima.

morar fora em lugares históricos

Inclusive, você terá também a possibilidade de viver em lugares históricos.  A oportunidade de visitar diversos museus, castelos e cidades medievais, conhecendo a história sob uma nova perspectiva, torna toda a experiência de morar fora ainda mais valiosa.

Experiência de trabalho e de estudo internacionais

Para os que decidem morar fora do Brasil por um tempo determinado, ter uma experiência de estudos ou trabalho no exterior é extremamente valioso para o currículo. Com certeza, depois de voltar para o Brasil, as chances de conseguir uma melhor colocação no mercado de trabalho serão relativamente mais altas.

Para aqueles que decidem migrar, arrumar trabalho no exterior é uma lição de vida. Nem trabalhos de baixa qualificação, como os de faxineiro, encanador ou carpinteiro consegue-se com facilidade. Países como o Canadá até apostam em bancos de vagas de trabalho para cidadãos e imigrantes. Contudo, é preciso suar muito para conseguir uma oportunidade e comemorar mais ainda quando esse dia chegar.

Lidar com pessoas de outra cultura vai te ensinar a ter paciência e jogo de cintura para não perder a cabeça. Por outro lado, aprenderá muitas coisas novas e essa experiência internacional vai contar muito no seu currículo.

Veja algumas dicas para como conseguir emprego no exterior ainda no Brasil.

Desvantagens de morar fora do Brasil

Mas nem só do lado bom é feita a experiência de morar fora, existem algumas questões que podem acabar tornando o momento mais complicado, entre elas:

Saudades da família e dos amigos

Esse é sem dúvida um dos principais motivos que fazem os brasileiros desistirem de morar fora do Brasil.

Para aliviar a saudade, tem Skype, WhatsApp, e-mail, entre outros mil recursos. Porém, nada se compara com aquele abraço apertado de alguém especial quando tudo dá errado. Por isso, morar com a família no exterior pode facilita muito nesse ponto.

Nesse momento, também aprendemos a valorizar as pessoas que amamos e aprendemos que a distância física não significa necessariamente, distância emocional. Por isso, amadurecemos e construímos outra visão sobre nossos relacionamentos.

encontrar amigos ao morar fora do Brasil

Conheça os dados sobre a representatividade dos brasileiros voltando de Portugal.

Estar longe em momentos importantes/especiais

Sua melhor amiga vai casar, sua avó ficou doente, sua mãe precisa de você e por aí vai. São mil e uma situações nas quais você vai sofrer por estar longe.

No começo, achei que conseguiria ir e vir facilmente para o Brasil, mas o dia a dia me mostrou que não. Como resultado, fiquei 3 anos sem visitar a minha família.

Logo, uma boa alternativa é se planejar com antecedência e viajar para o Brasil em datas estratégicas. Por exemplo, viaje no natal, no ano novo, em longos feriados ou mesmo durante o mês do seu aniversário.

Comida brasileira fora do Brasil

Você se acostuma com a comida do novo país, mas nunca vai esquecer da comida do seu restaurante preferido, do pão de queijo da sua cidade, do açaí da esquina ou da feijoada de domingo da sua família.

Por fim, você até se contenta com aquela “feijoada meia-boca“, servida em algum restaurante local, só para matar um pouco da saudade do Brasil.

Em outros momentos, consegue achar lugares em que é possível comprar ingredientes para fazer pratos típicos e até restaurantes brasileiros em diferentes cidades, como Lisboa.

Mas, a verdade é que, mesmo que a gente cozinhe uma feijoada, ela nunca terá o mesmo gostinho da feijoada feita por nossa família. Dessa forma, o jeito é acostumar a morar fora, comer em restaurantes locais e matar a saudade da comida quando visitar a família no Brasil.

Choque cultural

Não é fácil se acostumar com as diferenças culturais. Morar fora do Brasil tem dessas coisas. Imagina morar em um país onde as mulheres não podem sair sozinhas na rua? Ou onde comer com a mão é uma questão de educação?

Com certeza, você terá de encarar alguns costumes diferentes e vai precisar viver a cultura do país. Nesse momento, você mora ali e precisa se adaptar ao novo país.

Você entenderá que as pessoas comemoram o aniversário e, até mesmo, lidam com a morte de uma forma diferente. Para questões mais práticas, como alimentação e cuidados pessoais, há também diferentes hábitos e você deve respeitá-los. Tudo muda e é preciso a se acostumar com isto. Inclusive, saiba que às vezes, nós brasileiros seremos considerados estranhos.

Clima

Para um brasileiro, dias ensolarados são tão comuns que costumam passar despercebidos. Porém, depois do primeiro inverno na Europa, passamos a valorizar cada dia que o sol aparace.

clima diferente ao morar fora do Brasil

Ao mudar do Brasil, constatamos que na maior parte do ano faz frio e precisamos nos acostumar com essa realidade – o que nem sempre é fácil. No começo, podemos até ficar doentes com mais facilidade, afinal, nosso corpo não está acostumado com este frio.

Quando chega o verão, toda a cidade muda e nossos hábitos também. Assim, esquecemos do inverno, do frio, da neve, e percebemos como o clima nos influencia.

Dificuldade de integração ao morar no exterior

Alguns países são bem fechados em relação à integração dos estrangeiros. Para alguns brasileiros, isso não faz a menor diferença, mas sempre terá aquele nativo que irá te olhar com olhar de “você está tomando o meu lugar”.

É comum também perguntarem: “por que você mora aqui?”, mas com o tempo você se acostuma, afinal, escolhemos migrar. Saímos do Brasil escolhendo ser um estrangeiro.

Se você não conseguir criar um círculo de amizade com pessoas do seu curso ou trabalho, isso pode ser grave e pode diminuir o seu tempo de estadia no país, devido à falta de integração na sociedade. Por isso, muitas vezes optamos por morar próximo a algum amigo, familiares, conhecidos, etc. Assim, a chegada e adaptação no país fica mais fácil, ainda mais quando temos alguém para nos receber.

Quer se inspirar? Veja um relato pessoal de “como eu decidi ir embora do Brasil“.

Reconstruir a vida não é fácil

Quando vivemos fora do Brasil, somos obrigados a começar tudo do zero. E isso, vale para tudo o que imaginar. Desde burocracias e fazer novos documentos, até encontrar um apartamento, arrumar um emprego, aprender os melhores caminhos, fazer novos amigos e se acostumar com a vida em uma nova cidade.

Embora tudo isso tenha seu lado excitante, não é fácil. Somos obrigados a nos reinventar frequentemente e descobrimos novas habilidades que nem sabíamos que existiam.

Vale a pena morar fora do Brasil?

É importante destacar que, morar fora do Brasil pode ser uma experiência completamente diferente para cada pessoa. Além disso, a decisão sobre morar no exterior pode acontecer por diversos motivos, e isso também influencia a opinião em relação a essa experiência.

Não é apenas uma questão de vantagens ou desvantagens, mas de aprender a lidar com uma vida diferente e constatar que, no final das contas, existem mais vantagens do que desvantagens. Se a saudade da família aperta, iremos valorizar mais os momentos que temos com ela, parar de brigar por qualquer coisa e ter mais facilidade de dizer “eu te amo”.

É preciso ser forte

Se o frio está rigoroso, nos aqueceremos no lar em que construímos com muita coragem ou em uma mesa de bar com amigos que nos abraçaram nessa jornada. E assim, vamos levando. Uns dias com mais facilidade, outros nem tanto.

Mesmo que a experiência em si seja difícil ou que você decida morar fora do Brasil apenas por um período de tempo, ela sempre será rica e valiosa. Depois de morar fora do país, você perceberá que se tornou uma pessoa mais forte, resiliente e aberta às novas experiências, o que é mais relevante ainda para a sua vida.

Se você está perdido e ainda não sabe por onde começar, confira este post sobre consultoria para morar fora. Se precisa economizar, saiba como morar no exterior de graça.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas.
Compartilhe

Gabriela Glette

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.

Erick Gutierrez

Erick é luso-brasileiro, aos 21 anos mudou para a Europa e dedica parte do seu tempo para ajudar outros brasileiros realizarem o sonho de viver na Europa. Mora atualmente em Portugal, trabalha com tecnologia e é fundador da Euro Dicas.

Artigos Relacionados

Fechar